Autor Tópico: Duas câmeras com filme na quarentena e não sei por onde começar  (Lida 1099 vezes)

jayflores

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 6
  • Sexo: Feminino
Bom dia!

Estou com duas câmeras com filme aqui em casa nessa quarentena mas não sei por onde começar. (as fotos de cada uma estão a baixo).
Tenho treinado fotografia digital com o celular e com a câmera dslr, mas confesso que estou perdida com as de filme. O receio de não fazer direito e não ter material no final me trava um pouco.
Alguém poderia dar alguma dica?





pablo.ebani

  • Trade Count: (5)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.344
  • Sexo: Masculino
Resposta #1 Online: 07 de Abril de 2020, 08:46:32
É normal a insegurança, mas se vc não errar não vai aprender né. Essas cameras são bem simples, praticamente apontar e clicar, o desafio maior vai ser questão de composição mesmo. Só vai, com medo mesmo, tem chances de dar errado, mas se der certo algum frame já valeu. Qual possibilidade vc escolhe?
« Última modificação: 07 de Abril de 2020, 08:47:07 por pablo.ebani »
Fuji X-T2 - Fuji X-E2
XF 23mm f/2 - XF 35mm f/1.4 (um tesão nessa lente)
FL 55mm f/1.2 - Meike 28mm f/2.8
https://500px.com/PabloEbani
http://instagram.com/pabloebani_fotografia


bjorn

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.022
  • Sexo: Masculino
Resposta #2 Online: 08 de Abril de 2020, 02:21:03
Bom dia!

Estou com duas câmeras com filme aqui em casa nessa quarentena mas não sei por onde começar. (as fotos de cada uma estão a baixo).
Tenho treinado fotografia digital com o celular e com a câmera dslr, mas confesso que estou perdida com as de filme. O receio de não fazer direito e não ter material no final me trava um pouco.
Alguém poderia dar alguma dica?





DESCULPE mas não consigo compreender qual é realmente a sua dificuldade...
As câmeras são exatamente iguais , a unica diferença entre elas é que ... uma dá o resultado na hora , e a outra ele vem depois ... e fazem a mesma coisa ... tiram fotografia ...  :)

Ideias , composição , enquadramento , abertura , velocidade , iso , são o mesmo conceito nos dois sistemas ... pense assim que tudo dará certo , afinal de contas é a mesma coisa . 
A P O S E N T A D O  ... fotografia agora SÓ por puro prazer ... !


Tiago C.

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 172
Resposta #3 Online: 08 de Abril de 2020, 13:10:33
Você nunca usou essas câmeras, é isso? Bem, na Trip (que eu tenho) você basicamente só tem que ajustar o ISO de acordo com o filme, escolher o modo "A" no anel de abertura e, na hora de fotografar, regular o foco de acordo com a distância do assunto. Na internet tem o manual dela (e o da outra também, muito provavelmente), vale a pena dar uma procurada. Tem um tópico enorme sobre a Trip aqui no fórum também. Boa sorte!  :)


tiagomoura

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 173
  • Sexo: Masculino
  • Buscando aprendizado e crescimento contínuo.
Resposta #4 Online: 10 de Abril de 2020, 11:18:36
Se você já domina a fotometria e operação delas, não tem muito o que fazer, senão fotografar. A questão dessas é só mesmo atentar a distância de foco.
Sair para fotografar em plena pandemia é que é meio tenso rsrs!
Sempre dá pra melhorar.


Lindsay

  • Trade Count: (19)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.308
  • Sexo: Masculino
Resposta #5 Online: 10 de Abril de 2020, 12:06:03
Bom dua Jay !!!

Só recomendo o seguinte, se vc sabe se suas câmeras estão boas, com as velocidades e medição funcionando direito, tudo bem, se não sabe, ao menos de uma conferida com um fotômetro de mão, que pode inclusive ser um desses programinhas que vc instala no celular, de resto super tranquilo.

Pelo que vi vc tem um filme colorido KODAK VISION 200T, eu faria retratos com esse filme. Com o T-Max 400 que tem um grão be fino, fica bom pra tudo, então eu faria retratos e cenas do cotidiano. Nessas épocas de vírus, cenas do cotidiano e still-life com uma luz bem bacana fica bom com esses 2 tipos de filmes tbm. Da mesma forma street e arquitetura, mas ta complicado de sair nas ruas.


« Última modificação: 10 de Abril de 2020, 12:07:02 por Lindsay »
Conhecimento importa mais que equipamento.


Marcelo Sakamoto

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 140
  • Sexo: Masculino
Resposta #6 Online: 15 de Abril de 2020, 16:51:05
Oi, Jayflores. Tudo bem contigo? Acho que sei o que está sentindo. Isso não é exclusividade da fotografia com filme. Quando utilizamos uma câmera nova, com um modo de operação diferente das anteriores, dá essa sensação esquisita mesmo. A de que por alguma bobagem ou detalhe, na hora de revelar o filme ocorra uma decepção total.

Senti algo parecido quando fui usar pela primeira vez uma daquelas leicas antigas, que vinham com um carretel onde o filme era preso e depois tinha que ser passado por uma fenda. Algo super estranho.
Tinham umas cameras que tinham sistema de avanço do filme muito estranhos, com umas presilhas de metal, com fendas.
Outra coisa que causou muito receio foram colocar o filme 120 em algumas cameras. A rolleiflex tinha um sistema super estranho, em que precisavamos dar 3/4 de volta em uma manivela. E quando vi aquilo no manual, fiquei pensando se aquilo estava certo mesmo.
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk



Marcelo Sakamoto

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 140
  • Sexo: Masculino
Resposta #7 Online: 15 de Abril de 2020, 16:55:03
Existe uma  história sobre em professor de arte que dividiu a sala em duas metades. Ambas deveriam produzir vasos de cerâmica. Para uma delas, disse que o que valeria nota seria a quantidade. Quem produzisse mais quilos de ceramica, ganharia notas maiores.
E para o outro grupo, disse que a nota seria baseada na qualidade do trabalho.

Ao final, adivinhe onde estavam as cerâmicas de melhor qualidade???
NO grupo de receberia nota pela maior quantidade.

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Quanto mais fizer, quanto mais errar, quanto mais experiencia, melhores os resultados.



Marcelo Sakamoto

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 140
  • Sexo: Masculino
Resposta #8 Online: 15 de Abril de 2020, 17:03:14
Sobre o funcionamento das maquinas, meus conselhos são:

1 - Cheque os fotometros dessas câmeras. O da Olympus é de selêno. Ele "desgasta" com o tempo, e não temos como saber a capacidade que ele tem de fazer uma leitura correta. O fotometro da ME parece um "eletric eye". Dois pequenos cuidados com ele: alguns fotometros utilizavam aquelas baterias de mercurio, que nao existem mais, e há erros de leitura com baterias alcalinas. Não sei se esse é o caso dessa camera, mas há muitas listas na internet sobre o assunto. Por não ser um fotometro TTL, ele faz uma leitura muito ampla do ambiente. Locais com muito contraste podem levar a uma leitura incorreta.
O lado bom: filmes não são tão afetados assim por pequenos desvios da fotometria.

2 - Essas cameras são de visor direto. Assim, há os erros de paralaxe na hora de enquadrar, em fotos muito proximas.

3 - NÃO ESQUEÇA de retirar a tampa da objetiva. Mas isso as cameras vão te "lembrar". A trip não dispara. Ela expoe uma lingueta vermelha no visor e impede o disparo. A ME, não me lembro. Mas é provável que mostre uma leitura tão bizarra de fotometria que perceba na hora que a lente está coberta pela tampa.


tiagomoura

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 173
  • Sexo: Masculino
  • Buscando aprendizado e crescimento contínuo.
Resposta #9 Online: 08 de Junho de 2020, 19:49:22
E então, deu certo? Fotografou?
Sempre dá pra melhorar.


YVanderlei

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 617
Resposta #10 Online: 26 de Junho de 2020, 22:16:51
Se tiver dificuldade para fotometrar a cena utilize a dsrl para realizar essa função. Assim, acho que não não vai ter problemas.