Autor Tópico: Focar o sol danifica o sensor?  (Lida 8616 vezes)

Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.764
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #15 Online: 04 de Outubro de 2005, 08:48:04
Bom deixar o equipamento no sol por muito tempo pode aquecê-lo e aumentar muito os níveis de ruído, além de gerar danos elétricos.

Marcos as linhas são SMEAR, qualquer fonte de luz contrastada produz essas linhas temporárias. Só lembrado que a Placa mão não tem nada a ver com o sensor, sequer fica exposta a luz, estes danos provavelmente foram causados por algum outro problema.

Qual a distância focal da A510?
Pq se ela realmente tiver uma distância focal muito curta pode até ser que o ponto de foco atravesse o sensor ou fique muito proximo dele, neste caso seia como uma lupa quase em foco sobre algo.
« Última modificação: 18 de Julho de 2009, 12:04:01 por Leo Terra »
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


Brunon

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 67
    • http://
Resposta #16 Online: 05 de Outubro de 2005, 17:43:15
Citar
Lenda, o ponto de foco não ocorre sobre o sensor, se ocorresse poderia representar problema, mas é como usar uma lupa sem colocar o objeto no ponto de foco, vc não consegue quemar nada dessa forma.
Para entender melhor visite:
Distância Focal - Crop, ângulo de cobertura, etc., Entendendo os mm da lente.

 :thmbup:  
Equipamento: LEICA e CANON.
Abraços do Brunon!


rogerio_prazeres

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.171
  • Sexo: Masculino
Resposta #17 Online: 12 de Dezembro de 2008, 00:21:03
Eu acho que existe uma chance de danficar sim. Mas não é algo como "apontou, estragou". No uso normal é praticamente impossível.

Uma lente com grande abertura focada no sol pode concentrar a luz nos elementos da câmera como uma lupa.
Isso pode causar sobreaquecimento dos componente e se chegarem numa temperatura muito alta pode sim danificar algo permanentemente.

Porém pra danificar permanentemente um sensor de silício seria necessário uma temperatura de centenas de graus que acho difícil alcançar. Acho que precisaria de um tempo razoável de exposição para isso ocorrer.

Já nas DSLR o despolido é de plástico. Nunca ouvi falar de um caso semelhante mas posso imaginar que a possibilidade de dano nele é mais factível que no sensor.

Araços!
Agora dirigindo um fusquinha das DLSR... Canon D30  :wub:

rogerio_prazeres@yahoo.com.br


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.764
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #18 Online: 12 de Dezembro de 2008, 03:01:06
Rogério não concentra como uma lupa, ele forma uma imagem reduzida do sol e não um único ponto. Pode usar sem problema. O pessoal fica com medo porque quando aponta para uma fonte de luz intensa forma Smear, mas não tem problema algum. As advertências do manual não são por conta da câmera e sim por conta dos olhos.
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


rogerio_prazeres

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.171
  • Sexo: Masculino
Resposta #19 Online: 12 de Dezembro de 2008, 04:00:20
Rogério não concentra como uma lupa, ele forma uma imagem reduzida do sol e não um único ponto.

Concordo Léo. Mas pelo que sei, a lupa também atinge seu maior grau de concentração de luz e calor quando forma-se uma pequena imagem do sol no seu foco. A imagem do sol não é perfeita pelas distorções que uma lente desse tipo gera.

Pra esse caso a diferença da lupa pra uma lente de câmera é que uma lupa tem uma área muito grande e um comprimento focal bem curto, o que faz com que a imagem do sol seja um pequeno ponto com luz muito concentrada o que gera o máximo de calor.

Também acho que na prática uma lente de câmera, principalmente de compactas, não seria capaz de gerar calor nem para passar perto de danificar um CCD.

Mas apenas por curiosidade, num próximo dia de sol forte vou pegar a 50mm 1.4 da pentax que é uma lente bem aberta e ver o quanto de calor ela pode gerar. Vou ver também se consigo derreter um pedaço de plástico transparente com ela.

Abraços com insônia!  :ok:
Agora dirigindo um fusquinha das DLSR... Canon D30  :wub:

rogerio_prazeres@yahoo.com.br


Guigo_Mr

  • Trade Count: (3)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.566
  • Sexo: Masculino
    • Rodrigo Augusto - fotografia & arte
Resposta #20 Online: 12 de Dezembro de 2008, 09:03:22
Jesiel,

Vou abrir um rápido parênteses na discussão.

Já tive 2 compactas da série A da Canon e tenho um amigo que tem uma atualmente. Todas as 3 tiveram este problema que você citou.

Isso é muito comum nessas Canon A o travamento das aletas que cobrem a lente... Nada com o sol, mas com poeira ou dilatação já que é uma porcaria de uma pecinha plástica.

 :ok:


ViTóRiO

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 54
  • Sexo: Masculino
Resposta #21 Online: 12 de Dezembro de 2008, 11:00:16
Cuidado é com os olhos quando aponta com uma lente directamente para o sol, pode causar lesões graves na retina.  :ok: