Autor Tópico: Qual configuração de tamanho?  (Lida 4481 vezes)

andresylva

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 155
Online: 25 de Outubro de 2014, 08:29:49
Amigos, dentre as opções de configuração de proporção de tamanho das fotos (3:2, 4:3, 16:9 etc.) qual normalmente vocês costumam utilizar em suas compactas?


pedromartins021

  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 882
  • Sexo: Masculino
Resposta #1 Online: 25 de Outubro de 2014, 08:35:33
Eu uso 3:2


andresylva

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 155
Resposta #2 Online: 25 de Outubro de 2014, 10:25:09
Eu uso 3:2

Pedro, obrigado por responder.

Algum motivo especial para utilizar o 3:2?

Eu venho utilizando o 4:3 por ser a configuração que mais parece se aproximar do tamanho de impressão 15x21, mas recentemente fiquei em dúvida se é a melhor opção.


Márcio A.A.

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 224
Resposta #3 Online: 25 de Outubro de 2014, 15:02:57
Use a proporção que mais aproveitar o formato do seu sensor. Assim, pode recortar a imagem para a impressão depois, mas vai ter a maior imagem sem perda de qualidade.

Se seu sensor é 4:3 e você usa 3:2 vai estar cortando por cima e por baixo. Se for 3:2 e usar 4:3 vai estar cortando as laterais. Assim estará desperdiçando pixels.
Canon EOS 70D
Canon Powershot SX50 HS


Marcos Capelini

  • Trade Count: (1)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 193
    • Blog Fotorabiscos
Resposta #4 Online: 25 de Outubro de 2014, 19:29:08
André,

Respondendo à sua questão inicial: costumo deixar a câmera em 3:2, e mudar para 4:3 (mais "quadrado") ou 16:9 (mais longo), conforme a necessidade.  Prefiro, dentro do possível (*), deixar a composição o mais próximo do que desejo já no momento do clique.  Isso me faz mudar bastante o formato entre uma foto e outra, e como no menu da minha câmera o 3:2  está no meio entre os outros dois que uso, é mais conveniente deixá-lo assim.  Além disso, para fotos horizontais em geral, o 3:2 funciona bem.

Quanto a desperdiçar pixels, pessoalmente não me preocupo com isso.  Qualquer câmera hoje tem resolução suficiente para quase qualquer tamanho de ampliação que você desejar, principalmente para uso amador.  Prefiro ter uma foto que tenha o formato e composição que concebi quando fotografei, do que ganhar alguns megapixels que mal seriam percebidos numa ampliação razoável.

(*): às vezes, quando planejo fazer correção de perspectiva posteriormente (ex: fotos de cenas urbanas, arquitetura), opto por um formato mais quadrado do que o que terei no final, para poder "esticar" a imagem o suficiente no tratamento.
Panasonic GM1, GX1 (infravermelho)
Lentes Panasonic 20mm f/1.7, 12-32mm,  SMC Takumar 50mm f/1.4, Michael Lens 35mm f/1.6 (C-mount)

Blog: FotoRabiscos
Flickr: infravermelho/convencional


pedromartins021

  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 882
  • Sexo: Masculino
Resposta #5 Online: 25 de Outubro de 2014, 20:54:52
Pedro, obrigado por responder.

Algum motivo especial para utilizar o 3:2?

Eu venho utilizando o 4:3 por ser a configuração que mais parece se aproximar do tamanho de impressão 15x21, mas recentemente fiquei em dúvida se é a melhor opção.

Porque a maioria dos quiosques de impressao utilizam essa proporção.


Sunriser

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.219
  • Sexo: Masculino
  • Deus seja louvado
    • Sunriser Photography Facebook
Resposta #6 Online: 25 de Outubro de 2014, 21:35:30
Uso só o 3:2 pois me parece mais agradável aos olhos que o 4:3, além de facilitar na hora de fazer impressões.


Márcio A.A.

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 224
Resposta #7 Online: 26 de Outubro de 2014, 05:35:34
André,

Respondendo à sua questão inicial: costumo deixar a câmera em 3:2, e mudar para 4:3 (mais "quadrado") ou 16:9 (mais longo), conforme a necessidade.  Prefiro, dentro do possível (*), deixar a composição o mais próximo do que desejo já no momento do clique.  Isso me faz mudar bastante o formato entre uma foto e outra, e como no menu da minha câmera o 3:2  está no meio entre os outros dois que uso, é mais conveniente deixá-lo assim.  Além disso, para fotos horizontais em geral, o 3:2 funciona bem.

Quanto a desperdiçar pixels, pessoalmente não me preocupo com isso.  Qualquer câmera hoje tem resolução suficiente para quase qualquer tamanho de ampliação que você desejar, principalmente para uso amador.  Prefiro ter uma foto que tenha o formato e composição que concebi quando fotografei, do que ganhar alguns megapixels que mal seriam percebidos numa ampliação razoável.

(*): às vezes, quando planejo fazer correção de perspectiva posteriormente (ex: fotos de cenas urbanas, arquitetura), opto por um formato mais quadrado do que o que terei no final, para poder "esticar" a imagem o suficiente no tratamento.

Se a mudança de formato é pensada de acordo com o enquadramento, como no seu caso, tudo bem. Mas imagina se ele tem uma câmera com sensor 3:2 e deixa em 4:3 em definitivo. Só aí ele já perdeu as laterais do sensor. Aí, vamos imaginar que ele vai no minilab revelar a foto, e eles vão imprimir em 3:2. Além das laterais do sensor ele acaba de perder mais as partes de cima de de baixo. É uma redução considerável de área. Na verdade são 26% do sensor sem utilidade. É mais de 1/4 do sensor.

Temos que lembrar que o tempo passa, e as resoluções das mídias aumentam. Há 10 anos o padrão era de câmeras de 3MP. Na época uma foto nessa resolução era gigante, pois a resolução dos monitores era 800x600. Eu tenho ótimas fotos dessa época, mas hoje elas em 100% ficam quase justas na resolução do meu monitor, que é 1920x1080. As telas tendem a ficar maiores e com mais pontos por polegada. As câmeras se vão e vêm outras novas, mas as fotos ficam. Melhor que elas fiquem com um tamanho legal.

Daqui há pouco nosso padrão de monitor será 4k, e fotos em 12MP darão justas para caber como papel de parede.
Canon EOS 70D
Canon Powershot SX50 HS


Marcos Capelini

  • Trade Count: (1)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 193
    • Blog Fotorabiscos
Resposta #8 Online: 26 de Outubro de 2014, 10:19:53
Considerações lógicas e importantes, Márcio.  Respondi como eu faço e porque, mas a rigor há uns 7 bilhões de realidades diferentes lá fora.  ;) 

Acrescento mais um detalhe de como eu faço com minhas fotos, pois tem a ver com o que você mencionou: jamais imprimo qualquer foto, em qualquer formado, sem acrescentar margens para adaptar o formato original ao formato de impressão. Até em 10x15 ou 20x30 de uma foto originalmente em 3:2 eu coloco margem, pois não suporto o corte automático ("sangria") dos laboratórios. Mas é o meu jogo, cada um tem o seu  :ok:

De qualquer forma, faço rotineiramente impressões 30x40 e 30x45 de 12 ou mesmo 10 megapixels, e acho o resultado plenamente satisfatório(para meus propósitos), mesmo para imagens bastante detalhadas.  Em termos objetivos, poderia ficar um pouco melhor se as fotos tivessem mais resolução, mas não iria mudar de maneira alguma a personalidade geral de uma ampliação nesses tamanhos.  Na minha experiência, e para os meus propósitos, numa apliação até 30x45 a partir de uns 10-2MP, me preocupo mais com a acutância do que com a resolução.
Panasonic GM1, GX1 (infravermelho)
Lentes Panasonic 20mm f/1.7, 12-32mm,  SMC Takumar 50mm f/1.4, Michael Lens 35mm f/1.6 (C-mount)

Blog: FotoRabiscos
Flickr: infravermelho/convencional


andrey.miranda

  • Trade Count: (2)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 127
Resposta #9 Online: 03 de Novembro de 2014, 20:53:58
Tem que levar em conta também a distancia de visualização da foto. Uma 30x45 de 5MP pode não apresentar defeito nenhum visto de 2 ou 3 metros de distancia, já se for vista de mais perto pode parecer pixelada.  :ok: :ok: :ok:
Canon 50D + Canon SX50HS
Canon EF-S 18-135mm f 3.5-5.6 IS II + Canon EF 50mm f 1.8 + Canon EF 100-400mm f 4.5-5.6 L IS
Canon Speedlite 580 EX II