Autor Tópico: Você se sente estagnado?  (Lida 1883 vezes)

lee.

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.766
  • Sexo: Masculino
  • fotógrafo desde 2009
    • electromacore
Online: 10 de Agosto de 2016, 12:10:04
Com o tópico anterior seguiu um outro pensamento.

Você sente que parou no tempo? Que nos últimos anos aprendeu pouco como fotógrafo (observação/olhar) mas aprendeu e melhorou consideravelmente nos skills de photoshop.  :hysterical:

To tendo essa dificuldade, sentindo como não estivesse evoluindo tanto quanto gostaria. Apesar de bons feedbacks de grandes fotógrafos vc sente que tem um plateau (cada um tem o seu e em diferentes níveis)

Medo de ser mais reconhecido como "photoshoper" que "photographer" :/ Nada contra o que cada um prefere. Eu particularmente prefiro ser reconhecido apenas como bom fotógrafo mesmo.

Só recentemente que as coisas mudaram um pouco (pra melhor) mas já fiquei preso por um tempo considerável (tipo uns 4 anos) numa linha sem muita variação.

O que tenho feito agora é explorar vários estilos que costumo não trabalhar. Apesar de ser arquiteto não costumava fazer fotos de arquitetura então comecei a fazer... A fotografia de rua, por exemplo, me mantive muito na linha "arroz com feijão" e resolvi explorar um novo mundo. Com mais ousadia e liberdade. Não sou chegado a ensaio mas fiz um esse ano "for fun" presenteando para os amigos sem cobrar... Essas foram as minhas tentativas pra revigorar  :ok:

Como vocês lidam com isso?

"Not sharper photographs, not larger photographs, but better photographs — photographs that say something, that mean something, even if only to us."
________________________________________________________
Canon 5DMarkII | Fujifilm X100T | https://www.instagram.com/electroma.core | https://www.electromacore.com


Humberto Yoji

  • Trade Count: (23)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.977
  • Sexo: Masculino
    • Humberto Yoji - fotógrafo
Resposta #1 Online: 10 de Agosto de 2016, 12:31:40
Bom tópico, lee  :ok:


Acho que todo mundo volta e meia acaba estagnando em um momento ou outro. Acho que o mais importante é, como você fez, reconhecer que não tem evoluído e buscar mudar isso. E, principalmente, perceber que isso tem a ver com você apenas, e não co fatores externos.


Isso acontece comigo com frequência, acho que com a maioria do povo que trabalha com fotografia acontece. Eu sempre tento contornar isso da mesma forma que você fez, ou seja, tentando fotografar coisas diferentes do que sempre faço. Fugir um pouco do trabalho, buscar referências em outras áreas fora do casamento... Eu, particularmente, sempre gostei de estudar fotografia, de experimentar técnicas diferentes, e acho que isso ajuda sair da mesmice. Mas nem por isso impede a estagnação.


Falando apenas de trabalho, fotografia de casamento é complicada, tem muito clichê e, como sempre, muita coisa que os clientes querem fazer que já viram de outros casamentos. Além disso, várias vezes a gente acaba fotografando casamentos 2 ou 3 vezes no mesmo lugar, ou até mais.


Acho que o ideal mesmo é sempre buscar referências em outras áreas. No Intagram eu sigo muitos fotógrafos de natureza, muitos fotógrafos de rua, fotógrafos de moda, de retratos, de shows... Tudo isso abre um pouco a cabeça


Raphael Sombrio

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.822
  • O RAW é um diamante...bruto
Resposta #2 Online: 10 de Agosto de 2016, 13:40:51
Bom topico!

Assim como vcs descreveram que ocorre, embora eu não tenha uma preocupação exatamente, pois não vivo da fotografia como o Humberto, por ex, mas estou começando a detectar uma fase em que faz-se necessário uma renovada, ando pensando bastante a respeito do fazer fotográfico, e de como evoluir sem perder as características que são boas, se existirem, e deixar pra trás as bengalas, os vícios e a mesmice.

Quanto ao uso de softwares, um assunto polêmico as vezes mas que pra mim é meio que hipocrisia, pois o tratamento, a revelação ou a photoshopada faz parte do pacote, assim como o laboratório fazia no analógico, então não me preocupo, e sinceramente acho desperdício não aproveitar as possíveis vantagens, claro, não esquecendo que fazer uma foto corretamente no ato é muito mais importante do que saber como salvar as cagadas depois.

Leio, estudo, vejo muitas fotos diariamente, participo do Fórum, acompanho muitos materiais da gringa, que pro meu tipo de foto é imprescindível, e pratico. Mas ha que se pensar profundamente sobre como aplicar tudo isso e não deixar todo esse conteúdo em um limbo interior, inerte.

Se posso afirmar que existe uma linha que meio que abandonei foi a da evolução de equipamentos. Nisso ando meio por fora mesmo, admito.
« Última modificação: 10 de Agosto de 2016, 13:42:14 por Raphael Sombrio »


amador47sc

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (16)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.112
  • Sexo: Masculino
  • Aperfeiçoando o olhar em busca da melhor imagem
Resposta #3 Online: 10 de Agosto de 2016, 13:51:28
Isso está acontecendo comigo já há algum tempo. Me sinto motivado a discutir assuntos de fotografia, análise do trabalho alheio mas colocar a mão na massa, reconheço que estou bem devagar. Atualmente me restrinjo a fotografar eventos familiares e fora isso, 90% das vezes é com o celular mesmo. Uma parte dessa desmotivação é por limitação do meu equipamento de pós (pc antigo, hd quase cheio, backup deu pau). Minha esperança está depositada na aquisição de uma câmera FF e troca de pc. Em compensação, vejo um amigo fotógrafo (Marcelo) aqui de uma cidade vizinha, bastante entusiasmado com projetos profissionais e também como instrutor.
Valeu pessoal, como dito.. belo tópico, Lee!!


lee.

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.766
  • Sexo: Masculino
  • fotógrafo desde 2009
    • electromacore
Resposta #4 Online: 10 de Agosto de 2016, 14:14:46
Bom topico!

Assim como vcs descreveram que ocorre, embora eu não tenha uma preocupação exatamente, pois não vivo da fotografia como o Humberto, por ex, mas estou começando a detectar uma fase em que faz-se necessário uma renovada, ando pensando bastante a respeito do fazer fotográfico, e de como evoluir sem perder as características que são boas, se existirem, e deixar pra trás as bengalas, os vícios e a mesmice.

Quanto ao uso de softwares, um assunto polêmico as vezes mas que pra mim é meio que hipocrisia, pois o tratamento, a revelação ou a photoshopada faz parte do pacote, assim como o laboratório fazia no analógico, então não me preocupo, e sinceramente acho desperdício não aproveitar as possíveis vantagens, claro, não esquecendo que fazer uma foto corretamente no ato é muito mais importante do que saber como salvar as cagadas depois.

Leio, estudo, vejo muitas fotos diariamente, participo do Fórum, acompanho muitos materiais da gringa, que pro meu tipo de foto é imprescindível, e pratico. Mas ha que se pensar profundamente sobre como aplicar tudo isso e não deixar todo esse conteúdo em um limbo interior, inerte.

Se posso afirmar que existe uma linha que meio que abandonei foi a da evolução de equipamentos. Nisso ando meio por fora mesmo, admito.
pós produção é muito importante. Tem um grande papel com certeza.

Mas no final tudo se resume em uma boa foto com grande potencial.

e pra ter uma foto muito boa com grande potencial nós dependemos mais do nosso olhar que qualquer coisa  :snack:

com certeza melhor q recuperar uma foto cagada hehe
« Última modificação: 10 de Agosto de 2016, 14:16:39 por lee. »
"Not sharper photographs, not larger photographs, but better photographs — photographs that say something, that mean something, even if only to us."
________________________________________________________
Canon 5DMarkII | Fujifilm X100T | https://www.instagram.com/electroma.core | https://www.electromacore.com


Lucas M. Dias

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.209
  • Sexo: Masculino
Resposta #5 Online: 10 de Agosto de 2016, 14:49:06
Acredito que todos passam por isso de vez em quando, é cíclico. Quando estamos em uma zona de conforto acabamos enjoando!

A questão nem é ficar estagnado, mas fazer sempre o mesmo e sentir que evoluiu pouco. Eu passei por isso ano passado, e antes disso uns 2 anos atrás.

Algo que tenho feito é olhar fotos bem antigas e observar a evolução, só com isso já vejo uma boa diferença e percebo que não estou parado, apenas enjoado. E para contornar isso só testando coisas novas, desde estilos até edições na pós mesmo!


spositom

  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.429
Resposta #6 Online: 10 de Agosto de 2016, 15:00:35
Isso está acontecendo comigo já há algum tempo. Me sinto motivado a discutir assuntos de fotografia, análise do trabalho alheio mas colocar a mão na massa, reconheço que estou bem devagar. Atualmente me restrinjo a fotografar eventos familiares e fora isso, 90% das vezes é com o celular mesmo. Uma parte dessa desmotivação é por limitação do meu equipamento de pós (pc antigo, hd quase cheio, backup deu pau). Minha esperança está depositada na aquisição de uma câmera FF e troca de pc. Em compensação, vejo um amigo fotógrafo (Marcelo) aqui de uma cidade vizinha, bastante entusiasmado com projetos profissionais e também como instrutor.
Valeu pessoal, como dito.. belo tópico, Lee!!

To no time do Aldo, mas o problema é outro

Não consigo fazer nada 1/2 boca, dentro do meu limite é claro e tenho a visão que a vida é curta pra eu aprender a fazer tudo que gosto e quero, por isso abro mão de algumas paixões mais platônicas.


Como a patroa ta usando a câmera (da uma dó danada), to querendo comprar um cel legal pra ela fotografar e resgatar de onde parei



Guilherme Araújo

  • Trade Count: (5)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 613
  • Sexo: Masculino
Resposta #7 Online: 10 de Agosto de 2016, 17:00:44
Nunca, eu estou sempre tentando deixar meu processo e meu olhar mais simples, assim tenho um desafio para toda a vida.


Carlos HP

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.564
  • Sexo: Masculino
  • Em busca de tempo!
    • Do Infinito ao Bokeh
Resposta #8 Online: 10 de Agosto de 2016, 17:32:48
Acho que o autoquestionamento é fundamental para conseguir progredir como fotógrafo. Eu tenho ciclos de estagnação que se arrastam por meses, anos, muito devido ao pouco tempo que tenho para fotografar. Tento ler muito, ter em mente o que fazer na hora h, mas com a pouca prática sempre acaba faltando algo. As últimas fotos que fiz, porém, me deixaram bastante satisfeito com relação às que tinha feito anteriormente. Mas, já levo outros 2 meses sem fotografar novamente. E, para completar, o computador pifou e ainda não repus. Fotografo tão pouco que ainda me sinto bastante limitado no estilo que mais gosto (paisagem) e, ainda mais, quando parto para retratos, viagens, etc. A tendencia é pensar em um upgrade de equipamento, mas estou segurando a movida para FF até que me sinta que a câmera me está limitando e não vice-versa. Estou propenso a agregar uma compacta à mochila para ver se consigo fotografar com mais frequência.
Fotos: Flickr e 500px
Blog: Do Infinito ao Bokeh
Equipamentos: Lenstag


Guilherme Araújo

  • Trade Count: (5)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 613
  • Sexo: Masculino
Resposta #9 Online: 10 de Agosto de 2016, 17:43:10
Acho que o autoquestionamento é fundamental para conseguir progredir como fotógrafo. Eu tenho ciclos de estagnação que se arrastam por meses, anos, muito devido ao pouco tempo que tenho para fotografar. Tento ler muito, ter em mente o que fazer na hora h, mas com a pouca prática sempre acaba faltando algo. As últimas fotos que fiz, porém, me deixaram bastante satisfeito com relação às que tinha feito anteriormente. Mas, já levo outros 2 meses sem fotografar novamente. E, para completar, o computador pifou e ainda não repus. Fotografo tão pouco que ainda me sinto bastante limitado no estilo que mais gosto (paisagem) e, ainda mais, quando parto para retratos, viagens, etc. A tendencia é pensar em um upgrade de equipamento, mas estou segurando a movida para FF até que me sinta que a câmera me está limitando e não vice-versa. Estou propenso a agregar uma compacta à mochila para ver se consigo fotografar com mais frequência.

Eu tb penso assim, vejo a raça achando que andar pra frente é comprar equipamento mais caro. Na fotografia profissional uso uma uma 5d clássica (mais barata que a série T) que supõem obsoleta (junto com uma Mkii) que se n pifar vai me acompanhar por muitos bons anos.

Indo além, "andar pra trás" nos equipamento é ótimo, hoje em dia mergulhar nos processos analógicos é desafiante faz surgir muitos elementos na sua fotografia.


lee.

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.766
  • Sexo: Masculino
  • fotógrafo desde 2009
    • electromacore
Resposta #10 Online: 10 de Agosto de 2016, 20:47:02
Eu tb penso assim, vejo a raça achando que andar pra frente é comprar equipamento mais caro. Na fotografia profissional uso uma uma 5d clássica (mais barata que a série T) que supõem obsoleta (junto com uma Mkii) que se n pifar vai me acompanhar por muitos bons anos.

Indo além, "andar pra trás" nos equipamento é ótimo, hoje em dia mergulhar nos processos analógicos é desafiante faz surgir muitos elementos na sua fotografia.

ou desafiar exclusivamente o olhar usando apenas um smartphone

é um bom exercício pra perder vícios por tecnologia de ponta, abuso de bokeh, etc. A fotografia depende totalmente da sua visão do mundo  :fight:
"Not sharper photographs, not larger photographs, but better photographs — photographs that say something, that mean something, even if only to us."
________________________________________________________
Canon 5DMarkII | Fujifilm X100T | https://www.instagram.com/electroma.core | https://www.electromacore.com


Bucephalus

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.040
  • Sexo: Masculino
Resposta #11 Online: 10 de Agosto de 2016, 22:54:43
Nao acho que estou estagnado, pelo contrario, estou mais satisfeito do que nunca com a minha fotografia atualmente (claro que ainda tenho muito pra melhorar).

Lembro que uns 2 anos atras eu me lia muito sobre equipamentos, debatia e ficava de olho nos lancamentos. Tirar foto que eh bom mesmo, nada.

Hoje em dia eu nem sei mais quais cameras e lentes estao em producao de certos fabricantes... estou gastando meu tempo tirando fotos e apreciando a fotografia de outros, e menos tempo discutindo equipamentos. Sinto que a minha fotografia e o meu olhar estao melhores do que nunca.


Carlos HP

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.564
  • Sexo: Masculino
  • Em busca de tempo!
    • Do Infinito ao Bokeh
Resposta #12 Online: 11 de Agosto de 2016, 16:15:22
ou desafiar exclusivamente o olhar usando apenas um smartphone

é um bom exercício pra perder vícios por tecnologia de ponta, abuso de bokeh, etc. A fotografia depende totalmente da sua visão do mundo  :fight:

Uso o smatphone sempre que possível, mas duas coisas me deixam com vontade de ter uma dessas compactas de sensor > 1": distância focal e abertura fixas da lente do celular e a qualidade final dos arquivos. Mas, certamente, salvam alguns momentos e é suficiente para compartilhar em redes sociais.
Fotos: Flickr e 500px
Blog: Do Infinito ao Bokeh
Equipamentos: Lenstag


lee.

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.766
  • Sexo: Masculino
  • fotógrafo desde 2009
    • electromacore
Resposta #13 Online: 11 de Agosto de 2016, 17:59:23
Nao acho que estou estagnado, pelo contrario, estou mais satisfeito do que nunca com a minha fotografia atualmente (claro que ainda tenho muito pra melhorar).

Lembro que uns 2 anos atras eu me lia muito sobre equipamentos, debatia e ficava de olho nos lancamentos. Tirar foto que eh bom mesmo, nada.

Hoje em dia eu nem sei mais quais cameras e lentes estao em producao de certos fabricantes... estou gastando meu tempo tirando fotos e apreciando a fotografia de outros, e menos tempo discutindo equipamentos. Sinto que a minha fotografia e o meu olhar estao melhores do que nunca.

Não é que eu não esteja feliz com o que faço

satisfeito eu tbm estou de uma certa maneira mas todos nós sabemos que as nossas fotos podem ser melhores.
"Not sharper photographs, not larger photographs, but better photographs — photographs that say something, that mean something, even if only to us."
________________________________________________________
Canon 5DMarkII | Fujifilm X100T | https://www.instagram.com/electroma.core | https://www.electromacore.com


C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.667
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Resposta #14 Online: 12 de Agosto de 2016, 04:50:00
Eh normal. No meu caso eu apenas tento fotografar mais apos alguns dias de descanso. Pq "trabalhando" (criativamente falando) eh que surgem as inspiracoes e descobertas.

Epocas em que me sinto stagnado eh quando me sinto limitado a fotografar com a frequencia e/ou liberdade que gostaria. A mente, imaginacao e criatividade vao enfraquecendo e dispersando, consequentimente o sentimento que esta na mesma e cansado daquilo.
« Última modificação: 12 de Agosto de 2016, 04:52:52 por C R O I X »