Autor Tópico: Em busca da exposição perfeita.  (Lida 2806 vezes)

andreswm

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 282
  • Sexo: Masculino
    • Andres Oliveira - Fotografo de Casamento
Online: 09 de Maio de 2014, 15:01:44
Em busca da exposição perfeita.
Titulo de filme hein?  :clap:

Falando sério agora. Eu tenho buscado essa exposição de várias formas... a primeira dela é estudando mais e mais, mas ainda tenho problemas com ela. Na maioria das vezes minhas fotos ficam subexpostas, principalmente em eventos.

Quando faço a foto e olho na câmera tudo parece perfeito, mas quando vai para PC... muito trabalho no lightroom aumentando a exposição das fotos. Na câmera até baixei um ponto no brilho, assim vejo elas mais "escuras" na esperança de passar para o PC e estar melhor, mas não adiantou muito.

Quanto aumento a exposição vejo na câmera, algumas partes parecem estouradas, eu nem resolvi arriscar e continuar os eventos assim para ver se no PC vai estar melhor. Acho melhor um pouco subexposta do que superexposta para tratar no lightroom.

Tentei um pouco pelo histograma, mas abri mão no momento, não consegui acertar por ele.

Acontece com vocês algo do tipo? Onde posso melhorar ou fazer diferente para não ter esse trabalhão todo corrigindo exposição?




yuriacg

  • Trade Count: (4)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 110
  • Sexo: Masculino
Resposta #1 Online: 09 de Maio de 2014, 15:12:03
Bom, o fotômetro da câmera ajuda muito, mas muitas vezes ele é "burro". Você busca acertar a fotometria no extinto, procurando conhecer o tipo de configuração pra cada iluminação, ou sempre confia na prática de "zerar" o fotômetro?
D7100 + D5100 + 50mm 1.8D Nikkor + 70-210mm AF D F4-5.6 Nikkor + 18-55mm f3.5/5.6G ED Nikkor + 55-300mm f4.5/5.6G ED VR Nikkor + Tamron 17-50mm 2.8 + 2x YN568EX.



andreswm

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 282
  • Sexo: Masculino
    • Andres Oliveira - Fotografo de Casamento
Resposta #2 Online: 09 de Maio de 2014, 15:14:07
Utilizo muito o flash. No começo eu tentei manual, agora estou tentando o TTL, onde em alguns casos tenho que compensar para mais ou menos.


@erissonazevedo

  • Trade Count: (8)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 678
  • Sexo: Masculino
  • "fé em Deus e pé na tábua . . ."
    • este cara sou eu ...
Resposta #3 Online: 09 de Maio de 2014, 15:15:11
mas quando vai para PC... muito trabalho no lightroom

vc usa RAW?  ...  tenho problemas com fotometria em ambientes com muitas zonas diferentes de luz, mas normalmente o raw aceita correção relativamente fácil, e qnd preciso de alguns pontos a mais ou a menos de luz em áreas específicas uso os filtros do LR ...
ostentando: FT2, N90s, D70s IR, D7100, 50 1.4, 50 1.8, 35 2.8, 10-20 3.5, 17-50 2.8, 120-300 2.8, 35-70, 75-300, TC2x, TE, vidros, mt paciência e pouco tempo livre


Lucas M. Dias

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.218
  • Sexo: Masculino
Resposta #4 Online: 09 de Maio de 2014, 15:18:50
Pelo proprio viewfinder da pra ver se a foto vai ficar sub ou super, com um medidor de exposição. O que posso falar pra vc fazer é usar sempre o modo de medição pontual q fica mais precisa :ok:

Isso é pra 70D, mas pode te ajudar
http://www.dummies.com/how-to/content/monitoring-exposure-settings-on-your-canon-eos-70d.html


andreswm

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 282
  • Sexo: Masculino
    • Andres Oliveira - Fotografo de Casamento
Resposta #5 Online: 09 de Maio de 2014, 15:45:54
RAW, sempre!

Eu uso uma Nikon D5100 (estou comprando uma D610 agora). Na medição uso: "Mediação central ponderada".

Vou ver o artigo que passou se me ajuda.


yuriacg

  • Trade Count: (4)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 110
  • Sexo: Masculino
Resposta #6 Online: 09 de Maio de 2014, 15:59:20
RAW, sempre!

Eu uso uma Nikon D5100 (estou comprando uma D610 agora). Na medição uso: "Mediação central ponderada".

Vou ver o artigo que passou se me ajuda.

Bom, nesse caso às vezes é interessante usar mesmo a medição pontual, pra cravar bem a exposição do seu assunto. Eu me acostumei a manter "central ponderada" e, quando preciso fotometrar algo mais difícil, mudo pra pontual, usando o botão Fn (isso na minha D7100). É bom porque tá sempre à mão e eu posso conferir quando surge a dúvida.
D7100 + D5100 + 50mm 1.8D Nikkor + 70-210mm AF D F4-5.6 Nikkor + 18-55mm f3.5/5.6G ED Nikkor + 55-300mm f4.5/5.6G ED VR Nikkor + Tamron 17-50mm 2.8 + 2x YN568EX.



RafaZ

  • Trade Count: (4)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.330
  • Sexo: Masculino
  • Devagar e quase sempre.
Resposta #7 Online: 09 de Maio de 2014, 16:37:13
O monitor está calibrado?
Kodak Ektra 100 | Flash Magicube


andreswm

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 282
  • Sexo: Masculino
    • Andres Oliveira - Fotografo de Casamento
Resposta #8 Online: 09 de Maio de 2014, 16:56:55
O monitor está calibrado?

Sim Rafael, esta de acordo com o que o laboratório revela para mim, em exceto o o vermelho que está saindo um pouco saturado ainda.


RafaZ

  • Trade Count: (4)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.330
  • Sexo: Masculino
  • Devagar e quase sempre.
Resposta #9 Online: 09 de Maio de 2014, 17:44:39
Não sou especialista, mas diria para você fotografar um cartão cinza padrão e comparar o resultado no LCD, monitor e impressão. Lembrando de pedir ao laboratório para não aplicar nenhuma correção.

Também pode valer a pena calibrar o monitor com um calibrador mesmo, mas é só palpite, melhor aguardar opinião dos colegas mais experientes.
Kodak Ektra 100 | Flash Magicube


fuca66

  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.467
  • Sexo: Masculino
Resposta #10 Online: 09 de Maio de 2014, 19:08:14
Coloca ai um exemplo de antes do monitor ou depois do monitor.
Qual tipo de medição vc usa?
Lentes Antigas + Sony E-Mount


spositom

  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.439
Resposta #11 Online: 09 de Maio de 2014, 19:35:30
Bom, o fotômetro da câmera ajuda muito, mas muitas vezes ele é "burro". Você busca acertar a fotometria no extinto, procurando conhecer o tipo de configuração pra cada iluminação, ou sempre confia na prática de "zerar" o fotômetro?

Coitado dele... vai ver ele não é burro, só tá desinformado :doh:

Brincadeiras a parte,  nem sei se isso pode ocorrer mas por ser um instrumento de medição ele pode estar descalibrado, já pensou em fazer um teste com fotômetro externo? Sei que o da cam mede refletido mas acho que da pra ao menos testar.



RafaZ

  • Trade Count: (4)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.330
  • Sexo: Masculino
  • Devagar e quase sempre.
Resposta #12 Online: 09 de Maio de 2014, 19:41:35
Coitado dele... vai ver ele não é burro, só tá desinformado :doh:

Brincadeiras a parte,  nem sei se isso pode ocorrer mas por ser um instrumento de medição ele pode estar descalibrado, já pensou em fazer um teste com fotômetro externo? Sei que o da cam mede refletido mas acho que da pra ao menos testar.

Pode ser, mas acho a alternativa mais improvável.
Kodak Ektra 100 | Flash Magicube


Versiano

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.338
  • Sexo: Masculino
Resposta #13 Online: 09 de Maio de 2014, 23:39:50
Na verdade a 'coisa' é muita mais complexa do que se pensa. Um monitor devidamente calibrado, e de qualidade, é a apenas uma parte de todo o processo, quando se busca precisão e exatidão.

Vários fatores têm influência, desde o ambiente do local onde está realizando a edição, e até mesmo as condições do ambiente em que observamos uma foto impressa/revelada.

Vale coferir:
http://www.luminous-landscape.com/tutorials/why_are_my_prints_too_dark.shtml
http://www.northlight-images.co.uk/article_pages/colour_management/prints_too_dark.html
http://www.colourprofiles.com/dark.htm
http://www.colorwiki.com/wiki/My_Printer_Is_Too_Dark

Não são poucos os que se deparam com tal 'problema'. É muito corriqueiro para os que mandam revelar suas fotos.
« Última modificação: 09 de Maio de 2014, 23:45:09 por Versiano »
''Equipamentos': o necessário para fazer 'boas fotos'...

Sempre me falta conhecimento e prática.


C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.883
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Resposta #14 Online: 10 de Maio de 2014, 02:29:10
Existem inumeros fatores a serem pensados. Alguns delessao...

Pela asua descricao me parece o classico erro do:

1. Vc pode nao estar compensando o que o seu fotometro diz para o ambiente como um todo.
Por exemplo, vc quer que uma pessoa fique bem exposta e faz a leitura baseado na pele/rosto da pessoa e assim pensa que a pessoa ou a foto vai sair bem exposta. O que em muitos casos nao eh verdade, pq depende o quanto de luz a pele (ou seja la o que vc esta fotografando e fotometrando) esta refletindo de luz. Principalmente quando se usa flash, ambientes comiluminacao dura ou dias ensolarados. E muitas pessoas nao param para olhar que o objeto fotometrado esta na verdade rebatendo luz. O O fotometro lendo a luz rebatida vai render fotos sub-expostas e o reflexo da luz rebatida em "18% gray".

A pele caucasiana costuma rebater luz muito facilmente, principalmente quando oleosa e deve-se ficar atento a isso. Pele negra eh o contrario, reflete muita pouca luz quanto mais negra.

Eh preciso comparar com o ambiente como um todo e ver se precisa compensar para mais ou para menos. Pele caucasiana na grande maioria dos casos, eh preciso dar exposicao a mais de aproximadamente de 2 a 4 stops, pq se for pensar monocromaticamente na escala de 0 (totalmente preto) a 10 (totalmente brando) a pele caucasiana em geral esta entre 7 e 9 aproximadamente, mas vai depender de cada cena e ton da pele. Ja pele negra, eh muito dificil achar casos que nao precisa dar mais exposicao.

A maior quixa dos negos eh que a maioria dos fotografos fazem eles aparecerem muito mais escuros nas cenas do que realmente sao, principalmente nas cenas mais contrastosas.




2. A latitude de registro de luz da sua camera tambem faz uma grande diferenca. Eu sei que a D7100 tem baixa latitude, por exemplo. Isso faz com que o limite para alta luz e baixa luz (nao sei os termos em portugues) sejam menores e exige que a fotometria seja mais precisa. E em ambientes com muito contraste de luz fica mais dificil em nao perder textura nos tons super claros ou super escuros. Diferente dos sensores com maiore latitude, como a D800, que permite que vc faca fotos subexpostas em ate 4 stops ou ate mais e compense no RAW sem perder nenhuma informacao ou qualidade.




3. Se parecer bem exposto no monitor mas subexposto na impressao, fique atento pq papel Matt costuma deixar a foto um pouco mais escura e da um pouco mais de contraste normalmente. Ja Glossy da mais brilho.




Se vc usar flash direto, o ideal eh sempre se basear pela distancia e esquecer o fotometro, principalmente em ambientes com muito contraste pq o fotometro nunca vai dar a exposicao correta. Entao vc faz testes em casa de potencia do flash ideal e ve o quanto de f/stop da lente precisa  para uma boa exposicao em uma determinada distancia, como por exemplo de 1 ha 2 metros, depois de 3 a 5 metros, depois de 7 a 10 metros, etc. E va com a formula que vc estabelecer que melhor funciona para vc na cabeca. E com a pratica, vc nos eventos faz estimativa da distancia que esta e ja sabe o quanto de potencia do flash e f/stop da lente precisa para a cena, compensando de ambos os lados ao seu gosto e criatividade.

O mesmo tambem vale para flash rebatido no teto, mas ai eh mais trabalho cerebral pq tem que levar em consideracao nao so a distancia do objeto fotografado como tambem a distancia do teto. Mas se vc fotografa com muita frequencia tais situacoes vc logo pega o jeito.
« Última modificação: 10 de Maio de 2014, 02:39:25 por C R O I X »