Autor Tópico: Ajuda com foto  (Lida 301 vezes)

Angkor

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 19
Online: 20 de Julho de 2015, 13:01:42
Olá amigos,
Estou tentando dar alguma qualidade nas minhas futuras fotografias, eu sou apenas curioso, gosto de fotografar e não tenho pretensão de me tornar profissional da área.
Por favor, vejam a foto abaixo?



Sobre a composição: Tem uma garota na foto, ela é minha prima, e a ideia é que ela fizesse parte do ambiente, não quero nenhum destaque sobre ela. O objetivo é a cena inteira.
Além de vários problemas que os amigos do fórum vão detectar (e me avisem por favor) eu estou muito incomodado com as áreas muito claras nos extremos direito e esquerdos da foto. Como corrigir isso?

« Última modificação: 20 de Julho de 2015, 13:07:06 por Angkor »


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #1 Online: 20 de Julho de 2015, 13:10:29
Pensar sobre a forma como a fotografia é feita, ou pela química, ou pelo sensor. Você quer tudo, o sensor não faz tudo...


Rafa_Meira

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (2)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.152
  • Sexo: Masculino
Resposta #2 Online: 20 de Julho de 2015, 14:26:08
Essa é uma cena difícil de fotometrar, pois tem áreas de sombra e áreas em sol a pino, gerando um contraste muito forte. Lembre-se, seu olho compensa a diferença de luz, a câmera não. Pra resolver isso, tem que fazer a leitura da luz na cena como um todo, fotografar em RAW e tentar recuperar as áreas de sombra e altas luzes.


Elder Walker

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (8)
  • Colaborador(a)
  • *****
  • Mensagens: 3.350
  • Sexo: Masculino
    • Flickr
Resposta #3 Online: 20 de Julho de 2015, 15:19:33
Os sensores digitais possuem um certo limite na captação entre altas luzes e sombras. É o que o pessoal chama de latitude, alcance dinâmico ou, em inglês, dynamic range. Deste termo, surgiu o famoso (e modinha nos iPhones da vida) HDR, que seria high-dynamic-range, que é composto basicamente de uma mescla de capturas com exposições diferentes, para tentar preservar mais detalhes entre sombras (ou áreas escuras) e highlights (altas luzes, como o céu branco que você notou). Pode pesquisar pela técnica propriamente dita ou, de forma mais simples e limitada, fotometrar um meio termo, utilizar a captura em RAW e tentar compensar depois na "revelação" do arquivo, recuperando o máximo possível nas sombras e reduzindo o máximo nas altas luzes.

Esse problema que você notou é o mesmo que temos ao fazer uma foto no pôr do sol: ou deixamos o céu bonito, bem laranja, com o primeiro plano todo "preto", em forma de silhueta... ou o primeiro plano aparece e o céu fica sem graça, todo esbranquiçado.

Voltando a sua foto, repare que, além dessa dificuldade na fotometria, a composição com a modelo longe do primeiro plano faz com que ela praticamente desapareça da imagem. Juro que demorei alguns longos 15 segundos até encontrá-la no quadro.
Canon 5D + EF 17-40mm f/4 L + EF 50mm f/1.8 STM + EF 85mm f/1.8 USM + Yongnuo 565EX + YN-622C


Pris WerSo

  • Trade Count: (0)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.688
  • Sexo: Feminino
Resposta #4 Online: 20 de Julho de 2015, 15:23:07
Ou escolher entre fotografar visando salvar as altas ou as baixas luzes... ou fazer HDR... ou, clicar em outro horário ou em um dia nublado, se tiver a possibilidade... ou... reenquadrar a cena para resolver o problema tirando dela a área que menos interessa... ;)


Angkor

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 19
Resposta #5 Online: 20 de Julho de 2015, 16:05:57
Pessoal obrigado pelas dicas, vou pesquisar a respeito.
Mas acho que esqueci de colocar informações extremamente importantes, afinal devo ter errado já no acerto da câmera nessa foto.

Canon EOS REBEL T5
EF-S18-55mm f/3.5-5.6 III
Abertura: ƒ/11
Distância de foco: 18.0 mm
Tempo de exposição: 1/13
ISO: 100

@Elder Walker, na verdade eu não queria dar destaque na modelo, minha ideia era que ela estivesse integrada na "paisagem" como um galho de arvore ou um pássaro.

Vocês conhecem algum software free para edição de imagens com a extensão CR2?


thatamatos

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 571
  • Sexo: Feminino
Resposta #6 Online: 20 de Julho de 2015, 16:17:56
Essa é uma cena difícil de fotometrar, pois tem áreas de sombra e áreas em sol a pino, gerando um contraste muito forte. Lembre-se, seu olho compensa a diferença de luz, a câmera não. Pra resolver isso, tem que fazer a leitura da luz na cena como um todo, fotografar em RAW e tentar recuperar as áreas de sombra e altas luzes.

2x! Conseguir acertar a luz assim numa foto JPG é difícil demais, sofri no niver de um sobrinho recentemente, o Sol bem na metade da mesa, terrível... :no:

A foto tbm está muito pesada, demorou demais pra abrir aqui pra mim...
Thais Matos


Elder Walker

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (8)
  • Colaborador(a)
  • *****
  • Mensagens: 3.350
  • Sexo: Masculino
    • Flickr
Resposta #7 Online: 20 de Julho de 2015, 16:36:49
Pessoal obrigado pelas dicas, vou pesquisar a respeito.
Mas acho que esqueci de colocar informações extremamente importantes, afinal devo ter errado já no acerto da câmera nessa foto.

Canon EOS REBEL T5
EF-S18-55mm f/3.5-5.6 III
Abertura: ƒ/11
Distância de foco: 18.0 mm
Tempo de exposição: 1/13
ISO: 100

@Elder Walker, na verdade eu não queria dar destaque na modelo, minha ideia era que ela estivesse integrada na "paisagem" como um galho de arvore ou um pássaro.

Vocês conhecem algum software free para edição de imagens com a extensão CR2?

Não há nada de errado nas configurações que utilizastes nesta captura. A abertura em f/11 é a ideal para garantia de profundidade de campo máxima sem perda de nitidez por difração, o ISO está no mínimo e o tempo de exposição parece correto, talvez um pouco lento demais (daí os estouros no céu). Partindo desta foto, se tiver feito a captura em RAW, consegue buscar bastante informação no pós processamento. E aí entra a tal extensão CR2, que é justamente o tipo de arquivo cru da Canon. Normalmente as câmeras novas trazem no pacote um CD contendo um conversor de RAW, mas pode pesquisar por outros (pagos ou gratuitos) na área de edição.
Canon 5D + EF 17-40mm f/4 L + EF 50mm f/1.8 STM + EF 85mm f/1.8 USM + Yongnuo 565EX + YN-622C


Tupiniquim

  • Trade Count: (5)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.256
  • Sexo: Masculino
    • Flickr
Resposta #8 Online: 22 de Julho de 2015, 12:31:19
Talvez se você pudesse mandar o arquivo CR2, a gente pudesse dar uma editada.
Que tal? Só lembrando que não é permitido postar e mails na área aberta.
T3i + Sigma 10-20; Sigma 17-50 f 2.8; Canon 55-250; 50 F 1.8
5D Mark II + 24-105; YN 35; 85 F 1.8; 70-200 f4 USM
580EX II x 2


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #9 Online: 22 de Julho de 2015, 12:41:56
"Abertura: ƒ/11
Distância de foco: 18.0 mm
Tempo de exposição: 1/13
ISO: 100"

UAU...

Vamos lá... Caso a foto fosse em f/8, a velocidade seria 1/26, bem mais razoável. Caso fosse em f/5.6, que nessa distância já lhe daria a nitidez em todos os planos, a foto seria em 1/50s, velocidade já confortável.

Mas, vamos continuar... Em f/5.6 e ISO 200, a mesma seria em 1/100, foto fácil de fazer, facílima, e tudo continuaria igual...

A segunda coisa é lidar com a faixa de luz da captura. Olha, nem um mágico faria esta foto com ela iluminada e o céu azul. Porque o contraste da cena supera a capacidade do sensor, e mesmo com filme estouraria o céu.

Fotografia não pode tudo. Parece uma bobagem dizer isto, os novos no assunto acham que ela pode tudo, mas não pode.

« Última modificação: 22 de Julho de 2015, 12:42:48 por Ivan de Almeida »


Angkor

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 19
Resposta #10 Online: 22 de Julho de 2015, 13:36:45
A ajuda de vocês está acrescentando muito, de fato a cena não ajuda muito devido a diferença entre as áreas claras e escuras, mas com certeza eu poderia ter feito melhor.
Vou postar aqui o link, conforme sugestão do @Tupiniquim, do arquivo CR2 que tem 30,6MB, se alguém puder dar um exemplo de como ficaria o tratamento vai me ajudar a ter base no futuro.

Vou tentar fotografar esse mesmo local com uma condição de clima diferente e ver como fica.

Link para o onedrive https://onedrive.live.com/redir?resid=9CFB34BF00240392!55727&authkey=!AKH1X43SpHUCJI4&ithint=file%2cCR2


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #11 Online: 22 de Julho de 2015, 14:06:14
Ignorando ela, que tão distante, tão confundida nos tons, não é parte da foto -risos


Depois deleto, Fiz a partir do RAW e no pior dos conversores, o do Photoshop


Angkor

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 19
Resposta #12 Online: 22 de Julho de 2015, 14:35:51
Ignorando ela, que tão distante, tão confundida nos tons, não é parte da foto -risos

Depois deleto, Fiz a partir do RAW e no pior dos conversores, o do Photoshop

Cara, ficou excelente. Acho que vou ter de estudar muito pra conseguir isso.
Com o Picasa da pra fazer algo parecido?

Obs.: A ideia era que ela fosse somente um detalhe na foto.
« Última modificação: 22 de Julho de 2015, 14:36:25 por Angkor »


Luiz_Henrique

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 182
  • Sexo: Masculino
Resposta #13 Online: 22 de Julho de 2015, 14:41:12
Baixe o Lightroom direto do site da Adobe.

Você terá 30 dias para avaliação.  :ok:

Caso goste (e vai gostar), você faz a assinatura, que custa R$ 22,00 mensais.