Autor Tópico: Adaptação bateria zinco 1,4v 675 para aparelho auditivo  (Lida 880 vezes)

Guilherme Araújo

  • Trade Count: (5)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 613
  • Sexo: Masculino
Online: 05 de Fevereiro de 2016, 22:52:17
Pessoal, esse assunto é conhecido por alguns. Mas pela importância decidi compartilha minha experiência.

Em resumo, tenho 3 câmeras (Minolta SRT 101, Olympus OM-1 e Canon FT) todas projetadas para usar a antiga bateria de mercúrio 1,35v PX 13 ou PX 625 que, em tese, tem a venda proibida (mas os chineses ainda vendem).

Tenho também um fotômetro Gossen Lunaxi 3 projetado para utilizar duas pilhar de mercúrio 1,35v.

Todo este equipamento estava funcionando com a bateria 625A, que tem o design da antiga PX 13, mas é na verdade uma bateria de 1,5v.

Li em muitos lugares que não tinha grande diferença usar pilha 1,5v, inclusive as LR44 em adaptações na própria câmera.

Pois bem, comprei as pilhas de 1,4 675 e troquei nos meus equipamentos. Fiquei assustado com a diferença na medição dos fotômetros depois fazê-los funciona-los em 1,4v com a bateria de zinco 675 (feita para aparelhos auditivos externos, atrás da orelha). Pode parecer pouco, mas o fotômetro de mão chega a alterar dois pontos e meio!

Em fim, pra quem usa a 625A por comodidade, alerta!

Outra coisa, os sites (gringos inclusive) indicam usar um fio de 0,5mm (tem gente q recomenda 1mm, mas pra mim foi mais que impossível) no entorno da 675 1,4v pq ela é mais estreita e fica dançando no compartimento da bateria. Bem, é um saco tentar acoplar um fio tão fino em torno de uma bateria. O que eu fiz, cortei um pedaço de fita dupla face 3m (aquela verde) e pronto! Muito mais fácil que fio elétrico. Principalmente no fotômetro Gossem que usa duas pilhas, uma por cima da outra, um martírio conseguir fechar a tampa sem que elas saiam do lugar. Mas com a fita dupla face grudei uma na outra e pronto!

Em fim, se alguém tiver mais experiência sobre estes procedimentos seria legal compartilhar, vale muito a pena usar a voltagem certa.

Grande abraço.


bruno_sfc

  • Trade Count: (13)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 942
  • Sexo: Masculino
Resposta #1 Online: 05 de Fevereiro de 2016, 23:05:12
Comprei uma pelo eBay pra usar na OM-1. Ainda não chegou, saiu 50 reais (isso ainda se não for taxado). Estou ansioso pra fazer o teste.


DMZamora

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (6)
  • Colaborador(a)
  • *****
  • Mensagens: 3.301
  • Sexo: Masculino
Resposta #2 Online: 06 de Fevereiro de 2016, 01:30:16
As baterias de 1.5V, além do erro no fotômetro, têm o grande problema de variar a tensão durante a descarga, o que faz com que o erro não seja sempre o mesmo. Isso não acontece com as baterias de mercúrio ou zinco, que mantêm a tensão praticamente constante durante quase todo o ciclo de descarga.

A desvantagem da bateria de zinco é que, depois de removido o selo para ativar a bateria, ela tem um tempo de vida útil pequeno, de aproximadamente seis a oito semanas, quer seja usada, quer não.
Daniel Zamora - Brasília/DF
Canon 7D Mark II/ EF-S 10-18 IS STM / EF-S 18-55mm IS / EF 24-105mm L IS USM / EF-S 55-250mm IS / EF 50mm f/1.8 II / YongNuo Speedlite YN-565EX x2 / YN-622C x3
Olympus OM-1 MD / Zuiko 50mm f/1.4 / Soligor 28mm f/2.8


RTFM!


bruno_sfc

  • Trade Count: (13)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 942
  • Sexo: Masculino
Resposta #3 Online: 06 de Fevereiro de 2016, 10:30:29
A desvantagem da bateria de zinco é que, depois de removido o selo para ativar a bateria, ela tem um tempo de vida útil pequeno, de aproximadamente seis a oito semanas, quer seja usada, quer não.

Sério? Mesmo mantendo o fotômetro da OM-1 em "OFF"? :no:
« Última modificação: 06 de Fevereiro de 2016, 10:30:52 por bfscf »


Guilherme Araújo

  • Trade Count: (5)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 613
  • Sexo: Masculino
Resposta #4 Online: 06 de Fevereiro de 2016, 11:26:59
Comprei uma pelo eBay pra usar na OM-1. Ainda não chegou, saiu 50 reais (isso ainda se não for taxado). Estou ansioso pra fazer o teste.

Comprou qual?


Guilherme Araújo

  • Trade Count: (5)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 613
  • Sexo: Masculino
Resposta #5 Online: 06 de Fevereiro de 2016, 11:29:58
As baterias de 1.5V, além do erro no fotômetro, têm o grande problema de variar a tensão durante a descarga, o que faz com que o erro não seja sempre o mesmo. Isso não acontece com as baterias de mercúrio ou zinco, que mantêm a tensão praticamente constante durante quase todo o ciclo de descarga.

A desvantagem da bateria de zinco é que, depois de removido o selo para ativar a bateria, ela tem um tempo de vida útil pequeno, de aproximadamente seis a oito semanas, quer seja usada, quer não.

Esse erro eu sentia, principalmente no Gossen.

Sobre a vida útil, a moça da clinica me disse q durava até um ano. Mas se for realmente só semanas a casa caiu, acho mais vantagem o adaptador para 1,35v do eBay.




DMZamora

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (6)
  • Colaborador(a)
  • *****
  • Mensagens: 3.301
  • Sexo: Masculino
Resposta #7 Online: 06 de Fevereiro de 2016, 14:03:46
Esse erro eu sentia, principalmente no Gossen.

Sobre a vida útil, a moça da clinica me disse q durava até um ano. Mas se for realmente só semanas a casa caiu, acho mais vantagem o adaptador para 1,35v do eBay.

Bom, quando pesquisei sobre isso, foi a informação que obtive, seis a oito semanas. Comprei uma para testar na OM-1, utilizei uma vez, e depois a câmera ficou guardada por 3 meses. Quando tentei usar novamente, a bateria já tinha ido para o limbo. Mas isso foi há uns 4 anos, pode ter havido alguma mudança na tecnologia de fabricação das baterias, de lá para cá.

A propósito, encontrei um tópico de 2010, curto mas esclarecedor, sobre o assunto:

http://forum.mundofotografico.com.br/index.php?topic=45631.0
« Última modificação: 06 de Fevereiro de 2016, 14:04:13 por DMZamora »
Daniel Zamora - Brasília/DF
Canon 7D Mark II/ EF-S 10-18 IS STM / EF-S 18-55mm IS / EF 24-105mm L IS USM / EF-S 55-250mm IS / EF 50mm f/1.8 II / YongNuo Speedlite YN-565EX x2 / YN-622C x3
Olympus OM-1 MD / Zuiko 50mm f/1.4 / Soligor 28mm f/2.8


RTFM!


Tiago C.

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 165
Resposta #8 Online: 06 de Fevereiro de 2016, 18:03:01
Eu fazia essa gambiarra com a 675 na minha Canonet: http://masafinaloqueequesepassaaqui.blogspot.com.br/2009/05/yashica-electro-35-substituicao-da.html
Em relação à vida útil, ela demorava bastante tempo comigo. Vocês podem tampar os buracos com durex ou mesmo guardar o selo que vem com elas e usá-los de novo. Além disso, é uma bateria barata (pelo menos aqui no RJ), então, não é o caso de se preocupar muito com a vida útil.
« Última modificação: 06 de Fevereiro de 2016, 18:05:49 por Tiago C. »