Autor Tópico: Indenização da Porto Seguro sem NF de equipamemento  (Lida 3794 vezes)

fabianob

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.664
  • Sexo: Masculino
Resposta #30 Online: 02 de Março de 2018, 13:29:43
Que seria calculado como?

Se não me engano o cálculo tradicional é feito amortizado em 5 anos.

Por exemplo, no seguro normal, quando você declara que tem uma TV 42" que custa 5 mil no segundo ano do seguro se ela for roubada o seguro não vai pagar 5 mil, e sim um valor proporcional no caso se depreciar em 5 anos o valor fica em 4 mil.

Este é o padrão, e fiquei puto da vida quando fiquei sabendo isso no acaso da minha seguradora.

Câmeras e equipamento profissional seguem o mesmo conceito por padrão é o valor de mercado dela, ou um valor pré estabelecido de depreciação versus anos. Igual carro que é vinculado à tabela FIPE pra não dar briga.

Essas entrelinhas são muito importantes quando vai se fazer seguro, principalmente de equipamento de trabalho.
Df, D750, D5300, YN565EX x2, YN622N, Alguns Kg de Vidro, e muitas histórias.


vangelismm

  • Trade Count: (7)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.796
  • Sexo: Masculino
    • MedinaFotografia
Resposta #31 Online: 02 de Março de 2018, 13:53:23
Meu seguro é anual.
Todo ano a corretora me pergunta se quero atualizar os valor dos equipamentos, então eles não usam tabela ou nenhuma amortização em cima do valor original do primeiro contrato.
Inclusive peguei alta de dolar e já tive que declarar valor maior de um ano para o outro.
"A perspectiva de uma imagem é controlada pela distância entre a lente e o assunto; mudando a distancia focal da lente muda o tamanho da imagem , mas não altera a perspectiva . Muitos fotógrafos ignoram este fato, ou não têm conhecimento de sua importância." -  Ansel Adams, Examples – The Making of 40 Photographs


fabianob

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.664
  • Sexo: Masculino
Resposta #32 Online: 02 de Março de 2018, 14:43:05
Meu seguro é anual.
Todo ano a corretora me pergunta se quero atualizar os valor dos equipamentos, então eles não usam tabela ou nenhuma amortização em cima do valor original do primeiro contrato.
Inclusive peguei alta de dolar e já tive que declarar valor maior de um ano para o outro.

Só dá uma checada nas entrelinhas da apólice... esse tipo de pegadinha é fato nas seguradoras.

Aí quando você vai reclamar o seguro, eles dizem, fica tranquilo lógico que vamos pagar... o valor de mercado!
Df, D750, D5300, YN565EX x2, YN622N, Alguns Kg de Vidro, e muitas histórias.


Kempa

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 8
Resposta #33 Online: 02 de Março de 2018, 14:56:39
Mandei solicitação de cotação ontem pra Fotoseg, me responderam de manhã e agora de tarde já tô fechando o seguro, muito eficientes e atenciosos


nandoespinosa

  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.605
  • Sexo: Masculino
    • Nando Espinosa Fotografia
Resposta #34 Online: 02 de Março de 2018, 19:10:34
Meu seguro é anual.
Todo ano a corretora me pergunta se quero atualizar os valor dos equipamentos...
Se tem o item novo pra vender em lojas é fácil... Eu pesquiso em 2-3 lojas que confio e vejo o menor preço. Prefiro pagar uma pequena diferença pra comprar um novo do que me irritar por ter pago a mais no seguro.
Agora se o equipamento é antigo, daí complica um pouco, por que pode variar demais pela condição do produto.. Não sei como eles fazem nesse caso.
E claro que eles vão querer pagar o menor valor, pois se você contrata um seguro por "X" e o valor de mercado for "2X" eles não vão te pagar o valor de mercado. Vão querer pagar o valor da tua apólice.


vangelismm

  • Trade Count: (7)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.796
  • Sexo: Masculino
    • MedinaFotografia
Resposta #35 Online: 02 de Março de 2018, 20:59:07
Se tem o item novo pra vender em lojas é fácil... Eu pesquiso em 2-3 lojas que confio e vejo o menor preço. Prefiro pagar uma pequena diferença pra comprar um novo do que me irritar por ter pago a mais no seguro.
Agora se o equipamento é antigo, daí complica um pouco, por que pode variar demais pela condição do produto.. Não sei como eles fazem nesse caso.
E claro que eles vão querer pagar o menor valor, pois se você contrata um seguro por "X" e o valor de mercado for "2X" eles não vão te pagar o valor de mercado. Vão querer pagar o valor da tua apólice.
Vamos assumir sempre que o valor que declaramos é real senão complica rsrs.

Se eu comprei uma 6D a 5 anos atrás, todo ano declaro e pago o valor referente a uma nova, o seguro vai me dar o valor declarado e pronto. Já que ainda é uma câmera vendida nova.

Acho que precisa ficar claro que é diferente do seguro de um carro.

E um produto que não vende mais novo? Uma 5d mk2?

Não existe valor de mercado para seguradora olhar.

Esse cláusula é apenas para eles se protegerem de abusos.
Seguro uma T3 por 10 mil, faço um BO mentindo que fui roubado e lucro em cima.


Enviado de meu Moto G Play usando Tapatalk

"A perspectiva de uma imagem é controlada pela distância entre a lente e o assunto; mudando a distancia focal da lente muda o tamanho da imagem , mas não altera a perspectiva . Muitos fotógrafos ignoram este fato, ou não têm conhecimento de sua importância." -  Ansel Adams, Examples – The Making of 40 Photographs


cheferson

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 277
  • Sexo: Masculino
  • Uma Fotografia é o Registro Exato da História!
    • Curso Completo de Fotografias para Retratos, Viagens e Paisagens
Resposta #36 Online: 04 de Março de 2018, 20:55:49
Pessoal,

Devido a receios de fotografar no meio da rua, no meio das matas, em qualquer meio, estou em uma saga tentando fazer seguro para meu equipamento amador, ocorre que em contato com a corretora Kertzman a mesma informa que pode-se fazer o seguro por fotos do equipamento, já a Safer informa que não, aí parto para os questionamentos e abro para ambas as corretoras responderem:

1- A Kertzman fala que faz sem NF, só por fotos, mas, na proposta que eles enviam por email fica bem clara a obrigatoriedade da nota fiscal, sendo assim fica parecendo que, "Sim, você pode fazer o seguro sem nota fiscal" e "Não, você não pode receber a indenização em caso de sinistro sem a NF", pois, se formos ao site da Porto Seguro, verificamos nas condições gerais que a NF é condição essencial para recebimento dos valores!

2- Em contato com a SAFER fui muito bem atendido, diferente da Kertzman que parece que os caras estão sempre muito ocupados e não podem responder seus questionamentos com clareza, foi passado que o seguro você faz de qualquer jeito até sem ter o equipamento em mãos, pois a seguradora quer é ganhar dinheiro, na hora do sinistro é que ela exige as particularidades contratuais, ou seja, a procedência/NF do equipamento.

3- Lembro muito um caso que ocorreu em minha família, uma parente fez um seguro de um carro, o corretor, querendo vender, fez a propaganda que ela teria direto, no caso de sinistro de perda total, do valor da nota fiscal do carro, caso acontecesse em até 180 dias da aquisição, até aí tudo ótimo, para a sorte de minha parente, ela foi roubada, os bandidos levaram o carro, ela prontamente acionou o seguro que somente indenizou pela tabela FIPE, traduzindo, prejuízo de uns 10.000,00 que era mais ou menos a diferença para a nota.
Ela me procurou, quando li o contrato de condições gerais o mesmo falava que realmente o seguro tinha esta possibilidade de indenização CASO O SEGURADO TIVESSE CONTRATADO, foi aí que vi o erro, o corretor, querendo vender, disse que tinha este benefício, mas não explicou que isso aumentaria o preço final da apólice, fazendo com que o cliente pudesse achar proposta melhor, sendo assim, de boca, o corretor disse que tinha mas não contratou a cláusula dos 180 dias, erro de minha parente pois ela não leu a apólice e erro do corretor que a ludibriou.

Sendo assim fica o questionamento, se fizermos seguro com a Porto Seguro apenas com fotos dos equipamentos seremos indenizados caso haja algum sinistro.

Vale lembrar também que a vistoria para estes casos não é válida, pois a NF que seguradora exige é justamente para uma possível recuperação do equipamento, ou seja, a comprovação da propridade dos mesmos, mais ou menos no caso de carros roubados que a seguradora recupera e fica para ela.

Gostaria que os meus colegas do fórum se posicionassem, caso alguém RECENTEMENTE tenha conseguido a indenização de seguro feito apenas com fotos.

Boa Noite

Cara eu tenho seguro de equipamento fotográfico, mas vou te dar duas dicas:
1) Não confie em vendedores que tentam te empurrar ou serviço;

2) Leia TODO o contrato antes de assinar. Tire todas as suas dúvidas.

A maioria das seguradoras de equipamentos fotográficos exije NF do equipamento ou uma declaração de mão dos bens segurados. O valor a pagar do seguro (prêmio) é proporcional ao valor.

A seguradora não é boba. Ela faz uma pesquisa pelo valor de mercado, mesmo se o equipamento for usado.

Agora o que vale é o que está no contrato. Há outras opções de seguro tirando a Porto. Mas até onde eu saiba todas elas dão preferência para equipamentos com nota fiscal ou precisa preencher a declaração.