Autor Tópico: 'O empregado tem carro e anda de avião. Estudei pra quê?'  (Lida 4417 vezes)

Diogenes

  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.561
  • Sexo: Masculino
Resposta #15 Online: 10 de Fevereiro de 2014, 13:55:10
Não sou petista, longe disso, mas pq envolver o PT em todos os assuntos? Até parece que o PT foi a primeira personificação do mal no Brasil e que TUDO o que está acontecendo no Brasil é culpa do PT.
Está ficando chato essa ptfobia, as vezes me parece uma válvula de escape: vamos esconder nossos problemas colocando a culpa em um partido/instituição.

De maneira alguma ele foi a primeira personificação do mal no Brasil, até porque isto vem de longe, muito longe, mas a analogia cabe perfeitamente no que foi dito (não por mim), de se querer jogar tudo pra debaixo do tapete, como se as coisas que vemos simplesmente deixassem de existir ao agir-se assim.

E por consequência, também como foi dito, o fato de quem age assim ser alienado. As palavras não foram minhas, mas concordei e quis reforçar demonstrando que é assim mesmo que os partidários acham. Não existem apenas porque eu não quero admitir que elas existam.

Galileu Galilei foi preso e torturado por afirmar a verdade. Ele disse: Será que a verdade se afirma por si mesma, ou será que nós temos que afirmar a verdade? Ele descobriu que a Terra não era o centro do Universo, mas o Sol. Recusaram-se a acreditar e aceitar, crendo cegamente que tudo girava em torna da Terra. Quando ele teria chamado todos para verificarem com seus próprios olhos, através do telescópio, recusaram-se. Simplesmente recusaram-se. E o prenderam e o torturaram por isto.

E a pergunta se mantem atual: Será que a verdade se afirma por si mesma ou será que nós temos que afirmar a verdade?

Não há, pelo menos de minha parte, qualquer pffobia, mas apenas não sou alienado. Definitivamente.
« Última modificação: 10 de Fevereiro de 2014, 14:24:34 por Diogenes »
Se você acha que pode, você tem razão. Se acha que não pode, também tem razão. Você é quem sabe!


jesieltrevisan

  • Trade Count: (3)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.655
  • Sexo: Masculino
  • Harmonize-se
Resposta #16 Online: 10 de Fevereiro de 2014, 14:24:50
Entra civilização, sai civilização e as questões são sempre as mesmas.
Assim como existem pessoas fazem parte do perfil aqui criticado, existem tantas outras que trabalham em prol da elevação moral e diminuição da desigualdades.

Lei universal da afinidade.

Se você procura o caos, o caos você encontrará, juntamente com o grupo de pessoas que partilham pensamentos iguais aos seus.
Se você quer promover o crescimento moral, desenvolvimento humano, você encontrará pessoas e caminhos que partilham estes ideais.

Escolha um lado e trabalhe em prol do seu ideal.

Se as pessoas a sua volta são ignorantes, ajude-as a encontrar o caminho.
Se elas não quiserem ajuda, procure pessoas que querem.

Fica na passividade apenas apontando o dedo, se lamentando e jogando lenha na fogueira dos complexos de inferioridade/superioridade não ajuda em nada.

O mundo precisa de gente que faz.
Canon EOS 5D + BG-E4 + Canon EOS Kiss (300D) 
Canon EF 50mm f/1.8 mk I + Canon EF 100mm f/2 + Canon EF 28-70mm  f/3.5~4.5 II + Sigma 18-50mm f/2.8 DC EX  + 430EX II
--
Dúvida sobre as regras do fórum? --> REGRAS GERAIS
Dúvidas gerais? -->FAQ


C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.980
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Resposta #17 Online: 10 de Fevereiro de 2014, 14:33:45
Acredito que a verdade se afirma por si so, mas para entender a afirmacao da verdade precisamos primeiro entender a lingua dela. No caso de Galileu seria a linguagem da astronomia(?) ou astro fisica(?). No caso do topico seria a linguagem politica e sociologica.

Em segundo lugar, precisamos ouvir a verdade se afirmando. Pois as descobertas se dao nao so estdando as diferentes linguagens mas tambem observando, ouvindo e vendo o que eh apresentado em sua volta.

O problema de algumas, ou muitas, sociedades eh que muitos se convencem de ja saberem de tudo, da verdade ou o suficiente, ou acreditam na primeira impressao, ou no que sempre foi dito, e assim passam a nao querer mais saber de ouvir.

Eu pensei nisso pq com frequencia eu tenho que conversar com pessoas que nao ouvem (em qualquer situacao do dia a dia e nao em questoes politicas ou debates). E percebi que elas nao ouvem pq chegam a conclusoes preconcebidamente, e convencidas de suas conclusoes ja nao tem mais interesse em ouvir. E acredite, onde eu moro isso eh muito comum, vc falar algo ou pergunta algo e a pessoa te dar um aresposta que nao tem nada a ver com o que vc disse pq no lugar de te ouvir ela ja esta formulando a resposta que ela acredita que vc perguntou ou falou, antes mesmo de vc falar ou concluir a sua fala. E nao por acaso, as pessoas aqui sao muito julgonas e preconceituosas, estao sempre chegando a conclusoes precipitadas e agindo baseado em suas conclusoes preconceituosas e nao de acordo com os fatos, por mais evidente e claros que os fatos e dizerem sejam. E nao eh atoa que os vizinhos no outro lado da fronteira chama o pessoal aqui de tapados, burros.  :D


Raphael Sombrio

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.904
  • O RAW é um diamante...bruto
Resposta #18 Online: 10 de Fevereiro de 2014, 16:13:51
É isso aí! A culpa é do governo, dos ricos, dos podes, dos criminosos, dos preconceituosos, da roubalheira, da desigualdade, da falta de educação....enfim, do Brasil e seu povo....
Eu não tenho nada a ver com isso!........

É o grito que ecoa interna e externamente, impedindo-nos de tomarmos nós mesmos uma atitude e começar agora uma mudança real para um futuro melhor.

Foi assim, é assim e ( até quando não sei ) assim será!


C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.980
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Resposta #19 Online: 10 de Fevereiro de 2014, 16:24:20
O que exatamente impede de nos mesmos tomarmos uma atitude?



Raphael Sombrio

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.904
  • O RAW é um diamante...bruto
Resposta #20 Online: 10 de Fevereiro de 2014, 16:34:42
O que exatamente impede de nos mesmos tomarmos uma atitude?

Na minha opinião: comodismo!

É tão mais fácil colocar a responsabilidade e a culpa de tudo no outro. Assim podemos continuar acomodados dedicando nossa energia e dedicação naquilo que nos é importante e dormirmos tranquilos prq a realidade atual ( que não é culpa nossa ) não nos possibilita agirmos de outra forma.


C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.980
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Resposta #21 Online: 10 de Fevereiro de 2014, 16:52:23
Na minha opinião: comodismo!

É tão mais fácil colocar a responsabilidade e a culpa de tudo no outro. Assim podemos continuar acomodados dedicando nossa energia e dedicação naquilo que nos é importante e dormirmos tranquilos prq a realidade atual ( que não é culpa nossa ) não nos possibilita agirmos de outra forma.

Nao vejo coerencia no nesse seu ultimo paragrafo. O comodismo nao eh culpa nossa? A facilidade de colocar a culpa nos outros nao nos possibilita de agir de outra forma?


Raphael Sombrio

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.904
  • O RAW é um diamante...bruto
Resposta #22 Online: 10 de Fevereiro de 2014, 16:59:53
Quis dizer que a realidade atual foi criada pelas atitudes dos outros ( esse é um pensamento coletivo ).

"O mundo é assim, não há nada que eu possa fazer para mudar, pois todo mundo trapaceia, rouba, mente...."


RSalles

  • Trade Count: (14)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.266
  • Sexo: Masculino
    • Don't let the naysayers get to you. If naysayers stopped us from trying, we'd never get anywhere and humanity would still be wearing fig leaves picking berries of wild bushes.
Resposta #23 Online: 10 de Fevereiro de 2014, 17:17:30
"O mundo é assim, não há nada que eu possa fazer para mudar, pois todo mundo trapaceia, rouba, mente...."

Esse é um pensamento bastante sombrio... Merece mais uma porção de salaminho e um copo de cerveja gelada - não percam: o próximo capítulo da realidade que nos cerca deve começar em alguns minutos na TV!

 :D

[]s,

RSalles
Bodies: Sinar F2 :: Canon EOS 5D  MarkII :: Minolta XG-1 :: Minolta XG-M :: Contax RX
Lentes: Rodenstock S Sinaron f5.6/210mm MC :: Schneider Super Angulon 8/90 :: Staeble Ultragon 135, 150, 180, 210 e 240mm f9 :: Schneider Symmar 5.6/210 :: Leica-R Summicron 2.0/50 :: Carl Zeiss Jena Sonnar 3.5/135 :: Rollei QBM 1.8/50 HFT :: Jupiter 21M 4/200 :: Pentacon 3.5/30 :: Pentacon Prakticar MC 1.8/50 :: Industar 50-2 3.5/50 :: Zeiss Planar 1.4/50 C/Y


Raphael Sombrio

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.904
  • O RAW é um diamante...bruto
Resposta #24 Online: 10 de Fevereiro de 2014, 17:25:39
Pessoal, isso não é o que EU penso, isso é um pensamento coletivo alimentado pela sociedade, mídias, etc, e usado como bordão para o "comodismo coletivo".


Diogenes

  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.561
  • Sexo: Masculino
Resposta #25 Online: 10 de Fevereiro de 2014, 17:50:36
Minha mulher é carioca e dia destes estávamos conversando sobre como poderíamos efetivamente fazer algo mais. Como disse alguém alguns post atrás, vamos tentar agir, vamos tentar fazer, mas acabamos concluindo que é praticamente impossível mudar nossa política através de nossos políticos.

Os 3 candidatos mais bem colocados ao governo do Rio são: Lindenberg Farias, Bispo Crivela e Antony Garotinho. Coitado do Rio. Um lugar tão bonito, com tanta gente boa, com uma imagem maravilhosa a ser melhor explorada, governada por figuras que não há como adjetivar além do que já sabemos. Aí em todas as eleições é a mesma ladainha, isto é, que temos que aprender a votar, que somos nós que escolhemos nossos políticos e blablabla...

Então eu pergunto: como votar bem se não há candidatos bons em quem votar?

Outro dia eu preguei o Anula Geral como solução, e não faltaram críticas dizendo que isto não é solução. Minha teoria era de que, numa eleição majoritária mesmo que de qualquer forma um deles vá ganhar, ao abrirem as urnas e detectarem que 70 ou 80% dos eleitores anularam seu voto, o que quer dizer em ultima análise que nenhum dos candidatos servia, vocês não acham que as coisas poderiam começar a mudar? Não poderia ser o embrião da tão necessária reforma política?
Se você acha que pode, você tem razão. Se acha que não pode, também tem razão. Você é quem sabe!


peter70

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 122
  • Sexo: Masculino
Resposta #26 Online: 10 de Fevereiro de 2014, 21:29:00
Como minha vó dizia: Educação e respeito aos outros vem de berço, começa em casa.
Olympus OM-1n / Olympus OM-2n / Olympus 35 SP / Olympus 35 RC / Olympus Trip 35


RSalles

  • Trade Count: (14)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.266
  • Sexo: Masculino
    • Don't let the naysayers get to you. If naysayers stopped us from trying, we'd never get anywhere and humanity would still be wearing fig leaves picking berries of wild bushes.
Resposta #27 Online: 10 de Fevereiro de 2014, 23:26:03
Sobre o preparo dos recém-formados em universidades brasileiras citados no 1º post pelo Marcio, alguém viu esta notícia de hoje?

Professora de Literatura da PUC-RJ tira sarro no FB de cidadão vestido de maneira informal e se ferra:

http://www1.folha.uol.com.br/colunas/monicabergamo/2014/02/1409749-proteste-pede-reforco-na-fiscalizacao-de-casas-noturnas-em-sp-e-no-rio.shtml


RSalles
Bodies: Sinar F2 :: Canon EOS 5D  MarkII :: Minolta XG-1 :: Minolta XG-M :: Contax RX
Lentes: Rodenstock S Sinaron f5.6/210mm MC :: Schneider Super Angulon 8/90 :: Staeble Ultragon 135, 150, 180, 210 e 240mm f9 :: Schneider Symmar 5.6/210 :: Leica-R Summicron 2.0/50 :: Carl Zeiss Jena Sonnar 3.5/135 :: Rollei QBM 1.8/50 HFT :: Jupiter 21M 4/200 :: Pentacon 3.5/30 :: Pentacon Prakticar MC 1.8/50 :: Industar 50-2 3.5/50 :: Zeiss Planar 1.4/50 C/Y


lsd

  • Trade Count: (8)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 894
  • Sexo: Masculino
Resposta #28 Online: 10 de Fevereiro de 2014, 23:26:30
Minha mulher é carioca e dia destes estávamos conversando sobre como poderíamos efetivamente fazer algo mais. Como disse alguém alguns post atrás, vamos tentar agir, vamos tentar fazer, mas acabamos concluindo que é praticamente impossível mudar nossa política através de nossos políticos.

Os 3 candidatos mais bem colocados ao governo do Rio são: Lindenberg Farias, Bispo Crivela e Antony Garotinho. Coitado do Rio. Um lugar tão bonito, com tanta gente boa, com uma imagem maravilhosa a ser melhor explorada, governada por figuras que não há como adjetivar além do que já sabemos. Aí em todas as eleições é a mesma ladainha, isto é, que temos que aprender a votar, que somos nós que escolhemos nossos políticos e blablabla...

Então eu pergunto: como votar bem se não há candidatos bons em quem votar?

Outro dia eu preguei o Anula Geral como solução, e não faltaram críticas dizendo que isto não é solução. Minha teoria era de que, numa eleição majoritária mesmo que de qualquer forma um deles vá ganhar, ao abrirem as urnas e detectarem que 70 ou 80% dos eleitores anularam seu voto, o que quer dizer em ultima análise que nenhum dos candidatos servia, vocês não acham que as coisas poderiam começar a mudar? Não poderia ser o embrião da tão necessária reforma política?
Não.

A política partidária é só uma parte da coisa toda. E na nossa versão de "democracia", o povo não exerce poder praticamente nunca. Mesmo quando vota em alguma das opções, são opções dadas por quem não tem o menor compromisso com as necessidades do povo, mas sim, de quem manda de fato - os grupos econômicos (grandes empresas e bancos).

Aqui nunca há plebiscito para decidir as coisas relevantes do dia-a-dia. Por exemplo: alguém perguntou ao povo carioca se eles queriam candidatar-se a sede da Olimpíada? Claro que não. Pois isso quem decide, são os empresários a serem beneficiados. Isso estende-se ao famigerado trem bala, às usinas hidrelétricas, transposição de rios, construção de pontes nas cidades, etc etc.

Às vezes dá certo maquiar os interesses corporativos com os do povo.

Exemplo: o bilhete único em SP.

À 1a vista, parece que o povo foi beneficiado. Poxa, pagar a mesma passagem e andar em 4 ônibus, sensacional. E de fato, ajudaram-se os usuários. Mas na verdade, os maiores beneficiados são os empresários, pois, a prefeitura paga as viagens! Com grana do contribuinte! Ou seja, mesmo quem não anda de ônibus, acaba pagando a passagem!!! No fim os empresários aumentaram o faturamento!

Outro exemplo: o Prouni. Poxa, ajudou muita gente a conseguir fazer faculdade, é óbvio. Óbvio também que ajudou muito dono de faculdade que estava sem alunos a fechar no azul. Na verdade, eles sim se beneficiaram muito, pois na maioria dos casos contam com várias isenções fiscais. De novo: um plano para ajudar os empresários, com dinheiro público, e deu certo de ajudar os necessitados também.

Fica fácil assim né?

Ah outro detalhe, caso alguém tenha esquecido...

A mídia (TV, rádio, jornais) é 110% pró-governo SEMPRE. Razão básica: o governo dá MUITO dinheiro aos veículos em forma de publicidade (nem vamos falar de outras maneiras de dar dinheiro), oras, vc vai atrapalhar a vida de quem te ajuda?

Mas voltando ao assunto original...

Eu acho normal essas atitudes "classistas", "preconceituosas" e etc. Nossa cultura é assim, paciência. Não digo que acho certo, mas acho normal - é de se esperar, atitudes como essas. Aqui o negócio é se sentir melhor que os outros, isso impera em todas as classes sociais, conheço muita gente (pobre e rica) que passa quase o dia inteiro tentando achar razões pra se sentirem melhores do que realmente são (mais fortes, mais estilosos, mais ricos, mais descolados, etc). Tem gente que até conta vantagem de outrem, só pra se sobressair em uma conversa. Daí pra tratar mal o próximo é um pulo...


Claudio Rombauer

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.479
  • Sexo: Masculino
Resposta #29 Online: 11 de Fevereiro de 2014, 00:46:36
Bobagem aquela questão que ele escreve sobre o vestibular. Que porcaria de pai acha que o filho que passou no vestibular já fez tudo que tinha que fazer na vida? Só porque entrou em uma universidade, que, provavelmente seja considerada uma das piores do mundo? Não conheço ninguém que pense desta forma.

Sou formado em engenharia eletrônica, assim como a maioria das universidades federais neste país, a UFPR é péssima, um curso trivial, pouco desafiador, desestruturado, que facilita tanto a formação dos alunos, quanto é capaz de formar péssimos engenheiros. Meu diploma não vale absolutamente nada, e sei que nos dias de hoje a situação é muito pior.

Então decidi não usar meu diploma de engenheiro e trabalhar com algo que aprendi sozinho mesmo, lendo livros e buscando um estudo de melhor qualidade, sozinho.

E essa divisão entre pobre e rico não tem uma linha apenas, mesmo a funcionária do condomínio que comprou seu carro, é a "rica" pra muitos "pobres", assim como o condômino que reclamou dela é o "pobre" pra muitos "ricos". Falam como se só existisse uma linha divisória. Preconceito existe sim, de pobre contra um pouco menos pobre, e vice-versa  em todas as escalas.

Essa semana escreveram "rico filho da p***", com um prego, no carro de uma conhecida, enfermeira, mãe de dois filhos, trabalha suado pra pagar as contas, e vive praticamente sem luxo, só tem o carro pra trabalho mesmo.
« Última modificação: 11 de Fevereiro de 2014, 00:47:21 por Claudio Rombauer »