Autor Tópico: Preços...de novo  (Lida 1671 vezes)

Marcelo Rezende

  • Trade Count: (16)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.440
  • Sexo: Masculino
    • Marcelo Rezende Fotografia


Kokimoto

  • Trade Count: (30)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.091
    • Mototuristas
Resposta #1 Online: 20 de Junho de 2014, 22:24:03
Em 12 x ainda!!
D600 - E-M10


Marcelo Rezende

  • Trade Count: (16)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.440
  • Sexo: Masculino
    • Marcelo Rezende Fotografia
Resposta #2 Online: 20 de Junho de 2014, 22:27:43
Nao pode ser verdade!!!

É pegadinha!!!


Humberto Yoji

  • Trade Count: (23)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.759
  • Sexo: Masculino
    • Humberto Yoji - fotógrafo
Resposta #3 Online: 20 de Junho de 2014, 22:38:38
E volta o cão arrependido... Ahahah. Rapaz, e olha os preços originais, já são baixíssimos! Eu pago mais caro nos álbuns que faço do que esse casamento inteiro aí, rsrs... Olha o que tá incluso no pacote:

Citar
Serão entregues 170 fotos em CD e DVD, gravadas em alta resolução e assim poderão ser reveladas individualmente garantindo a qualidade da imagem.

Neste pacote está incluso também :
1- Ensaio fotográfico no cartório
2- Ensaio fotográfico (making off) da noiva
3- Ensaio fotográfico na igreja
4- Ensaio fotográfico na festa
5- Fotolivro com capa dura (tamanho A4, 21x29 cm, horizonal) com 45 páginas incluindo 100 fotos.
6- A minha locomoção até os locais do ensaio.


Cara, na boa, só pelas fotos no cartório já daria pra cobrar esse preço. Ele tem mais um monte de serviços oferecidos no Elo7, todos com preços absurdos. Tirando o casamento, tudo ali é abaixo de R$500, mesmo com álbum incluso. Onde esse pessoal faz os álbuns, hein? Muito barato!

Não é possível, desse jeito morre de fome, não cobre nem os custos do serviço. Mesmo sendo apenas 170 fotos (o que é bem pouco, convenhamos), a conta não fecha de jeito nenhum! Só mesmo se ele vender fotos excedentes por um preço bem alto.


vinicius83

  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 888
  • Sexo: Masculino
Resposta #4 Online: 20 de Junho de 2014, 22:42:41
Na maioria das vezes o preço é condizente com a qualidade. Levando esse aspecto em questão, não vi nada de errado, o cara está começando a fotografar, eu só não acho que ele começou certo, mas cada um faz o que quiser da sua vida né?

* to falando do primeiro link, ok? Não tenho noção de preços de albuns
« Última modificação: 20 de Junho de 2014, 22:44:01 por vinicius83 »
É melhor tirar uma foto com uma câmera imperfeita do que não tirar nenhuma
Sony Alpha a6000 + SELP1650 + SEL55210 + Meike MK320

flickr


claudio frança

  • Trade Count: (7)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 528
  • Sexo: Masculino
  • aprendiz
Resposta #5 Online: 20 de Junho de 2014, 22:56:27
Amigos creio eu que se formos profissionais o bastante e poder dar o máximo de qualidade ao serviço entregue para o cliente, tenho a certeza que não faltará serviço para nós independente do preço que cobramos, vejo o fotógrafo como o cantor, vejo cantor que canta em bares populares e até de luxo, ganham em média de 250 reais por noite mais ou menos, e não falta trabalho para eles, também tenho conhecimento de cantores que ganham 250 mil por noite ou mais, e mesmo assim não deixam de fazer shows, pelo contrário os que cobram mais caros até vão para fora do país, também tem o exemplo do Roberto Carlos também conhecido como rei por alguns, e desde a jovem guarda já vem fazendo sucesso, e olha que muitos foram os mais baratos que cruzaram seu caminho, resumindo.... vamos fazer o nosso sem se preocupar com o preço do próximo  :ok:


Humberto Yoji

  • Trade Count: (23)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.759
  • Sexo: Masculino
    • Humberto Yoji - fotógrafo
Resposta #6 Online: 20 de Junho de 2014, 23:05:38
Claudio, eu particularmente não me preocupo se o preço dele vai afetar o meu trabalho, porque obviamente ele não compete comigo, são públicos completamente diferentes. O que me preocupo mesmo é com ele, isso sim. Fotografia, ao contrário de algumas profissões, tem um custo muito elevado. Só de sair de casa e ficar 4h fotografando um evento já nos sai muito caro. Não dá pra ignorar esses custos e cobrar preços tão baixos. Isso é falta de planejamento, faltou sentar e fazer as contas direitinho. Se colocar tudo no papel, vai ver que ele está praticamente pagando para trabalhar, com uma margem de lucro irrisória. Esse tipo de fotógrafo quebra em pouco tempo, literalmente não tem como se sustentar assim.


Sunriser

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.223
  • Sexo: Masculino
  • Deus seja louvado
    • Sunriser Photography Facebook
Resposta #7 Online: 20 de Junho de 2014, 23:35:07
Onde esse pessoal faz os álbuns, hein? Muito barato!

Queria saber também...
« Última modificação: 20 de Junho de 2014, 23:35:20 por Sunriser »


vinicius83

  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 888
  • Sexo: Masculino
Resposta #8 Online: 21 de Junho de 2014, 00:17:49
Queria saber também...

Deve ser na Saraiva.... a revista que ele diz entrega no site tem o formato bem parecido com esse http://www.livrariasaraiva.com.br/revelacao-digital/fotolivro-revistinha.htm

Cada um sabe onde o calo aperta... as vezes a moça ta por ai andando de chevette 89 tentando sobreviver com uma câmera que ganhou no bingo, ninguém sabe se ela passa ou já passou fome ou está bem de vida brincando de fotografa,  não cabe a min julgar as pessoas. Se as pessoas acham que podem trabalhar fazendo algo que não conhece, contrata quem quer.
É melhor tirar uma foto com uma câmera imperfeita do que não tirar nenhuma
Sony Alpha a6000 + SELP1650 + SEL55210 + Meike MK320

flickr


Humberto Yoji

  • Trade Count: (23)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.759
  • Sexo: Masculino
    • Humberto Yoji - fotógrafo
Resposta #9 Online: 21 de Junho de 2014, 01:42:24
Cada um sabe onde o calo aperta... as vezes a moça ta por ai andando de chevette 89 tentando sobreviver com uma câmera que ganhou no bingo, ninguém sabe se ela passa ou já passou fome ou está bem de vida brincando de fotografa,  não cabe a min julgar as pessoas.

Mas aí é que está, não estou julgando ninguém e nem achando ruim alguém ter preços baixos. Mas fotografia tem um custo mínimo; abaixo disso, você está literalmente pagando para trabalhar. Com esses preços não tem como ter lucro, de verdade, é lucro próximo de zero, o até mesmo só prejuízo. Não estou fazendo juízo de valor, estou falando de matemática simples.

A mim não afeta em absolutamente nada alguém cobrando isso, mas me preocupo de verdade é com a pessoa mesmo, com o profissional. Quando ele se der conta, vai ver que está tendo apenas prejuízo, por mais trabalhos que pegue, pois os custos são maiores do que o que ele cobra. Simples assim. Uma pessoa que cobra isso não sabe onde o calo aperta.
« Última modificação: 21 de Junho de 2014, 01:42:51 por Humberto Teté »


Luciano.Queiroz

  • Trade Count: (30)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.436
  • Sexo: Masculino
    • Luciano Queiroz
Resposta #10 Online: 21 de Junho de 2014, 07:34:14
o maior problema é que muitas vezes as pessoas em geral entendem que lucro é dinheiro que sobra no bolso depois do pagamento.. A conta é assim, cobrou 500 e o fotolivro custou 100, lucro de 400.

não enxergam custos de manutenção de equipamento, do carro que usam pra se locomover, da depreciação, de custo da hora de trabalho, etc..

E aí, quando a câmera que compraram pra virar fotógrafo dá pau depois de 2 anos que estão no negócio e precisam comprar outra, percebem que estão quebrados.
« Última modificação: 21 de Junho de 2014, 07:35:40 por Luciano.Queiroz »
Luciano Queiroz
www.lucianoqueiroz.com
Facebook: @caminhotracado - https://goo.gl/pNRgQX
Instagram: @caminhotrtacado - https://goo.gl/Gou1E2
Youtube: www.youtube.com/c/caminhotracado


Kokimoto

  • Trade Count: (30)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.091
    • Mototuristas
Resposta #11 Online: 21 de Junho de 2014, 08:13:32
Pois é, precisam fazer um cursinho do Sebrae ou coisa do tipo.
D600 - E-M10


Paulo Arruda

  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.963
  • Sexo: Masculino
Resposta #12 Online: 21 de Junho de 2014, 10:15:32
A questão é que a pessoa não vive... ela (sobre)vive.
Claro que não é julgar... pq qualquer um que esteja "apertado", com poucas oportunidades vai correr pra um lado que entre grana "fácil"... mesmo que a conta não feche depois... é o tal capital de giro.
É uma pena mesmo pois concordo com o Teté... isso a médio e longo prazo não se sustenta.
Aí é quase uma questão de "modismo"... ou trabalho temporário... a pessoa entra no ramo, faz o seu "ganha pão" momentâneo, geralmente não se aprofunda porque cursos, livros e equipamentos são muito caros... aí, a hora que aparece outra situação para ganhar dinheiro, quer por outra função, opção ou oportunidade e essa pessoa muda de ramo.


Paulo Arruda

  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.963
  • Sexo: Masculino
Resposta #13 Online: 21 de Junho de 2014, 10:21:35
Complementando... como alguns sabem, trabalho em agência de publicidade e contratamos fotógrafos (agora muito menos que antes pois a agência tem outro foco).
Esta semana contratamos um pra fazer uns "stills"... 6 fotos... perguntaram internamente meu preço... e mesmo eu estando lá dentro não peguei o trampo pq achei desaforo o preço que estavam pagando.
Há uns 5 anos, pagava-se por foto nas condições R$ 1.000 a R$ 1.200... o cara fez todas por R$ 900,00.
Maaaassss há que se ver o lado do fotógrafo tbém... se ele pega um trampo desse por semana, trabalha 1 dia por semana e ganha R$ 4.000 por mês... é um salário muito bom comparado com qualquer outra atividade. Então tudo vai do que você oferece, a quem oferece e o quanto quer trabalhar.


RafaZ

  • Trade Count: (4)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.330
  • Sexo: Masculino
  • Devagar e quase sempre.
Resposta #14 Online: 21 de Junho de 2014, 10:36:44
Complementando... como alguns sabem, trabalho em agência de publicidade e contratamos fotógrafos (agora muito menos que antes pois a agência tem outro foco).
Esta semana contratamos um pra fazer uns "stills"... 6 fotos... perguntaram internamente meu preço... e mesmo eu estando lá dentro não peguei o trampo pq achei desaforo o preço que estavam pagando.
Há uns 5 anos, pagava-se por foto nas condições R$ 1.000 a R$ 1.200... o cara fez todas por R$ 900,00.
Maaaassss há que se ver o lado do fotógrafo tbém... se ele pega um trampo desse por semana, trabalha 1 dia por semana e ganha R$ 4.000 por mês... é um salário muito bom comparado com qualquer outra atividade. Então tudo vai do que você oferece, a quem oferece e o quanto quer trabalhar.
Curiosidade de um completo leigo, quanto tempo ela leva, ou você levaria, pra fazer as 6 fotos?
Kodak Ektra 100 | Flash Magicube