Autor Tópico: Estratégia ou tiro no pé?  (Lida 747 vezes)

Macrolook

  • Trade Count: (1)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 472
Online: 01 de Maio de 2016, 04:09:42
Olá pessoal.

Meu alvo são fotos publicitárias, mais propriamente gastronomia. Já que em casa nem sempre tem pratos elaborados tive uma ideia, é o seguinte:

Para estudar e clicar desenvolvi a seguinte estratégia, ligo em restaurantes e afins e sugiro um ensaio fotográfico, pois sou estudante de fotografia e gastronomia é meu foco.
Digo que vi alguns pratos deles na internet e se eles gostariam de ver seu produto com um look mais profissional.
Um restaurante oriental abraçou, fui lá e fiz algumas fotos.
Ao sair a gerente me disse que queria todas as fotos, eu disse que postaria no Facebook as melhores e que lá ela poderia copiar as que quisesse.
Então ela comentou que queria realmente todas, caso eles precisassem para fazer algo futuramente...Não darei todas, apenas as que postar, pois tem a pós, etc.
Bom, serviu de experiência, agora em diante deixarei bem claro que as fotos são minhas e que disponibilizarei somente as que eu postar na rede social.

Me senti como um idiota, pois apesar de acharem legal e tals, parece que valor que é bom não deram não...
Pensei que desta forma abriria portas, que realmente entenderiam a besteira que fazem publicando fotos roubadas ou fotos ruins dos seus produtos feitas por celulares.
Alguém já passou por algo semelhante?
A saga continua, tem mais alguns lugares que marquei, depois postarei os resultados.




« Última modificação: 01 de Maio de 2016, 04:15:59 por Macrolook »
“Fotografia é poder de observação, não de aplicação da tecnologia.” Ken Rockwell.


vangelismm

  • Trade Count: (7)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.826
  • Sexo: Masculino
    • MedinaFotografia
Resposta #1 Online: 01 de Maio de 2016, 10:36:46
Minha experiencia é que nenhuma pessoa que eu fotografei de graça para fazer meu portfolio virou meu cliente.
As pessoas não dão valor a fotografia e principalmente quando é feita de graça.
"A perspectiva de uma imagem é controlada pela distância entre a lente e o assunto; mudando a distancia focal da lente muda o tamanho da imagem , mas não altera a perspectiva . Muitos fotógrafos ignoram este fato, ou não têm conhecimento de sua importância." -  Ansel Adams, Examples – The Making of 40 Photographs


Humberto Yoji

  • Trade Count: (23)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.759
  • Sexo: Masculino
    • Humberto Yoji - fotógrafo
Resposta #2 Online: 01 de Maio de 2016, 12:26:29
Pessoas só dão valor quando pagam, a verdade é essa, rsrs.

Mas não entendi por que não quer entregar as fotos pra eles... Não precisa entregar todas, claro, pois tem algumas que são teste, e tal, mas essa coisa de postar no facebook e eles copiarem não parece algo que vá agradar muitos possíveis clientes... Até porque o facebook dá uma detonada na qualidade da imagem. Selecione, trate e entregue pro cliente, não vejo mal nisso.

Se a estratégia é fazer essas fotos para criar portfolio, acho que tanto faz quantas ou quais fotos o cliente vai receber. Pense que um cliente bem atendido pode render futuras indicações, e aí sim abrir mais portas. Essa postura de "as fotos são minhas" não acho que vá agradar futuros clientes...


cfcsosa

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (3)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.356
  • Sexo: Masculino
Resposta #3 Online: 01 de Maio de 2016, 14:13:31
Pessoas só dão valor quando pagam, a verdade é essa, rsrs.

Mas não entendi por que não quer entregar as fotos pra eles... Não precisa entregar todas, claro, pois tem algumas que são teste, e tal, mas essa coisa de postar no facebook e eles copiarem não parece algo que vá agradar muitos possíveis clientes... Até porque o facebook dá uma detonada na qualidade da imagem. Selecione, trate e entregue pro cliente, não vejo mal nisso.

Se a estratégia é fazer essas fotos para criar portfolio, acho que tanto faz quantas ou quais fotos o cliente vai receber. Pense que um cliente bem atendido pode render futuras indicações, e aí sim abrir mais portas. Essa postura de "as fotos são minhas" não acho que vá agradar futuros clientes...

2x
-------------------
flickr.com/photos/cfcsosa
instagram.com/cfcsosa
500px.com/cfcsosa1978


Rick99

  • Trade Count: (4)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.985
  • Sexo: Masculino
  • Amador
Resposta #4 Online: 01 de Maio de 2016, 15:08:00
Descrevi sobre uma experiência que eu tive no ramo gastronômico há pouco tempo neste fórum.

Fiz algo parecido com você: procurei por restaurantes, a fim de oferecer fotos para que incluíssem em seus cardápios ou em cartazes (banner). Os pequenos e até de médio porte recusaram, pois para eles, não necessitavam de nada profissional. Uma câmera de smartphone ou compacta já resolveria o problema.
Consultei até "food trucks" e geralmente os proprietários usavam o celular e mandavam as fotos para a gráfica montar o layout e imprimir o material.

Ai fiz uma pesquisa nos grandes restaurantes e lanchonetes. Ai a coisa piorou, pois eles já contratavam agências de publicidade para cuidar disso.

Bom, foi a minha experiência em minha cidade (SP). Pode ser que você possa ter mais sucesso.


Roberto Dellano

  • Trade Count: (11)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.346
  • Sexo: Masculino
  • RTFM
    • Roberto Dellano Fotografia
Resposta #5 Online: 01 de Maio de 2016, 16:59:39
Descrevi sobre uma experiência que eu tive no ramo gastronômico há pouco tempo neste fórum.

Fiz algo parecido com você: procurei por restaurantes, a fim de oferecer fotos para que incluíssem em seus cardápios ou em cartazes (banner). Os pequenos e até de médio porte recusaram, pois para eles, não necessitavam de nada profissional. Uma câmera de smartphone ou compacta já resolveria o problema.
Consultei até "food trucks" e geralmente os proprietários usavam o celular e mandavam as fotos para a gráfica montar o layout e imprimir o material.

Ai fiz uma pesquisa nos grandes restaurantes e lanchonetes. Ai a coisa piorou, pois eles já contratavam agências de publicidade para cuidar disso.

Bom, foi a minha experiência em minha cidade (SP). Pode ser que você possa ter mais sucesso.

Pois é, esse nicho é quase tão complicado como os ensaios discutidos no tópico do Danilo_CS (Desistindo ou quase desistindo), a diferença é que existem grandes empresas que precisam de um trabalho profissional, e estas contratam agencias, mas os pequenos e médios não vão gastar dinheiro com fotografias.
« Última modificação: 01 de Maio de 2016, 17:00:30 por Roberto Dellano »


vangelismm

  • Trade Count: (7)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.826
  • Sexo: Masculino
    • MedinaFotografia
Resposta #6 Online: 01 de Maio de 2016, 18:52:22
Pois é, esse nicho é quase tão complicado como os ensaios discutidos no tópico do Danilo_CS (Desistindo ou quase desistindo), a diferença é que existem grandes empresas que precisam de um trabalho profissional, e estas contratam agencias, mas os pequenos e médios não vão gastar dinheiro com fotografias.

Quer ver outro, loja virtual de roupa.
Uma mulher me ligou porque ela comprou um lote de roupa sem fotos de divulgação e queria que eu fizesse.
Só que o fabricante para um fotografo e tira o custo vendendo milhares da mesma peça.
Ela queria que eu fotografasse 200 conjuntos, tirando o manequim no PS.
Até hoje espero resposta. rsrsrs
"A perspectiva de uma imagem é controlada pela distância entre a lente e o assunto; mudando a distancia focal da lente muda o tamanho da imagem , mas não altera a perspectiva . Muitos fotógrafos ignoram este fato, ou não têm conhecimento de sua importância." -  Ansel Adams, Examples – The Making of 40 Photographs


Roberto Dellano

  • Trade Count: (11)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.346
  • Sexo: Masculino
  • RTFM
    • Roberto Dellano Fotografia
Resposta #7 Online: 01 de Maio de 2016, 20:10:04
Quer ver outro, loja virtual de roupa.
Uma mulher me ligou porque ela comprou um lote de roupa sem fotos de divulgação e queria que eu fizesse.
Só que o fabricante para um fotografo e tira o custo vendendo milhares da mesma peça.
Ela queria que eu fotografasse 200 conjuntos, tirando o manequim no PS.
Até hoje espero resposta. rsrsrs


Uma transportadora me ligou a um tempo traz, queria fazer uma foto de um caminhão para publicidade, e queriam uma foto bem nítida e com muitos detalhes, mas apenas uma foto. Na hora me pegou desprevenido no telefone e eu falei R$100,00 e a pessoa disse que ia passar para seu chefe e me retornaria, depois fiquei pensando em iluminação, tratamento, deslocamento e vi que tinha feito uma caca bem grande no preço.
Mas para minha surpresa, eles acharam caro o meu preço e não fecharam o trabalho ...


palombasso

  • Trade Count: (1)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 62
Resposta #8 Online: 01 de Maio de 2016, 22:27:22
Sem dúvida alguma o valor associado à fotografia caiu hoje em dia pelo volume de novos fotógrafos e a idéia de que qualquer um com celular tira foto.

Mas no post original em questão não sei se concordei com o posicionamento. Não ficou claro se ele pagou pelos pratos ou se o restaurante forneceu.
Se ele tiver se aproveitado de graça do trabalho do restaurante acho que o certo seria fornecer as fotos, principalmente se o objetivo realmente era de estudo. Seria realmente uma troca. Não pra querer que valorizem seu trabalho sem valorizar o dos outros.
Se só o que o restaurante deu foi a permissão pra fotografar então ok, oferecer umas poucas fotos como amostra seria suficiente.

Sent from my SM-G900M using Tapatalk



jesieltrevisan

  • Trade Count: (3)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.655
  • Sexo: Masculino
  • Harmonize-se
Resposta #9 Online: 02 de Maio de 2016, 08:58:04
Pelo que entendo, o seu objetivo inicial foi atingido, você conseguiu treinar tirando fotos de um restaurante.

Agora você cita um objetivo subliminar, que é a valorização do seu trabalho e a forma de entrega das fotos, que pelo menos no contexto inicial que você expôs, não estava contemplado.

Já dizia o sábio "O combinado não sai caro"

Antes de fechar algo, mesmo que de graça, formalize como vai ser o trabalho e a entrega do material, direitos autorais, etc... deixar para pensar nisso só na entrega ae sim é um tiro no pé, pois as expectativas sua e do dono do estabelecimento são diferentes.

Sobre a valorização do trabalho, não espere isso de ninguém, venda o seu peixe e garanta a entrega e o recebimento $$$ ... se receber um elogio do cliente ao final do trabalho, apenas agradeça e encare como algo além das expectativa, sem demais pretensões  ;) ...quem tem que valorizar o trabalho é você.
« Última modificação: 02 de Maio de 2016, 08:59:25 por jesieltrevisan »
Canon EOS 5D + BG-E4 + Canon EOS Kiss (300D) 
Canon EF 50mm f/1.8 mk I + Canon EF 100mm f/2 + Canon EF 28-70mm  f/3.5~4.5 II + Sigma 18-50mm f/2.8 DC EX  + 430EX II
--
Dúvida sobre as regras do fórum? --> REGRAS GERAIS
Dúvidas gerais? -->FAQ


Nilton Fecchio

  • Trade Count: (1)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 14
  • Sexo: Masculino
    • Fecchio Fotografia
Resposta #10 Online: 02 de Maio de 2016, 12:09:51

Uma transportadora me ligou a um tempo traz, queria fazer uma foto de um caminhão para publicidade, e queriam uma foto bem nítida e com muitos detalhes, mas apenas uma foto. Na hora me pegou desprevenido no telefone e eu falei R$100,00 e a pessoa disse que ia passar para seu chefe e me retornaria, depois fiquei pensando em iluminação, tratamento, deslocamento e vi que tinha feito uma caca bem grande no preço.
Mas para minha surpresa, eles acharam caro o meu preço e não fecharam o trabalho ...

Nossa!!! R$100,00 e acharam caro? Queriam pagar quanto? R$50,00???? Eu estimaria em R$1000,00 para uma fotografia para publicidade. Gsuis....
Comigo foi uma indicação de uma cliente para uma festa infantil com quase 100 convidados. Como era indicação de uma cliente, daria um desconto e cobraria R$400,00. Ela achou caríssimo e fora do orçamento dela!!!! Tá fxxa....


charles_pereira

  • Trade Count: (2)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 279
  • Sexo: Masculino
Resposta #11 Online: 02 de Maio de 2016, 12:54:31
...quem tem que valorizar o trabalho é você.
:ok: :ok: :ok: :ok:


Macrolook

  • Trade Count: (1)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 472
Resposta #12 Online: 06 de Maio de 2016, 11:28:05
Para esclarecer, o restaurante no início concordou em que eu fizesse as fotos e cobraria o preço de custo dos pratos para que eu pudesse fotografar e utilizar fotos para o portfólio que pretendo criar.
Depois de verem as imagens, se animaram e resolveram não cobrar, desde que claro passasse todas imagens para eles. Disse que nem todas ficam boas, e além disso, tem o tratamento, expliquei que quase nenhuma imagem sai pronta da máquina, tem escolher as melhores e tratar sempre. Cedi algumas imagens tratadas e ponto final, não criei expectativa nenhuma de retorno.
Terminando esse restaurante, fui em uma doceria, já deixei claro minhas intenções e conversei com uma assessora de marketing da empresa, avisando que poderia pagar pelos doces e produtos frescos seu preço de custo e se poderia fotografar ali em um canto sem incomodar ninguém. Seria muito mais prático levar para casa e fazer, mas o desafio é no local do cliente, pelas luzes e ambiente, simular o que pretendo fazer.
Ao final vieram me dizer que não queriam cobrar e se pudesse ceder as imagens, pois as deles eram de celular e que seria uma troca...
No final a assessora veio pedir meu cartão, entreguei sem criar expectativas, ainda mais por que o cartão sinalizava pouco investimento em design e papel de qualidade, são coisas que aprendemos ao longo da profissão.
Tudo pelo aprendizado né, fico de cara como as empresas com assessores de marketing fazem fotos de celular e utilizam fotos da internet para divulgar produtos que não são seus.
Bom, já tenho as imagens, vou montar um portfólio e tentar vender, embora esteja longe dos resultados que pretendo chegar, tenho que começar de algum modo.
“Fotografia é poder de observação, não de aplicação da tecnologia.” Ken Rockwell.


Lindsay

  • Trade Count: (18)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.501
  • Sexo: Masculino
Resposta #13 Online: 06 de Maio de 2016, 12:29:12
É assim mesmo viu, esse é um dos segredos da fotografia. Existem clientes que não conseguem se encontrar com o valor da boa fotografia, ou ainda que não conseguem ganhar o suficiente para suportar o trabalho profissional de um fotografo. Esses não vão conseguir valorizar (em R$) o seu trabalho.

E daqui a alguns anos, quando vc estiver mais estabelecido como fotografo, haverão iniciantes com a mesma ideia e necessidade que vc tem hoje, trabalhando grátis para conseguir iniciar, e atendendo uma fatia do mercado.

Mas no futuro, não serão esses clientes ai o seu mercado, porque existem outros que pagam bem, desde que vc consiga realmente produzir fotos de boa qualidade. O fotografo tbm escolhe os seus clientes, e naturalmente vc vai acabar escolhendo e se relacionando com aqueles que pagam.

Neste momento o que posso te recomendar é que acredite em seu trabalho, se empenhe para produzir boas fotos, e faça um plano que em algum momento consiga reverter o seu esforço em dinheiro para a sua subsistência, deixando as paixões pela fotografia de lado.

Boa sorte na sua empreitada, tudo de bom pra vc!!!
« Última modificação: 06 de Maio de 2016, 12:30:14 por Lindsay »
Fotografando com a memória