Autor Tópico: GX1 + 12-32: alguém sabe se funciona bem?  (Lida 1487 vezes)

Marcos Capelini

  • Trade Count: (1)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 193
    • Blog Fotorabiscos
Online: 08 de Maio de 2014, 22:52:18
Apenas para contextualizar: tenho uma GX1 e uma GF1 (ver minha assinatura). A GX1 está quase sempre com a 20mm, e a GF1 quase sempre com a 14-42 PZ (que veio originalmente com a GX1).  Nas raras vezes em que preciso trocar as lentes de corpo, ao usar a 14-42 PZ na GX1 tenho que lidar com o infame problema do "shutter shock" em certas velocidades e distâncias focais, o que é meio chato.  Quando a objetiva 12-32 foi anunciada como kit da GM1, me surgiu a ideia de comprá-la, pois o range me seria bem mais útil (gosto mais de 24mm do que 28mm), mas tenho receio de que ela também sofra de perda de nitidez devido ao "shutter shock" na GX1! 

Aí a pergunta: dos que já pegaram a GM1 e têm a 12-32, alguma boa alma por acaso não teria também uma GX1 para fazer um teste rápido e tirar a dúvida sobre a susceptibilidade da lente ao "pesado" obturador da GX1?  Algo bem simples como fotografando em 32mm 1/100s um objeto distante e que possa ser usado para avaliar a perda ou não de nitidez?

Desde já agradeço qualquer ajuda!
Panasonic GM1, GX1 (infravermelho)
Lentes Panasonic 20mm f/1.7, 12-32mm,  SMC Takumar 50mm f/1.4, Michael Lens 35mm f/1.6 (C-mount)

Blog: FotoRabiscos
Flickr: infravermelho/convencional


Rinaldo

  • Trade Count: (6)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 595
    • > Flickr
Resposta #1 Online: 09 de Maio de 2014, 21:53:58
Bacana o seu blog Marcos, parabéns! Rapaz eu posso te ajudar, o problema é 'quando'. Tenho a 12-32 mas a GX1 um amigo meu que tem. Moramos longe um do outro mas eventualmente nos encontramos. Se pintar uma oportunidade preciso lembrá-lo de trazê-la pra poder fazer o teste. Fora alguma variação de distância ou abertura que vou acabar fazendo, apenas 1/100 em 32mm é suficiente?
  flickr    vimeo


Marcos Capelini

  • Trade Count: (1)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 193
    • Blog Fotorabiscos
Resposta #2 Online: 09 de Maio de 2014, 22:20:53
Valeu pelo apoio, Rinaldo!  Não tenho pressa, na verdade ainda estou avaliando 2 opções: ou compro a lente apenas (só se funcionar legal na GX1, pois gosto muito da câmera e gastaria menos), ou compro a GM1+lente (aí teria que me desfazer de uma das minhas micro 4/3, provavelmente a GF1). Mas são planos para o segundo semestre.

Pela minha experiência, para testar o "shutter shock" normalmente basta deixar no máximo do zoom e usar uma velocidade no intervalo 1/60s e 1/250.  Com a PZ 14-42 na minha GX1 a perda de nitidez é bem evidente em 1/100 e 42mm, comparando com 1/320 ou 1/40 por exemplo, que são velocidades fora da faixa problemática. Perguntei até no DPReview mas só tive uma resposta, e não adiantou nada: http://www.dpreview.com/forums/post/53634666
Panasonic GM1, GX1 (infravermelho)
Lentes Panasonic 20mm f/1.7, 12-32mm,  SMC Takumar 50mm f/1.4, Michael Lens 35mm f/1.6 (C-mount)

Blog: FotoRabiscos
Flickr: infravermelho/convencional


Marcos Capelini

  • Trade Count: (1)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 193
    • Blog Fotorabiscos
Resposta #3 Online: 09 de Maio de 2014, 22:25:00
Bacana o seu blog Marcos, parabéns!
Acabei de olhar: seu Flickr tá muito bonito também!  Ótimo trabalho com as cores!
Panasonic GM1, GX1 (infravermelho)
Lentes Panasonic 20mm f/1.7, 12-32mm,  SMC Takumar 50mm f/1.4, Michael Lens 35mm f/1.6 (C-mount)

Blog: FotoRabiscos
Flickr: infravermelho/convencional


Marcos Capelini

  • Trade Count: (1)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 193
    • Blog Fotorabiscos
Resposta #4 Online: 05 de Junho de 2014, 21:03:45
Respondendo minha própria pergunta de quase um mês atrás: acabei comprando a lente no Ebay (tava barata), mesmo sem encontrar nenhuma imformação que confirmasse ou negasse a possibilidade de problemas da 12-32 com a GX1.

A más notícias primeiro: sim, a lente é susceptível ao problema do "shutter shock" na GX1, e muito provavelmente em outras câmeras com obturador "pesado". Nas velocidades entre 1/60s e 1/250s a perda de nitidez e as "imagens duplas" arruinam qualquer foto!

Agora as boas notícias:
  • A lente é mesmo tudo o que falam de bom: minúscula, muito leve, e com nitidez surpreendente para uma lente de kit
  • Ter 24mm equiv. numa lente assim é tudo de bom: eu sentia muita falta da LX5, agora não mais!
  • Para mim, ela ficou perfeita na GX1: carrego sem dificuldades numa pochete comum, dessas de camelô
  • Diferentemente da 14-42 PZ, descobri que a perda de nitidez nas velocidades problemáticas com "shutter shock" é muito dependente da maneira como se segura a câmera/lente: se segurar que nem uma saboneteira (com uma ou duas mãos nos lados da câmera), o SS fica bem visível, porém, se envolvemos a lente por baixo com a mão esquerda e seguramos a ponta da mesma com os dedos, a imagem sai nítida (não tanto quanto fora das velocidades críticas, mas perfeitamente aceitável para mim)

Resultado: estou muito satisfeito, e a lente está praticamente colada na câmera!  Mais pra frente talvez eu compre um corpo de GM1, mas por enquanto a combinação GX1 + 12-32 é tudo o que eu queria.


Panasonic GM1, GX1 (infravermelho)
Lentes Panasonic 20mm f/1.7, 12-32mm,  SMC Takumar 50mm f/1.4, Michael Lens 35mm f/1.6 (C-mount)

Blog: FotoRabiscos
Flickr: infravermelho/convencional


Marcos Capelini

  • Trade Count: (1)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 193
    • Blog Fotorabiscos
Resposta #5 Online: 08 de Junho de 2014, 17:25:12
Bom, a ideia deste post não era ser um "review" da Panasonic 12-32, afinal começou com minha pergunta sobre como ela se comportaria na GX1, antes de comprar a lente. Porém, como já dei minha impressão sobre a parte "física" da lente, nada mais sensato do que dar também um exemplo do que ela entrega em termos de imagem, caso haja outros interessados.  Eu provavelmente não daria prosseguimento se ela fosse apenas "arroz com feijão", ou seja, se a imagem fosse o que eu esperava de uma mera lente de kit.  No entanto, hoje dei uma volta com a câmera e a nova lente e, agora que cheguei em casa, ao abri as fotos no computador, não pude deixar de me surpreender.

Em lugar de ficar falando, vou colocar uma série de imagens, com as devidas legendas, para cada um tirar suas conclusões.  A foto de exemplo foi feita em 12mm a f/4.0 (lembrando que a lente começa em 3.5, portanto para f/4 fechei a lente apenas 1/3 de ponto!). Fiz outro teste em outro local e em f/5 melhora um pouco nos cantos da imagem, mas a foto não ficou tão boa para mostrar :)

1. Foto original convertida com o Raw Therapee. Desativei todas as correções de distorção, aberração, nitidez e contraste localizado, e utilizei o método de demosaico "amaze". Notem que, sem nenhuma correção de distorção, a lente apresenta uma perceptível distorção em "bigode" nos cantos.


2. Crop 100% da área central.  Notem a quantidade de moiré no telhado, indicando que a lente entrega uma resolução considerável ao sensor (a GX1 tem um filtro anti-alias fraco).


3. Crop 100% do extremo superior direito.  Como não apliquei correção de CA, isso mostra toda a aberração da lente no pior caso (GA 12 mm no canto).  Na minha opinião, a aberração é pequena e perfeitamente controlável em software.


Em seguida apliquei correções simples de CA e distorção, e apenas 50% do "sharpen" que aplicaria a outras lentes de kit, como a 14-42 PZ por exemplo. A quantidade de "sharpen" foi a mesma que eu aplicaria à 20mm f/1.7, por exemplo, e com resultados similares. Os crops abaixo representam a imagem nesse estado. Não houve aplicação de nenhum contraste localizado, ou seja, o microcontraste é o nativo da lente, sendo também melhor do que eu esperaria de uma lente de kit.

4. Centro. Notem que o moiré quase desapareceu.


5. Centro inferior.  Coloquei apenas para mostrar uma área da imagem com bastante detalhes, destacando a resolução desta lentezinha.


6. Extremo superior direito.  Notem que a aberração cromática foi eliminada. A nitidez e resolução são menores do que no centro, mas na minha opinião ainda daria para fazer uma ampliação de tamanho razoável sem grandes problemas (lembrando que sou apenas um amador - não imagino alguém usando essa lente para fins comerciais) .


7. Extremo inferior direito, só para complementar. Mesma observação da imagem acima sobre a nitidez nessa área.


8. Para finalizar, brinquei um pouco com a imagem no Photoshop, aplicando correção de perspectiva e outras coisas normais. Mesmo com a redução da cobertura horizontal causada pelas correções, ainda sobra bastante detalhe que seria perdido com uma lente 14mm (28mm eqv.), por exemplo. Isso é o que eu mais sentia falta tendo apenas 28mm equiv. na 14-42.





« Última modificação: 08 de Junho de 2014, 17:34:18 por Marcos Capelini »
Panasonic GM1, GX1 (infravermelho)
Lentes Panasonic 20mm f/1.7, 12-32mm,  SMC Takumar 50mm f/1.4, Michael Lens 35mm f/1.6 (C-mount)

Blog: FotoRabiscos
Flickr: infravermelho/convencional


Marcos Capelini

  • Trade Count: (1)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 193
    • Blog Fotorabiscos
Resposta #6 Online: 08 de Junho de 2014, 17:38:16
Uma coisa importante que não mencionei:  em "wide" costumo fotografar quase só em formatos 2:3 e 9:16.  Em 3:4 os cantos da imagem devem ser piores, mas como quase nunca uso, não me lembrei de testar!  :aua:
Panasonic GM1, GX1 (infravermelho)
Lentes Panasonic 20mm f/1.7, 12-32mm,  SMC Takumar 50mm f/1.4, Michael Lens 35mm f/1.6 (C-mount)

Blog: FotoRabiscos
Flickr: infravermelho/convencional


Rinaldo

  • Trade Count: (6)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 595
    • > Flickr
Resposta #7 Online: 09 de Junho de 2014, 15:49:31
Boua Marcos! Legal seu mini review... :ok:

  flickr    vimeo


Agostine Braga

  • Trade Count: (1)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 2
Resposta #8 Online: 30 de Julho de 2014, 18:24:40
olá, marcos!

cara, eu também uso uma gx1 mas com uma 14-42 g vario (não é a pz) e, em todas distâncias focais e velocidades de disparo, não tive problemas ainda com esse shutter shock. às vezes a foto sai tremida em distâncias maiores, mas por uma questão de falta de firmeza e de apoio.

o problema maior não estaria na lente ou em alguma configuração da câmera?
agora uma questão que não entendi bem foi essa de "obturador pesado". poderia me explicar?

abraços


Marcos Capelini

  • Trade Count: (1)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 193
    • Blog Fotorabiscos
Resposta #9 Online: 30 de Julho de 2014, 21:51:57
Olá Agostine,

O que chamei de obturador "pesado" foi só uma forma figurativa de me expressar.  O que ocorre é que o obturador da GX1 e de diversas outras câmeras micro 4/3, tanto Panasonic quanto Olympus, gera muito impacto (dá pra perceber na mão ao tirar uma foto).  Esse impacto se propaga pela lente na forma de vibração, e, em certas lentes, essa vibração é registrada na forma de perda de nitidez, e em casos mais graves, causa até imagens duplicadas.  No caso da 14-42 PZ, minha impressão é que é algum elemento interno da lente vibra.  No caso da 12-32, suspeito que seja o próprio corpo da lente, mais precisamente a parte que se projeta para fora quando a lente é destravada (e que tem um certo "jogo").  Em ambos os casos, o problema se manifesta independentemente de a estabilização de imagem estar ativada ou não.

De uma forma ou de outra, o "shutter shock" surge por interação entre o corpo da câmera e a lente, ou seja, depende da combinação desses dois fatores.  Desde que abri este tópico, comprei uma GM1, que tem um obturador extremamente suave - na verdade o mais silencioso que já usei, excetuando os de câmeras compactas.  Pois bem, ambas as lentes, quando colocadas na GM1 e utilizando as distâncias focais e velocidades onde o fenômeno do SS se manifesta, produzem imagens perfeitamente nítidas!  Tenho também uma GF1 (convertida para infravermelho), e, devido ao obturador mais suave do que o da GX1, a PZ também funciona bem, apenas com ligeira perda de nitidez em algumas situações.

A 14-42 PZ ganhou inicialmente uma certa reputação ruim pois foi lançada como kit da GX1, e muitas pessoas reclamavam de falta de nitidez, mas posso dizer que, numa câmera com obturador mais leve, ela é excelente.  Cobre o mesmo range que uma lente de kit normal, mas é muito mais compacta. Tenho usado ela tanto na GM1 quanto na GF1 sem queixas.  A GX1 fica geralmente com a 20mm ou com a 12-32m, pois o SS com esta última é controlável/contornável em certa medida, como expliquei em algum lugar aí em cima.

Abraço
Panasonic GM1, GX1 (infravermelho)
Lentes Panasonic 20mm f/1.7, 12-32mm,  SMC Takumar 50mm f/1.4, Michael Lens 35mm f/1.6 (C-mount)

Blog: FotoRabiscos
Flickr: infravermelho/convencional


Agostine Braga

  • Trade Count: (1)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 2
Resposta #10 Online: 30 de Julho de 2014, 23:38:41
oi, marcos, boa noite!

entendi bem seu conceito de obturador pesado. talvez um fator que colabore para o tremor nas fotos seja o formato compacto dessas duas lentes, que não suportam a ação do obturador da gx1 (que faz um clic lindo, por sinal). pois como a minha 14-42 g vario é bem maior, consigo segurá-la firmemente com a mão esquerda.

marcos, eu preciso lhe agradecer pelo seu tutorial e essas informações. confesso que nas últimas semanas estava pensando em vender barata a minha g vario para adquirir a pz, justamente por ela ser bem mais compacta.

agora uma outra pergunta: com a 20mm acontece algum tipo de tremor em certo tempo de disparo? Ando pensando em comprá-la.

forte abraço


Marcos Capelini

  • Trade Count: (1)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 193
    • Blog Fotorabiscos
Resposta #11 Online: 30 de Julho de 2014, 23:59:13
A GX1 é uma ótima câmera, adoro ela, mas não gosto do barulho do obturador!  A 20mm não apresenta problema algum com ela, e recomendo sem pestanejar.  Desconfio que nunca venderei a minha 20mm :)   

A PZ eu não recomendo para uso com a GX1, pelo motivo citado, mas tenho gostado muito dela com a GM1.  As câmeras Panasonic posteriores (e incluindo) à GX1, permitem um recurso interessante com lentes PZ: o chamado "step zoom".  Com isso, o zoom, em vez de ser contínuo, pula entre distâncias focais padrão (com as quais estou acostumado): 14 -> 18 -> 25 -> 35 -> 42.  Sempre deixo esse recurso ativado na GX1 e na GM1, e fazia o mesmo com uma LX5 que eu tinha.  Outro recurso interessante das Panasonics que reconhecem lentes PZ é a memorização da última distância focal utilizada quando você desligou a câmera.  Dessa forma, quando ligo a câmera ela já vai direto para a última distância focal que eu usei (a LX5 também tinha isso, e eu gostava).
« Última modificação: 31 de Julho de 2014, 00:00:13 por Marcos Capelini »
Panasonic GM1, GX1 (infravermelho)
Lentes Panasonic 20mm f/1.7, 12-32mm,  SMC Takumar 50mm f/1.4, Michael Lens 35mm f/1.6 (C-mount)

Blog: FotoRabiscos
Flickr: infravermelho/convencional