Autor Tópico: Comparativo "RAW" - Sony A900 vs Nikon D3x  (Lida 1624 vezes)

F.Kruschewsky

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 323
Online: 23 de Dezembro de 2008, 14:50:09
Boa Tarde!

Não sei se já postaram isso por aquí mas foi o primeiro comparativo entre a Sony A900 e a Nikon D3x, usando-se imagens "RAW", que encontrei disponível na Internet...

"Link": http://www.photoclubalpha.com/2008/12/19/alpha-900-and-dx3-raw-file-noise-comparison/

Boa Leitura!


Leandro Federsoni

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.974
  • Sexo: Masculino
Resposta #1 Online: 23 de Dezembro de 2008, 15:19:56
F.Kruschewsky,

Eu não li o texto, mas imagens são crops certo? Se são realmente crops 100% eu digo que é tudo a mesma coisa, como já esperado...

Apenas em ISO6400 que parece que a A900 fica um pouco pior, mas pode até ser que sejam imagens menos tratadas...

Obrigado

 
« Última modificação: 23 de Dezembro de 2008, 15:25:10 por Leandro Federsoni »


Bucephalus

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.090
  • Sexo: Masculino
Resposta #2 Online: 23 de Dezembro de 2008, 15:46:08
Na realidade aparir de ISO 1600 já dá pra perceber que a Nikon tem menos ruído.

It obvious that Nikon’s internal processing strategy pays dividends and that £5,500 does buy a superior ‘image-sensor plus onboard processing’ performance, compared to £2,000 (make those £4,800 and £1,600 at current street prices, time of writing!).

The obvious question to Sony must be - why can’t you manage the same, or at least come a little closer? They might reply that an extra half stop or stop in dynamic range, with its highlight and shadow recovery potential, matters more than the finesse of grainlike noise patterns. And they might be right. Until we have D3X raw file processing with a number of utilities including Adobe Camera Raw (the champion for dynamic range recovery, and the worst for mushing this fine crisp noise into something far coarser and softer) we’ll have to wait and see.


A diferença entre a A900 e a D3X em termos de ruído é muito pequena (vantagem para a D3X, é verdade), mas a A900 consegue ter uma performance bem melhor em termos de latitude -- entre 1/2 ou 1 stop de informação que pode ser recuperada em highlight e shadow, e isso para algumas outras pessoas é mais importante do que uma diferença minúscula na granulação/ruído.

Eles só fizeram um porém de que ainda não puderam examinar o raw da D3X a fundo, pois o Adobe Camera Raw ainda não suporta essa câmera.

Ainda assim, mesmo que a D3X tenha um desempenho igual ou próximo ao da A900 em termos de latitude, a A900 me parece ser uma opção "de mundo real" (onde você tem que gastar dinheiro para comprar!) muito melhor que a Nikon.


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.766
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #3 Online: 23 de Dezembro de 2008, 16:35:35
Bucephalus o sensor é o mesmo, qualquer diferença é puro tratamento. A Nikon vai ter uma pequena vantagem apenas por usar o conversor A/D externo de 14 bits. Mas como o limite deste sensor é basicamente o sensor então qualquer diferença esperada será mais em decorrência do tipo de processamento usado do que qualquer outra coisa.
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


Leandro Federsoni

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.974
  • Sexo: Masculino
Resposta #4 Online: 23 de Dezembro de 2008, 18:45:54
Eu não estou num monitor legal pra ver, mas sinceramente achei que o menor ruído da Nikon foi por algum tratamento, pois a nitidez na A900 é maior.

Leo,

Não existe chance do teste que vc fez da A900 vs D3 melhorar os resultados da A900 se mudar de conversor? Estou questionando isso pois tudo que tenho visto de imagens JPG da D3x parece-me melhor que a D3, mesmo em ISO3200...
http://www.imaging-resource.com/PRODS/D3/FULLRES/D3hSLI03200.HTM
http://www.imaging-resource.com/PRODS/D3X/FULLRES/D3XhSLI3200_NR_NORM.HTM

Uma outra dúvida Leo, sobre o seu teste...Se vc fizesse exatamente o mesmo teste mas diminuindo o LUX pra valores bem inferiores, como se comportaria o seu gráfico? Na medida em que o LUX diminui, a tendência é de menor ruído para sensores maiores?

Valeu
« Última modificação: 23 de Dezembro de 2008, 20:48:08 por Leandro Federsoni »


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.766
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #5 Online: 23 de Dezembro de 2008, 22:39:06
Leandro não existe muita possibilidade de eu repetir aquele teste rs.. Dá muuuito trabalho rs.... Pode ser que mudando o conversor a coisa seja diferente sim. Na verdade não, o que afetaria seria a mudança no tempo de exposição. Porque a densidade de luz que atingirá o sensor por segundo será sempre a mesma para uma dada sensibilidade na exposição correta. Mas para isso fazer efeito teria que ser em exposições realmente longas.
« Última modificação: 23 de Dezembro de 2008, 22:39:22 por Leo Terra »
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


Leandro Federsoni

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.974
  • Sexo: Masculino
Resposta #6 Online: 23 de Dezembro de 2008, 23:03:58
Leo,

Não, não estou dizendo pra fazer um novo..rsrs...Apenas acho que poderia ter sido o seu conversor o fator determinante pro gráfico da A900 cruzar com da D700 em ISO1600...Se isso ocorreu então usando um outro conversor pode ser que os gráficos não se cruzem mais. Poderia ser?

E quanto a abaixar o LUX, mas estou dizendo pra manter a exposição pro LUX correto, ou seja, simular o desempenho do sensor nas sombras, um pouco do que ocorre na prática, principalmente em casamentos onde consigo expor corretamente o primeiro plano, mas os outros planos a falta de informação e ruído ficam bem ruins, fico imaginando que um sensor de pixels menores, nessa região de sombras vai ficar pior ainda.

Ou vc acha que as características do seu gráfico não muda em nada se abaixarmos o LUX e mantermos a exposição anterior?

Abraço.


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.766
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #7 Online: 24 de Dezembro de 2008, 00:51:14
Pode ser sim Leandro, apesar de eu, pessoalmente, achar que não é uma coisa muito provável. Para constar eu uso sempre o ACR para processar as imagens.

Então Leandro, "baixar" o lux como você está dizendo significa subexpor. Nos chart ISO já existe uma área superexposta e uma área subexposta. A área preta é significativamente subexposta, enquanto a branca é o contrário.
Baixar a luz do ambiente e ajustar a exposição para a nova luz não vai modificar praticamente nada o desempenho do sensor, salvo se for necessário fazer exposições de mais de 2 segundos (onde o aquecimento pode afetar os resultados). Lembre-se que o sensibiliza o sensor na exposição correta é SEMPRE a mesma densidade de fluxo luminoso por unidade de tempo. Se em um casamento você ajustar a exposição para as luzes baixas vocÊ irá melhorar significativamente o resultado. O que entendo que você está querendo é testar a câmera subexposta (ou seja, nas áreas que irão atingir o sensor com menos luz do que deveriam, formando as áreas escuras da imagem), neste caso o comportamento vai depender de como é a curva de saturação da câmera. Se ela saturar bem em praticamente toda a DR então terá uma boa imagem (mesmo fora do ponto ideal). Neste caso será uma câmera com latitude próxima à DR, se tiver um mau desempenho de saturação nos extremos então teremos uma pior conservação da imagem nos pontos distantes do ideal e assim teremos uma câmera com a latitude significativamente menor do que a DR. Neste caso para saber o que estou achando que você quer saber, basta cruzar as informações de resolução real com as informações de latitude (não DR).
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


paulobro

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 76
  • Sexo: Masculino
Resposta #8 Online: 24 de Dezembro de 2008, 04:56:51
Sem querer me intrometer na rarefeita atmosfera dos debates ultratecnicos dos micropixels macroampliados e quejandos, e inobstante o indiscutivel melhor resultado da D3X nos altos ISO, gostaria de sublinhar ainda uma outra vez que essas pequenas diferencas e esses rigorosos detalhes significam realmente minucias quase ou completamente imperceptiveis e, me parece, para todos os efeitos da pratica fotografica usual do dia-a-dia, a a900 e' perfeitamente capaz de produzir imagens de excelente qualidade ate ISO 3200:


Imagem original em http://farm4.static.flickr.com/3118/3132885460_f232908c06_o.jpg

Agora, se seu projeto fotografico implica na constante e numerosa captura de imagens a ISO 6400 ou acima, de fato a D3 ou a D700 sao sua escolha obvia.
« Última modificação: 24 de Dezembro de 2008, 05:06:35 por paulobro »
Paulo Brochado


Leandro Federsoni

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.974
  • Sexo: Masculino
Resposta #9 Online: 24 de Dezembro de 2008, 10:15:44
Leo,

Sim estou querendo subexpor para avaliar o desempenho...

Então quer dizer que se quisermos fazer um teste subexpondo todas imagens, a característica do seu gráfico não vai mudar em nada? Assim a A900 vai continuar cruzando com da D3 nos mesmos ISO1600?

O que eu achava é que os sensores de pixels maiores conseguem aproveitar melhor as luzes das sombras, mas estouram mais fácil na luz forte, o que acaba prejudicando muito o desempenho nas sombras.

Nessas imagens que postei JPG, é um exemplo disso, note como a D3x aproveita melhor o cinza claro, mas nas sombras parece que na D700 fica bem mais claro, com menos ruído.

D700   x    D3x (ISO3200)


« Última modificação: 24 de Dezembro de 2008, 10:17:49 por Leandro Federsoni »


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.766
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #10 Online: 24 de Dezembro de 2008, 14:12:18
Leandro depende da latitude delas, tem que medir, se a latitude da A900 for melhor que a da D700 pode ser que não cruze, se a latitude for menor deve acentuar o cruzamento.
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


Leandro Federsoni

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.974
  • Sexo: Masculino
Resposta #11 Online: 24 de Dezembro de 2008, 16:33:27
Se essa tecnologia de sensor da A900/D3x atingiu o ponto ideal nos 24Mp, mesmo em ISO3200 (Se isso se confirmar). Por que já não o fizeram com 24Mp para a D3 e D700? Sabendo que se tratam de mesma tecnologia de sensor.

Ou não fizeram isso para a D3 pois não tinham processador suficiente para manter os 9FPS, ou seria algum planejamento para um crescimento sustentável e constante.

Se esse sensor for melhor em todos ISO do que da D3, então não existiria motivo da Nikon manter os dois produtos (D3 & D3x)?


Leandro Federsoni

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.974
  • Sexo: Masculino
Resposta #12 Online: 24 de Dezembro de 2008, 17:13:06
Leandro depende da latitude delas, tem que medir, se a latitude da A900 for melhor que a da D700 pode ser que não cruze, se a latitude for menor deve acentuar o cruzamento.

Então pra esse problema que tenho nos meus casamentos em que o primeiro plano fica excelente e a sombra fica horrível, cheio de ruído e sem nada de textura a solução seria câmeras com maior latitude possível, por exemplo, uma Fuji S5Pro eu conseguiria resultados muito melhores do que com a D50 na sombra.

Valeu


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.766
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #13 Online: 24 de Dezembro de 2008, 18:48:29
Então Leandro, tem várias questões ai... A coisa não é tão simples. Primeiro que a A900 não estava pronta e é pouco provável que a Sony permitisse qualquer lançamento que fosse com este sensor antes de a câmera estar redondinha para lançar. No mais qualquer outra afirmação é difícil de ser feita, existem muitos jogos estratégicos, inclusive reserva de tecnologia. A A350, na minha opinião, foi uma queima de reserva de tecnologia, para mim a Sony "assustou" com a K20D e adiantou o lançamento da A350. Eu acredito que a A350 não era um modelo a ser lançado na época em que foi lançada. Os fabricantes sempre têm uma gordurinha tecnológica para queimar. A Sony tem umas 4 tecnologias top que ainda não foram colocadas no mercado e que já estão prontinhas para serem introduzidas.
« Última modificação: 24 de Dezembro de 2008, 18:49:20 por Leo Terra »
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.