Autor Tópico: Cameras sem lentes e fotografia computacional  (Lida 734 vezes)

angelone

  • Trade Count: (18)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.155
  • Sexo: Masculino
Online: 24 de Dezembro de 2015, 19:58:12
Excelente artigo do The NY Times desenhando um futuro possível,  quase inexorável, a partir de pesquisas e protótipos recentes: smarthphones gigapixel,  câmeras sem lentes (com grelhas microscópicas sobre o sensor) e câmeras  auto-suficientes, sem bateria, alimentadas por sensor hibrido  que energiza a câmera na presença de luz...

http://lens.blogs.nytimes.com/2015/12/23/the-future-of-computational-photography/?action=click&contentCollection=Blogs&pgtype=imageslideshow&module=RelatedArticleList&region=CaptionArea&version=SlideCard-1



« Última modificação: 24 de Dezembro de 2015, 20:02:17 por angelone »
Olympus OM-D E-M5 mk II  e uns vidros..


AFShalders

  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 9.299
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #1 Online: 25 de Dezembro de 2015, 00:58:55
Existe também ótica difrativa que usa fendas (slits) e furos em vez de lentes (refrativas). Dá uns efeitos meio estranhos que podem ser corrigidos por software mas a qualidade final é inferior, pois alguns detalhes ultra finos são perdidos. Ótica difrativa já é usada em litografia.

Tem tanta coisa esquista em ótica que daria para ter assunto para os próximos 200 anos de fórum.
A maioria das câmeras e lentes são melhores que a maioria dos fotógrafos.

www.oldgoodlight.blogspot.com / www.flickr.com/groorj