Autor Tópico: COMO COBRAR POR UM TRABALHO FOTOGRÁFICO  (Lida 260 vezes)

edugandolfe

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.277
  • Sexo: Masculino
Online: 23 de Outubro de 2015, 21:09:22

COMO COBRAR POR UM TRABALHO FOTOGRÁFICO

BY DANIEL MARINS

Ola galera!

Seguindo na mesma ideia do artigo anterior de “Como montar um portfolio” vou falar hoje de um assunto que é polêmico na fotografia. Muitos amigos, alunos e conhecidos me fazem essa pergunta: “Como que eu cobro por um trabalho fotográfico”.

Quando estava começando na fotografia eu sentia uma dificuldade muito grande em formar preço.. Tanto por não saber montar e tanto por não dar valor ao meu trabalho.. Mas percebi que se eu não cobrasse o certo eu não conseguiria nem pagar as contas no final no mês hehehe.

Tem varias formas de montar um valor. Você pode achar quanto vale a sua hora e montar um orçamento baseado em quantas horas vai demorar pra fazer um trabalho. Pode também pesquisar no mercado com outros profissionais da área e ter uma base do que se cobra pelo mesmo serviço e montar algo parecido (é só criar um e-mail fake e perguntar o orçamento :P ).

Bem eu acabei fazendo da forma citada acima e não deu certo… Pois cobrar por hora fica complicado porque você não consegue ter uma projeção de quantos trabalhos tem que fazer num mês. E cobrar pesquisando o que se cobra no mercado também não achei legal porque nem sempre as necessidades, estudo e equipamento do outro profissional que você perguntou o orçamento é igual as suas…

E com isso acabei seguindo outra linha de raciocínio para formar meu preço.


Primeiramente você tem que definir quantos trabalhos vai poder abraçar em um mês. Claro que quanto maior o volume de trabalho menos elaborado fica o resultado. Vou definir 6 trabalhos por mês. ok?

Agora vamos achar nossos gastos fixos mensais(some aqui todos os gastos como luz, água, aluguel, mercado, revistas, livros, cinema, teatro, cursos, workshop, faculdade etc…)

Vou definir esses gastos fixos mensais como R$2.000,00 pensando num fotografo solteiro que trabalha em casa e sem estúdio.

Agora imagine que você trabalha pra uma empresa e pense num valor que seria justo para seu salário como fotógrafo. Para um fotógrafo mediano vou estipular R$2.500,00(cuidado aqui com o ego inflado e com a baixa auto-estima)

Nesse momento você já pode saber quanto ficaria o valor mínimo de um trabalho normal que demoraria 1 dia fotografando sem falar de pós-produção elaborados(edição de foto) e utilização de equipamento(alguns trabalhos publicitarios e algumas empresas se aluga o equipamento).

Vamos lá

Primeiro somamos os gastos fixos mensais com o salário como fotógrafo(sem câmera): R$2.000,00 + R$2.500,00 = R$4.500,00

Com esse valor de R$4.500,00 vamos dividir por quantos trabalhos você vai fazer em um mês:  R$4.500,00 / 6 = R$750,00

Deu um valor de 750 reais sem falar de depreciação de equipamento, tratamento de imagem e despesas. Esse é o grosso do seu orçamento.

Claro que você pode baixar esse valor, mas teria que fazer mais trabalhos num mês. Por exemplo: se você faz 10 trabalhos  por mês no mínimo 450 reais você tem que cobrar e assim vai.

Não entre nessa de chutar valores baixos só para conseguir clientes… Você tem que ver quais são as suas necessidades e ver quantos trabalhos você pode abraçar por mês sem comprometer a  qualidade do seu trabalho e de sua vida pessoa.




Eu gosto de falar do valor do equipamento a parte porque as pessoas acabam introduzindo sem querer na qualidade do trabalho, quando na verdade o que importa mesmo é você saber usar o equipamento da melhor forma. O cliente contrata o fotógrafo e não o equipamento. Se não ele mesmo alugava uma câmera e faria o trabalho hehehe

Então vamos supor(na verdade é assim mesmo que acontece hehehe) que você vai trocar de equipamento de ano em ano :)

Para achar o valor do equipamento some todos os valores pagos aos equipamentos como: câmeras, lentes, notebook, tripé, flash, bolsa, cartões etc.

Vamos botar um valor de um equipamento de um fotógrafo mediano: R$9.000,00

Com esse valor de R$9.000,00 divide por 12 meses e você vai achar quanto que terá que juntar por mês para no ano que vem trocar de equipamento ;)

R$9.000,00 / 12 = R$750,00 por mês

Agora pegue esses R$750,00 e divida pelo numero de trabalhos que voce pode abraçar em um mês:

R$750,00 / 6 = R$125,00 por trabalho

Pegando o valor mínimo que ficou R$750,00 e somando com o valor do equipamento por trabalho de R$125,00 temos o valor bruto de R$875,00.

Agora para concluir o orçamento coloque os outros gastos como: transporte, alimentação, locação(ex: quarto de hotel), assistente, maquiadora, retoucher, gráfica etc…

O resto do orçamento vai depender do que o seu cliente vai querer. Mas o importante mesmo é voce não pagar pra trabalhar ;)

OBS¹: Cuidado com edições mais elaboradas. Esse valor que achamos de R$875,00 por trabalho é para pagar seus gastos fixos, salário e equipamento novo. Não ta incluso o valor de um retoucher. Caso o cliente peça para diminuir as gordurinhas aqui, tirar umas manchas ali, tirar o aparelho no dente, arrumar o cabelo etc… Voce terá que cobrar a ele o valor extra do trabalho de um retoucher. Não caia nessa de trabalhar de graça.

OBS²: Como hoje vivemos na era digital cabe a nós fotógrafos armazenar as fotos, fazer backup, enviar para gráfica(caso o cliente peça algo impresso) e tratamento de imagens simples(cor, contraste, brilho, ou seja tudo que esta no Camera Raw hehehe, passou disso já cobre os honorários de um retoucher).


Vou pegar um exemplo de muitos fotógrafos que estão começando. Vamos pelo mesmo raciocínio:

Digamos que você trabalhe e só sobra os sábados para poder fazer seus trabalhos, ou seja, você só poderá abraçar 4 trabalhos em um mês(sábado você fotografa e domingo você faz backup e edições simples).

Agora vamos achar quanto ficaria o valor mínimo:

primeiro somamos os gastos fixos mensais(se pegar aqui uma pessoa que mora com os pais) com o salário como fotógrafo iniciante(sem câmera): R$1.000,00 + R$1.000,00 = R$2.000,00

Com esse valor de R$2.000,00 vamos dividir por quantos trabalhos você vai fazer em um mês:  R$2.000,00 / 4 = R$500,00

Esses R$500,00 é o grosso do seu orçamento. Agora tem que somar o valor do equipamento e as despesas(transporte, alimentação, estadia, locação, assistente, maquiador, retoucher etc…)

o valor de um equipamento de um iniciante fica aproximadamente em R$3.000 (somando câmera, notebook, tripé etc)

Com esse valor de R$3.000,00 divide por 12 meses e você vai achar quanto que terá que juntar por mês para no ano que vem trocar de equipamento ;)

R$3.000,00 / 12 = R$250,00 por mês

Agora pegue esses R$250,00 e divida pelo numero de trabalhos que você pode abraçar em um mês:

R$250,00 / 4 = R$62,50 por trabalho

O grosso do seu valor fica em torno de R$562,50 sem falar das despesas adicionais(transporte, alimentação, estadia, locação, assistente etc)

OBS³: Cuidado com descontos… Porque a cada desconto que voce dá para o seu cliente ele vai sair do seu salário porque os “gastos fixos” são fixos como o próprio nome já diz hehehehe ;)

“Mas Daniel eu tenho que cobrar mais barato porque o meu público alvo tem baixo poder aquisitivo”

Ok! Para poder reduzir o seu custo para conseguir agradar o seu público você terá que aumentar a quantidade de trabalhos por mês de 4 para, por exemplo, 10 trabalhos por mês. Mas ai voce já vai ter que largar o trabalho.

Fazendo 10 trabalhos por mês daria o valor mínimo de R$200,00 somado ao valor do equipamento que cairia para R$25,00. Totalizando o valor grosso de R$225,00 reais mais as despesas adicionais(transporte, alimentação, estadia, locação, assistente etc).

Portanto o seu orçamento vai ficar por volta de R$300,00 a R$350,00 reais.

Você vai acabar ganhando na quantidade ;)

Então minha gente deu pra perceber que montar um orçamento sem ter prejuízo é saber planejar. E vimos que depende muito da forma de trabalho e seus gastos. É claro que o valor de um fotógrafo iniciante que ganha na quantidade não se compara ao trabalho de um fotógrafo mediano que cobra mais caro por ter mais experiência e equipamentos melhores. E o valor do fotógrafo mediano nem se compara ao do fotógrafo top de linha que tem estúdio, equipe contratada, mais experiência e equipamento mais caros.

Tem mercado pra todo mundo! o que não pode é você trabalhar e cobrar um valor que não paga nem seus gastos fixos… Porque se não você vai a falência!

Eu não estou definindo uma tabela ou valor para que você siga.. só fiz um exemplo. ok? antes que achem que estou definindo valores para o mercado..

Sobre foto publicitária você deve cobrar o valor pra fazer a foto e o valor da licença do uso da imagem por um período determinado. Não marque bobeira de ficar cobrando 10 reais por foto…

Aqui segue um site muito bom que te dá uma noção de quanto cobrar por licença de foto publicitária CLIQUE AQUI!

Bem galera espero ter ajudado :)

Siga-me no Twitter > @DanielMarins e curta a minha Página no Facebook

Até a próxima  :)

BY DANIEL MARINS


vangelismm

  • Trade Count: (7)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.312
  • Sexo: Masculino
    • MedinaFotografia
Resposta #1 Online: 23 de Outubro de 2015, 21:31:37
Bom texto, acho essa a melhor maneira de ter um valor para começar e saber que não toma prejuízo.
O grande problema é saber estipular o valor correto da quantidade de trabalhos.
"A perspectiva de uma imagem é controlada pela distância entre a lente e o assunto; mudando a distancia focal da lente muda o tamanho da imagem , mas não altera a perspectiva . Muitos fotógrafos ignoram este fato, ou não têm conhecimento de sua importância." -  Ansel Adams, Examples – The Making of 40 Photographs