Autor Tópico: Uma mão, um EVF  (Lida 2374 vezes)

fernandomaues

  • Trade Count: (16)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.439
  • Fernando Maués
    • Fernando Maués
Online: 12 de Março de 2015, 15:16:41
Depois de dezenas de câmeras com viewfinder óptico estou, pela primeira vez, às voltas com um eletrônico, da a6000.

Realmente é ótimo e a visão da cena em tempo real ajuda muito - quase esqueço do fotômetro e histograma e só dou atenção para eles em situações mais complcadas.

Ontem, num fim da tarde, aproveitando os agradáveis 4ºC depois de um inverno de -20ºC, estava fotografando com a a6000 e uma Canon FD 70-210 e saíram essas duas imagens aí, feitas exatamente com a mesma configuração. Podem ver no flickr em tamanho total:

test-1242 by Fernando Maués, on Flickr

e

test-1243 by Fernando Maués, on Flickr

A diferença entre elas? Minha mão esquerda tapando o sol, impedindo o flare e a perda de contraste. O que foi muito mais fácil avaliar com o EVF.

Né que o tal EVF, quando bom, é coisa de deus mesmo? A mão esquerda então, nem se fala...  ;)
« Última modificação: 12 de Março de 2015, 15:19:02 por fernandomaues »


Lucas M. Dias

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.193
  • Sexo: Masculino
Resposta #1 Online: 12 de Março de 2015, 15:46:22
É questão de gosto e do que vc procura mostrar, eu prefiro muito mais a primeira imagem. Se colocasse uma modelo no meio da cena, ia ficar perfeita. Mas pra certas situações, um parassol é necessário mesmo :ok:


fernandomaues

  • Trade Count: (16)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.439
  • Fernando Maués
    • Fernando Maués
Resposta #2 Online: 12 de Março de 2015, 16:36:38
É questão de gosto e do que vc procura mostrar, eu prefiro muito mais a primeira imagem. Se colocasse uma modelo no meio da cena, ia ficar perfeita. Mas pra certas situações, um parassol é necessário mesmo :ok:

Isso, Lucas. São alternativas.

Mas também para lembrar, principalmente os iniciantes, os efeitos do sol direto e como contornar facilmente.

Isso tem me chamado atenção pois minhas lentes manuais, não sei se por causa do coating, têm uma tendencia mais forte para flare, o que pode ser usado criativamente ou cagar a cena...

Aqui em baixo duas, sem parassol, uma com lente manual e outra com a do kit da a6000.

test-1195 by Fernando Maués, on Flickr

test-1196 by Fernando Maués, on Flickr
« Última modificação: 12 de Março de 2015, 16:41:51 por fernandomaues »


DanielVE

  • Trade Count: (1)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 214
  • Sexo: Masculino
Resposta #3 Online: 12 de Março de 2015, 17:00:46
Eu gosto de EVF também viu, ainda mais esses novos como o da fuji xt1, gigante e sem lag. Muita gente reclama e diz que não pega mirrorless por causa do EVF. Eu se pudesse botava um na minha DSLR  :D

Pra retratos com luz natural é muito bom! Pra foco manual então nem se fala. Ficar focando no live view é um saco.
Sony A7II - Nikon D810


Raphael Sombrio

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.744
  • O RAW é um diamante...bruto
Resposta #4 Online: 13 de Março de 2015, 12:36:53
Lendo os comentários de vcs aqui me ocorreu uma duvida que pra vcs pode ser boba, mas vamos lá: Conforme o Daniel comentou, realmente fazer foco manual usando o live view é chatinho, porém acho vantagem em relação ao visor otico as vezes pelo fato de vc poder ampliar o motivo a ser focado, coisa que no visor otico das DSLRs não é possível. Bem, pergunto: Num visor eletrônico como o das mirrorless é possível ampliar o motivo igual ao se utilizar a tela do Live view?


silvano

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.276
  • Sexo: Masculino
Resposta #5 Online: 13 de Março de 2015, 13:03:13
Lendo os comentários de vcs aqui me ocorreu uma duvida que pra vcs pode ser boba, mas vamos lá: Conforme o Daniel comentou, realmente fazer foco manual usando o live view é chatinho, porém acho vantagem em relação ao visor otico as vezes pelo fato de vc poder ampliar o motivo a ser focado, coisa que no visor otico das DSLRs não é possível. Bem, pergunto: Num visor eletrônico como o das mirrorless é possível ampliar o motivo igual ao se utilizar a tela do Live view?
SIM  :ok: Por isso muitos que gostam dessas lentes sonham com a A7, além do EVF ainda tem o lance de ser FF e pegar a imagem inteira gerada pela lente e mantendo suas caracteristicas.
Massa né? Eu também queria uma  :ok:
« Última modificação: 13 de Março de 2015, 13:04:05 por silvano »
Silvano Rocha
Canon 5dC - Canon 40mm F2.8 e 50mm F1.4
Spotmatic SPII, Takumares 24/3.5, 35/3.5, 50/1.4, 135/2.5 e 135/3.5;
Olympus OM-1 - ZUIKOS 28/2 e 50/1.8
Zenit 12XP - Helios 44M-4 58/2 - Teleconverter Vivitar 2x M42 e Yashica A


silvano

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.276
  • Sexo: Masculino
Resposta #6 Online: 13 de Março de 2015, 13:05:49
Usei muito essa técnica com minha Helios 44m-4 na Zenit pois nunca gostei de parasol, tu carrega e nunca usa e quando precisa não tá, então a mão é o que HÁ.
Mais dá pra ver também no visor ótico, lógico, no EVF deve ser muito infinitamente melhor de ver.
Silvano Rocha
Canon 5dC - Canon 40mm F2.8 e 50mm F1.4
Spotmatic SPII, Takumares 24/3.5, 35/3.5, 50/1.4, 135/2.5 e 135/3.5;
Olympus OM-1 - ZUIKOS 28/2 e 50/1.8
Zenit 12XP - Helios 44M-4 58/2 - Teleconverter Vivitar 2x M42 e Yashica A


DanielVE

  • Trade Count: (1)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 214
  • Sexo: Masculino
Resposta #7 Online: 13 de Março de 2015, 13:06:50
Lendo os comentários de vcs aqui me ocorreu uma duvida que pra vcs pode ser boba, mas vamos lá: Conforme o Daniel comentou, realmente fazer foco manual usando o live view é chatinho, porém acho vantagem em relação ao visor otico as vezes pelo fato de vc poder ampliar o motivo a ser focado, coisa que no visor otico das DSLRs não é possível. Bem, pergunto: Num visor eletrônico como o das mirrorless é possível ampliar o motivo igual ao se utilizar a tela do Live view?

Raphael, não só amplia automaticamente quando gira o anel de foco manual, como também possui focus peaking, que "pinta" na área focada uma cor escolhida por você. Dá pra focar mesmo sem ampliar porque a área em foco ficará toda acesa. Se quiser conferir o foco com a ampliação pode optar por ampliar automaticamente ou manualmente só quando quiser. É infinitamente mais prático!
Sony A7II - Nikon D810


Claudio Rombauer

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.828
  • Sexo: Masculino
Resposta #8 Online: 13 de Março de 2015, 13:22:10
O EVF veio pra ajudar em muitos casos, como peaking, simulação de exposição, vários facilitadores úteis para todos, mais ainda pra quem está iniciando e quer ver as fotos prontas.

Ele traz alguns problemas, ruído em baixa luz, cintilamento, uma frequência estranha com o iso elevado, mudança de cor em situações de luz artificial, vazamento de cor com inclinação do ponto de vista, etc.

O ideal seria ter um sistema híbrido, porém só seria funcional em uma FF, onde o ótico tem tamanho aceitável.

Um sistema de EVF poderoso, com uma imagem gigante, maior que um visor de médio formato, pode ser uma previsão para o futuro.

Só posso opinar sobre as duas que tenho, e apesar de todos os reviews e opiniões falarem o contrário, eu acho o EVF da OMD melhor que o da XT1. Ambos devem evoluir bastante nas próximas gerações. Por enquanto, as minhas tentativas no estúdio com luz controlada não foram muito bem sucedidas.

"Objetivas não alteram perspectiva. O que altera perspectiva (já diz o nome) é mudar de posição."
http://500px.com/rombauer
http://www.flickr.com/rombauer


CristianoSoares

  • Trade Count: (17)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.836
Resposta #9 Online: 13 de Março de 2015, 13:36:09
Lendo os comentários de vcs aqui me ocorreu uma duvida que pra vcs pode ser boba, mas vamos lá: Conforme o Daniel comentou, realmente fazer foco manual usando o live view é chatinho, porém acho vantagem em relação ao visor otico as vezes pelo fato de vc poder ampliar o motivo a ser focado, coisa que no visor otico das DSLRs não é possível. Bem, pergunto: Num visor eletrônico como o das mirrorless é possível ampliar o motivo igual ao se utilizar a tela do Live view?

Dá inclusive para configurar para ampliar automaticamente assim que você começa a girar o anel de foco (com lentes nativas do sistema), tem EVF (não lembro de qual câmera) que mostra a imagem enquadrada e ao lado a ampliada, tem opção de manter o histograma sobre a imagem, nivel, etc.

Já estou dependente do EVF.
Problema: em fotos muito superexpostas ou muito subexpostas, o EVF "compensa" e eu até desacostumei de olhar o fotômetro. Já deixei iso em 1600 porque estava em ambiente fechado e quando fiz outra foto em espaço aberto a foto estoura e tenho que pedir para o pessoal esperar um pouquinho que vou ter que fazer outra :aua:.


fernandomaues

  • Trade Count: (16)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.439
  • Fernando Maués
    • Fernando Maués
Resposta #10 Online: 13 de Março de 2015, 16:34:39
O EVF veio pra ajudar em muitos casos, como peaking, simulação de exposição, vários facilitadores úteis para todos, mais ainda pra quem está iniciando e quer ver as fotos prontas.

Ele traz alguns problemas, ruído em baixa luz, cintilamento, uma frequência estranha com o iso elevado, mudança de cor em situações de luz artificial, vazamento de cor com inclinação do ponto de vista, etc.

O ideal seria ter um sistema híbrido, porém só seria funcional em uma FF, onde o ótico tem tamanho aceitável.

Um sistema de EVF poderoso, com uma imagem gigante, maior que um visor de médio formato, pode ser uma previsão para o futuro.

Só posso opinar sobre as duas que tenho, e apesar de todos os reviews e opiniões falarem o contrário, eu acho o EVF da OMD melhor que o da XT1. Ambos devem evoluir bastante nas próximas gerações. Por enquanto, as minhas tentativas no estúdio com luz controlada não foram muito bem sucedidas.

Claudio, é que a maioria desses pontos fracos que citaste não atrapalham muito na composição, que é o principal.

Tive a X100, com viewfinder híbrido e, uma das descobertas que me fez migrar é que eu notei que usava cada vez menos o OVF e, agora, ainda tenho uma Canon 400D e já é menos confortável usar OVFzinho (se ainda fosse FF).

Para o meu uso - e isso é inacreditável, nunca pensei que diria isso  :aua:- as vantagens do EVF superaram as desvantagens, o que é especialmente claro quando uso as lentes manuais.

Abs!


Claudio Rombauer

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.828
  • Sexo: Masculino
Resposta #11 Online: 13 de Março de 2015, 16:50:19
Claudio, é que a maioria desses pontos fracos que citaste não atrapalham muito na composição, que é o principal.

Tive a X100, com viewfinder híbrido e, uma das descobertas que me fez migrar é que eu notei que usava cada vez menos o OVF e, agora, ainda tenho uma Canon 400D e já é menos confortável usar OVFzinho (se ainda fosse FF).

Para o meu uso - e isso é inacreditável, nunca pensei que diria isso  :aua:- as vantagens do EVF superaram as desvantagens, o que é especialmente claro quando uso as lentes manuais.

Abs!

Aí o que vai mandar é a forma como cada um fotografa e os assuntos e situações fotografadas. Eu vejo algumas vantagens importantes, principalmente poder fazer o review da foto sem óculos, pra mim é muito importante. Já a simulação da exposição é algo que não dou muito valor não, eu até costumo fotografar sem a compensação no EVF, para que ele se comporte mais como um OVF.

E ainda acrescento que, de acordo com o tipo de foto que estou fazendo, prefiro o EVF ao OVF e vice-versa. Por isso penso em um sistema híbrido no futuro.

O que eu não entendi muito bem ainda é porque o EVF da fuji produz uma inconsistência de cores e uma turbulência em algumas situações no estúdio quando o live view da 5D não faz isso... 

"Objetivas não alteram perspectiva. O que altera perspectiva (já diz o nome) é mudar de posição."
http://500px.com/rombauer
http://www.flickr.com/rombauer


fernandomaues

  • Trade Count: (16)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.439
  • Fernando Maués
    • Fernando Maués
Resposta #12 Online: 13 de Março de 2015, 20:00:39
eu até costumo fotografar sem a compensação no EVF, para que ele se comporte mais como um OVF.

Por que, Cláudio? Não me metendo na tua vida, curiosidade mesmo  :D

Citar
O que eu não entendi muito bem ainda é porque o EVF da fuji produz uma inconsistência de cores e uma turbulência em algumas situações no estúdio quando o live view da 5D não faz isso...

Nunca lembro de terexperimentado isso nas Canon, na Fuji ou agora na Sony. Mas realmente sempre senti, nos sensores, mudanças importantes de rendimento (ruído, DR, cores) com diferentes tipos de luz, sendo algumas artificiais uma desgraça. Talvez o mesmo se aplique aos EVF.


Claudio Rombauer

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.828
  • Sexo: Masculino
Resposta #13 Online: 13 de Março de 2015, 20:30:04
Por que, Cláudio? Não me metendo na tua vida, curiosidade mesmo  :D


Por várias razões. Uma delas é que quando estou concentrado na minha fotometria, prefiro me ater ao sistema de zonas e não acreditar na simulação automática do EVF, a outra, mais comum, é quando uso flash e a câmera fica toda escura com as fracas luzes de modelagem.

Mas é bem pessoal isso. Acredito que outras pessoas usem o preview desligado, afinal, todas as câmeras tem esta possibilidade. Se fosse algo sem utilidade não existiria a opção.

Mas os EVF estão em plena evolução, é cedo pra dar um veredicto. Quando comprei a OMD Em5 eu reclamei aqui que o menu poderia aparecer no evf, falaram aqui no MF que isso não tinha nenhuma utilidade, mas eu argumentei que, como uso óculos, poderia mexer nas configurações da câmera sem precisar colocar meus óculos, ou sem incomodar as pessoas caso estivesse em um local escuro.
Não deu outra, atualizaram isso e tanto Em1 quanto xt1 deixam o menu aparecendo no EVF, com toda certeza outras pessoas tambem pediram isso.

Ontem eu estava na nossa pista de autorama e experimentei uma frequência muito estranha no evf, um cintilamento esquisito, só pode ser por conta das luzes com reator, é outra coisa que precisa melhorar.
« Última modificação: 13 de Março de 2015, 20:30:55 por Claudio Rombauer »
"Objetivas não alteram perspectiva. O que altera perspectiva (já diz o nome) é mudar de posição."
http://500px.com/rombauer
http://www.flickr.com/rombauer


Raphael Sombrio

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.744
  • O RAW é um diamante...bruto
Resposta #14 Online: 13 de Março de 2015, 21:25:52
Raphael, não só amplia automaticamente quando gira o anel de foco manual, como também possui focus peaking, que "pinta" na área focada uma cor escolhida por você. Dá pra focar mesmo sem ampliar porque a área em foco ficará toda acesa. Se quiser conferir o foco com a ampliação pode optar por ampliar automaticamente ou manualmente só quando quiser. É infinitamente mais prático!

Massa, to de cara! Conheci pessoas que me disseram que quando fosse trabalhar com uma DSLR ( pois naquela época trabalhava com com a minha UZ de evf - só que ela não amplia no visor ) iria me lascar por uma DSLR não ter essa previsão da imagem que os evfs dão. Felizmente não foi o caso, mas se tem tecnologia que pode nos facilitar a vida, usemos e abusemos, sem preconceitos...hehe!