Autor Tópico: Trilhas / trekking / camping e outros "programas de índio"  (Lida 4164 vezes)

Cristiane Gellert

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • *****
  • Mensagens: 762
  • Sexo: Feminino
  • Amo fotografia! Simples assim! :)
    • Meu site!
Online: 10 de Agosto de 2015, 11:57:36
Alguém aqui gosta de trilhas, travessias, trekking, acampar e esses programas de índio maluco, mas voltado a fotografia?   :hysterical:
Confesso que tenho dificuldade de encontrar gente que gosta dessas atividades, por acharem um tanto "hardcore" (ainda mais mulheres). Lembrando que montanhista/trekker normalmente não tem saco com fotógrafo não (afinal o ritmo acaba sendo bem mais lento, são várias paradas, etc etc)

Para quem gosta, onde gostam de ir? Como são suas saídas? O que levam na mochila?
Aproveitem pra postar suas fotos também! :D

Bora conversar sobre o assunto?  :ok:
Cristiane Gellert
"Fotografia, uma arte que nos envolve pela surpreendente forma de eternizar o que nosso olhar quer viver para sempre."

https://www.facebook.com/cristianegellert
Meu site: http://www.cristianegellert.com/


Raphael Sombrio

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.852
  • O RAW é um diamante...bruto
Resposta #1 Online: 10 de Agosto de 2015, 16:21:09
Olá, tbm faço parte do mundo dos ridicularizados, inclusive por muitos de minha família.

Desde minha adolescência gosto desse tipo de atividade, e posso dizer que já passei por poucas e boas ( frio, calor, cansaço, ferimentos, perda de coisas importantes ) mas nunca medi esforços para conseguir o meu objetivo principal, que não é só estar em lugares ermos e isolados, mas sim fotografa-los.

Na verdade minha atividade se limita a permanecer o máximo possível em um único lugar ( sem percorrer muitos quilômetros ) para presenciar o melhor de onde estou. Ali incorporo uma maquina de fotografar :hysterical:,me tornando chato para a maioria das pessoas que me acompanha, pois fico concentrado e focado na função. Não paro nem a noite. Nada de fogueiras, cantorias e jogos...huahuahua.

Tento explorar locais bem afastados e pouco visitados, tendo que caminhar vários quilômetros até o objetivo com bastante equipamento, porem tento ser enxuto nesse quesito, levando somente o necessário. Tem que caber tudo na minha mochila, so o meu tripé vai na mão. Não é fácil, muitos até com vontade desistiriam, mas o resultado final geralmente vale a pena. Nesse dia não me preocupo com conforto, luxo, comodidades: So o objetivo interessa.


Raphael Sombrio

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.852
  • O RAW é um diamante...bruto
Resposta #2 Online: 10 de Agosto de 2015, 16:25:57
Minhas saídas de campo são na serra catarinense, local frio, umido, campos naturais que terminam em canions e montanhas, esse lugar fez parte da minha infância e é o tema principal da minha fotografia.

Alguma coisa disse trabalho esta no flickr aqui na minha assinatura.
« Última modificação: 10 de Agosto de 2015, 16:30:43 por Raphael Sombrio »


Cristiane Gellert

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • *****
  • Mensagens: 762
  • Sexo: Feminino
  • Amo fotografia! Simples assim! :)
    • Meu site!
Resposta #3 Online: 11 de Agosto de 2015, 08:32:00
Hahaha, muitas visualizações e só uma pessoa respondeu?
Realmente esse "espécime" é raro mesmo! :D

Cristiane Gellert
"Fotografia, uma arte que nos envolve pela surpreendente forma de eternizar o que nosso olhar quer viver para sempre."

https://www.facebook.com/cristianegellert
Meu site: http://www.cristianegellert.com/


Cristiane Gellert

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • *****
  • Mensagens: 762
  • Sexo: Feminino
  • Amo fotografia! Simples assim! :)
    • Meu site!
Resposta #4 Online: 11 de Agosto de 2015, 08:43:24
Olá, tbm faço parte do mundo dos ridicularizados, inclusive por muitos de minha família.

Desde minha adolescência gosto desse tipo de atividade, e posso dizer que já passei por poucas e boas ( frio, calor, cansaço, ferimentos, perda de coisas importantes ) mas nunca medi esforços para conseguir o meu objetivo principal, que não é só estar em lugares ermos e isolados, mas sim fotografa-los.

Na verdade minha atividade se limita a permanecer o máximo possível em um único lugar ( sem percorrer muitos quilômetros ) para presenciar o melhor de onde estou. Ali incorporo uma maquina de fotografar :hysterical:,me tornando chato para a maioria das pessoas que me acompanha, pois fico concentrado e focado na função. Não paro nem a noite. Nada de fogueiras, cantorias e jogos...huahuahua.

Tento explorar locais bem afastados e pouco visitados, tendo que caminhar vários quilômetros até o objetivo com bastante equipamento, porem tento ser enxuto nesse quesito, levando somente o necessário. Tem que caber tudo na minha mochila, so o meu tripé vai na mão. Não é fácil, muitos até com vontade desistiriam, mas o resultado final geralmente vale a pena. Nesse dia não me preocupo com conforto, luxo, comodidades: So o objetivo interessa.
Que legal, Raphael!
Eu comecei a fazer trilhas por causa da fotografia: um hobby puxou o outro!
Como fui criada visitando minha avó em sítio, nunca tive problemas com mato, bicho e muito menos frescuras.

E com o objetivo de fotografar algo bonito, parece que a gente fica mais disposto ainda a enfrentar os "perrengues". Tanto que hoje durmo em qualquer canto onde possa colocar meu isolante térmico e saco de dormir!

Normalmente meu set de montanha é a 5D + lente zoom GA + filtros + tripé.
Dependendo da distancia dá pra levar menos ou mais "brinquedos" (uma tele por exemplo) :D
Como peso é fundamental quando levamos a cargueira, as vezes abro mão de uma coisa ou outra em prol do bem das minhas costas...rsrs

O legal é fazer como você: permanecer num local único, e explorar os melhores ângulos durante a permanência por lá. Dai quando chega a "hora mágica da luz", já estou meio que com tudo pronto para o clique. E quando chega essa hora, meus amigos costumam dizer que entro em "transe fotográfico" - não vejo mais nada, fico totalmente focada no que to fazendo e esqueço da vida! (nessa ja pisei até em formigueiro, hahaha)

Minhas saídas de campo são na serra catarinense, local frio, umido, campos naturais que terminam em canions e montanhas, esse lugar fez parte da minha infância e é o tema principal da minha fotografia.

Alguma coisa disse trabalho esta no flickr aqui na minha assinatura.
Esse lugar está em minha wishlist de lugares para fotografar!
Lugar lindo demais! :)
Cristiane Gellert
"Fotografia, uma arte que nos envolve pela surpreendente forma de eternizar o que nosso olhar quer viver para sempre."

https://www.facebook.com/cristianegellert
Meu site: http://www.cristianegellert.com/


Raphael Sombrio

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.852
  • O RAW é um diamante...bruto
Resposta #5 Online: 11 de Agosto de 2015, 09:48:09
O meu set é simples e único, pois eu só tenho a 16-85 por enquanto.
Então é a cam e o tripé que não pode faltar jamais. Dificilmente faço fotos na mão, mesmo com um sol de meio dia. Programo sempre com antecedência o lugar que pretendo ir, pensando em que tipo de foto quero fazer- luz, composição, angulo - e zelo para um bom resultado, com qualidade total. As vezes mais me estresso do que me divirto, pois mesmo adorando fotografar deixo a pressão por um bom resultado me afetar um pouco, afinal tudo o que faço, mesmo sendo amador, tem tbm um objetivo financeiro, projetos futuros.

Então é como vc disse: Percorro, testo e estudo diversas possibilidades para no anoitecer/amanhecer estar no melhor local.

Tbm sou tranquilo para desconfortos e até meio kamikaze, se não der pra dormir passo a noite em claro e já aproveito pra fotografar...hehe.

Ainda pretendo conhecer outros lugares, serra dos órgãos, pico parana, e prq não Patagonia e Yosemite?
Adoraria...

E você Cristiane, quais os lugares que visita em suas expedições?
« Última modificação: 11 de Agosto de 2015, 09:50:42 por Raphael Sombrio »


efilho

  • Trade Count: (23)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.804
  • Sexo: Masculino
Resposta #6 Online: 11 de Agosto de 2015, 09:58:26
Hahaha, muitas visualizações e só uma pessoa respondeu? Realmente esse "espécime" é raro mesmo! :D

É verdade, mas é muito bacana acompanhar as experiências desses "seres livres" dos hábitos de cidade grande, e as fotos do Rafael, por exemplo, mostram uma beleza que muito poucos podem desfrutar pessoalmente. Entretanto, acho que a maior participação de vocês com as fotos postadas aqui vai atrair outros foristas que curtem esse "wild landscape".

Me lembro de alguns "patagônicos" que de vez em qdo mostram paisagens lindas, mas fica só no "ohhh" e "ahhh" como resposta por absoluta falta do que dizer além disso, ou interesse em participar, justamente pela vida em cidade grande com família cujo "estímulo", venhamos e convenhamos, inviabiliza qq hiking...

À medida que ficamos mais velhos então, fica mais difícil ainda, não pelas condições físicas especificamente, mas pela falta de companhia interessada na mesma faixa etária e que não traga desestabilização para o "status quo" (ciúmes etc.). Se vc não conheceu sua "cara-metade" na atividade então, será bastante complicado.

De qq forma, se alguém não está estimulando é porque não merece desfrutar da companhia desses trekkers e hikers, seres raros mas com liberdade e autoconfiança invejáveis...  :ok:

Colocar uma ou duas fotos aqui, só para ilustrar é bem atraente e pode até despertar um "trekker" adormecido por aí...  :assobi:









Cristiane Gellert

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • *****
  • Mensagens: 762
  • Sexo: Feminino
  • Amo fotografia! Simples assim! :)
    • Meu site!
Resposta #7 Online: 11 de Agosto de 2015, 10:22:00
O meu set é simples e único, pois eu só tenho a 16-85 por enquanto.
O que é uma ótima lente, atende todo o range que considero necessário para paisagens! :ok:

Citar
Então é a cam e o tripé que não pode faltar jamais. Dificilmente faço fotos na mão, mesmo com um sol de meio dia. Programo sempre com antecedência o lugar que pretendo ir, pensando em que tipo de foto quero fazer- luz, composição, angulo - e zelo para um bom resultado, com qualidade total. As vezes mais me estresso do que me divirto, pois mesmo adorando fotografar deixo a pressão por um bom resultado me afetar um pouco, afinal tudo o que faço, mesmo sendo amador, tem tbm um objetivo financeiro, projetos futuros.
Então é como vc disse: Percorro, testo e estudo diversas possibilidades para no anoitecer/amanhecer estar no melhor local.
Meu tripé é engraçado... é um tripé pequenino, que todo mundo tira sarro. Mas que me atende perfeitamente :)
Esse bichinho aqui: http://www.shopelgin.com.br/p/447/trip%C3%A9-para-c%C3%A2mera-fotogr%C3%A1fica-sprint-mini-ii-gm-slik#.Vcnz7vlViko
Levinho e pequeno, cabe tranquilamente na mochila e não pesa muito!

Agora isso de pressão que você falou já não sinto mais não.
Fotografia de paisagens pra mim é puramente diversão. Claro, uma diversão que exige foco e concentração, e bastante esforço físico e dedicação. Pra mim, essa atividade limpa a alma e a mente, me sinto esvaziar quando saio pra fotografar.

Citar
Tbm sou tranquilo para desconfortos e até meio kamikaze, se não der pra dormir passo a noite em claro e já aproveito pra fotografar...hehe.
Ainda pretendo conhecer outros lugares, serra dos órgãos, pico parana, e prq não Patagonia e Yosemite?
Adoraria...
E você Cristiane, quais os lugares que visita em suas expedições?
Kamikase2 se apresentando então! :D

Poxa, eu conheço três desses lugares que vc citou! Serra dos Órgãos pretendo explorar com mais calma.
Pico Paraná tem retorno garantido, muito bonito lá!
Patagônia é minha paixão... é um lugar simplesmente incrível, que vale a pena a visita. Já fui duas vezes, em três locais diferentes (Bariloche, El Chalten e Torres del Paine).

Onde gosto MESMO de fotografar é Itatiaia. :)
Não sei explicar... mas aquele lugar me atrai demais! Sempre que posso vou lá.
E nunca enjoo daquilo! Há sempre algo bonito a se fotografar naquele lugar!

Algumas fotos aqui: http://www.cristianegellert.com/#!pni/c246j

Um pouco sobre o parque: http://www.cristianegellert.com/#!Parque-Nacional-de-Itatiaia-parte-alta/c19la/1

Mas existem outros lugares mais "lights" que gosto de ir pra brincar de foto.
Na região aqui, no raio de 100km há alguns lugares interessantes, onde posso matar minhas lombrigas fotográficas de vez em quando: Tapiraí e suas cachoeiras, Três Pedras em Bofete, Angatuba, etc
Cristiane Gellert
"Fotografia, uma arte que nos envolve pela surpreendente forma de eternizar o que nosso olhar quer viver para sempre."

https://www.facebook.com/cristianegellert
Meu site: http://www.cristianegellert.com/


S.SILVA

  • Trade Count: (5)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 175
  • Sexo: Masculino
Resposta #8 Online: 11 de Agosto de 2015, 10:39:12
Eu adoro estas aventuras, mas o sedentarismo não tem permitido esforços muito radicais. Lembro que uma caminhada tranquila (só 6 km) na chapada dos veadeiros no ano passado me deixou exausto. Questão de preparo! Em minhas viagens sempre procuro explorar os locais que visito, tentando sair um pouco da multidão. É por isso que há algum tempo não faço mais viagens em excursões. A gente fica muito engessado e não consegue fotografar direito. Imagina o grupo esperando e te apressando enquanto você está ali, montando o tripé, ajustando um filtro, buscando um ângulo mais favorável por causa da luz disponível!! A minha sorte é que minha esposa gosta de me acompanhar nas minha pequenas e grandes aventuras. Ela tem se revelado uma ótima assistente  :D


Ricksilvares

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 53
Resposta #9 Online: 11 de Agosto de 2015, 10:47:50
Que tripé  vocês recomendam para situações como esta?


Cristiane Gellert

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • *****
  • Mensagens: 762
  • Sexo: Feminino
  • Amo fotografia! Simples assim! :)
    • Meu site!
Resposta #10 Online: 11 de Agosto de 2015, 10:58:45
É verdade, mas é muito bacana acompanhar as experiências desses "seres livres" dos hábitos de cidade grande, e as fotos do Rafael, por exemplo, mostram uma beleza que muito poucos podem desfrutar pessoalmente. Entretanto, acho que a maior participação de vocês com as fotos postadas aqui vai atrair outros foristas que curtem esse "wild landscape".

Me lembro de alguns "patagônicos" que de vez em qdo mostram paisagens lindas, mas fica só no "ohhh" e "ahhh" como resposta por absoluta falta do que dizer além disso, ou interesse em participar, justamente pela vida em cidade grande com família cujo "estímulo", venhamos e convenhamos, inviabiliza qq hiking...

À medida que ficamos mais velhos então, fica mais difícil ainda, não pelas condições físicas especificamente, mas pela falta de companhia interessada na mesma faixa etária e que não traga desestabilização para o "status quo" (ciúmes etc.). Se vc não conheceu sua "cara-metade" na atividade então, será bastante complicado.

De qq forma, se alguém não está estimulando é porque não merece desfrutar da companhia desses trekkers e hikers, seres raros mas com liberdade e autoconfiança invejáveis...  :ok:

Colocar uma ou duas fotos aqui, só para ilustrar é bem atraente e pode até despertar um "trekker" adormecido por aí...  :assobi:





Que estranho, eu havia escrito a resposta e deu "pane"... já escrevo de novo! :ok:
« Última modificação: 11 de Agosto de 2015, 11:09:37 por Cristiane Gellert »
Cristiane Gellert
"Fotografia, uma arte que nos envolve pela surpreendente forma de eternizar o que nosso olhar quer viver para sempre."

https://www.facebook.com/cristianegellert
Meu site: http://www.cristianegellert.com/


Cristiane Gellert

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • *****
  • Mensagens: 762
  • Sexo: Feminino
  • Amo fotografia! Simples assim! :)
    • Meu site!
Resposta #11 Online: 11 de Agosto de 2015, 11:03:15
Eu adoro estas aventuras, mas o sedentarismo não tem permitido esforços muito radicais. Lembro que uma caminhada tranquila (só 6 km) na chapada dos veadeiros no ano passado me deixou exausto. Questão de preparo! Em minhas viagens sempre procuro explorar os locais que visito, tentando sair um pouco da multidão. É por isso que há algum tempo não faço mais viagens em excursões. A gente fica muito engessado e não consegue fotografar direito. Imagina o grupo esperando e te apressando enquanto você está ali, montando o tripé, ajustando um filtro, buscando um ângulo mais favorável por causa da luz disponível!! A minha sorte é que minha esposa gosta de me acompanhar nas minha pequenas e grandes aventuras. Ela tem se revelado uma ótima assistente  :D
Então... não sou nenhuma atleta não.
Tô bem gordinha, alias! :D

É questão de costume mesmo.

Concordo sobre a fusão de trekking e fotografia. Normalmente não conseguimos boas fotos em trekkings com horarios pré-definidos. Além de não pegar uma luz legal (geralmente se chega na hora do almoço em alguns lugares), ainda há toda a questão de pressa, parar toda hora, etc etc.

O bacana mesmo é fazer saídas exclusivamente para fotografar. Num ritmo mais lento, com possibilidade de acampar nos locais, com pessoas que gostem da "pegada" (sua esposa por exemplo). Não é todo trekker que tem paciência com fotógrafos não...  :D
Cristiane Gellert
"Fotografia, uma arte que nos envolve pela surpreendente forma de eternizar o que nosso olhar quer viver para sempre."

https://www.facebook.com/cristianegellert
Meu site: http://www.cristianegellert.com/


Cristiane Gellert

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • *****
  • Mensagens: 762
  • Sexo: Feminino
  • Amo fotografia! Simples assim! :)
    • Meu site!
Resposta #12 Online: 11 de Agosto de 2015, 11:05:28
Que tripé  vocês recomendam para situações como esta?
Há quem diga que o melhor é um tripé robusto, que aguente um possivel vento.
Eu não carrego tripé pesado e ruim de carregar nem a pau... ja levei um e minha vontade era arremessar ele montanha abaixo! :D

Considero um bom custo-peso-tamanho-benefício esse aqui: http://www.shopelgin.com.br/p/447/trip%C3%A9-para-c%C3%A2mera-fotogr%C3%A1fica-sprint-mini-ii-gm-slik#.Vcnz7vlViko

Mas o pessoal me zoa muito... falam que meu tripé é de brinquedo!  :D
Cristiane Gellert
"Fotografia, uma arte que nos envolve pela surpreendente forma de eternizar o que nosso olhar quer viver para sempre."

https://www.facebook.com/cristianegellert
Meu site: http://www.cristianegellert.com/


Raphael Sombrio

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.852
  • O RAW é um diamante...bruto
Resposta #13 Online: 11 de Agosto de 2015, 11:05:37
Pois é, o meu tripé é bem pesado, pesa uns 3,5kg prq queria algo firme pra os locais de uma leve brisa de 100km/h.....huahuahua....brincadeiras e exageros a parte, já passei perrengues e perdi fotos por conta do vento forte que tive de enfrentar algumas vezes, então prefiro carregar peso e garantir a atividade.
Mas o ideal é sempre o mais leve o possível, pois se vc for fazer uma travessia de 3 dias, por ex, ai vc fica ferrado.

Participei de hikkings mais acelerados e tive de ir sem o tripé pra não me atrapalhar, cansar e tbm não atrapalhar os outros, mas perdi boas oportunidades por causa disso. Paciência.

No momento estou on line no meu cel, mas quando estiver em casa posto umas fotos pra ilustrar as expedições e tbm os making off....


Helena Bsb

  • Trade Count: (37)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.275
Resposta #14 Online: 11 de Agosto de 2015, 11:13:27
Eu adoraria, mas sou fraca pra essas coisas. Não aguento andar muito com peso nas costas, e mesmo sem peso, minhas pernas têm baixa resistência. Qualquer caminhada plana de 4, 5 horas, já faz minhas pernas arderem loucamente, e pesarem 20 kg cada uma.  :no:
Imagina um trekking andando o dia todo com mochilão nas costas!
e acampar pra mim tbém não rola, porque já tenho problemas de sono dormindo no meu quarto, na minha caminha confortável, o que dirá dentro de uma barraca com o desconforto descomunal de um colchonete ou colchão inflável. E se tem algo que ACABA comigo, é falta de sono.  :no:
Masssss.... esse fim-de-semana farei uma saída pra acampar no meio do mato, bem roots mesmo, hehe. como é só uma noite, e a caminhada não será longa (1 hora), vou encarar. Vai ser um WS chamado "Uma noite com as estrelas - do por do sol ao nascer do sol, uma noite inteira pra praticar".
Vai ser bem interessante... Uma noite só sem dormir não vai me matar.  :D