Autor Tópico: Reflexão interessante  (Lida 391 vezes)

bruno guimarães

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 18
Online: 24 de Julho de 2014, 15:27:42
Até onde o olhar crítico do fotógrafo atrapalha a fotografia?

Me deparo com uma certa frequência com essa questão. Na hora de editar as fotos acabo muitas vezes tentando achar erros. Até onde isso é certo?
Qual o limite entre um olhar sincero e o exageradamente crítico? E se a foto está tecnicamente errada, mas ela de alguma forma capta seu olhar e meche com vc...
Muitas vezes falta criatividade no olhar do fotógrafo? O que é mais difícil fotografar ou entender a foto que você está olhando?


C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.509
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Resposta #1 Online: 24 de Julho de 2014, 16:54:41
Tudo depende dos criterios que vc estabelece, para aquilo que vc quer criar, transmitir, narrar e contextualizar/descontextualizar.

Uma foto pode estar perfeita em tudo que eh questao basica de composicao, nitidez, balanco de branco, momento, angulo, tudo. Mas se nao estiver de acordo com o que vc quer transmitir, a foto esta ruim, para o que vc procura.

Poe esse principio, vc sabe se a foto esta boa ou ruim quando vc sabe o que quer. E quanto mais claro vc tem na cabeca o que quer, mais facil de avaliar se a foto esta boa ou ruim.


E entre os criterios existem pessoas que quando faz umafoto fora do padrao que esta acostumado a fazer, considera a foto ruim. Ja tem outras pessoas que quando comeca a perceber que as fotos estao ficando muito padronizadas com o que ja fez antes, considera elas ruim.

Mas em geral, vc sabe quando a foto esta boa quando ela contem uma certa metafisica, uma magica, um misterio, algo transcedente, algo que nao se ve e nao se regula, mas se sente. Essas sao as fotos que nos fazem viajar, adentrar outro mundo, sem sair do lugar.

As fotos que sao apenas bonitinhas... sao boas apenas no bonitinho e nada alem disso.

Se vc acredita ou naoem beleza interior ei ja eh com vc.


jefersonperrot

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 710
  • Sexo: Masculino
  • Tudo posso naquele que me fortalece - Fp 4:13
Resposta #2 Online: 24 de Julho de 2014, 17:24:00
Uma das grandes "ajudas" que tive quando comecei a fotografar (não que seja muito experiente) foi dada por um grande fotógrafo de casamentos e amigo pessoal. Ele me disse que a melhor forma de progredir no fotografia é analisando suas próprias fotos.
No momento não entendi bem como isso me ajudaria, mas com o passar do tempo pude perceber que quando você repara os próprios "erros", ou coisas que lhe incomodam, é bem provável que você não volte mais a fazer.
Pra mim essa análise contínua ajudou grandemente.
Canon


bruno guimarães

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 18
Resposta #3 Online: 25 de Julho de 2014, 10:07:09
Jeferson, é exatamente essa a questão. Quando e onde está o erro? O amigo CROIX esclareceu um pouco isso. A grande questão é você saber o que quer. Depois disso vc vai conseguir saber o que não te agradou.


jefersonperrot

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 710
  • Sexo: Masculino
  • Tudo posso naquele que me fortalece - Fp 4:13
Resposta #4 Online: 28 de Julho de 2014, 12:52:02
Eu vejo da seguinte forma isso.
Pra mim, quando é uma foto onde vc quer expressar algo, tudo está perfeito se vc conseguiu expressar o que desejada.
Quando um cliente solicita uma foto de uma forma X e vc consegue a foto da forma X, vc acertou tb.
Eu li uma vez aqui no fórum algo que me deixou muito pensativo, o cara dizia mais ou menos isso: "As vezes ficamos muito presos à detalhes como foto, exposição e etc. que esquecemos de fotografar".
Isso me deixou muito pensativo a ponto de entender que basicamente a essência é transmitir e não apenas reproduzir.
Sei lá estou acertando nisso, mas acredito na minha fotografia como canal de comunicação e isso tem me feito muito bem  :D
Canon