Autor Tópico: Aberração "Coma" em borda de lentes Canon  (Lida 246 vezes)

jtitton

  • Trade Count: (3)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 163
  • Sexo: Masculino
Online: 05 de Agosto de 2016, 10:48:42
Senhores,

Andei fotografando algumas estrelas e a via láctea na última semana. Utilizei uma 24-105 F4 em 24 mm e uma 100 mm F2.8, sendo que muitas fotografias apresentaram uma deformação das estrelas próxima aos cantos da lente. É como se a estrela virasse uma seta apontando para o centro da fotografia. Alguns amigos que lidam com astronomia me mostraram que isso se chama "coma efect" e seria uma aberração da lente, que quanto melhor a qualidade do telescópio, menor a incidência dessa aberração.

Mas como eu tenho uma canon e não um celestron, gostaria de saber se alguém já passou por isso ou então sabe alguma forma de reduzir esse tipo de aberração?
Não é algo que atrapalhe muito, mas da a sensação que nas bordas a fotografia não tem foco. Minha solução momentânea foi recortar a fotografia e remover os cantos.

Valeu
Canon 6D
Astrofotografia, paisagens, coisas legais e o que der vontade.


AFShalders

  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.723
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #1 Online: 05 de Agosto de 2016, 11:01:25
Já e é comum. Lentes para uso em fotografia terrestre não são fabricadas com a mesma exigência das para uso astronomico. Não há o que fazer, fora o óbvio, que é reduzir um pouco a abertura e caprichar muito no foco.

Aliás, nesta semana mesmo estava ajudando a recuperar um refrator acromático de 80mm, e no interior do tubo existem redutores de abertura justamente para melhorar o problema de coma.
Ética não é negociável.

Viciado em Fotografia desde 1980
www.oldgoodlight.blogspot.com
www.flickr.com/groorj


AFShalders

  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.723
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #2 Online: 05 de Agosto de 2016, 13:15:01
Tem também o efeito do astigmatismo, que geralmente piora muito conforma as aberturas vão ficando muito grandes. O normal é ter astigmatismo e coma combinados.

Em telescópios com ótica superior, existem lentes especiais para diminuir coma, aberração cromática e astigmatismo.

Para se ter uma idéia básica se a ótica é adequanda ao uso em astrofotografia, principalmente de estrelas (sim, é diferente de fotografar nebulosas e afins), existe um teste que consiste em tentar visualizar os chamados discos de Airy. Se eles forem visíveis, o telescópio (ou lente) é considerado pelo menos na qualidade minima necessária. Quando os discos são visíveis, significa que é ótica é superior, limitada pela difração, e não por imperfeiçoes óticas. Os discos devem ser visíveis em todo o campo visual e não somente no centro.

https://en.wikipedia.org/wiki/Airy_disk
Ética não é negociável.

Viciado em Fotografia desde 1980
www.oldgoodlight.blogspot.com
www.flickr.com/groorj


jtitton

  • Trade Count: (3)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 163
  • Sexo: Masculino
Resposta #3 Online: 08 de Agosto de 2016, 08:35:55
Muito obrigado,
Peguei o seu material sexta e já li muita coisa desde lá. Bastante coisa, achei bem interessante.

Obrigado
Canon 6D
Astrofotografia, paisagens, coisas legais e o que der vontade.