Autor Tópico: Retratos em baixa velocidade  (Lida 9350 vezes)

Natão

  • Trade Count: (23)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.273
  • Sexo: Masculino
  • "dichterisch, wohnet der Mensch auf dieser Erde"
Resposta #30 Online: 18 de Janeiro de 2012, 20:22:49
É... Tá ficando difícil o exercício da discussão saudável e franca. Uma pena mesmo!  :(  :(  :(  :(

Então só eu não estou vendo essa dificuldade. Quando disse que não precisava ter gasto todo aquele palavreado, é que eu sei que uma foto dessas tem um certo valor, mas está se banalizando esse tipo de situação. Ou seja, esses retratos em baixa velocidade estão ficando cada vez mais banais, e tornando se convencionais demais, já não aparecendo com esteticamente diferentes, como um trabalho diferenciado.



Mr. Hyde

  • Trade Count: (4)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 16.579
  • Sexo: Masculino
    • Faceboock
Resposta #31 Online: 18 de Janeiro de 2012, 20:46:00
Natão, felizmente ou infelizmente, a depender do ponto de vista e da análise de cada um, a massificação da informação via TV, jornal, revista e principalmente WEB faz com que todo mundo fique sabendo de tudo ao mesmo tempo.

Então, um cara que cria uma técnica (se é que isso é possível hj em dia) fotográfica qualquer e posta essa idéia e comenta e ensina e dicute e tals... rapidamente é imitado ou influência outros fotógrafos. Esses por sua vez, passa adiante a técnica e em pouco tempo isso está sendo experimentado pelos amadores e pelos abaixo de amadores. Não há o que se possa fazer quanto a isso. O que nós, que estudamos técnicas e equipos e experimentamos e discutimos podemos fazer de cá ao analisar uma foto como essa é tentar ver se o cara é um empolgado que não distingue panning de panning expressivo ou se a foto tem a ver com o restante da "obra" dele. Se está dentro do conjunto de fotografias com que ele se expressa, não vejo mal algum na experimentação. Se é um troço mal concebido, ruim mesmo, aí temos todo o direito de não gostar à ponto de nem querer ver todas as fotos de um único ensaio. Só não acho bacana, de antemão, generalizar que toda a foto com essa caracterísitca estética é uma foto ruim, anti-estética ou boba, pelo simples fato dela estar inserida numa estética dominante. Toda generalização é limitadora. Às vezes me dá a impressão que não estamos discutindo arte e sim regras/leis imutáveis e sagradas, que não podem ser corompidas ou quebradas.
Abç,

____________________
"Deus perdoe o Mal que habita em mim" M. Nova


Natão

  • Trade Count: (23)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.273
  • Sexo: Masculino
  • "dichterisch, wohnet der Mensch auf dieser Erde"
Resposta #32 Online: 18 de Janeiro de 2012, 20:57:02
Aí é que está Hyde, eu não disse que toda foto assim é ruim, pelo contrário, deixei bem claro lá acima que ela tem que estar inserida num certo contexto. E não generalizei, só coloquei que hoje é algo que se torna enjoativo por conta da quantidade de imagens que tem aparecido. Quebrar uma regra uma hora ou outra é uma coisa, agora fazer isso e achar que está se dando bem é começar a ter pretensões demais com o fora de mão. Pra mim há fotos lindas assim, uma série mesmo que foi lançada de um antigo participante aqui do fórum tu até conheces, o Ivan de Almeida. Mas hoje tenho visto muita coisa ruim que acaba por me fazer achar tudo isso muito ruim. Por certo que muita coisa se salva, mas as coisas ruim só vem para quebrar a imagem que se tem do bom início, daquilo que era realmente bom.

Agora espero ter deixado claro o meu ponto de vista

Hug.


Aria

  • Trade Count: (6)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.550
  • Sexo: Feminino
Resposta #33 Online: 18 de Janeiro de 2012, 21:24:14
Olhar por exemplo pra uma foto toda tremida, e achar que antes de ser um erro é arte... Eu não penso assim.

Existe uma coisa que acho bastante interessante em toda discussão envolvendo esse assunto; quando alguém como eu, expressa que não gosta ou mesmo não entende determinado tipo de arte, imediatamente os defensores dela se arvoram. Você pode não gostar de jiló, pode não gostar de quiabo, mas nem pense em dizer que não gosta dessa ou daquela “arte”, logo irão aparecer uma legião de defensores que de forma sutil ou não, irão tentar te fazer pensar que você  é um inculto, que não tem visão artística, que isso que aquilo... Como se admite que alguém não goste de “Fulanô D’Tal” (por favor, dê-se a isso um sotaque francês), que ensinou seu macaquinho a pintar com o rabo? Inadmissível, quanta ignorância! Afinal a “pintura rabal” expressa piamente a expansão cósmica de modo gutural e instiga nossos mais profundos sentimentos animais... (heim?)

Nunca falei que não admito esse ou aquele tipo de arte (sic!), afinal quem sou eu pra isso? Mas dou-me ao direito de não gostar, de não achar que é bonito e continuar achando que é um erro, no máximo metido a besta, mas erro.
Sou duro, técnico, concreto, muito mais fã de Newton, de Einstein ou ate de um Stephen Hawking do que de um filósofo ou artista qualquer. Gosto do real e no campo das artes (sic! de novo) vou sempre ser mais um Renoir do que um Salvador Dali sem dúvida.

Agora que é duro fazer alguém “artístico” aceitar que você é assim, sem que necessariamente ele te veja como um bocó, é.

Abraços povo!

Magro, não acho que senso artístico seja considerar como arte aquilo que os outros consideram arte. Pra mim, o conceito de arte é cada vez mais individual e subjetivo nos dias de hoje. O Natão falou que é discurso de autoridade. Concordo em parte. Acho que já foi mais assim, mas hoje em dia nem tanto. Acho que o que um grupo pode fazer é dar mais notoriedade para o trabalho de um artista.... mas impor uma determinada visão de arte dentro da sociedade, acho que não. Penso isso porque atualmente temos acesso a tantas informações e imagens, que podemos conhecer muitos tipos de trabalho e ter opiniões diversas sobre esse trabalho e, assim, construir nossa própria visão. Tem muitas fotos que, pessoalmente, quando olho considero arte. Mas não considero que é arte porque alguém ou um grupo definiu que é uma arte. Considero arte pela forma como me atinge. E acho que há outras pessoas que também pensam assim.
Acho que rolam alguns estereótipos, tanto pra quem diz que um trabalho não é arte, para como quem pode considerar um trabalho como arte.
"Una persona puede cambiar de nombre, de calle, de cara…pero hay una cosa que no puede cambiar… no puede cambiar de pasión".

Instagram: @aria.bsilva


spiderman

  • Trade Count: (4)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.391
Resposta #34 Online: 18 de Janeiro de 2012, 22:01:59
Natao, eu so nao consigo entender o porque dos retratos borrados serem tao enjoativos e os nitidos nao, ja que a quantidade desses ultimos eh muito maior do que os primeiros.
Campanha de crowdfunding pra lançamento do livro - Retratos pra Yayá

Acesse e apoie: www.catarse.me/retratosprayaya


Natão

  • Trade Count: (23)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.273
  • Sexo: Masculino
  • "dichterisch, wohnet der Mensch auf dieser Erde"
Resposta #35 Online: 18 de Janeiro de 2012, 23:13:19
Natao, eu so nao consigo entender o porque dos retratos borrados serem tao enjoativos e os nitidos nao, ja que a quantidade desses ultimos eh muito maior do que os primeiros.

eu faço exatamente a mesma pergunta quando uso um cut out, por que será que eles são mais enjoativos do que uma foto em PB ou simplesmente colorida?


Mr. Hyde

  • Trade Count: (4)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 16.579
  • Sexo: Masculino
    • Faceboock
Resposta #36 Online: 19 de Janeiro de 2012, 00:36:32
eu faço exatamente a mesma pergunta quando uso um cut out, por que será que eles são mais enjoativos do que uma foto em PB ou simplesmente colorida?

rsrsrs... Eu acho cut-out enjoado. Mas não retiro o mérito estético de quem consiga uma fotografia diferenciada com a técnica. É por gosto pessoal mesmo. E olha que eu já fiz.
E pra provar que uma boa foto com cut-out, EU pessoalmente, reconheço como BOA FOTO (lá no fim da página): http://forum.mundofotografico.com.br/index.php?topic=52168.0

____________________
"Deus perdoe o Mal que habita em mim" M. Nova


spiderman

  • Trade Count: (4)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.391
Resposta #37 Online: 19 de Janeiro de 2012, 09:34:28
eu faço exatamente a mesma pergunta quando uso um cut out, por que será que eles são mais enjoativos do que uma foto em PB ou simplesmente colorida?
rsrs. Boa!

Eh porque cut out eh brega, borroes nao. rsrs
Campanha de crowdfunding pra lançamento do livro - Retratos pra Yayá

Acesse e apoie: www.catarse.me/retratosprayaya


Natão

  • Trade Count: (23)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.273
  • Sexo: Masculino
  • "dichterisch, wohnet der Mensch auf dieser Erde"
Resposta #38 Online: 19 de Janeiro de 2012, 10:30:29
rsrs. Boa!

Eh porque cut out eh brega, borroes nao. rsrs

hahhaa, enquanto cut out pode ser um brega que funciona, borrões podem ser um erro que deu certo.


Fabio Azzo

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.199
Resposta #39 Online: 19 de Janeiro de 2012, 14:07:59
Não é retrato, mas o trabalho do Michael Orton tem bastante desfoque de movimento tbm:

http://www.michaelortonphotography.com/printgallery.html


Magro Costa

  • Visitante
  • Trade Count: (0)
Resposta #40 Online: 19 de Janeiro de 2012, 14:30:33
 :ponder: Os caras bem que podiam fazer uma vaquinha e comprar um equipamento melhor pro cara né? O dele tá fotografando tudo desfocado...

Não podia perder essa... :hysterical: :hysterical: :hysterical:




Aria

  • Trade Count: (6)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.550
  • Sexo: Feminino
"Una persona puede cambiar de nombre, de calle, de cara…pero hay una cosa que no puede cambiar… no puede cambiar de pasión".

Instagram: @aria.bsilva


Aria

  • Trade Count: (6)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.550
  • Sexo: Feminino
Resposta #43 Online: 19 de Janeiro de 2012, 17:21:44
Quem tiver mais indicações de fotógrafos, agradeço. Vamos lembrar o objetivo do tópico.  :ok:
"Una persona puede cambiar de nombre, de calle, de cara…pero hay una cosa que no puede cambiar… no puede cambiar de pasión".

Instagram: @aria.bsilva


satoshi

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 91
Resposta #44 Online: 22 de Janeiro de 2012, 15:25:12
Aria,

Você já sabe como a imagem ficará antes do clique ou só conhecerá o resultado depois?
Trata-se apenas de curiosidade para conhecer um pouco dessa interessante técnica.
« Última modificação: 22 de Janeiro de 2012, 15:27:57 por satoshi »