Autor Tópico: Escolha da primeira analógica  (Lida 8770 vezes)

Pope

  • SysOp
  • Trade Count: (31)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.200
  • Sexo: Masculino
    • Renato Pope
Resposta #45 Online: 12 de Dezembro de 2013, 00:57:49
Leveza é o cacete. Resina ótica, seja policarbonato, CR39 ou outra coisa, é muito, muito, muito mais barato produzir uma lente em resina do que em vidro. Resina é só verter na forma líquida num molde e depois polir ou passar uma microfresadora. O material mesmo depois de curado é mole e facil de trabalhar, exigindo maquinário menos parrudo.

Já vidro ótico é barra pesada. Produzir o vidro em si é complicado, não pode ter imperfeições, bolhas, etc. E para ele ficar liquido, são de 600 a 1000 graus, e tem que resfriar muuuuuito lentamente. Só que o nível do resultado final é outro. A Minolta produzia uma 500mm que o elemento da frente demorava 7 dias em resfriamento controlado.
A Minolta era f... Não era ela que tinha todas as objetivas corrigidas para ter o mesmo padrão de cor?
"If you wanted a cheap profession to get into you picked the wrong one."Zack Arias
Flickr


Zarastro

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 31
  • Sexo: Masculino
Resposta #46 Online: 12 de Dezembro de 2013, 09:38:26
A Minolta era f... Não era ela que tinha todas as objetivas corrigidas para ter o mesmo padrão de cor?

Sim, as objetivas Minolta usavam "coatings" e fórmulas de vidro bastante específicos em toda a sua série de lentes de maneira que todas as lentes tivessem mais ou menos a mesma reprodução de cores em todas as lentes. Além disso, os projetos de objetivas não desejavam tanto uma nitidez fria e absoluta, mas antes valorizavam a reprodução da cor nas imagens. Essa prática se manteve durante toda a existência da série SR, desde o início da década de 60, até a primeira geração das lentes AF, talvez até meados de 1990.

Nessa época, a companhia já enfrentava forte concorrência de outros fabricantes como Canon e Nikon, os quais tinham muito mais recursos para encarar a competição. Além disso, em 1991 houve o infame processo movido pela Honeywell (que nunca vendeu uma única câmera ao público consumidor) contra a Minolta, em que esta teve de pagar US$ 125 milhões à primeira. Este foi o baque definitivo da marca, do qual realmente nunca se recuperou, apesar de ter introduzido algumas objetivas maravilhosas na época.


Pope

  • SysOp
  • Trade Count: (31)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.200
  • Sexo: Masculino
    • Renato Pope
Resposta #47 Online: 12 de Dezembro de 2013, 10:01:04

Sim, as objetivas Minolta usavam "coatings" e fórmulas de vidro bastante específicos em toda a sua série de lentes de maneira que todas as lentes tivessem mais ou menos a mesma reprodução de cores em todas as lentes. Além disso, os projetos de objetivas não desejavam tanto uma nitidez fria e absoluta, mas antes valorizavam a reprodução da cor nas imagens. Essa prática se manteve durante toda a existência da série SR, desde o início da década de 60, até a primeira geração das lentes AF, talvez até meados de 1990.

Nessa época, a companhia já enfrentava forte concorrência de outros fabricantes como Canon e Nikon, os quais tinham muito mais recursos para encarar a competição. Além disso, em 1991 houve o infame processo movido pela Honeywell (que nunca vendeu uma única câmera ao público consumidor) contra a Minolta, em que esta teve de pagar US$ 125 milhões à primeira. Este foi o baque definitivo da marca, do qual realmente nunca se recuperou, apesar de ter introduzido algumas objetivas maravilhosas na época.
A Minolta ocupa um espaço especial no meu coração! Aprendi a fotografar com uma SrT 303
"If you wanted a cheap profession to get into you picked the wrong one."Zack Arias
Flickr


Zarastro

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 31
  • Sexo: Masculino
Resposta #48 Online: 12 de Dezembro de 2013, 11:33:27
A Minolta ocupa um espaço especial no meu coração! Aprendi a fotografar com uma SrT 303

Ainda tenho a minha aqui em casa, mas uma das células do fotômetro diferencial pifou... Foi substituída por uma X-700.


Renato Cavalcante

  • Trade Count: (5)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 586
  • Sexo: Masculino
    • Website
Resposta #49 Online: 13 de Dezembro de 2013, 01:01:25
Também gosto muito das Minoltas. As top de linha são robustas, muito bem construídas! Na minha opinião é uma marca um pouco injustiçada. Só se fala de Canon e Nikon...
Tenho 3 Minoltas de filme: X700, XG9 e 500si. Além de uma X300 com defeito. Gosto de todas e vira e mexe queimo uns filmes com elas  :ok:
Canon 5DMk3 + 6D | 28mm f/2.8 | 35mm f/1.4 | 50mm f/1.4 | 85mm f/1.8 | 100mm f/2 USM | 24-105 f/4L
Site: www.renatocavalcante.com
Face: www.facebook.com/renatocavalcantefotografia
Instagram: www.instagram.com/renatocavalcantefoto
Flickr: www.flickr.com/renatocavalcante


AFShalders

  • Mecenas
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 8.142
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #50 Online: 13 de Dezembro de 2013, 01:30:24
Para mim a melhor SLR de filme com AF foi a Minolta Maxxum 9, seguida da 800si. Colocava qualquer Nikon e Canon pra correr.
A maioria das câmeras e lentes são melhores que a maioria dos fotógrafos.

www.oldgoodlight.blogspot.com / www.flickr.com/groorj


C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.412
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Resposta #51 Online: 13 de Dezembro de 2013, 04:05:19
Propaganda eh a alma do negocio.

Algumas marcas/produtos tem as suas qualidades apreciadas somente entre aqueles que conhecem, entre os grupos de fotografos mais dedicados, etc.
Outras marcas/produtos mesmo tendo suas qualidades mal chega na mao, e consequentemente apreciacao, dos fotografos mais serios/dedicados.

Para o publico em geral, a base de referencia esta na propaganda e como acaba sendo as marcas de referencia para esse publico, elas serao as marcas/produtos que as lojas darao prioridade, afinal elas visao vender o que da mais lucro.

O publico em geral, tambem sem muitas bases de referencia, acabam levando o preco do produto como umas das principais referencias associando preco mais alto a qualidade (o que nao eh sempre o caso, e dependendo do produto nao eh nunca o caso).

Eh aquela mesma questao que eu ja falei no topico Profissional vs Equipamento, o publico em geral compra o sistema de som mais caro achando que esta comprando o de melhor qualidade, quando na verdade os sistemas de som top de linha nao sao os mais caros.

Com cameras/marcas e lentes a mesma coisa em inumeros casos. Eu ja entrei em uma loja com uma conhecida querendo comprar uma camera. Ela olhou algumas nikons e uma Canon, mas ja tinha decidido que queria nikon. A camera seria para viagem, algo leve, que resista a humidade, fotos noturnas ou em ambientes fechados (escuros). Eu e o vendedor sugerimos ela a olhar uma Pentax que peo o que ela descrevia era a camera que mais atendia os requisitos dela. Mas ela nao quis nem saber pq para ela "Pentax nao eh uma nikon/Canon". Ainda mais a Pentax sendo mais barata, na cabeca dela isso eh um indicativo de inferioridade. (Mas nesse caso foi camera digital e nao analogica)

Mas mesmo analogica, tem pessoas que mal conhece a fama da K1000. Normalmente, as pessoas que querem comprar a primeira analogica so pensam em canon e alguns com mais conhecimento/pesquisa em Nikon.

Propaganda!
« Última modificação: 13 de Dezembro de 2013, 04:14:56 por C R O I X »


Pope

  • SysOp
  • Trade Count: (31)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.200
  • Sexo: Masculino
    • Renato Pope
Resposta #52 Online: 13 de Dezembro de 2013, 07:23:36
Quando eu comprei minha primeira SLR em 1998, entrei na Wolf Camera e queria uma Minolta ou Pentax! Mas as duas tinham o mesmo preço da Nikon F90 e não tinham lente do kit... Foi aí que apareceu a Canon Rebel G com lento do kit e preço mais baixo. Acabei ficando com a Canon e usei-a até o filme se tornar caro e difícil de achar, logo em seguida adquiri uma Sony P200 que acabou por matar o meu tesão por fotografia. O que solidifica uma marca é qualidade associada a uma estratégia agressiva de preço!
« Última modificação: 13 de Dezembro de 2013, 07:25:07 por Pope »
"If you wanted a cheap profession to get into you picked the wrong one."Zack Arias
Flickr


C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.412
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Resposta #53 Online: 13 de Dezembro de 2013, 11:24:20
Quando eu comprei minha primeira SLR em 1998, entrei na Wolf Camera e queria uma Minolta ou Pentax! Mas as duas tinham o mesmo preço da Nikon F90 e não tinham lente do kit... Foi aí que apareceu a Canon Rebel G com lento do kit e preço mais baixo. Acabei ficando com a Canon e usei-a até o filme se tornar caro e difícil de achar, logo em seguida adquiri uma Sony P200 que acabou por matar o meu tesão por fotografia. O que solidifica uma marca é qualidade associada a uma estratégia agressiva de preço!
Eu nao sei exatamente o que solidifica uma marca, mas acredito que depende do publico alvo em que a marca procura se solifificar. O que faz com que a marca que conheca melhor o seu publico alvo consiga se solidificar mais facilmente, sabendo o que o seu publico prioriza, acha atrativo e quanto esta disposto a pagar.
« Última modificação: 13 de Dezembro de 2013, 11:36:31 por C R O I X »


Zarastro

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 31
  • Sexo: Masculino
Resposta #54 Online: 13 de Dezembro de 2013, 12:36:04
Ha ha, esse tópico já tá off pra K7.  :hysterical:

Mas falando especificamente da Minolta, o que sempre me atraiu neles foi que foram eternos inovadores. Nunca foram a maior marca em market share (exceto por breves períodos), mas em suas câmeras havia sempre o desejo de sua inovação, e em minha opinião isso devia ter sido moderado em algumas ocasiões. Não o fizeram e amargaram o fracasso por causa disso.

Por conta disso a marca sempre teve algumas exclusividades:

  • Foram os primeiros a colocar o estabilizador de imagem dentro da câmera digital, o que os dispensou de criar dispositivos estabilizadores de imagem no interior das objetivas;
  • Foram os primeiros a lançar um sistema de câmera AF no mercado que incluía novas máquinas e novas lentes projetadas do zero;
  • Durante a época do filme, seu sistema de flash wireless era simplesmente imbatível;
  • Pelo menos duas lentes até hoje não têm similar entre nenhum outro fabricante: a 135 STF (concebida exclusivamente para dar um efeito de desfoque sem paralelo) e a reflex mirror  500mm f:8, que faz AF mesmo sendo uma lente f:8;
Por conta dessas inovações (e muitas outras feitas ainda na época do sistema SR), a empresa ganhou meu coração - mesmo tendo feito burradas monumentais com a melhor das boas intenções, como a introdução do sistema Vectis.


AFShalders

  • Mecenas
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 8.142
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #55 Online: 13 de Dezembro de 2013, 17:54:57
Tive outras duas Minoltas que foram interessantissimas, a 7000 e a 7000i. Pra quem nao sabe a 7000 foi a primeira slr com foco automatico em produção de série, e embora lento era de uma precisão incrivel. Tive um back Super 70 pra ela. Saca só:



A 7000 era um montro:

http://www.mir.com.my/rb/photography/hardwares/classics/maxxum7k/spec.htm


A outra, a 7000i tinha um slot que você encaixava um cartão que habilitava novas funções. Eu usava o cartão multi-spot que permitia fazer multiplas medidas spot e calcular a media, como na olympus OM-4

http://www.mir.com.my/rb/photography/hardwares/classics/maxxum7ki/index.htm


Tambem tive uma TC-1, essa me arrependo ate hoje de ter vendido ! Tinha uma objetiva 28mm absolutamente fenomenal, talvez a melhor que eu ja tenha visto ate hoje.

http://www.kehblog.com/2013/06/minolta-tc-1.html


Depois tive uma Konica Hexar Silver que tambem era uma porrada firme.
Tambem dignas de nota foram as Ricoh GR-1 e R1

Realmente alguns fabricantes vão deixar saudades.




A maioria das câmeras e lentes são melhores que a maioria dos fotógrafos.

www.oldgoodlight.blogspot.com / www.flickr.com/groorj


Braga.SP

  • Trade Count: (14)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.858
  • Sexo: Masculino
Resposta #56 Online: 13 de Dezembro de 2013, 19:33:30
Recentemente matei minha vontade. Andava eu procurando por uma XD11, mas poderia ser ainda a XD7. Acabei comprando a XD.

Quem conhece sabe qual é a diferença entre elas: NENHUMA. A não ser o mercado para o qual cada uma delas nasceu.

Baita câmera, baita lente.

http://www.rokkorfiles.com/XD11.html
« Última modificação: 13 de Dezembro de 2013, 19:33:54 por Braga.SP »
-22.352971,-48.775582


rigoc

  • Trade Count: (8)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 125
Resposta #57 Online: 30 de Dezembro de 2013, 18:07:24

Recentemente matei minha vontade. Andava eu procurando por uma XD11, mas poderia ser ainda a XD7. Acabei comprando a XD.

Quem conhece sabe qual é a diferença entre elas: NENHUMA. A não ser o mercado para o qual cada uma delas nasceu.

Baita câmera, baita lente.

http://www.rokkorfiles.com/XD11.html

Minha primeira Minolta foi uma XD7 comprada em Manaus em 1977. Infelizmente foi roubada em Nova Iorque em 1989 com um conjunto de lentes e 14 filmes de uma viagem de férias que estava fazendo. Depois disso tive várias outras Minoltas Maxxum 7, 9xi e 700si. Voltei a comprar uma Minolta manual em 2006, desta vez uma XD11 e até hoje é a minha manual preferida e uso muito mais que a Nikon FM2.

Recomendo muito pela qualidade da câmera e das lentes que hoje também uso em uma Nex-F3 com um adaptador bem simples.


RSalles

  • Trade Count: (14)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.266
  • Sexo: Masculino
    • Don't let the naysayers get to you. If naysayers stopped us from trying, we'd never get anywhere and humanity would still be wearing fig leaves picking berries of wild bushes.
Resposta #58 Online: 31 de Dezembro de 2013, 11:59:31
Minha lista de cameras de filme 35mm preferidas:

Leica IIIC,
Leica M6
Contax AX

RSalles
Bodies: Sinar F2 :: Canon EOS 5D  MarkII :: Minolta XG-1 :: Minolta XG-M :: Contax RX
Lentes: Rodenstock S Sinaron f5.6/210mm MC :: Schneider Super Angulon 8/90 :: Staeble Ultragon 135, 150, 180, 210 e 240mm f9 :: Schneider Symmar 5.6/210 :: Leica-R Summicron 2.0/50 :: Carl Zeiss Jena Sonnar 3.5/135 :: Rollei QBM 1.8/50 HFT :: Jupiter 21M 4/200 :: Pentacon 3.5/30 :: Pentacon Prakticar MC 1.8/50 :: Industar 50-2 3.5/50 :: Zeiss Planar 1.4/50 C/Y


AFShalders

  • Mecenas
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 8.142
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #59 Online: 31 de Dezembro de 2013, 13:05:55
Eu estou com poucas de filme de 35mm atualmente

- Fujica ST701 (uso)
- Leica 1F (coleção)
- Voigtlander Bessa-R (a venda)
- Olympus XA2, lindinha na caixa, comprei a pouco tempo, nunca usada
- Pentax UC-1, comprei no ML mas nunca usei
- Canon EOS 500G de 1997 (uso)
- Kodak Retina IIIc (uso)
- Zeiss Contessa (raramente usada, é uma reliquea)

Parece muito, mas fora a VL, foram coisas que apareceram muito baratas nas minhas mãos.
A maioria das câmeras e lentes são melhores que a maioria dos fotógrafos.

www.oldgoodlight.blogspot.com / www.flickr.com/groorj