Autor Tópico: O ENGODO DO FULL FRAME DA CANON  (Lida 11621 vezes)

Pictus

  • Trade Count: (3)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 9.119
  • Sexo: Masculino
    • http://www.flickr.com/photos/10986424@N02/sets/
Resposta #30 Online: 15 de Novembro de 2005, 18:58:37
Citar
A minolta 7D tem menos ruído do que as outras hahahaha ((tirando o iso 100))
Isto na JPG tratada pelo software anti-noise da câmera, fazendo as
imagens virarem de plástico.
Em RAW a coisa muda de figura !


To Full-Frame or Not To Full Frame?
http://194.100.88.243/petteri/pont/Pontifi...ame_Or_Not.html

20D x 5D
http://www.ddisoftware.com/20d-5d/

 


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.744
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #31 Online: 15 de Novembro de 2005, 19:40:07
Ivan pelo amor de deus, argumentar é uma coisa agora desmerecer um cálculo totalmente correto é outra.
Equalizar pode ser necessário só em grandes aberturas em pequenas a diferença é ínfima.

Não sei se vc conehce a teoria por trás da profundidade de campo, mas o que eu estou falando não é nada equivocado, muito pelo contrário, a sua afirmação é que é totalmente equivocada.
A profundidade de campo é formada por um fator chamado círculos de confusão, conforme aumenta o tamanho de tais círculos de confusão em relação à sua mídia maior o nível de desfoque provocado por eles, portanto existem apenas 4 fatores que vão afetar a profundidade de campo.
Diâmetro do diafragma, distância do objetivo em foco, distância focal e TAMANHO DA MÍDIA.
O diêmetro do diafragma pode ser obtido pela relação entre distância focal e abertura (que nada mais é do que o diâmetro do diafragma dividido pela distância focal), portanto quando tratarmos desse fator estaremos tratando de distância focal e da abertura.
Neste caso quanto maior o diâmetro do diafragma do diafragma maiores os círculos de confusão e portanto quanto maior a distância focal e maior a abertura maiores os círculos de confusão e portanto menor a profundidade de campo, até ai tudo bem, é a parte que todo mundo sempre considera na profundidade de campo.
O segundo fator é a projeção, quando mais próximo o objeto em foco maior o ângulo de projeção que recai sobre o diafragma e portanto maiores os círculos de confusão formados, desta forma também temos uma menor profundidade de camo.
Por fim temos o tamanho da mídia, quanto menor a mídia proporcionalmente maior é o círculo de confusão em relação à área, ou seja, sensores menores proporcionam profundidade de campo menores também e não estou sofismando sobre isso, isso é um dos princípios gerais da profundidade de campo, é físico, perfeitamente lógico e bem amparado por dezenas de literaturas.
A imagem abaixo ilustra o porque isso ocorre:

Veja que em um caso o mesmo círculo é bem menos relevante no contexto geral do que no outro sendo que ambos possuem o mesmo tamanho, existem várias formas de calcular essa relevância, uma das técnicas se chama método de COC e já faz a relação direta, a outra que além de mais simples é a mais aceita é que para definir os círculos de confusão use diâmetros que escalonem na mesma proporção do crescimento dos lados da área, então se eu tenho um sensor de lados 25mm e outro de 35mm tenho 40% a mais de raio para ser adicionado, o que é bastante lógico, uma vez que um círculo de confusão de 0,35mm na mídia de 35mm vai fazer exatamente o mesmo estrago que um de 0,25mm na mídia de 25mm, ocupando a mesma proporção da área da imagem, ou seja, círculos de confusão do mesmo tamanho geram mais desfoque em uma mídia pequena do que em uma grande.
O que normalmente acontece é que o diâmero do diafragma acaba encolhendo gerando reduções do círculo de confusão maiores do que os ganhos com a relevância do círculos de confusão, no caso do APS essa diferença é bem pequena, tanto que em grande aberturas é totalmente desprezível, ou seja, os resultados em grandes aberturas sequer precisam ser compensados, pois a diferença como eu mostrei não passa de 2 ou 3 cm.
Já em pequenas aberturas você tem diferenças maiores, mesmo porque a escala cresce muito, mas de qualquer forma é perfeitamente compensável.
Se vc verificar na hyperfocal existe o espaço para colocar o diâmetro do círculo de confusão que em sequencia será usada para determinar a profundidade de campo.
você pode usar um comparativo entre uma compacta e uma SLR nas mesmas distâncias focais para ver o resultado representado por isso. :)
« Última modificação: 18 de Novembro de 2007, 11:32:42 por Leo Terra »
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.744
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #32 Online: 15 de Novembro de 2005, 19:50:16
Citar
hunm... então, e com o sensor APS a imagem não "croppada"?
Tipo, não se perde detalhes que quem usa wide precisa?

Abraços,


Renato
Renato leia o artigo Distância Focal - Crop, ângulo de cobertura, etc., Entendendo os mm da lente. porque acho qeu você está fazendo confusão com o Crop.
Estamos tratando das influências da profundidade de campo, quais os fatores que definem este efeito. A questão do Crop que foi tratada aqui é a seguinte.
Hoje temos lentes de 10mm feitas especificamente para APS (Não servem em formato 135 ou seja não servem em full frame), mas irão produzir ângulos iguais a lentes de 15mm quando colocadas em uma full frame, só isso, é uma questão de disponibilidade de lentes apenas, as APS tem disponibilidades de lentes que tornam seu range bem elevado.

 
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


Fravin

  • Trade Count: (6)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 550
    • http://www.flickr.com/photos/fravin/
Resposta #33 Online: 17 de Novembro de 2005, 13:50:50
Citar
Leo e sua cruzada anti-Canon.....

:gun2:
:gun_rifle:
:gun_rifle:
:schieten:

[]'s
Ehehehehehe....

Já viu o Avatar dele????

Repare na correia da camera...  :doh:  


Guto Marc

  • Trade Count: (14)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.601
    • http://www.gutomarcondes.com.br
Resposta #34 Online: 17 de Novembro de 2005, 16:29:44
Citar
sensores menores proporcionam profundidade de campo menores também

Leo, não seria correto que sensores menores proporcionassem maiores profundidades de campo ? Afinal, o grande problema para obter desfoque no fundo em compactas não é justamente o sensor reduzido ?

 
** NÃO TRABALHO MAIS COM SEGURO DE EQUIPAMENTOS **

Visitem meu blog sobre fotografia : https://www.gutomarcondes.com.br
E meu site sobre dicas de viagem :
https://www.reviewdeviagem.com.br


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.744
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #35 Online: 17 de Novembro de 2005, 19:31:32
Não guto, o grande problema das compactas são as pequenas distâncias focais.
Em teoria a mídia menor também reduz a profundidade de campo, a questão é que a distância focal menor aumenta a profundidade de campo, o mais interessante ainda é que a distância focal aumenta a profundidade de campo na função ao quadrado, enquanto a relevância do círculo de confusão é linear no denominador, reduzindo dessa forma a profundidade de campo.
O interessante disso tudo é que para o mesmo ângulo de cobertura a profundidade de campo vai aumentando lentamente conforme se diminui a mídia e chega um ponto onde ela simplesmente explode e qualquer mínima redução da mídia provoca enormes aumentos na profundiade de campo, por isso que do 135 para o APS temos poucas diferenças e do médio formato para o 135 temos menos diferença ainda, mas quando nos aproximamos das prossumers a relevância aumenta muito e quando ultrapassamos os sensores de 2/3 fica praticamente impraticável e mudanças mínimas no tamanho praticamente eliminam a existência de profundidade de campo. :)  
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.744
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #36 Online: 17 de Novembro de 2005, 19:33:16
Fravin, como eu disse eu usei Canon por 3 anos, tive inclusive uma 1D Mark II que foi minha última Canon, quando falo dessas coisas não estou falando de bobeira e nem por gostar de uma ou outra marca, se eu tivesse que defender alguém seria a Minolta e a Pentax que são minhas paixões como marca, mas até o momento elas ainda não são as melhores opções (apesar de eu acreditar que a Minolta está a caminho, mas infelizmente a Pentax está muito longe ainda). :)
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


Fravin

  • Trade Count: (6)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 550
    • http://www.flickr.com/photos/fravin/
Resposta #37 Online: 18 de Novembro de 2005, 01:09:30
Eu tava só botando uma pilha....

 :snack:  


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #38 Online: 18 de Novembro de 2005, 11:46:40
Leo...

É duro dizer isso -risos- mas.... você tem razão!

Obrigado. De fato o ganho de DOF relativo à visada é compensado pelo maior diâmetro relativo do círculo de confusão comparado ao tamanho do quadro.

Abraços,
Ivan


FernandoPaes

  • Trade Count: (17)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.522
  • Sexo: Masculino
  • Fernando Paes - Fotógrafo
    • Fernando Paes - Fotógrafo de Casamentos
Resposta #39 Online: 18 de Novembro de 2005, 12:00:59
Citar
Para os que ainda tinha dúvidas sobre a derrocada da Canon tá ai o resultado que eu vinha falando faz tempo:

A Canon não consegue mais acompanhar a Sony em tecnologia de sensores, o sensor 135 (full frame) da 5D gera mais ruído do que o sensor APS da D2X, isso aliado ainda à melhor performance ótica dos sistemas APS mostra que o que restou para a Canon foi realmente correr atrás de aumento de área do sensor, já que sua tecnologia APS já não acompanha mais o desempenho da Sony.
Somente nas extenções de ISO que a D2X não consegue acompanhar as 135 da Canon, mesmo porque extenção de ISO é feita via software, se considerarmos que a tecnologia de sensores da D50 e D200 é ainda superior à da D2X vocês já podem ver o que esperar.
Sem contar que mesmo com a Nikon com uma lente inferior o Phil não conseguiu destruir a resolução dela.
Canon EOS 5D Horizontal LPH 2300  2500  
Vertical LPH 2000  2500  
Canon EOS 20D Horizontal LPH 1850  2100  
Vertical LPH 1650  2100  
Canon EOS-1Ds Mark II Horizontal LPH 2800  3000  
Vertical LPH 2400  3100  
Nikon D2X  Horizontal LPH 2400  2800  
Vertical LPH 2000  2500
Ou seja, nem viesando o teste de forma absurda o Phil conseguiu desviar o resultado para a 5D, ela se saiu pior que a D2X APS. :) Mesmo porque o sharp de software usado pela Canon como Default é bem maior do que o usado pela Nikon, mas os softwares de mensuração não mentem, eles levam isso em consideração ;)
Gostaria de ver esse teste agora com a D200.

Abraço,
Fernando
Fernando Paes - Fotógrafo de Casamentos - SP
Visite meu Website: http://www.fernandopaes.com.br

Conheça nosso podcast para fotógrafos sociais!


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.744
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #40 Online: 18 de Novembro de 2005, 13:21:41
Citar
Leo...

É duro dizer isso -risos- mas.... você tem razão!

Obrigado. De fato o ganho de DOF relativo à visada é compensado pelo maior diâmetro relativo do círculo de confusão comparado ao tamanho do quadro.

Abraços,
Ivan
Hehehehe independente do resultado você sabe que eu gosto pacas de discutir contigo Ivan, no mínimo me força a reler coisas antigas e ver fórmulas que a muito eu não prestava atenção heheheheh! :)
A tempos que eu não revia a equação da hyperfocal e por causa dessa nossa ótima discussão eu acabei tendo que reler ela e me ative ao detalhe de porque a relevância disso vai aumentando (eu nunca tinha me atentado a isso, porque nos casos das médio formato para as 135 e das 135 para APS a diferença era pequena) e porque isso se tornava tão dramático já nas 2/3" e ainda mais nas 1/1.8". foi graças a esta discução que fui reler a equação da hyperfocal e percebi que a distância focal reduzia a profundiade de campo em uma razão ao quadrado, enquanto o círculo de confusão em uma razão linear. :)
« Última modificação: 18 de Novembro de 2007, 11:38:19 por Leo Terra »
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #41 Online: 18 de Novembro de 2005, 14:06:14
Leo, e isso, isto é, não ter razão, me felicitou muito, porque torna a operação da câmera que comprei ainda mais próxima daquela clássica. Infelizmente o ImageShak está parado em manutenção e não posso postar aqui os resultados com as lentes mecâncias na 300d. Estou adorando, é como voltar a fotografar com a Zenit ou com a Canon FT que usei por muitos anos, só que capturando digitalmente. No mais é igualzinho, mesmo tipo de fotometria, etc.

O legal é que comprarei uma 28mm e terei mesmo para todos os efeitos uma 45mm, comprimento focal ótimo para um monte de aplicações.

Ivan


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.744
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #42 Online: 18 de Novembro de 2005, 17:01:31
O resultado realmente é bem próximo Ivan, vc vai se deleitar com APS, ainda mais você que gosta de GA vai ver como em APS elas são bem melhores que nas SLR do formato 135 :)
Espero para ver os resultados que você deverá conseguir em sua 300D. :)
 
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


Paulo Machado

  • Trade Count: (6)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.015
  • Sexo: Masculino
Resposta #43 Online: 18 de Novembro de 2005, 17:30:31
Citar
Infelizmente o ImageShak está parado em manutenção e não posso postar aqui os resultados com as lentes mecâncias na 300d.
Ivan, usa este http://www.imagevenue.com/
Muito bom, dá para fazer upload de até 10 ao mesmo tempo.
A lente voce vai querer?
When words become unclear, I shall focus with photographs. When images become inadequate, I shall be content with silent.  - Ansel Adams


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #44 Online: 18 de Novembro de 2005, 17:51:04
Paulo:

Obrigado. Agora não precisarei mais, pois com o adaptador as de rosca vão resolver. No fim de semana vou lhe escrever para lhe mostrar como fica. É bem legal. Ainda não está 100%, pois o adaptador  bom é um que empurra o pininho das lentes m42, e eu não sabia disso. Este acopla, mas só na Tessar consigo variar o diafragma devido ao botão de preview de DOF. Na Helios estou fotografando direto em f2. Comprei hoje o adapatador bom, mas deve demorar um mês para chegar da Russia.

Mas agradeço pará caramba. Escrevo para você amanhã ou depois, ok? Aí podemos nos encontrar aqui em frente.

Abraços,
Ivan