Autor Tópico: Astrofotografia com lente Canon EF 200mm f/2.8L II USM  (Lida 3373 vezes)

paulchess10

  • Trade Count: (9)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 502
  • Sexo: Masculino
    • Astronomia Observacional e Astrofotografia Amadora
Online: 25 de Julho de 2014, 23:21:42
Saudações amigos!
Tive a oportunidade de comprar a magnífica lente Canon EF 200mm f/2.8L II USM, aqui mesmo no Mundo Fotográfico!
Convido a todos para visitarem a mais nova postagem no meu blog e conferirem uma breve análise da lente em questão para astrofotografia, bem como para ver, dentre as fotos que ela me proporcionou, as que mais gostei:

http://astrosantos.blogspot.com.br/2014/07/astrofotografia-com-lente-canon-ef_9.html

Abraços a todos!


Pope

  • SysOp
  • Trade Count: (31)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.191
  • Sexo: Masculino
    • Renato Pope
Resposta #1 Online: 25 de Julho de 2014, 23:30:50
Belas fotos!
"If you wanted a cheap profession to get into you picked the wrong one."Zack Arias
Flickr


Thales Souto

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (29)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 11.894
  • Sexo: Masculino
  • "Fotografia é um hobby viciante"
    • http://www.instagram.com/soutonaamerica
Resposta #2 Online: 25 de Julho de 2014, 23:52:31
Muito bacanas as fotos. Poderia descrever um pouco mais sobre a técnica e o fluxo de tratamento das fotos que você utiliza no seu trabalho?
D610 + AF-S 50 1.8 G + AF 24 2.8 D + YN685
"Polímeros, aulas, família e fotografia. Não necessariamente nessa mesma ordem...."
Meu canal no YouTube sobre fotografia: http://www.youtube.com/channel/UCCS35q7G_BRE6aVdXXEOKNg
www.flickr.com/photos/tsouto


AFShalders

  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.974
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #3 Online: 26 de Julho de 2014, 01:06:45
Ótimas !
Ética não é negociável.

Viciado em Fotografia desde 1980
www.oldgoodlight.blogspot.com
www.flickr.com/groorj


Raphael Valente

  • Trade Count: (8)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 264
  • Sexo: Masculino
  • Transmita bons sentimentos!
Resposta #4 Online: 26 de Julho de 2014, 01:37:54
também gostaria de saber como funciona o procedimento (captura e tratamento). Afinal belas fotos!
Nikon D7100 - 10-24, 18-105, 35 1.8G, 70-300VR e Tamron 17-50 2.8.

Flickr: https://www.flickr.com/photos/raphavalente/


jpl

  • Trade Count: (5)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 132
  • Sexo: Masculino
Resposta #5 Online: 26 de Julho de 2014, 02:15:27
Fiquei curioso também...  :ponder:

Muito bacana as fotos!
6D | 60D | 24-105mm L | 100mm f2.8 Macro | 85mm f1.8 | 10-18mm | Tamron 17-50mm f2.8 | 600EX-RT | 430EX-II | 90EX


Rafael Lima

  • Trade Count: (28)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.696
  • Sexo: Masculino
  • Fotógrafo de natureza e observador de aves
Resposta #6 Online: 26 de Julho de 2014, 02:23:09
Ótimas fotos :)
Ornitólogo e fotógrafo de natureza.
Canon 7D Mark II - EF 300mm f/4 L IS USM - TC 1.4x II
Meu WikiAves
Meu Flickr
Meu 500px


Tupiniquim

  • Trade Count: (5)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.204
  • Sexo: Masculino
    • Flickr
Resposta #7 Online: 26 de Julho de 2014, 06:48:22
Fotos bem bacanas, mesmo.
Faço coro aos que pediram para você falar um pouco sobre a técnica utilizada.
T3i + Sigma 10-20; Sigma 17-50 f 2.8; Canon 55-250; 50 F 1.8
5D Mark II + 24-105; YN 35; 85 F 1.8;
580EX II


Renan.Paiva

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 551
  • Sexo: Masculino
Resposta #8 Online: 26 de Julho de 2014, 07:33:50
Muito bom mesmo parabéns, agora engordando o coro como que faz????
Nikon D7100 - 35mm DX 1.8G - 50 mm AF-S 1.8G - 55 200 VR - Tamron 17-50 2.8 VC DX II


Rick99

  • Trade Count: (4)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.845
  • Sexo: Masculino
  • Amador
Resposta #9 Online: 26 de Julho de 2014, 16:51:10
Não entendo nada de astrofotografia, mas achei as fotos bem bacanas.
Nunca imaginei que uma EF-200mm fosse capaz disso.

Uma vez tentei fazer isto com minha 16-35mm, mas não deu certo...hahaahah

http://www.galeriadometeorito.com/2014/06/tutorial-astrofotografia-mesmo-com-poluicao-luminosa-justin-ng.html?spref=fb#.U9QGh1abHRZ


AFShalders

  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.974
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #10 Online: 26 de Julho de 2014, 23:16:21
Astrofotografia tem suas dificuldades, mas hoje em dia com digital ficou mais fácil. Em vez de fazer uma exposição longuissima com acompanhamento do movimento celeste, pode-se fazer várias exposições curtas e depois o stacking resultando em uma exposição longa. Tem muito pós processamento depois mas é sopa perto de fazer com filme.
Ética não é negociável.

Viciado em Fotografia desde 1980
www.oldgoodlight.blogspot.com
www.flickr.com/groorj


paulchess10

  • Trade Count: (9)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 502
  • Sexo: Masculino
    • Astronomia Observacional e Astrofotografia Amadora
Resposta #11 Online: 28 de Julho de 2014, 14:17:50
Boa tarde a todos!

Peço perdão por ter demorado tanto em retornar.

O primeiro passo para fazer fotografias de objetos de céu profundo é necessário uma boa montagem equatorial. É necessário pensar na montagem antes de tudo.

A montagem equatorial é alinhada com o polo sul celeste e um motor compensa o movimento de rotação da Terra. A minha montagem tem ainda a função GoTo (o qual não é obrigatória, mas facilita muito): você indica no controle de mão o objeto que quer fotografar e a montagem mira sozinha, poupando o tempo de procurar.


Vejam mais sobre  a montagem que uso aqui: http://astrosantos.blogspot.com.br/2014/06/montagem-equatorial-germanica-celestron.html

Quanto à captura e processamento, é necessário seguir, em resumo, os seguintes passos:

1 - captar vários light frames, fotos propriamente ditas do objeto, com as configurações de exposição que a poluição luminosa permitir

2 - são capturadas várias fotos do mesmo objeto. Eu, por exemplo, deixo o Magic Lantern por cerca de uma hora, tirando vários cliques consecutivos do mesmo objeto (usei, nas fotos do post, 3 minutos, ISO800, f4). Essas fotos são integradas por meio do software DeepSkyStacker. Por que várias fotos? Para melhorar a razão sinal-ruído.

3 - capturar vários dark frames, fotos com a mesma exposição dos light frames, mas com a lente da câmera tampada. Com esses arquivos, o programa consegue separar o que são estrelas do que é ruído térmico do sensor, eliminando esses e deixando a foto mais limpa.

4 - Isso é o mínimo. Recomenda-se ainda fazer:
- Flat frames: usando o mesmo ISO e abertura dos light frames, fotografando uma folha em branco, somente com o tempo de exposição necessário para não estourar. Serve para o programa detectar vinhetas da lente e sugeira no sensor. Nem sempre faço esses porque o sensor da minha câmera está ok e a Canon 200mm não gera vinhetas perceptíveis em f4.
- Off set frames: usando o mesmo ISO dos light frames, com a lente tampada, usando a velocidade máxima de obturação da câmera (1/4000 ou 1/8000 conforme o caso)

5 - Vale aquela máxima de que o melhor desempenho da lente é alguns pontos acima da abertura máxima.

6 - Fotografar em RAW é importantíssimo: http://astrosantos.blogspot.com.br/2014/07/a-importancia-da-captura-em-raw.html

Qualquer dúvida estamos aí!
« Última modificação: 28 de Julho de 2014, 14:29:38 por paulchess10 »


paulchess10

  • Trade Count: (9)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 502
  • Sexo: Masculino
    • Astronomia Observacional e Astrofotografia Amadora
Resposta #12 Online: 28 de Julho de 2014, 14:23:37
Reiterando a importância em primeiro lugar da montagem equatorial, vejam essa foto da Via Láctea:

https://www.flickr.com/photos/paulchess10/14780241783/

Foi feita com a 18-135mm do kit em 18mm.


AFShalders

  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.974
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #13 Online: 28 de Julho de 2014, 17:14:26
Chato é alinhar o eixo com o polo sul celeste.... Tenho ainda guardada em algum lugar uma montagem alt-azimutal da Meade com acompanhamento eletrônico daqueles tipo goto que quebra o galho quando usada com baixo aumento. A equatorial que eu tinha foi vendida a séculos, so pegava tubos de 60mm de diametro.

O programa que eu usava era o Registax para o stacking e o Iris para o processamento. Pena que na minha mudança eu acabei perdendo o HD com as imagens    :aua:
Ética não é negociável.

Viciado em Fotografia desde 1980
www.oldgoodlight.blogspot.com
www.flickr.com/groorj


paulchess10

  • Trade Count: (9)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 502
  • Sexo: Masculino
    • Astronomia Observacional e Astrofotografia Amadora
Resposta #14 Online: 28 de Julho de 2014, 17:49:23
O alinhamento polar é problemático mesmo, mas esse divertido artigo me ajudou bastante:

http://nunciusaustralis.blogspot.com.br/2014/05/alinhamento-polar-para-preguicosos.html

Depois de alinhada a montagem pela primeira vez, e das primeiras fotos com tempo de exposição longo (3 minutos - antes usava 30 segundos), aí ficou fácil: foi só marcar no chão os locais para colocar as pernas do tripé. Hoje não gasto quase nada com alinhamento polar.