Autor Tópico: Desistindo ou quase desistindo 2016 =\  (Lida 12926 vezes)

Danilo_cs

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.060
    • DCS
Online: 11 de Fevereiro de 2016, 12:40:09
Olá!
Decidi criar esta nova pasta para saber quantos estão desapontados com a fotografia profissional.
Gostamos muito de fotografar. É algo arraigado em nós, então desistir disso é realmente desafiador.

No meu caso, escolhi o ramo do retrato. É o que eu gosto. Mas tem sido desanimador a enorme dificuldade que encontrei e as diversas promessas frias e cancelamentos de ensaios cancelados. Desde 2011, quase todo mundo que contatei, mesmo os "negócios certos" me diziam: "Quem sabe mais para frente".

Em breve eu vou postar o gráfico que fiz para ilustrar a razão de tanto chororô...
Meu trabalho está aqui em http://www.dcsdesenvolvimento.com.br :)


Rafa_Meira

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (2)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.146
  • Sexo: Masculino
Resposta #1 Online: 11 de Fevereiro de 2016, 12:45:13
Pois é, também não tem sido fácil pra mim.

Esse é realmente um mercado complicado. Poucos se destacam. Precisa realmente muito foco e perseverança pra conseguir ir adiante.


Danilo_cs

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.060
    • DCS
Resposta #2 Online: 11 de Fevereiro de 2016, 12:58:36
Não conseguir já é difícil! Agora conseguir e na semana do ensaio a pessoa cancelar acho que é pior ainda
Meu trabalho está aqui em http://www.dcsdesenvolvimento.com.br :)


Humberto Yoji

  • Trade Count: (23)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.604
  • Sexo: Masculino
    • Humberto Yoji - fotógrafo
Resposta #3 Online: 11 de Fevereiro de 2016, 12:58:53
Como todos temos paixão pela fotografia, a maioria de nós tem vontade de viver disso. Só que para viver de fotografia leva um tempo até você se estabelecer, e muitos de nós simplesmente não temos esse tempo. Então muitos desistem no meio do caminho...

O seu caso parece diferente, você está a ponto de desistir mas já está a um certo tempo no mercado. Não tenho ideia de como é o mercado de retratos, mas imagino que seja menor que o mercado de casamentos, onde me encontro.

Também comecei a trabalhar com fotografia em 2011, mas no final do ano. O começo foi muito complicado, passei muito aperto, vivia no vermelho, dívidas virando o mês, etc. A "vantagem" é que não tenho filhos, então o único prejudicado era eu mesmo, e podia passar um tempo mais nessa situação.

Com o tempo a coisa foi melhorando. Não tão rápido quanto eu gostaria, mas a cada ano tenho superado o ano anterior. Só considero que tive êxito na fotografia mesmo a partir de 2014, foi o ano que vi que conseguiria. 2015 foi ainda melhor, e o começo de 2016 parece bastante promissor, já está melhor que o começo de 2015. Ainda estou longe de dizer que estou estabelecido no mercado e confortável financeiramente, mas enquanto continuar esse crescimento constante, não tenho motivos para parar.

Quase desisti em vários momentos. Já fiquei muito desapontado com a fotografia profissional sim. Mas com um pouquinho de persistência e investimento (em divulgação, em formação, em equipamento) as coisas vêm melhorando. Pergunta: quanto você investe ou já investiu em divulgação e marketing? Talvez isso possa ser um diferencial e um ponto de virada. Pra mim, sinto que fez muita diferença.

Abraços e boa sorte!


Rafa_Meira

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (2)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.146
  • Sexo: Masculino
Resposta #4 Online: 11 de Fevereiro de 2016, 13:02:42
Animador seu relato Teté.

 :) :)


Humberto Yoji

  • Trade Count: (23)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.604
  • Sexo: Masculino
    • Humberto Yoji - fotógrafo
Resposta #5 Online: 11 de Fevereiro de 2016, 13:18:05
Animador seu relato Teté.

 :) :)

 :ok:

Não sei se sirvo exatamente de exemplo, porque ainda falta um bom caminho pra ser um fotógrafo bem sucedido. E também sei que são poucos que podem se dar ao luxo de passar uns 2 anos no vermelho como eu passei. Mas acredito que seja sempre bom ver alguns exemplos de que a coisa pode funcionar...


Luciano.Queiroz

  • Trade Count: (30)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.414
  • Sexo: Masculino
    • Luciano Queiroz
Resposta #6 Online: 11 de Fevereiro de 2016, 13:35:10
Pra viver bem de fotografia talvez o que menos precise saber é fotografar. Já cansei de ver gente passar por aqui, extremamente técnico, mas que não vai pra frente.

O melhor fotógrafo aqui da cidade nem de longe é o melhor, mas ninguém tem o relacionamento como o dele por aqui.. Fotos bem medianas, foco horrível, tratamento duvidoso, mas é o cara da moda que fotografa os melhores eventos e os mais ricos da cidade.

No mundo de hoje é quase isso que importa, em quase todas as profissões...
« Última modificação: 11 de Fevereiro de 2016, 13:39:22 por Luciano.Queiroz »
Luciano Queiroz
www.lucianoqueiroz.com
Facebook: @caminhotracado - https://goo.gl/pNRgQX
Instagram: @caminhotrtacado - https://goo.gl/Gou1E2
Youtube: www.youtube.com/c/caminhotracado


Humberto Yoji

  • Trade Count: (23)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.604
  • Sexo: Masculino
    • Humberto Yoji - fotógrafo
Resposta #7 Online: 11 de Fevereiro de 2016, 13:46:01
Pra viver bem de fotografia talvez o que menos precise saber é fotografar. Já cansei de ver gente passar por aqui, extremamente técnico, mas que não vai pra frente.

Todos os grandes fotógrafos do Brasil e do mundo manjam tanto de fotografia quanto de marketing. Ou melhor, manjam mais de marketing do que de fotografia. Claro que pessoas como Everton Rosa, Evandro Rocha ou Vinicius Matos são excelentes fotógrafos e fazem coberturas lindíssimas, mas manjam muito de marketing e/ou possuem alguém para cuidar dessa parte.

Por isso que perguntei ao Danilo o quanto ele investe ou já investiu em divulgação. A cada ano eu separo uma fatia um pouco maior destinada ao trio divulgação-formação-equipamentos.


Hamilton Sousa

  • Trade Count: (10)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 700
  • Sexo: Masculino
  • Fotógrafo Social
Resposta #8 Online: 11 de Fevereiro de 2016, 13:48:55
Pra viver bem de fotografia talvez o que menos precise saber é fotografar. Já cansei de ver gente passar por aqui, extremamente técnico, mas que não vai pra frente.

O melhor fotógrafo aqui da cidade nem de longe é o melhor, mas ninguém tem o relacionamento como o dele por aqui.. Fotos bem medianas, foco horrível, tratamento duvidoso, mas é o cara da moda que fotografa os melhores eventos e os mais ricos da cidade.

No mundo de hoje é quase isso que importa, em quase todas as profissões...

Trabalho desde 1996 começando como um hobby e a partir de 1998 profissionalmente, tive ao longo da carreira muitos altos e baixos,hoje  percebo muitos profissionais investindo mais em marketing pessoal do que em aprendizado propriamente dito.
7d   /   sl1 /   18-50 2.8 sigma    / 7mm fisheye  vivitar  /  85mm f1.8 / 430ex ll


Rafa_Meira

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (2)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.146
  • Sexo: Masculino
Resposta #9 Online: 11 de Fevereiro de 2016, 13:50:04
:ok:

Não sei se sirvo exatamente de exemplo, porque ainda falta um bom caminho pra ser um fotógrafo bem sucedido. E também sei que são poucos que podem se dar ao luxo de passar uns 2 anos no vermelho como eu passei. Mas acredito que seja sempre bom ver alguns exemplos de que a coisa pode funcionar...

Mas isso não é exclusivo de fotografia, mas de qualquer tipo de negócio em que se precise ter um investimento razoável e conquistar clientes.


Luciano.Queiroz

  • Trade Count: (30)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.414
  • Sexo: Masculino
    • Luciano Queiroz
Resposta #10 Online: 11 de Fevereiro de 2016, 13:52:52
Todos os grandes fotógrafos do Brasil e do mundo manjam tanto de fotografia quanto de marketing. Ou melhor, manjam mais de marketing do que de fotografia. Claro que pessoas como Everton Rosa, Evandro Rocha ou Vinicius Matos são excelentes fotógrafos e fazem coberturas lindíssimas, mas manjam muito de marketing e/ou possuem alguém para cuidar dessa parte.

Por isso que perguntei ao Danilo o quanto ele investe ou já investiu em divulgação. A cada ano eu separo uma fatia um pouco maior destinada ao trio divulgação-formação-equipamentos.
Sim... mas guardadas as devidas proporções, ainda acho que relacionamento/ marketing/contatos vale mais que ser um excelente fotógrafo...
Luciano Queiroz
www.lucianoqueiroz.com
Facebook: @caminhotracado - https://goo.gl/pNRgQX
Instagram: @caminhotrtacado - https://goo.gl/Gou1E2
Youtube: www.youtube.com/c/caminhotracado


Danilo_cs

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.060
    • DCS
Resposta #11 Online: 11 de Fevereiro de 2016, 14:04:23
Por isso que perguntei ao Danilo o quanto ele investe ou já investiu em divulgação. A cada ano eu separo uma fatia um pouco maior destinada ao trio divulgação-formação-equipamentos.

Ahh eu já investi em folhetos, site, google adwords, em jornal (mas o jornal só durou 1 mes), classificados (gratis), facebook e outras coisas mais que eu nem lembro, mas nada deu retorno.

Ano passado o único ensaio que fechei foi através do meu site. Se eu fechasse 1 por mes, me daria uma luz de esperança, mas 1 por ano é muito desanimador...
Meu trabalho está aqui em http://www.dcsdesenvolvimento.com.br :)


Rafa_Meira

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (2)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.146
  • Sexo: Masculino
Resposta #12 Online: 11 de Fevereiro de 2016, 14:13:19
Ahh eu já investi em folhetos, site, google adwords, em jornal (mas o jornal só durou 1 mes), classificados (gratis), facebook e outras coisas mais que eu nem lembro, mas nada deu retorno.

Ano passado o único ensaio que fechei foi através do meu site. Se eu fechasse 1 por mes, me daria uma luz de esperança, mas 1 por ano é muito desanimador...

Mas pelo que todo mundo diz, esse tipo de "marketing impessoal" é o que menos dá retorno.


Danilo_cs

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.060
    • DCS
Resposta #13 Online: 11 de Fevereiro de 2016, 14:16:47
Desde que comprei a minha cam. em 2011, tive a ideia de fazer uma planilha e anotar o quando ganhei em cada ensaio para saber o quanto faltava para recuperar o investimento....

Daí esses dias eu resolvi fazer um gráfico estimado do quando consegui nesses 5 anos. Embora eu consegui recuperar pelo menos o valor da camera, o resultado foi deprimente:

Eu chamei esse gráfico de faturamento anual fotográfico. A linha em azul é o valor bruto e a linha em laranja é o valor estimado tirando os gastos com impressão e revelação:



Meu trabalho está aqui em http://www.dcsdesenvolvimento.com.br :)


agalons

  • Trade Count: (10)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.870
Resposta #14 Online: 11 de Fevereiro de 2016, 15:05:04
Sim... mas guardadas as devidas proporções, ainda acho que relacionamento/ marketing/contatos vale mais que ser um excelente fotógrafo...

Esse sempre foi o ponto,  Relacionamento,
o resto vc pilota,
se nao for bom fotografo contrata um bom ,
para fazer "aquele contrato gordo que pegou".
Ja vi isso milhares de vezes, desde que começei a trabalhar em 1992.
Eu sempre como a maioria foquei em tecnica + todos os cursos + altissima qualidade no trabalho.
so quando comecei a aprender sobre vendas , mkt pessoal ,relacionamento,etc,
e que comecei a ficar rico,  :hysterical: :hysterical:.