Autor Tópico: Profissão de fotógrafo 'lambe-lambe' pode virar patrimônio cultural em MG  (Lida 1537 vezes)

Fernanda Maia

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.960
  • Sexo: Feminino

Profissão de fotógrafo 'lambe-lambe' pode virar patrimônio cultural em MG

Prefeitura quer evitar extinção do tradicional ofício.
Fotógrafos perdem espaço para as modernas câmeras digitais.

Do G1, com informações do Bom Dia Minas


A Prefeitura de Belo Horizonte pretende transformar a profissão de fotógrafo “lambe-lambe” em patrimônio cultural. Com as novas tecnologias e a chegada das máquinas fotográficas digitais, o trabalho destes profissionais no Parque Municipal da capital mineira diminuiu bastante. A medida da prefeitura visa impedir que o ofício seja extinto.

http://g1.globo.com/Noticias/Brasil/0,,MUL1045001-5598,00-PROFISSAO+DE+FOTOGRAFO+LAMBELAMBE+PODE+VIRAR+PATRIMONIO+CULTURAL+EM+MG.html
Fernanda Maia
Sony H2
Nikon D90, Sigma 50mm macro



GutoVilaça

  • Trade Count: (6)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.321
  • Sexo: Masculino
Achei a idéia interessante pois iria estimular o ofício. Mais pessoas iriam se interessar pelo fato de ser um atrativo cultural e os fotógrafos iriam ganhar com isso. A proposta é legal.

Só uma observação: Corto caminho no meu horário de almoço todo santo dia pelo Parque Municipal. Acredite...é raro o dia que não entro naquele parque. Segunda que o parque fica fechado para manutenção e nos finais de semana que estou em casa. O fato é que durante a semana que passo por lá, só vejo os fotógrafos trabalhando com câmeras digitais. Não vejo mais câmeras de Médio ou Grande Formato. Talvez tenha mais ocorrência nos fins de semana onde o movimento é maior. Não sei. Não estou criticando pois  sei que os fotógrafos precisam sobreviver e o digital é mais prático e o custo é bem menor para eles.

Talvez com essa iniciativa, os turistas comecem a procurar mais pelos fotógrafos com suas câmeras antigas e se interessem mais pelo processo de filme. Seria muito bom ver esses fotógrafos voltando à ativa novamente pelos parques da vida.

Uma vez conversei com um fotógrafo lá do parque pois vi uns monóculos pendurados e fiquei maravilhado poi lembrei-me da minha infância. Minha ficha caiu quando ele disse que a fotinha que eles colocam no monóculo é uma miniatura digital. Segundo eles, não compensava mais trabalhar com os negativos.

Uma pena...
VAMOS ESTUDAR MAIS FOTOGRAFIA ANTES DE CRITICAR UMA FOTO ALHEIA. VAMOS CRITICAR SE O AUTOR PEDIR. SE VAMOS CRITICAR E COMENTAR, VAMOS FAZER COM SABEDORIA, COM EMBASAMENTO E DE MODO QUE SEJA ALGO CONSTRUTIVO. NÃO APELE SE O AUTOR DAS FOTOS REBATER ÀS CRÍTICAS AFINAL ISSO É DIREITO DELE. VAMOS DÁ BONS EXEMPLOS COM NOSSAS FOTOS POIS SÓ FICAR CRITICANDO FOTOS DOS OUTROS NÃO FAZ DA GENTE UM BOM FOTÓGRAFO.  VAMOS FOTOGRAFAR MAIS E CORNETAR MENOS!!!


Guigo_Mr

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.566
  • Sexo: Masculino
    • Rodrigo Augusto - fotografia & arte
Sempre que vou a BH, uso a pensão da cunhada ( :assobi:  :hysterical: :assobi:) e fico ao Parque Municipal e sempre vou dar umas caminhadas por lá.

Por muitas vezes me perguntei como aqueles fotógrafos conseguem tirar seu sustento porque raras vezes os vejo trabalhando... é mais gente curiosa do que sendo fotografada; claro que a popularidade dos celulares e das compactas leva a isto.

Concordo com o Guto, há que se incentivar o ofício, no entanto só funciona se for algo que transcenda ao papel assinado, que regulamente de alguma maneira e, mais do que isso, que "force" a cultura do filme neste caso, para ficar nostálgico, cultural e divertido.

...pronto... falei !  :fight:
 :assobi:
« Última modificação: 17 de Março de 2009, 10:31:52 por Guigo_Mr »


Elmo

  • Trade Count: (5)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.458
Fernanda,

Providencial esse tópico, pois é uma ótima oportunidade para umas observações.

Em primeiro lugar, apesar do esforço magnânimo da Prefeitura de BH, que aliás, segue o passo de outras sobre o mesmo tema, do jeito que a reportagem mostra, seria inócuo.

Mas o fato é que a reportagem da Rede Globo indicada necessita, como muitas e não só ela, de uma boa consultoria sobre temas que os jornalistas envolvidos desconhecem. Aliás, tem muito jornalista aí que desconhece até a língua portuguesa.

Em segundo, chamar de Lambe-lambe os Fotógrafos de Jardim (que é assim que eles se denominam) é um pouco ofensivo para a maioria deles, que não mais utilizam aquele tipo de câmera. A reportagem disse que "o trabalho diminuiu bastante", sendo que aqui em Belo Horizonte ele acabou mesmo.

Na própria filmagem exposta no site, mostra-se o fotógrafo chamado Francisco, que conheço, operando uma antiga câmera de caixa. Ele nunca leva essa câmera pra lá e foi montada só pra reportagem.

Resgatar essa profissão de Fotógrafo de Jardim é algo romântico, mas totalmente inviável financeiramente. Eles sabem disso, a Globo não quer nem saber e a Prefeitura quer agradar.

« Última modificação: 18 de Março de 2009, 14:54:45 por Elmo »


Fernanda Maia

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.960
  • Sexo: Feminino
Concordo plenamente, Elmo.

Eles se equivocaram, acredito eu, com o nome e chamaram de Lambe-lambe os "fotógrafos de parques e praças" que, atualmente usam câmeras digitais e não os "trambolhos".

Deveriam ser chamados de Lambe-Lambe aqueles que ainda usam aquelas câmeras grandes, iguais a sua. Isso sim dá um romantismo ao nome e a profissão.

Achei muito interessante esse texto. :ok:
http://www.mnemocine.com.br/fotografia/rubens.htm
« Última modificação: 18 de Março de 2009, 10:51:42 por Fernanda Maia »
Fernanda Maia
Sony H2
Nikon D90, Sigma 50mm macro



Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.744
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Acho essas iniciativas muito legais... Eu admiro muito os lugares que conseguem manter suas características culturais intactas com o passar do tempo.
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Tombar é fácil.

Quem paga?


Guigo_Mr

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.566
  • Sexo: Masculino
    • Rodrigo Augusto - fotografia & arte
É isso Ivan, por isso eu comentei que concordo, mas quero ver transcender ao papel !

Esse é o problema do Brasil , como diz o ditado : "de boa intenção o Brasil inferno está cheio"!


GutoVilaça

  • Trade Count: (6)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.321
  • Sexo: Masculino
Coincidência ou não, estava eu passando pelo parque hoje (18/03) e deparei-me com uma equipe de reportagem fazendo uma entrevista com um dos fotógrafos de lá. Quando vi a caixa preta apoiada num tripé eu logo parei, saquei meu celular, configurei para P&B e fiquei de tocaia. Fiquei imaginando a cena: O fotógrafo vai fazer a foto de alguém usando sua câmera antiga (como nos velhos tempos) e eu vou fotografar a cena...hehehehe. Terei uma bela foto para ilustrar este tópico. Infelizmente não foi isso que aconteceu. Ele pegou sua digital e fotografou uma criança como de costume e a equipe de reportagem filmava todo o processo. Desde a foto até a impressão ali mesmo no carrinho do fotógrafo.
Bem...de qualquer forma achei legal o momento e pude registrar para vocês.

1- O fotógrafo trabalhando e a equipe atrapalhando filmando:


2- O fotógrafo imprimindo suas fotos numa impressora portátil em seu carrinho. Note a mãe da criança esperando ao lado da câmera:


3- A estrela da festa que infelizmente não trabalhou desta vez mas ficou na minha mira (e do cara que passava por lá):


Abs  :ok:
« Última modificação: 18 de Março de 2009, 22:44:24 por GutoVilaça »
VAMOS ESTUDAR MAIS FOTOGRAFIA ANTES DE CRITICAR UMA FOTO ALHEIA. VAMOS CRITICAR SE O AUTOR PEDIR. SE VAMOS CRITICAR E COMENTAR, VAMOS FAZER COM SABEDORIA, COM EMBASAMENTO E DE MODO QUE SEJA ALGO CONSTRUTIVO. NÃO APELE SE O AUTOR DAS FOTOS REBATER ÀS CRÍTICAS AFINAL ISSO É DIREITO DELE. VAMOS DÁ BONS EXEMPLOS COM NOSSAS FOTOS POIS SÓ FICAR CRITICANDO FOTOS DOS OUTROS NÃO FAZ DA GENTE UM BOM FOTÓGRAFO.  VAMOS FOTOGRAFAR MAIS E CORNETAR MENOS!!!


Elmo

  • Trade Count: (5)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.458
Pois é, Guto.

Como eu disse, essas câmeras não trabalham mais. Nem papel preto e branco eles têm mais para executar o trabalho. É apenas figuração.

Não conversou com o fotógrafo?

E que celularzinho bom esse seu, hein?
« Última modificação: 19 de Março de 2009, 00:14:19 por Elmo »


GutoVilaça

  • Trade Count: (6)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.321
  • Sexo: Masculino
Resposta #10 Online: 19 de Março de 2009, 09:27:31
Então, Elmo. Eu fiz essas três fotos meio tímido pois o fotógrafo estava rodeado pelo pessoal da reportagem. Meu pensamento foi sair dali, almoçar e voltar depois que tivesse mais tranquilo. Queria mesmo trocar umas idéias sobre as curiosidade do equipamento e talvez até fazer uma foto dele posando ao lado da câmera. Essa era minha intenção. Quando voltei, a câmera não estava mais lá e o fotógrafo estava trabalhando. Infelizmente não deu.
Abs
VAMOS ESTUDAR MAIS FOTOGRAFIA ANTES DE CRITICAR UMA FOTO ALHEIA. VAMOS CRITICAR SE O AUTOR PEDIR. SE VAMOS CRITICAR E COMENTAR, VAMOS FAZER COM SABEDORIA, COM EMBASAMENTO E DE MODO QUE SEJA ALGO CONSTRUTIVO. NÃO APELE SE O AUTOR DAS FOTOS REBATER ÀS CRÍTICAS AFINAL ISSO É DIREITO DELE. VAMOS DÁ BONS EXEMPLOS COM NOSSAS FOTOS POIS SÓ FICAR CRITICANDO FOTOS DOS OUTROS NÃO FAZ DA GENTE UM BOM FOTÓGRAFO.  VAMOS FOTOGRAFAR MAIS E CORNETAR MENOS!!!