Autor Tópico: [ARTIGO] Filme X Digital - Uma Resposta Definitiva?  (Lida 42488 vezes)

Paulo Machado

  • Trade Count: (6)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.015
  • Sexo: Masculino
Resposta #45 Online: 30 de Junho de 2006, 10:13:34
Lucas, este filme é cromo e tem uma latitude menor do que a digital.
O filme PB pela grande latitude tem uma caracterização de texturas muito boa, tendo detalhes nas sombras e luzes.
O contraste do filme PB depende mais da revelação e da ampliação.
When words become unclear, I shall focus with photographs. When images become inadequate, I shall be content with silent.  - Ansel Adams


Guto Martins

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 1
Resposta #46 Online: 31 de Agosto de 2006, 12:27:57
falta muito pro digital chegar perto da película!

quem sabe daqui a alguns 5 anos!

a verdade dói mas deve ser dita!


Kaia na real!


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.767
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #47 Online: 31 de Agosto de 2006, 13:18:54
Citar
falta muito pro digital chegar perto da película!

quem sabe daqui a alguns 5 anos!

a verdade dói mas deve ser dita!


Kaia na real!
É uma pena para os amantes do filme que TUDO mostre o contrário dessa pseudo verdade não???? Não existe um teste que mostre o contrário, na verdade os testes que podem ser encontrados por ai mostram câmeras digitais APS arrasando cromos e negativos dos mais variados tipos.

É por conta dessa vantagem ENORME do filme que os melhores fotógrafos do mundo tem aposentado a película.
É por conta dessa ENORME vantagem do filme que fotógrafos antes defensores árduos e extremamente qualificados da película acabaram declarando publicamente que o filme já está superado (como o Trigo, diretor do curso de fotografia do SENAC).

Na boa, a verdade é que o filme está superado. Os fotógrafos precisam agora se adaptar à nova realidade, gostem ou não dela.
 
« Última modificação: 02 de Setembro de 2006, 20:14:01 por Leo Terra »
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


Alex Biologo

  • Trade Count: (4)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.803
  • Sexo: Masculino
    • Olhares Dispersos
Resposta #48 Online: 01 de Setembro de 2006, 13:19:42
Citar
Citar
falta muito pro digital chegar perto da película!

quem sabe daqui a alguns 5 anos!

a verdade dói mas deve ser dita!


Kaia na real!
É uma pena para os amantes do filme que TUDO mostre o contrário dessa pseudo verdade não???? Não existe um teste que mostre o contrário, na verdade os testes que podem ser encontrados por ai mostram câmeras digitais APS arrasando cromos e negativos dos mais variados tipos.

É por conta dessa vantagem ENORME do filme que os melhores fotógrafos do mundo tem aposentado a película.
É por conta dessa ENORME vantagem do filme que fotógrafos antes defensores árduos e extremamente qualificados da película acabaram declarando publicamente que o filme já está superado (como o Trigo, diretor do curso de fotografia do SENAC).

Na boa, a verdade é que o filme está superado. Os fotógrafos precisam agora se adaptar à nova realidade, gostem ou não dela.
 
Leo, mas não existem aplicações em que o filme se sai melhor? por exemplo pra algumas aplicações é mais rápido vc usar logo um filme pb do que ficxar tratando no ps tentando chegar no efeito, não?

Não estou pensando no lado comercial da coisa, mas sim no trabvalho autoral, até por isso ainda se produz filme.
« Última modificação: 02 de Setembro de 2006, 20:14:26 por Leo Terra »
Alex Martins dos Santos - São Paulo/SP
Fuji S5100
Pentax MZ-50
Canon 10D e 300D + lente  28-135 is Canon + lente 70-300 TAmron


Roberto O. Almeida

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.431
Resposta #49 Online: 01 de Setembro de 2006, 13:27:46
Acho que o laboratório pode provar o diabo a quatro, mas o digital não é igual o filme, isso é fato.

E há quem prefira o segundo. E há quem respeite isso.


Zyk

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 341
Resposta #50 Online: 01 de Setembro de 2006, 21:30:49
Citar
Acho que o laboratório pode provar o diabo a quatro, mas o digital não é igual o filme, isso é fato.

E há quem prefira o segundo. E há quem respeite isso.
:thmbup:  


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.767
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #51 Online: 02 de Setembro de 2006, 01:03:21
Igual não é... Mesmo porque nem sequer existe filme igual a filme, então na verdade não existe nada igual a nada..
O que podemos afirmar é que:
Latitude: O cromo já foi superado a muito tempo, os negativos já tem concorrentes à altura.
Definição: O negativo já foi superado faz tempo e o cromo está no limite.
Saturação: Negativos já eram e cromos restam poucos que conseguem brigar de igual para igual com digital.
Sensibilidade: As películas já eram faz tempo, o digital consegue sensibilidades bem maiores com maior definição.
W/B: O digital tem a versatilidade de diversos W/B, enquanto nos filmes você fica prezo a uns 2 ou 3 balanços de branco em algumas películas
Revelação: O Digital lhe permite trabalhar com processos tanto coloridos como P&B de forma doméstica e totalmente pessoal, o filme lhe permite no máximo uma revelação doméstica P&B a custo de muito emprenho e paciência.


Então em termos gerais o digital hoje consegue reunir o melhor dos dois mundos dos filmes e mais um pouco, se isso não é ser melhor eu não sei mais o que é...
Isso sem nem considerar a facilidade de revelar (de acordo com sua vontade).
Mesmo para trabalho artístico o digital atende bem melhor, principalmente ao passo que lhe dá liberdade de controlar a revelação, coisa que o filme (principalmente o colorido) não lhe permite sem uma fantástica estrutura.
O Filme está como Vinil esteve, foi superado por uma tecnologia mais eficiente e infelizmente está com os dias  contados, assim como o CD se mostrou absurdamente mais eficiente do que o Vinil (mesmo contra todos que lutaram contra isso) a câmera digital já fez o mesmo com o filme, agora filme (assim como vinil) será coisa de quem gosta de recobrar o passado e até mesmo sofrer (PS sou um dos que ainda gosta de vinil), pode até me chamar de purista, sou mesmo, o que acho incrível é que os puristas, que tanto defendiam os cromos, são os poucos que restam defendendo uma mídia que já não é mais comercialmente viável, como a película...
A aplicação mais crítica possível para uso de película (Cinema) vem sendo amplamente substituída pelo digital, infelizmente (para os saudosistas) não há como evitar, digital é melhor, mais amplo, mais fácil de ser processado, mais ecológico (para quem gosta), ou seja, não há nada além de saudosismo que possa explicar preferências por películas (assim como não havia no Vinil). Eu sou um saudosista em vários aspéctos, mas reconheço isso. ;)
« Última modificação: 02 de Setembro de 2006, 20:15:28 por Leo Terra »
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


Marcos Kaddoum

  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 750
    • http://www.flickr.com/photos/mkaddoum
Resposta #52 Online: 02 de Setembro de 2006, 14:01:15
Citar
Na boa, a verdade é que o filme está superado. Os fotógrafos precisam agora se adaptar à nova realidade, gostem ou não dela.

Não sou profissional, não sou bom fotógrafoa, mas sou um ótimo consumidor. E nesses últimos 18meses tenho tido contato com diversos fotógrafos, por diversos motivos diferentes, e todos os que usavam filme estão firmes e fortes na sua profissão. Nós ouvimos essa ladainha de que quem não usa digital está morto, há anos. Por que será que ainda não conteceu?

Uma coisa é uma tecnologia ser substituída por necessidade, outra por força do mercado. A primeira é mais imediata, a segunda, leva mais tempo.

Citar
O Filme está como Vinil esteve, foi superado por uma tecnologia mais eficiente e infelizmente está com os dias  contados, assim como o CD se mostrou absurdamente mais eficiente do que o Vinil (mesmo contra todos que lutaram contra isso) a câmera digital já fez o mesmo com o filme, agora filme (assim como vinil) será coisa de quem gosta de recobrar o passado e até mesmo sofrer (PS sou um dos que ainda gosta de vinil), pode até me chamar de purista, sou mesmo, o que acho incrível é que os puristas, que tanto defendiam os cromos, são os poucos que restam defendendo uma mídia que já não é mais comercialmente viável, como a película...


O vinil não está morto, e o CD não alcança nem de perto frequências que só o vinil reproduz. O vinil ainda é sinônimo de qualidade, e não de sofrimento. O CD sim, foi ultrapassado milhares de anos luz pela mídia flash.

Acho que é um grande exagero - até mesmo arrogância - dizer que "agora filme (assim como vinil) será coisa de quem gosta de sofrer". Mais parece um ataque e uma celebração de vitória, não por uma conquista, mas pelo derrota do outro.

Se digital fosse uma necessidade, um pré requisito pra boa qualidade, aís im, o filme já teria desaparecido.

Abraços

 
Marcos Kaddoum
Rio de Janeiro - RJ

-----------
FlickR
-----------


Lucas Eduardo

  • Trade Count: (1)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 272
    • http://
Resposta #53 Online: 02 de Setembro de 2006, 15:47:22
hehehe quanta parcialidade...  
Sul Foto Clube


B.Gomes

  • Trade Count: (10)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.558
Resposta #54 Online: 02 de Setembro de 2006, 16:10:11
Estou com o Marcos, dizer que filme e vinil são para quem gosta de sofrer é ridículo, além de extremamente arrogante e etnocêntrico.
Leo, nem todo mundo quer as mesma coisa que você, nem todo mundo valoriza as mesmas questões que você, e isso não significa necessariamente que essas pessoas sejam ignorantes ou masoquistas. Daqui há pouco vão dizer que os filmes (cinema) antigos também não prestam e que quem gosta de vê-los só quer sofrer, pois a tecnologia usada na época já está "superada"...
Um pouco de humildade sempre cai bem.
« Última modificação: 02 de Setembro de 2006, 16:22:51 por Bruno Gomes »


Eduikeda

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.115
Resposta #55 Online: 02 de Setembro de 2006, 16:34:55
Concordo com o Marcos e Bruno.
No meu caso convivo bem com os dois sistemas, mas sendo P&B prefiro o bom e velho Tri-X :clap:

E prefiro sofrer mandando revelar e ampliar meus filmes do que ficar séculos na frente do computador.... :wallbash:
 :snack:  
« Última modificação: 02 de Setembro de 2006, 16:36:21 por Eduikeda »
Edu Ikeda

Nicão D 80

visite minhas fotos e comente:
www.flickr.com/photos/eduikeda


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.767
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #56 Online: 02 de Setembro de 2006, 17:33:45
Bom é sempre a mesma ladainha...
Estamos discutindo o que é melhor ou o que vc gosta (independente de ser melhor ou não)?
Se estamos dicutindo o que é melhor nem vamos perder tempo, o digital supera o filme em tudo hoje, então usar filme é no máximo uma resistência pessoal.
Me desculpem, mas eu trabalho com fatos... Esse papo do Vinil é outro que eu sempre ouvi mas quando estudava em São Carlos tudo que se fazia de testes mostrava que a resposta do CD era muito superior à do Vinil, então me desculpem...
Se vamos discutir gosto pessoal eu me retiro da conversa, porque gosto pessoal como o próprio nome diz é pessoal... Eu gosto de T-max, ainda uso T-max e nem por isso falo que é melhor, convenhamos T-max é uma porcaria, com um grão enorme e baixa latitude, mas eu gosto e dai? É gosto pessoal, não posso afirmar que seja melhor.
Agora se querem discutir o que é melhor volto ao que sempre falei... Vamos discutir com propriedade e não com coração..

Marcos vc diz que o filme ainda está vivo???? Realmente está, mas está agonizando... Nos EUA a Kodak desativou suas operações de filme, Fuji reduziu em 90%.
A Kodak descontiunou quase 70% de sua linha de filmes, a Fuji descontinuou quase 40% e isso porque o digital só atingiu níveis compatíveis com os filmes a 2 anos e só se tornou acessível recentemente, o CEO da Kodak já anunciou que em 10 anos não serão mais produzidos filmes (não sou eu que estou dizendo, são os executivos da maior empresa do ramo), se isso não é estar com sérios problemas comerciais não sei mais o que é...
Para os profissionais que ficarem presos ao filme e não partirem para o digital estarão no mínimo cerca de 2 a 3 anos atrás do mercado em termos de adequação à nova realidade.. Qualquer um que tenha estudado administração sabe que 2 a 3 anos de vantagem no mundo de hoje é a diferença entre a vida e a morte...
Não estou tecendo meus comentários de forma leviana ou de coração, muito pelo contrário, nasci fotografando em filme, só não sou avesso a mudanças como a maioria da população brasileira (fato que alguns estudiosos chegam até a atribuir como causa da nossa ineficiência produtiva), procuro observar a realidade e os fatos e fazer minhas afirmações contruídas sobre eles. Nada do que eu disse é irreal e me desculpem os que se concentram no filme resistindo à mudança, mas ou vão acordar ou em 5 anos estarão simplesmente vendo seus mercados afundarem. Filme, assim como Vinil, vai virar coisa para saudosistas e nada além disso e o tempo para quem ainda resiste (como o comentário que eu rebati acima) está contando. Profissionais não podem se dar ao luxo de serem saudosistas.
« Última modificação: 02 de Setembro de 2006, 17:34:57 por Leo Terra »
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


RFP

  • Colunista
  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • *****
  • Mensagens: 692
  • Sexo: Masculino
Resposta #57 Online: 02 de Setembro de 2006, 18:25:56
A única coisa que não entendo nessa discussão, independentemente da posição adotada, é essa necessidade de justificar a própria prática, de confirmá-la como melhor. Se é tão melhor, porque é preciso tentar enfiar a opinião goela abaixo dos outros que não a compartilham?

Se o filme é melhor, azar dos que usam digital, então.

Se o digital é melhor, vice-versa. Se os que usam filme são saudosistas, ultrapassados etc, ué, porque não deixá-los agonizar na prática junto com o filme? Viva e deixe viver.

Agora, é preciso diferenciar prática profissional de não profissional. Há um abismo entre elas. Segundo, é preciso diferenciar testes de laboratório de situações práticas e reais. Ficar discutindo em cima de gráficos e ampliações exageradas não me dizem nada.

Continuo intrigado com essa necessidade de afirmação pessoal. Acho que uma das coisas mais fundamentais para o convívio em sociedade é a capacidade de entender o outro. Mas parece que é difícil pensar: "não concordo com isso, mas posso entender a opinião do outro, e posso viver com isso". A partir disso, poderia se trocar experiências e crescer um pouco. Mas é necessário manter a mente aberta.
Ausente permanentemente


Roberto O. Almeida

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.431
Resposta #58 Online: 02 de Setembro de 2006, 18:27:04
Eu acho que um pouquinho de relativização dos conceitos cai bem.


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.767
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #59 Online: 02 de Setembro de 2006, 19:00:44
RFP, como eu disse, podemos discutir opinião pessoal, é uma coisa PESSOAL, temos que respeitar opiniões, agora afirmações técnicas são amparadas por números, se vão lhe servir ou não isso não interessa, é técnico, é totalmente mensurável.
Questões de mercado e empresariais tbm são mensuráveis, previsíveis, administradores fazem isso todos os dias pelo mundo e com ótimos índices de acertos, eu tive um professor que nunca errou uma previsão de falência feita em sala de aula, apenas lendo números, mesmo em balanços adulterados e com enorme antecedência, isso tudo é ciência é mensurável, lhe permite afirmar.
É diferente de opiniões pessoais.... Opinião pessoal cada um tem a sua e temos que respeitar, agora afirmações como a que foi feita podem influenciar pessoas a tomarem caminhos errados e devem ser radicalmente combatidas.

Como eu disse eu mesmo ainda fotografo em filme P&B com uma câmera fotográfica pré-histórica da Minolta, isso não quer dizer que é melhor, eu simplesmente gosto (por saudozismos mesmo, admito, não preciso de subterfúgios para justificar meus desejos pessoais e nem de influenciar outras pessoas a aceitarem meus desejos pessoais como sendo uma postura melhor), é exatamente por não precisar provar nada a ninguém que consigo separar o que é do meu gosto pessoal do que é um fato.
Fotografo com filme sim... P&B, ainda vejo filmes em fita VHS, ainda ouço Vinil (isso mesmo tenho 2 tocadores de Vinil em casa plenamente funcionais e ainda compro Vinil em lojas de discos antigos), mas isso não quer dizer que nada disso seja melhor, na verdade ainda faço tais coisas mais para manter velhos hábitos e reviver bons momentos (sou apaixonado pelos anos 80) do que por uma característica plenamente técnica, mesmo porque eu sei que tudo isso que eu citei está bem atrás em termos de qualidade do que a tecnologia atual pode me oferecer e não resisto a isso, tenho DVD praticamente desde o lançamento no Brasil (1997), uso digital desde 2000, nem me lembro quanto tempo faz que já ouço CD, são tecnologias bem à frente das outras, não fico tentando defender meus hábitos de ainda usar filme e de ouvir Vinil dos anos 80 com meus amigos no fim de semana tentando defender que eles tem uma pureza especial ou algo assim porque eu sei que não tem... Eu faço isso simplesmente porque me trás boas recordações, me transporta para outro tempo, não me importa se é melhor, EU SEI QUE NÃO É MELHOR, sei que as tecnologias atuais são muuuuito superiores, mas isso pouco me importa.
Tudo que eu defendo é que se alguém quer saber o que é melhor exponha a realidade, digital hoje é melhor que filme, isso é fato e em todos os aspéctos. Agora se vc vier e me disser: "Poxa, mas que é uma delícia fotografar em P&B com um T-Max em uma câmera manual isso é!" Só me restará lhe dizer: "Sem dúvida, é um enorme prazer, pelo menos para mim". ;)

A questão é admitirmos que nem sempre precisamos do melhor para ter prazer, se eu faço algo profissionalmente tenho que entregar o melhor. Se eu faço algo para mim eu posso me dar ao luxo de fazer o que me dá prazer, não me importando se as pessoas vão achar legal ou não, só precisamos ter cabeça para admitirmos isso.

Só para ter uma idéia, hoje a minha câmera que me dá mais prazer é uma Pentax Optio MX, uma UZ de 3 anos, com 3.1MP feita pela Pentax. Uma verdadeira porcaria de câmera (até na época ela era bem meia boca), mas que me diverte muito. Sequer penso em trocar ela, não me importa o que os outros pensam, não me importa se ela é a melhor ou não, é o meu brinquedo, eu estou feliz com ela e sempre que as pessoas me perguntavam na época que comprei ela, qual é a melhor UZ eu resopndia: "Panasonic" (todos que me conhecem a tempos devem se lembrar disso). Quando me perguntavam se Panasonic era melhor, porque eu tinha comprado a Pentax eu simplesmente respondia: "POrque eu gosto dela, me apaixonei quando vi". Simples, não é a melhor, eu simplesmente gosto, assim como simplesmente gosto de várias outras coisas...
Não tem gente que GOSTA de fumar? Não vou discutir isso.. É fato que mata e faz mal a saúde, mas se a pessoa gosta e daí?
É uma questão simples de saber diferenciar o que é um fato do que é gosto pessoal. Nós somos humanos, eu acredito que como humanos de verdade não devemos buscar o que é melhor e sim o que mais nos agrada, porque nossa busca deve ser por nossa felicidade e se algo nos faz feliz não importa o quão ruim seja, sempre terá sido uma boa escolha. O importante é separar isso do lado profissional, porque ai estamos concorrendo, se não estivermos com a ferramenta e o conhecimento certo e que ofereça o máximo resultado então podemos ser simplesmente subjulgados pela concorrência. Imaginem só uma gravadora que ainda entregasse seus trabalhos em Fita K7. ;)
« Última modificação: 02 de Setembro de 2006, 19:08:08 por Leo Terra »
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.