Autor Tópico: Checagem da carga da bateria na OM-1  (Lida 1929 vezes)

Guilherme Araújo

  • Trade Count: (5)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 613
  • Sexo: Masculino
Online: 04 de Abril de 2016, 15:22:50
Olá pessoal.

Estou me deparando com uma questão, procurei em outros lugares e como não encontrei estou recorrendo aos colegas.

Seguinte, tem como eu saber se a bateria da OM-1 está fraca? Outros modelos (até mais antigos) possuem mecanismo de checagem da carga da bateria.

Como seria na OM-1?


bruno_sfc

  • Trade Count: (13)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 942
  • Sexo: Masculino
Resposta #1 Online: 04 de Abril de 2016, 15:36:32
Seguinte, tem como eu saber se a bateria da OM-1 está fraca? Outros modelos (até mais antigos) possuem mecanismo de checagem da carga da bateria.

Eu lembro ter pesquisado sobre isso também... Posso estar falando bobagem, mas se você estiver usando a bateria de mercúrio, a bateria não fica "fraca", ela descarrega ao ponto de não ser mais utilizável. Ou seja, ou ela está boa para uso ou não está, não existe "checagem de carga".

De qualquer forma, vou acompanhar esse tópico pra saber se é isso mesmo. :)


Guilherme Araújo

  • Trade Count: (5)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 613
  • Sexo: Masculino
Resposta #2 Online: 09 de Abril de 2016, 22:11:18
Ninguém?  :assobi: :ok:


Guilherme Araújo

  • Trade Count: (5)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 613
  • Sexo: Masculino
Resposta #3 Online: 15 de Abril de 2016, 23:14:19
Acho q n tem mesmo. Usando a bateria de zinco 1,4v o q será que acontece?


bruno_sfc

  • Trade Count: (13)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 942
  • Sexo: Masculino
Resposta #4 Online: 16 de Abril de 2016, 12:40:01
Acho q n tem mesmo. Usando a bateria de zinco 1,4v o q será que acontece?

Acho que a carga deve acabar mais rápido e pode aos poucos a medição do fotômetro se tornar inconstante. Mas pelos relatos que li, funciona como uma alternativa muito satisfatória. Fique longe das baterias alcalinas, essas sim não se ajustam para leitura do fotômetro e descarregam muito rapidamente!

Isso estou falando da época que tive uma OM-1 e lembro ter pesquisando um pouco, mas posso não ter 100% de certeza, sinto muito. :ponder:
« Última modificação: 16 de Abril de 2016, 12:40:19 por bfscf »


AFShalders

  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.304
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #5 Online: 16 de Abril de 2016, 19:41:38
A OM-1 não tem testador de bateria. Baterias de mercúrio tem uma queda muito abrupta da tensão quando a carga acaba, pode chamar até de tombo de tão abrupta. Pode usar como substituta a de zinco-ar.

Pilhas alcalinas, mesmo com circuito modificado e uso de diodos em séria para dar a queda de tensão de 1,5 para 1,35 volts não devem ser usadas, pois a tensão varia muito em função da capacidade restante.

A única outra opção prática e barata fora a bateria de zinco-ar é usar uma de óxido de prata (1.55V) que tem uma curva de descarga parecida com a de mercúrio, e colocar um diodo tipo schottky em série para dar uma queda de 0.2 volts. Funciona bem no caso da OM-1, o problema é conseguir comprar o diodo, pelo menos por aqui. Diodos de silício comum não servem, pois a queda é de 0.65 volts. Diodos de germânio não servem bem pois a queda é de 0.3 volts.

Existem circuitinhos mais sofisticados com reguladores tipo buck/boost mas não recomendo. Vai dar um trabalho legal para montar, mesmo se achar os componentes.

Resumindo, compre uma bateria de zinco-ar.

 :ok:
Ética não é negociável.

Viciado em Fotografia desde 1980
www.oldgoodlight.blogspot.com
www.flickr.com/groorj


Guilherme Araújo

  • Trade Count: (5)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 613
  • Sexo: Masculino
Resposta #6 Online: 16 de Abril de 2016, 19:56:33
Muito, muito obrigado!!!

Ou seja, as câmeras que checam a bateria é pro cara se antecipar, talvez. Pq no final todas vão tomar esse "tombo".

Já estou usando Bateria de Zinco 1.4 e sem nenhuma adaptação. Coloco a bateria bem no meio e fecho a tampinha bem devagar, ela segura a pilha bem no meio por pressão!

Obrigadão!


AFShalders

  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.304
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #7 Online: 16 de Abril de 2016, 23:06:33
Sugestão simples: Corte uma fatia de uns 3mm de uma rolha. Com uma faca, reduza o diametro externo para ficar igual ao da bateria original. Faça um furo no centro do tamanho da bateria que estiver usando.
Ética não é negociável.

Viciado em Fotografia desde 1980
www.oldgoodlight.blogspot.com
www.flickr.com/groorj


Guilherme Araújo

  • Trade Count: (5)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 613
  • Sexo: Masculino
Resposta #8 Online: 17 de Abril de 2016, 10:06:46
Essa da rolha vai ser ótimo para o meu fotômetro Gossen Lunaxis3 que usa duas pilhas, uma em cima da outra. Já ia importar aqueles adptadores do ebay mas antes vou tentar com a cortiça. Obrigado pela dica! :worship:


J.Farias

  • Trade Count: (4)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 110
Resposta #9 Online: 28 de Abril de 2016, 04:29:48
   Ontem eu estava procurando lentes antigas para adaptar numa OM-D EM-5 e encontrei/comprei uma Oly OM-1n com 2 flashs, uma lente 50mm Zuiko 1.8mm e um extensor 2X Vivitar MC por um preço bem bacana. A ideia era ficar com o conjunto apenas pelas lentes (e com a ajuda do adaptador vendido pela já querida Helena Bsb aqui do fórum), mas quando resolvi limpar todo o conjunto e testar a lente na própria Oly antiga, qual foi minha surpresa ao perceber que ela estava totalmente funcional, até o fotômetro dela funciona!!
   Resultado da compra: apesar de estar absolutamente encantado com a OM-D EM-5 (recebi esta semana e era/sou usuário Canon), meus olhos brilharam forte mesmo foi pela Oly antiga, que tem quase minha idade  :doh: passei horas praticamente lambendo-a, futucando todos os controles e "brincando de tirar fotos" na varanda do apartamento e da minha esposa (estava sem filme, mas mesmo assim ela fazia pose :no:). Foi quase como viajar no tempo e lembrar da época que usava uma modesta Olympus Trip 35 que, perto da OM-1n é como comparar uma compacta atual a uma 5DMIII...
   Bom, todo esse blá blá blá foi só pra contextualizar e perguntar: mais alguém aqui do fórum mora em Brasília e curte a OM-1? Estou querendo dicas sobre onde comprar a bateria pra ela (posso também brincar com as adaptações, curto muito eletrônica) e o melhor local pra fazer manutenção nas lentes antigas. Estou com uma Zuiko 75-150mm F4 + teleconverter Olympus e uma Soligor 28-80mm Macro que quero deixar em ponto de uso pra montar um kit analógico mais flexível.
   Achei uma loja na Feira dos Importados, com um senhor que parece bem entendido no assunto (além de muito educado e solícito). Apenas achei o orçamento um pouco pesado. Fui também na Tecnofoto da Asa Sul, mas exigiam deixar a lente pra orçar. Pesquisando na net encontrei referências da Prisma (Dedeu) na 505 sul. Alguém conhece? Posso encontrar esta bateria num destes locais?
   O fotômetro da minha OM-1n não está tão responsivo, mas não tenho parâmetros para comparar. Pelos vossos relatos, é possível que seja mesmo bateria fraca?
   Um grande abraço,
Jorge


J.Farias

  • Trade Count: (4)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 110
Resposta #10 Online: 28 de Abril de 2016, 04:38:34
   Acabo de retirar a bateria do compartimento e medi no voltímetro 1.36V nela. É uma 625A. Pesquisando na net pelo datasheet, descobri tratar-se de uma bateria alcalina, com tensão nominal 1.5V...
   []s


AFShalders

  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.304
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #11 Online: 28 de Abril de 2016, 07:56:29
http://www.amazon.com/WeinCell-MRB625-Replacement-Battery-PX625/dp/B00009VQJ7

O problema é que depois de ativadas, elas não duram muito. Elas tem uns furinhos cobertos por uma fita adesiva que deve ser retirada para a ativação.

A melhor solução para o meu gosto é usar uma bateria pequena de lítio  (3v) e usar dois diodos de silício 1n4148 em série como circuito e fazer um pequeno ajuste na regulagem do fotômetro. Como já falei, pode usar também uma bateria de óxido de prata (1.55v) em série com um diodo schottky (o problema é conseguir um).
« Última modificação: 28 de Abril de 2016, 08:06:36 por AFShalders »
Ética não é negociável.

Viciado em Fotografia desde 1980
www.oldgoodlight.blogspot.com
www.flickr.com/groorj


J.Farias

  • Trade Count: (4)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 110
Resposta #12 Online: 30 de Abril de 2016, 21:25:38
Pra quem reside em Brasília, achei ontem bateria pra minha OM1-n na Tecnofoto (412 sul).

Enviado de meu SM-G900FD usando Tapatalk



Guilherme Araújo

  • Trade Count: (5)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 613
  • Sexo: Masculino
Resposta #13 Online: 03 de Maio de 2016, 14:45:57
Pra quem reside em Brasília, achei ontem bateria pra minha OM1-n na Tecnofoto (412 sul).

Enviado de meu SM-G900FD usando Tapatalk

Qual bateria?


J.Farias

  • Trade Count: (4)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 110
Resposta #14 Online: 03 de Maio de 2016, 15:23:50
Guilherme, a que me venderam foi a 625A (Button Cell). Custou R$ 10,00 e funcionou bem, o fotômetro dela está operando normalmente.
Abcs,
Jorge

Enviado de meu SM-G900FD usando Tapatalk