Autor Tópico: Ainda vale a pena a aquisição de uma SLR 35mm ?  (Lida 16087 vezes)

Braga.SP

  • Trade Count: (14)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.858
  • Sexo: Masculino
Resposta #45 Online: 19 de Março de 2009, 22:30:02
Seja bem vindo, hussin.
Depois que comecei a fotografar com digital eu praticamente larquei os filmes de lado. Brincava com minha Canon EOS de vez em quando mas estava se tornando uma prática cada vez mais rara.
O lance é que o digital estava me deixando preguiçoso. Pra que esmerar tanto se você pode fazer várias fotos e escolher somente as boas com a opção de ainda ajeitá-las no PS?! Lógico que esse "mau hábito" surge de uma forma meio inconsciente mas ao longo do tempo vai ser tornando uma prática frequente.
A culpa não é do equipamento digital e sim de quem está operando. Nós mesmos. O relaxamento é uma tendência natural do ser humano diante de algumas facilidades.
Ano passado herdei uma Trip 35 (parece que tudo começa com ela...rs) que foi do meu falecido sogro. Essa maquininha toda de metal e que dispensa baterias despertou meu interesse de voltar a fotografar com filmes novamente. Conheci o Elmo, que também foi uma grande incentivador e a partir do ano passado meu interesse pelas câmeras analógicas aumentou bastante. Comecei a pesquisar sobre o assunto, debater e a entender melhor sobre a fotografia analógica. Percebi o tanto que ela é bonita e sedutora. Fotos feitas com filme são realmente bonitas...muito. Comecei a me interessar pelas câmera mecânicas, pela história dessas câmeras e aprendi muita coisa bacana. Ainda tenho muito que aprender mas aos poucos vou conhecendo melhor esse universo.
Depois da Trip vieram outras e acho que ainda outras mais virão...rs.
Estou gostando muito de discutir e aprender com vocês por aqui, fotografar com filme e fazer boas amizades.
 :ok:
 

É como beber um bom vinho. Não se faz isso virando o copo de uma vez, é preciso degustar, saborear, sentir o aroma. Compartilhar disso com outra pessoa também aumenta o prazer. Se aprende mais e mais sobre cada garrafa.
-22.352971,-48.775582


hussin

  • Trade Count: (5)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 99
  • Sexo: Masculino
    • Meu flickr
Resposta #46 Online: 20 de Março de 2009, 09:39:11
Valeu, Guto.

Pois é, com digital a gente fica com preguiça de preocupar em fazer uma exposição perfeita, clicar no momento certo ou analisar o enquadramento com calma, já que temos 'continuous shooting' (o famoso clac-clac-clac-clac), photoshop e lightroom. Claro, é uma facilidade tremenda (autofoco então, haha), mas com uma analógica (e de foco manual) você passa a dar mais valor pra esses detalhes e para de tirar 500 fotos pra aproveitar 10 com a sua digital. E fica muito mais emocionante e recompensador.

(Ainda chego no nível do Elmo, que usa câmeras sem fotômetro, fotometra de cabeça e depois só confere num de mão pra confirmar, hahaha)

Depois de gastar um rolo e voltar à sua digital, vai ver que melhorou muito =D
Luís Felipe Hussin Bento - @lfhussin
Canon 5D + Canon 35mm f/2 + Canon 50mm f/1.8 + Canon 100mm f/2 | Olympus OM10 + Zuiko 28mm f/2 + Zuiko 50mm f/1.4 | Yashica Mat 124B | Hasselblad 500C + Planar 80mm f/2.8


XicoS

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 5
Resposta #47 Online: 20 de Março de 2009, 11:17:34
A abreviação RF quer dizer Rangefinder, também conhecidas como câmeras de visor óptico direto, e se refere a qualquer máquina que o fotógrafo tenha visão direta do objeto. Exemplo delas para filmes 35 mm são as Leicas, Minolta Hi-Matic, Olympus Trip, Canonets, etc. Modelos mais caros possibilitam a troca das objetivas. A maioria possui foco por telêmetro. A grande maioria, também, possui automatismo no sistema de fotometria conjugado ao sistema de diafragma ou do obturador. Podendo ser isso desligado para o uso manual, o que é um ótimo exercício. Afinal, quanto mais manual maior o desafio e melhores os resultados.

As mais populares da história foram as Olympus Trip e Pen, conforme foto abaixo e que rendeu um grande tópico aqui, lançado pelo Guto Vilaça:

Elmo, desculpe já chegar com uma correção, mas é correção pequena. As Olympus Trip e Pen não são rangefinders na realidade. As rangefinders (em português, telemétricas) são definidas por terem o telêmetro, o mecanismo de auxílio ao foco. No caso da Trip e da Pen, não há esse mecanismo, o foco é feito pela distância do objeto, escolhendo aquelas figurinhas representando 1 metro, 3 metros, infinito ou algo assim.
As outras que você citou, sim, têm telêmetro, aquela imagenzinha geralmente em amarelo no visor, que precisa coincidir com a imagem do viewfinder para informar que o foco está lá.


Elmo

  • Trade Count: (5)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.458
Resposta #48 Online: 20 de Março de 2009, 15:15:21
Tem toda razão, Xicos. As Pens e as Trips são denominadas de Visor Direto. Arrumei lá pra não proliferar o erro. Chegou em boa hora!
« Última modificação: 20 de Março de 2009, 15:35:58 por Elmo »


slorenzi

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 71
  • Sexo: Masculino
    • Meu Flickr
Resposta #49 Online: 20 de Março de 2009, 20:33:53
Eu achava que rangefinder era aquelas câmeras que tiram fotos em formato "quadrado". Agora estou vendo que misturei tudo. Outra coisa, alguém poderia me explicar por obséquio o que é uma "saboneteira"? :ponder: Abraço
« Última modificação: 20 de Março de 2009, 20:34:43 por slorenzi »
Sidinei Caetano Lorenzi Junior
Cascavel - PR


Elmo

  • Trade Count: (5)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.458
Resposta #50 Online: 21 de Março de 2009, 00:43:52
Slorenzi,

Nos referimos à saboneteira ao tratarmos daquelas câmeras digitais (e até algumas analógicas) compactas de plástico que de fato têm formato de sabonete.





slorenzi

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 71
  • Sexo: Masculino
    • Meu Flickr
Resposta #51 Online: 22 de Março de 2009, 18:13:49
Valeu Elmo, muito obrigado. Abraço
Sidinei Caetano Lorenzi Junior
Cascavel - PR


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #52 Online: 22 de Março de 2009, 18:41:41
Desde que, há umas três semanas mais ou menos, comprei um corpo EOS RebelG (500N), estou tendo uma forte recaída no filme. Fui para a serra e fiz um filme e meio em dois dias, e somente umas 10 fotos digitais com a 20D, assim mesmo para atender um amigo que queria fotografar suas esculturas e eu precisava de saída digital.


rogerio_prazeres

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.171
  • Sexo: Masculino
Resposta #53 Online: 22 de Março de 2009, 21:40:30
Slorenzi,

Nos referimos à saboneteira ao tratarmos daquelas câmeras digitais (e até algumas analógicas) compactas de plástico que de fato têm formato de sabonete.





Só pra deixar mais claro, geralmente não são consideradas saboneteiras as compactas de qualidade como as Canon série G, as Lumix LX-X, Sony série V, Fuji série E5XX entre outras. São compactas, mas não saboneteiras.

Eu chamo de saboneteiras essas compactas comuns, de sensor pequeno, que tem uma imagem horrível, só tem saída em Jpeg etc.

A propósito, que saboneteira feia essa aí!!! hehe
Agora dirigindo um fusquinha das DLSR... Canon D30  :wub:

rogerio_prazeres@yahoo.com.br


slorenzi

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 71
  • Sexo: Masculino
    • Meu Flickr
Resposta #54 Online: 23 de Março de 2009, 14:39:11
Entendi. Então minha canon a430 definitivamente é uma saboneteira...  :D :D
Sidinei Caetano Lorenzi Junior
Cascavel - PR


Renato Picarelli

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 201
  • Sexo: Masculino
  • Minha lente e meus olhos se unindo para transforma
    • Renato Picarelli - Fotografia
Resposta #55 Online: 27 de Março de 2009, 21:42:14
Olá para todos. Max eu tbem sou iniciante e já faz algum tempo que adquiri uma Canon EOS 3000N com objetiva 35-80mm. Já havia feito fotos com cameras digitais antes, mas a experiencia de fotografar com cameras slr 35mm é incrivél. D certa forma vc se obriga a ter um maior dominio da técnica fotografica, porque se vc errar praticamente perde a foto. Nas digitais vc faz a composição sem muito comprometimento porque sabe que se errar pode apagar e partir pra outra. Na analóquica vc precisa ter paciencia para ter um controle melhor da qualidade da imagem que vc pretender criar. Por esse motivo na minha opinião começar com uma analógica é iniciar com o pé direito e depois que vc tiver um bom controle e desenvolver sua técnica de uma maneira mais pessoal vc vai ver que usar uma digital é mamão com açucar. Mas é claro se vc puder ter uma digital também será muito bom porque em alguns momentos vc vai precisar de agilidade para realizar alguns trabalhos. Tendo as duas vc terá agilidade e qualidde ao mesmo tempo. Até mais...
Renato Picarelli - Minha lente e meus olhos se unindo para transformar momentos em imagens!

  http://www.renatopicarelli.blogspot.com/


Braga.SP

  • Trade Count: (14)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.858
  • Sexo: Masculino
Resposta #56 Online: 27 de Março de 2009, 22:11:24
Olá para todos. Max eu tbem sou iniciante e já faz algum tempo que adquiri uma Canon EOS 3000N com objetiva 35-80mm. Já havia feito fotos com cameras digitais antes, mas a experiencia de fotografar com cameras slr 35mm é incrivél. D certa forma vc se obriga a ter um maior dominio da técnica fotografica, porque se vc errar praticamente perde a foto. Nas digitais vc faz a composição sem muito comprometimento porque sabe que se errar pode apagar e partir pra outra. Na analóquica vc precisa ter paciencia para ter um controle melhor da qualidade da imagem que vc pretender criar. Por esse motivo na minha opinião começar com uma analógica é iniciar com o pé direito e depois que vc tiver um bom controle e desenvolver sua técnica de uma maneira mais pessoal vc vai ver que usar uma digital é mamão com açucar. Mas é claro se vc puder ter uma digital também será muito bom porque em alguns momentos vc vai precisar de agilidade para realizar alguns trabalhos. Tendo as duas vc terá agilidade e qualidde ao mesmo tempo. Até mais...

Você não está errado em seu raciocínio. Só uma ressalva a ser feita: fotografar com mais critério não depende de DIGITAL ou ANALÓGICO. Qual a diferença: Sensor? Filme? Não! Isso não faz diferença alguma.

Se você é um motorista profissional, isto é, faz dessa profissão o seu ganha-pão, faz diferença se vai conduzir uma carreta ou carro pequeno? Interessa mesmo que você é um profissional, conduz seu veículo com responsabilidade, e sabe muito bem o que está fazendo.

Acho que é isso. Eu acredito nisso.
-22.352971,-48.775582


ELIAS

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 948
Resposta #57 Online: 27 de Março de 2009, 22:41:29
Em partes, concordo com o Braga!

Porém, acredito ser um fato (ao menos comigo :D), que o digital nos deixa mais "preguiçosos".
Por não se ver um custo direto por click (digo direto, pois temos desgaste do equipamento... e dizer que o click no digital não custa, é um erro), pela possibilidade de visualização imediata, e pela opção de correção editando depois a foto.

E ao operar uma câmera analogica, acredito que pegamos com uma responsabilidade maior.

Esse é a minha visão, e a minha experiencia com digital X analigico.

Abraço
Elias Vieira dos Santos
Jaú - SP

www.eliaseelizeufotoevideo.com


chicocaires

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 3
Resposta #58 Online: 15 de Setembro de 2009, 23:06:42
man ajude um iniciante a encontrar um amor de sua vida. Sou apaixonado pela eos elan 7ne voce poderia me ajudar a encontrar uma máquina dessas disponível a venda?


AFShalders

  • Mecenas
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 8.074
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #59 Online: 16 de Setembro de 2009, 00:33:23
Digital é prática, mas nem de longe chega perto da qualidade de filme, pelo menos ainda. Tenho uma EOS-5D e diversas objetivas Canon Série L. É só pegar um Fuji Provia , colocar na minha humilde EOS-300 (filme) com as mesma lentes que a diferença é simplesmente gritante, mesmo a ótica sendo a mesma e o tamanho do sensor da EOS-5D ser full frame.

Tem coisas MUITO mais importantes do que a resolução em si. Tem o problema da interpolação de cores inerente a 99,9% das digitais, salvo as Sigma-Foveon, compressão, artefatos e por aí vai. Coisas que não existem no filme.

Pegue uma venerável Yashica-35 Electro GSN/GTN, ponha um Ilford Delta P&B que você põe QUALQUER digital para correr.

Agora lembrem-se que o que importa é o FOTÓGRAFO e não o equipamento. Garanto que o Ansel Adams com uma box mequetrefe mataria a pau a esmagadora maioria dos fotógrafos "tecnológicos". Não me entendam errado. Eu adoro tecnologia, tenho um bom equipamento digital, mas a fotografia "analógica" como vocês falam ainda tem seu lugar e vai ter por muito tempo.

Basta pensar na conservação à longo prazo das imagens. Um negativo, seja em placa de vidro ou base flexível, dura, se bem conservado mais de 100 anos, na boa. Eu estive em mãos com uma placa original de vidro dos Fratelli Alinari do final de 1800 e estava perfeita. Também tive em mãos diapositivos originais de 35mm da 2a guerra mundial em bom estado. Você tem um registro FISICO, que não depende de ELETRONICA nem de SOFTWARE para ser reproduzido.

No caso da midia digital, a informação está codificada em um determinado padrão, que quem garante ainda existirá daqui a 30 anos ? Quem garante a durabilidade de um DVD ? Quem garante que em 100 anos alguem vá conseguir ler um DVD que eventualmente sobreviva ?

Existem muitas questões sobre o assunto.

A maioria das câmeras e lentes são melhores que a maioria dos fotógrafos.

www.oldgoodlight.blogspot.com / www.flickr.com/groorj