Autor Tópico: Pós-Produção vs técnica.  (Lida 1876 vezes)

KoioZ

  • Trade Count: (1)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 175
  • Sexo: Masculino
Online: 28 de Janeiro de 2015, 15:57:08
Abri o tópico para refletir um pouco sobre o assunto.

Até que ponto deixar para modificar na Pós em substituição à técnica é considerado fotografia e não "Photoshopagem".

Digo isso porque estou fazendo buscas no fórum sobre diversos temas que tenho conhecimento bastante pequeno e me deparo em todos os tópicos algumas pessoas escrevendo a seguinte frase:

Fotografa em RAW e corrige na pós.

Concordo que fotografar em RAW trás enormes vantagens e possibilidades para trabalharmos com a imagem, e também utilizo RAW a maior parte do tempo, mas a minha dúvida é, não deveríamos aprender capturar a imagem o mais próximo possível do que desejamos, e usar a edição como um recurso para situação em que isso não foi possível? :ponder:

Digo isso pois se deixarmos de nos preocupar com o WB, Cor de preenchimento do flash, controle de luminosidade, eliminação de reflexos, controle de perspectiva, entre outras coisas, qual o objetivo de se aprender e estudar  fotografia? É só "corrigir" tudo na pós mesmo.
« Última modificação: 28 de Janeiro de 2015, 15:58:38 por KoioZ »


Luciano.Queiroz

  • Trade Count: (30)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.394
  • Sexo: Masculino
    • Luciano Queiroz
Resposta #1 Online: 28 de Janeiro de 2015, 16:10:00
Não existe fotografia sem pós produção.

Agora, quanto de pós produção cada um quer usar, cada um que decida. Uma fotografia não é mais ou menos fotografia porque tem mais ou menos pós produção. Não existe uma escala pra isso.

Entendi o que você quis dizer, mas ao contrário do que você coloca, não dá pra salvar tudo na pós, então tem que saber sim o que está fazendo. E tem coisa que é mais fácil fazer na pós do que na hora de fotografar, como WB por exemplo.
« Última modificação: 28 de Janeiro de 2015, 16:10:28 por Luciano.Queiroz »
Luciano Queiroz
www.lucianoqueiroz.com
Facebook: @caminhotracado - https://goo.gl/pNRgQX
Instagram: @caminhotrtacado - https://goo.gl/Gou1E2
Youtube: www.youtube.com/c/caminhotracado


Mr. Hyde

  • Trade Count: (4)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 16.575
  • Sexo: Masculino
    • Faceboock
Resposta #2 Online: 28 de Janeiro de 2015, 16:50:26
Primeiro há que se fazer distinção entre tratamento, edição, manipulação, etc... e termos correlatos.

Eu, EUZINHO aqui, penso haver diferença entre o trabalho de correção de brilho/cor/contraste/nitidez/exposição/perspectiva/etc... e o trabalho de retirada de marcas da pele, cicatrizes, espinhas, celulite, emagrecimento, fortalecimento, etc... e o trabalho de mesclagem fotos com extração de elementos de diferentes cenas e junção em uma única.

Tudo, absolutamente TUDO que foi descrito aí em cima os fotógrafos, e especialmente os laboratoristas, já faziam desde os primórdios da fotografia. Não tem nada de novo no front.

Mas eu entendo seu sentimento e compartilho dele.
Há que se separar o que é facilidade de pós produção, como por exemplo a correção do WB ou a correção de perspectiva da foto, que para ser acertada durante a cena demandaria tempo (WB) ou objetiva TS/PC (perspectiva), do que é desleixo, preguiça do fotógrafo, ou simplesmente falta de conhecimento.

No caso de facilidade, não vejo nenhum problema em deixar para acertar na pós.
No caso de preguiça no, ou desconhecimento do, fazer fotográfico vejo que o fotógrafo ou não evoluirá em sua fotografia ou abandonará o mercado de trabalho. Para qualquer uma das situações não deverá ser um fator preocupante para você, já que parto do pressuposto que se vc está em um fórum discutindo um determinado assunto com interesse é porque não tem preguiça mental no aprendizado do fazer fotográfico.

PS: E não existe apenas UM fazer fotográfico. Eles são múltiplos e cada um cria o seu e, se vive bem com ele, isso basta. Não importa se nesse fazer a pós é simples ou altamente complexa. Basta que o cara esteja feliz e em paz com sua fotografia.

____________________
"Deus perdoe o Mal que habita em mim" M. Nova


Lizandro Júnior

  • Trade Count: (18)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.494
  • Sexo: Masculino
  • "Com Deus, todas as coisas são possíveis."
    • Lizandro Júnior Fotografias
Resposta #3 Online: 28 de Janeiro de 2015, 16:56:27
Sou um exímio admirador de quem fotografa como arte. Que não abusa da pós produção para salvar uma foto.

Eu faço como você disse, tento ao máximo tirar a foto perfeita, mas entendo que nunca conseguiremos um resultado perfeito em uma fotografia e por isso utilizamos a pós-produção para "chegar" no ponto que queremos.

Brilho, contraste e cores são indispensáveis de serem corrigidas após a foto.

Eu penso assim.
Nikon D750 | Nikon D700 | Flash SB900| Nikkor 24mm f/1.8G ED | Sigma 85mm f/1.4 EX DG HSM | Tokina AT-X 16-28mm f/2.8 Pro FX |  Yongnuo 622N | Yongnuo TX

www.lizandrojunior.com  | "Com Deus, todas as coisas são possíveis."


KoioZ

  • Trade Count: (1)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 175
  • Sexo: Masculino
Resposta #4 Online: 28 de Janeiro de 2015, 16:59:05
Concordo com você quando diz cada um decida o quanto quer usar, todo mundo é livre a fazer as escolhas que quiser.

O que estou dizendo é que não estamos nos apegando exageradamente na pós para corrigir o que não foi feito corretamente durante o registro da imagem?

E o nível de edição de imagem que há hoje, acredito que dê para fazer praticamente de tudo apenas mudando o nível de dificuldade para isso, como remover reflexo, aumentar a saturação, mudar a  perspectiva em foto GA, corrigir WB de fotografias onde o assunto possui WB diferente do ambiente por causa do flash.

Da pra fazer tudo isso com mais ou menos trabalho, mas se o resultado vai ficar bom ou não é outro assunto.

Um pouco de humor  agora, não leve a mal. Na minha opinião, a pós influencia o quanto é mais ou menos fotografia sim, ou então na imagem abaixo o cara consegui uma incrivel "fotografia" do Abraham Lincoln ao lado do R2D2.




André Luis Jacob

  • Trade Count: (3)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.309
  • Sexo: Masculino
    • Jacob Fotografia Criativa
Resposta #5 Online: 28 de Janeiro de 2015, 17:02:28
Não vejo como falta de capacidade nem como falta de vontade, vejo como necessidade mesmo. Em alguns momentos é simplesmente impossível termos o resultado que desejamos, então a pós-produção se torna necessaria.

Acho um purismo desnecessário e retrogrado essa coisa de não tratar ou tratar o minimo possível, se há a necessidade deve ser feito. Ja fiz fotos que o local era do jeito que queria, enquadramento 100%, composição 100% porém havia umas poças dágua no chão pq recém tinha chovido... tirei as poças todas, o mesmo com postes, ja juntei duas imagens e fiz uma. No mais, se o cliente não percebeu, esta bem feito e é isso que vale pra mim.


KoioZ

  • Trade Count: (1)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 175
  • Sexo: Masculino
Resposta #6 Online: 28 de Janeiro de 2015, 17:14:56
Sou da opinião que devemos utilizar das ferramentas disponíveis para melhorarmos nossa fotografia, como sem foi e será usado.

Mas como foi bem observado pelos colegas, LizandroJunior e Mr. Hyde, também não vejo problemas em realizar correções para melhorar o meu registro, mas não vejo motivos para deixar para arrumar propositalmente o que poderia/deveria ser feito corretamente durante o registro. Só porque é mais fácil?

Pode ser que o resultado fique bom, mas considero que o mérito não será do fotógrafo, mas sim de quem fez a edição.


Luciano.Queiroz

  • Trade Count: (30)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.394
  • Sexo: Masculino
    • Luciano Queiroz
Resposta #7 Online: 28 de Janeiro de 2015, 17:30:08
Isso já foi amplamente discutido aqui e todo lugar na internet afora...

eu só sou da opinião que cada um faz o que quiser da sua fotografia.

Tem muita gente por exemplo que prega que edição só pode haver se for em cor, contraste, saturação etc... que se tirou ou colocou algo na foto, isso não pode, já não é mais fotografia e sim uma arte digital.. por que isso? eu particularmente não concordo.

Agora, o nível de edição que é "permitido" ter, quem sou eu pra dizer........... Todos os que viveram e praticaram o pictorialismo não eram fotógrafos? Henri Cartier-Bresson era extremamente contra o corte na foto na hora de ampliar o negativo, pregava que a composição só podia ser feita na hora da captura. Eu acho isso uma bobagem, mas só porque ele é o Bresson e eu sou um m*rda ele tá certo e eu tô errado? não acho...

« Última modificação: 28 de Janeiro de 2015, 17:31:14 por Luciano.Queiroz »
Luciano Queiroz
www.lucianoqueiroz.com
Facebook: @caminhotracado - https://goo.gl/pNRgQX
Instagram: @caminhotrtacado - https://goo.gl/Gou1E2
Youtube: www.youtube.com/c/caminhotracado


Claudio Rombauer

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.735
  • Sexo: Masculino
Resposta #8 Online: 28 de Janeiro de 2015, 17:34:57
É um assunto muito amplo e vai ter todo tipo de comportamento. Aqueles que se acomodam e clicam sem cuidado se apoiando na facilidade posterior, aqueles que não tem interesse em se aprofundar em tratamento e acabam entregando um resultado mal acabado, e existem felizmente aqueles que sabem dar valor a todas as etapas.

Uma não deve prejudicar a outra, devem ser complementares.

O processo deve ser previamente estudado, saber o que deixar pra depois e o que fazer antes do clique. E não é preguiça, existe um processo de otimização, muitas vezes o tempo é um fator determnante, e deixar coisa pra resolver na pós pode ser mais produtivo ou não.

Posso falar apenas da minha área, fotografia de produtos. Por exemplo, deixar de limpar um produto, seja por esquecimento ou por preguiça achando que "resolve na pós", pode significar uma tarde inteira perdida limpando impurezas. Por outro lado, uma pré produção eficiente, limpeza, preparação, luz bem composta, pode salvar muito tempo depois.

O negócio é saber tirar proveito de todas as etapas e tornar nosso processo produtivo e eficiente. É um processo de aprendizado.

Outro dia chegaram estes produtos, ambos muito simples de fotografar. O cabo deles estava todo amassado e não teve jeito de arrumar. A distancia era longa para deixar esticado como no briefing. Quando vi que perderia muito tempo colando o cabo na posição correta, acabei resolvendo desenhar o cabo depois. Ainda vão precisar de um refinamento, mas já é um resultado melhor do que o cabo todo amassado.


« Última modificação: 28 de Janeiro de 2015, 17:41:24 por Claudio Rombauer »


Claudio Rombauer

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.735
  • Sexo: Masculino
Resposta #9 Online: 28 de Janeiro de 2015, 17:43:48
Alguns exemplos antigos de antes/depois

http://www.midiaarte.com.br/galerias/antesdepois/


André Luis Jacob

  • Trade Count: (3)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.309
  • Sexo: Masculino
    • Jacob Fotografia Criativa
Resposta #10 Online: 28 de Janeiro de 2015, 17:44:51
É um assunto muito amplo e vai ter todo tipo de comportamento. Aqueles que se acomodam e clicam sem cuidado se apoiando na facilidade posterior, aqueles que não tem interesse em se aprofundar em tratamento e acabam entregando um resultado mal acabado, e existem felizmente aqueles que sabem dar valor a todas as etapas.

Uma não deve prejudicar a outra, devem ser complementares.

Nada mais a dizer  :ok:


Renato Cavalcante

  • Trade Count: (5)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 586
  • Sexo: Masculino
    • Website
Resposta #11 Online: 28 de Janeiro de 2015, 18:10:19
Só sei de uma coisa... Já me aconteceu várias vezes de deixar pra arrumar algo na pós (de propósito ou porque não prestei atenção na hora), e no fim das contas levei 20 minutos por foto pra arrumar algo que se eu fosse arrumar na hora, não levaria nem 5 minutos...
Canon 5DMk3 + 6D | 28mm f/2.8 | 35mm f/1.4 | 50mm f/1.4 | 85mm f/1.8 | 100mm f/2 USM | 24-105 f/4L
Site: www.renatocavalcante.com
Face: www.facebook.com/renatocavalcantefotografia
Instagram: www.instagram.com/renatocavalcantefoto
Flickr: www.flickr.com/renatocavalcante


KoioZ

  • Trade Count: (1)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 175
  • Sexo: Masculino
Resposta #12 Online: 28 de Janeiro de 2015, 18:48:46
É um assunto muito amplo e vai ter todo tipo de comportamento. Aqueles que se acomodam e clicam sem cuidado se apoiando na facilidade posterior, aqueles que não tem interesse em se aprofundar em tratamento e acabam entregando um resultado mal acabado, e existem felizmente aqueles que sabem dar valor a todas as etapas.

Uma não deve prejudicar a outra, devem ser complementares.

Concordo com tudo o que foi dito Claudio.

O que eu quis trazer para a reflexão foi que aqui mesmo no fórum está ficando comum alguém criar um tópico para tirar alguma dúvida, ou para aprender algo, e algumas pessoas responderem para fotografar em RAW e corrigir na pós.

O que me levou a criar este tópico foi, além de outros tópicos, recentemente  um usuário criou um tópico sobre como  evitar o erro de WB por diferença da temperatura do flash para a luz ambiente, e outro user também manifestou que tinha a mesma dúvida em como evitar que isso ocorresse, e várias respostas foram o dito "fotografa em RAW e corrige na pós", com se essa fosse uma técnica de fotografia para evitar esse problema, quando na verdade é uma forma de corrigir o erro, e não de evita-lo, além de não ser uma técnica fotográfica.

Tudo bem que podemos conseguir um bom resultado corrigindo na pós, mas não podemos encarar como técnica fotográfica para conseguirmos o registro desejado.


agalons

  • Trade Count: (10)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.856
Resposta #13 Online: 28 de Janeiro de 2015, 18:51:18
Só sei de uma coisa... Já me aconteceu várias vezes de deixar pra arrumar algo na pós (de propósito ou porque não prestei atenção na hora), e no fim das contas levei 20 minutos por foto pra arrumar algo que se eu fosse arrumar na hora, não levaria nem 5 minutos...

 :clap: :clap:
Eu ja pastei na pos por descuido na hora de fazer, e se perde muito tempo.
Como sou cria do filme, eu prefiro deixar a pos so para pequenos ajustes e nao
para salvar uma coisa mal feita.


Claudio Rombauer

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.735
  • Sexo: Masculino
Resposta #14 Online: 28 de Janeiro de 2015, 19:30:13
Concordo com tudo o que foi dito Claudio.

O que eu quis trazer para a reflexão foi que aqui mesmo no fórum está ficando comum alguém criar um tópico para tirar alguma dúvida, ou para aprender algo, e algumas pessoas responderem para fotografar em RAW e corrigir na pós.

O que me levou a criar este tópico foi, além de outros tópicos, recentemente  um usuário criou um tópico sobre como  evitar o erro de WB por diferença da temperatura do flash para a luz ambiente, e outro user também manifestou que tinha a mesma dúvida em como evitar que isso ocorresse, e várias respostas foram o dito "fotografa em RAW e corrige na pós", com se essa fosse uma técnica de fotografia para evitar esse problema, quando na verdade é uma forma de corrigir o erro, e não de evita-lo, além de não ser uma técnica fotográfica.

Tudo bem que podemos conseguir um bom resultado corrigindo na pós, mas não podemos encarar como técnica fotográfica para conseguirmos o registro desejado.

Eu entendo e concordo com seu ponto de vista. E já li bastante este tipo de dica "não se preocupe, arruma depois na conversão". Para algumas coisas tudo bem, mas isto é um perigoso passaporte para a esculhambação na hora do clique. Já fui questionado por um fotógrafo, enquanto fotografava um ambiente em um hotel, por qual motivo eu usava um nível bolha na minha câmera para deixar a câmera perfeitamente plana, se depois posso consertar no photoshop.

O importante é planejar, se vai fazer algo na pós, que realmente seja o caminho mais produtivo, mais preciso, por exemplo, se está fotografando um ambiente onde entra uma luz de temperatura muito diferente, pode mudar toda a iluminação do ambiente para equilibrar (isso dá muito mais trabalho), pode esperar pra fazer outra hora, pode colocar um filtro na janela (caro), ou pode simplesmente fazer duas fotos com WBs distintos e somar no PS (moleza).




 
« Última modificação: 28 de Janeiro de 2015, 19:31:21 por Claudio Rombauer »