Autor Tópico: Trabalhar no maximo ou buscar nitidez?  (Lida 4434 vezes)

JRS

  • Trade Count: (50)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 992
  • Sexo: Masculino
  • Canon 5D Mark III
Resposta #60 Online: 19 de Abril de 2013, 14:18:11
Se o foco foi feito pra ser acertado (conforme a vista vê) o correto é focado e o incorreto é desfocado, mas nem por isso determina que uma foto é boa ou ruim só porque está incorreta...

Em relação do que é "em foco" é muito relativo... o que é foco aceitável? depende de vários fatores, inclusive o tamanho da ampliação em que se vai ver a foto ou até mesmo da pessoa que está olhando, o que é foco aceitável pra um pode ser fora de foco pra outro... eu até hoje não encontrei em nenhum lugar uma definição do que é considerado "em foco".. sabemos que a lente tem seu foco máximo onde o plano focal está projetado, mas não existe uma convenção sobre qual o tamanho da profundidade de campo que se tem foco aceitável.
Canon 5D3 | 24-70L II | 17-40L | 70-300L | 135L | TS-E 24L II | 15 2.8 Fisheye | 270EXII | 600EX-RT (x2) | ST-E3-RT


Natão

  • Trade Count: (23)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.273
  • Sexo: Masculino
  • "dichterisch, wohnet der Mensch auf dieser Erde"
Resposta #61 Online: 19 de Abril de 2013, 14:40:38
Em relação do que é "em foco" é muito relativo... o que é foco aceitável? depende de vários fatores, inclusive o tamanho da ampliação em que se vai ver a foto ou até mesmo da pessoa que está olhando, o que é foco aceitável pra um pode ser fora de foco pra outro... eu até hoje não encontrei em nenhum lugar uma definição do que é considerado "em foco".. sabemos que a lente tem seu foco máximo onde o plano focal está projetado, mas não existe uma convenção sobre qual o tamanho da profundidade de campo que se tem foco aceitável.

Bom daí estamos falando de uma foto que tem pelo menos algo em foco! Não uma que não tem absolutamente nada! É isso que eu quis mencionar, não entrei ainda no "campo" da "profundidade de campo".



AlexandreS

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.251
Resposta #62 Online: 19 de Abril de 2013, 14:48:16
Este assunto é bem controverso. Embora tenha um certo DNA (Data de Nascimento Avançada) não fotografava com filme, pelo menos não com boas câmeras. Mas pelo que já li por aí essa coisa de nitidez máxima, principalmente em retratos, surgiu mesmo com o advento do digital e do crop de 100%.

Antes do advento do PS e LR e seus tratamentos plastificadores de pele, algumas lentes muito cobiçadas para retrato não eram necessariamente lentes nítidas, ou tinham mecanismos para controlar a nitidez e o desfoque. Como exemplo as Canon Soft Focus e as Nikon Defocus Control, que são excelentes lentes para essa finalidade até hoje.

Reza a lenda que os engenheiros da Zeiss trabalharam muito para fazer com que a Sonnar 85 mm f/2.0 fosse deliberadamente soft em f/2.0. Com essa retirada de nitidez, ganhava-se uma rica transição tonal e um contraste suave, em uma época em que não havia editores de imagem capazes de fazer isso na pós. Aliás, mesmo hoje isso é complicado e as vezes bastante trabalhoso.

Para mim, principalmente para retratos existe uma série de outros fatores que são tão ou mais importantes que nitidez bruta. Meus retratos faço sempre com aberturas próximas a máxima. Falando das manuais, quando uso a 50mm f/1.4 costumo usar f/1.4 ou f/2.0. Com a 135mm f/2.5 uso geralmente f/2.8. E com a Jupiter-9 que é cópia da Zeiss, entre f/2.8 e f/4.0 - isso porque a minha foi mexida e não está 100% OK.  Claro que aqui considerando-se retrato de uma só pessoa.


« Última modificação: 19 de Abril de 2013, 14:50:56 por AlexandreS »

Canon 60D - Canon 450D XSi
Tamron 17-50 f/2.8 VC - EF 50mm f/1.8 - EF 28-135 USM IS - EF-S 55-250 IS
SMC Takumar 50mm f/1.4 - S-M-C Takumar 135mm f/2.5 e mais alguns vidrinhos M42
Speedlite 430EX II - YongNuo YN460


Lucas Estêvão

  • Trade Count: (22)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.162
  • Sexo: Masculino
Resposta #63 Online: 19 de Abril de 2013, 15:27:16
Este assunto é bem controverso. Embora tenha um certo DNA (Data de Nascimento Avançada) não fotografava com filme, pelo menos não com boas câmeras. Mas pelo que já li por aí essa coisa de nitidez máxima, principalmente em retratos, surgiu mesmo com o advento do digital e do crop de 100%.

Antes do advento do PS e LR e seus tratamentos plastificadores de pele, algumas lentes muito cobiçadas para retrato não eram necessariamente lentes nítidas, ou tinham mecanismos para controlar a nitidez e o desfoque. Como exemplo as Canon Soft Focus e as Nikon Defocus Control, que são excelentes lentes para essa finalidade até hoje.

Reza a lenda que os engenheiros da Zeiss trabalharam muito para fazer com que a Sonnar 85 mm f/2.0 fosse deliberadamente soft em f/2.0. Com essa retirada de nitidez, ganhava-se uma rica transição tonal e um contraste suave, em uma época em que não havia editores de imagem capazes de fazer isso na pós. Aliás, mesmo hoje isso é complicado e as vezes bastante trabalhoso.

Para mim, principalmente para retratos existe uma série de outros fatores que são tão ou mais importantes que nitidez bruta. Meus retratos faço sempre com aberturas próximas a máxima. Falando das manuais, quando uso a 50mm f/1.4 costumo usar f/1.4 ou f/2.0. Com a 135mm f/2.5 uso geralmente f/2.8. E com a Jupiter-9 que é cópia da Zeiss, entre f/2.8 e f/4.0 - isso porque a minha foi mexida e não está 100% OK.  Claro que aqui considerando-se retrato de uma só pessoa.

Muito boas observações, Alexandre. Não conhecia esse "movimento anti-nitidez" da indústria do retrato, mas faz bastante sentido.


fuca66

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.467
  • Sexo: Masculino
Resposta #64 Online: 19 de Abril de 2013, 15:53:57
Este assunto é bem controverso. Embora tenha um certo DNA (Data de Nascimento Avançada) não fotografava com filme, pelo menos não com boas câmeras. Mas pelo que já li por aí essa coisa de nitidez máxima, principalmente em retratos, surgiu mesmo com o advento do digital e do crop de 100%.

Antes do advento do PS e LR e seus tratamentos plastificadores de pele, algumas lentes muito cobiçadas para retrato não eram necessariamente lentes nítidas, ou tinham mecanismos para controlar a nitidez e o desfoque. Como exemplo as Canon Soft Focus e as Nikon Defocus Control, que são excelentes lentes para essa finalidade até hoje.

Reza a lenda que os engenheiros da Zeiss trabalharam muito para fazer com que a Sonnar 85 mm f/2.0 fosse deliberadamente soft em f/2.0. Com essa retirada de nitidez, ganhava-se uma rica transição tonal e um contraste suave, em uma época em que não havia editores de imagem capazes de fazer isso na pós. Aliás, mesmo hoje isso é complicado e as vezes bastante trabalhoso.

Para mim, principalmente para retratos existe uma série de outros fatores que são tão ou mais importantes que nitidez bruta. Meus retratos faço sempre com aberturas próximas a máxima. Falando das manuais, quando uso a 50mm f/1.4 costumo usar f/1.4 ou f/2.0. Com a 135mm f/2.5 uso geralmente f/2.8. E com a Jupiter-9 que é cópia da Zeiss, entre f/2.8 e f/4.0 - isso porque a minha foi mexida e não está 100% OK.  Claro que aqui considerando-se retrato de uma só pessoa.

Era isso... que eu estava me referindo... nós que temos lentes antigas sabemos dessas lentes, tenho algumas soft.

Se eu fotografar minha mãe com a nitidez absurda de uma takumar 50/1.4 em f4, e mostrar para ela, certamente chorará copiosamente. Evito ao máximo fazer foto com essa monstruosidade de nítidez para senhoras da família. Se for em PB, nem de filho ela me chama mais.

Lógico que a luz conta bastante, tb.. mas a lente é um fator que não podemos esquecer.

Não quer dizer foto fora de foco, por favor, nunca disse isso.

Lentes Antigas + Sony E-Mount


agalons

  • Trade Count: (10)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.870
Resposta #65 Online: 19 de Abril de 2013, 16:01:30
Não fale besteira.

Só pq é filme pode estar desfocado?

Meu Deus. Quanta asneira tenho lido nesse tópico ultimamente.

Os melhores retratos que conheço (e que são referência pra mim) foram feitos com filme tem uma nitidez absurda. Vai ver é por conta do f/64 utilizado em câmeras de grande formato. Ou são os negativos médio formato que são mais nítidos. Vai saber, né?

Outra coisa: nitidez não se consegue na pós. Vc da um sharpen é diferente da nitidez obtida direto na foto.

Vamos parar com as besteiras por favor.

Por sinal, a segunda foto que vc postou tem um esquema de iluminação que ajuda a dar a sensação de maior nitidez nos olhos. Técnica bem aplicada nesse caso.

Abcs

 :clap:


Lucas Estêvão

  • Trade Count: (22)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.162
  • Sexo: Masculino
Resposta #66 Online: 19 de Abril de 2013, 16:08:18
Não quer dizer foto fora de foco, por favor, nunca disse isso.

Realmente, nitidez não é apenas foco.


fuca66

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.467
  • Sexo: Masculino
Resposta #67 Online: 19 de Abril de 2013, 16:20:56
Realmente, nitidez não é apenas foco.

Não me expresse bem qdo disse trocar nitidez por desfoque... (ficou bem estranho).

Tem hora que abro a lente sabendo que perderei nitidez, e possivelmente terei que contornar o DOF curto. Mas é uma delícia brincar com essas variáveis em retratos... poxa cravar a abertura no ponto de máxima nitidez da lente é um show... mas existe um mundo e possibilidade fora disso, além de ser muito desafiador.

Lentes Antigas + Sony E-Mount


ALEXFIGUEIREDO

  • Trade Count: (20)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.616
  • Sexo: Masculino
  • KeepWalking
    • Flickr
Resposta #68 Online: 19 de Abril de 2013, 17:22:45
Não fale besteira.

Só pq é filme pode estar desfocado?

Meu Deus. Quanta asneira tenho lido nesse tópico ultimamente.

Os melhores retratos que conheço (e que são referência pra mim) foram feitos com filme tem uma nitidez absurda. Vai ver é por conta do f/64 utilizado em câmeras de grande formato. Ou são os negativos médio formato que são mais nítidos. Vai saber, né?

Outra coisa: nitidez não se consegue na pós. Vc da um sharpen é diferente da nitidez obtida direto na foto.

Vamos parar com as besteiras por favor.

Por sinal, a segunda foto que vc postou tem um esquema de iluminação que ajuda a dar a sensação de maior nitidez nos olhos. Técnica bem aplicada nesse caso.

Abcs

 :clap: :clap: :clap:

Opa, mas um momento... não é porque tá fora de foco que a foto é boa, ou ruim, e não é porque não está em foco que não está incorreta.

Se o foco foi feito pra ser acertado (conforme a vista vê) o correto é focado e o incorreto é desfocado, mas nem por isso determina que uma foto é boa ou ruim só porque está incorreta...

E outra, os tais "grandes mestres" não erravam de propósito, para o retrato ficar com "ar de retrato", mas não pelo fato de ter ficado fora de foco, ficou ruim.

Agora me aponte tantas fotos fora de foco que foram feitas... pode ter certeza que eu apontarei muuuuuito mais fotos em foco.  :ok:

 :clap: :clap:
Nikon D800 - Nikon D7100
NikkorAF-S 24-70 2.8 / AF-S 70-200 2.8 VRII / AF-S 105 2.8G Micro / SB 910
Manuais Mamiya 150 Sekor C 1:4 / Nikkor 105 1:2.5 Pré-AI



Mr. Hyde

  • Trade Count: (4)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 16.583
  • Sexo: Masculino
    • Faceboock
Resposta #69 Online: 20 de Abril de 2013, 00:24:00
Alguém já se deu o trabalho de estudar a obra do David Hamilton???? Muito conhecido em usar imagens softs (que não se confunde com fora de foco).



 ;)

____________________
"Deus perdoe o Mal que habita em mim" M. Nova


AlexandreS

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.251
Resposta #70 Online: 20 de Abril de 2013, 12:06:05
Antigamente se usava um filtro chamado "FOG" para criar efeitos parecidos com este da foto, um leve embaçamento como se, literalmente, houvesse uma neblina. Também foi muito usado para retratos.

Eu tenho um destes filtros que veio junto com uma lente antiga que comprei, e pesquisando na B&H, vi que eles ainda existem e não são propriamente baratos.

http://www.bhphotovideo.com/c/product/94155-REG/Hoya_S77FOGAB_77mm_Fog_Set_A_B.html


Canon 60D - Canon 450D XSi
Tamron 17-50 f/2.8 VC - EF 50mm f/1.8 - EF 28-135 USM IS - EF-S 55-250 IS
SMC Takumar 50mm f/1.4 - S-M-C Takumar 135mm f/2.5 e mais alguns vidrinhos M42
Speedlite 430EX II - YongNuo YN460