Autor Tópico: Durabilidade dos Obturadores  (Lida 973 vezes)

GRM

  • Trade Count: (8)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.746
Online: 22 de Março de 2005, 00:27:56
Tenho visto alguns posts relatando a vida útil (estimada) dos obturadores das digitais entre valores entre 3.000 até 10.000 disparos.

Polêmico, porque são valores muito baixos.

Fui pesquisar esse assunto, e resumo o que encontrei em dois materiais, um artigo do Ricciardi e outra informação obtida junto à T. Tanaka:

- O conjunto mecânico, obturador mais espelho, de uma D70 ou de uma EOS300 estima-se vida útil em 50.000 disparos (e não 10.000). A 10D também é estimada em 50.000, embora relatos mostrem que seja comum atingir 70.000 sem problemas.

Fonte: Ricciardi / T. Tanaka

---

Pessoalmente não acredito que uma compacta digital dure menos de 50.000 também, visto que se uma EOS 300D que não é uma câmera com a robustez das profissionais, sendo antes uma SLR amadora avançada (ou de entrada), possuindo um conjunto mais sujeito a problemas (em função da mecânica mais complexa), compactas digitais que não devem ficar muito longe disso.

É um assunto legal para ser pesquisado.
« Última modificação: 22 de Março de 2005, 01:33:34 por Guss »
Nikon/Panasonic Gear


Georges

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.749
  • Sexo: Masculino
    • http://www.flickr.com/photos/grgs
Resposta #1 Online: 22 de Março de 2005, 00:31:57
Não boto fé nenhuma no Ricciardi... Cada coisa dele que já li, como que a Sony iria a médio prazo dominar o mercado de DSLRs (?!), entre outros devaneios. Em tempo Guss: se bobear, acho que no próprio manual da câmera há uma estimativa de durabilidade, vale dar uma olhadinha.
Georges Lemos
Florianópolis - Santa Catarina - Brasil


GRM

  • Trade Count: (8)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.746
Resposta #2 Online: 22 de Março de 2005, 00:44:56
É, Georges. Sinceramente não sei, mas uma coisa eu não acredito, que a durabilidade de disparos (estimada) seja em torno de 10.000, isso não é nada. Não sei das outras marcas, mas vou tentar obter uma informação em relação às Panasonic no suporte deles no exterior. No manual não encontrei nada.

---

Atualizando: nos fóruns internos do Dpreview vi relatos de D70 ultrapassando 100.000 disparos, EOS300D e 10D em média 50-70.000, e compactas em torno de 30.000, mas funcionando, visto que os donos ainda não haviam tido problemas. Ou seja, no mínimo 30.000, com poucas exceções de problemas. Reiterando, não posso imaginar menos de 10.000 disparos (o que ainda acho bem pouco), veja o caso das Panasonic com burst infinito, 200 fotos em minutos. De qualquer forma não encontrei nenhum documento de fonte oficial com estimativas, permance em aberto.
« Última modificação: 22 de Março de 2005, 01:36:08 por Guss »
Nikon/Panasonic Gear


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.740
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #3 Online: 22 de Março de 2005, 01:44:16
Olha segundo a Canon o ponto crítico da 300D é 20mil disparos, segundo o suporte da Nikon a D70 é 30mil, 10D é 50 mil e 20D é 100mil.
Isso não é uma bomba relógio, que quebra exatamente no 20mil, pode durar mais ou menos, relatos de D70 com 100mil eu já vi também, assim como já vi D70 travar com 15mil, existe uma certa variabilidade nisso, a estimativa é feito por uma média, que é o valor indicado, com um intervalo de confiança de 95% (tbm segundo os suportes) mas de desvio padrão desconhecido (nenhum dos suportes informa), então o valor de quebra só serve como um parâmetro de quão robusto é um dado equipamento, mesmo porque eu já vi relatos de F5 com 1,5milhões de disparos em um disparador que era para durar 300 mil, como contaram eu não sei, como durou tudo isso tbm não sei, a câmera deve ter trabalhado apenas em condições muito ideais de temperatura e etc, as compactas realmente tem uma durabilidade menor, mesmo porque não são câmeras feitas para uso intenso, a maioria delas tem durabilidade entre 7 mil e 15 mil disparos (dependendo do modelo) antes de apresentar perdas mecânicas como falhas constantes no AF, falhas no diafragma (essas são bem mais graves), dentre outras falhazinhas mecânicas. :/
Normalmente o modo burst desgasta menos o equipamento e já vi muitos usuários que relatavam que suas compactas estavam boas mas estavam com inconsistencias de AF de quase 35% enquanto o normal raramente passa de 3% nas boas compactas e 7% nas mais satisfatórias, o problema é que como é um problema que vai aumentando de ocorrência com o uso o usuário não percebe.
Lembrando que como a compacta não tem disparador os problemas maiores são recerentes a precisão do AF mesmo (que não inutiliza a câmera, mas causa perda significativa de performance), seguidos do diafragma (que é um problema que inutiliza a câmera mas é mais raro de acontecer)
« Última modificação: 22 de Março de 2005, 01:47:48 por Leo Terra »
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


neocosmo

  • Trade Count: (10)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.055
    • http://neocosmo.deviantart.com/
Resposta #4 Online: 22 de Março de 2005, 02:14:36
E ae gente?
Tudo jóia?

Creio que a vida útil é estimada em números, mas não porque o disparador aguenta esse número especificamente, mas sim devido ao tipo de uso que cada cÂmera possui, o fabricante diz que a câmera aguenta tantos disparos (podendo ocorrer variações)


Devo ter tirado bem mais do que 15.000 mil fotos com uma camera que tenho e não percebi nada de anormal...

Mas eu fui comparar as fotos (qualidade) das primeiras fotos que tirei e as últimas, em situações parecidas, me parece que as primeiras fotos sairam um pouco melhores... Porém, nada que umas regulagens de EV e brilho para não melhorar as fotos.... hhehe.

Bom, é isso aí.

Se alguém souber, descobrir alguma informação precisa sobre o "caso" (hehehe) deixe-nos informados.

Abraços,

Renato
Renato Ventura - Mococa e Ribeirão Preto/SP[/size]
email: renatoventura@uol.com.br