Autor Tópico: Andando para trás?  (Lida 9581 vezes)

Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Online: 06 de Dezembro de 2006, 14:49:29
Bem, acho que posso interromper minhas férias, pois cheguei à conclusão que desejava e encontrei novos rumos como pretendia...

Neste final de ano, dentro de um esforço de renovação e de uma inquietação que sempre acontece, comecei a desejar comprar um corpo novo. Cogitei a Pentax 10D (a mais desejável, a mais cara), a 400xti e a 350XT que pode sair bem barata atualmente devido ao fato das pessoas a estarem trocando pela 400xti. Mas a verdade é que continuam a ser fabricadas e vendidas – e bem vendidas- DSLRs de 6mpx como a minha 300D, e não vejo real vantagem nelas em relação à minha, e tirando a mitologia da novidade, pelo menos para o tipo de foto que faço, somente haveria vantagem em trocar a câmera por uma de mais pixels, mas nada disso teria impacto direto sobre minha fotografia.

Há algo de incômodo nas DSLRs: seu tamanho exagerado para fotos de rua, suas lentes em geral grandes, sua instabilidade imensa obrigando ao uso de velocidades altas, e finalmente a dificuldade de ter grande-angulares decentes nelas. Usar uma DSLR significa pagar dois pontos de exposição em ISO ou abertura para manter velocidades capazes de assegurar a estabilidade. Isso estraga as fotos de ambientes.

Bem, aí fuçando na rede surgiu-me uma opção. Em lugar de trocar de corpo, que nada modificaria minha fotografia, resolvi comprar uma câmera compacta para andar no bolso, porém uma câmera de boa qualidade que em GA em fotos de ambientes fizesse trabalho melhor que as DSLRs, e continuar com a minha DSLR mesmo...

Encontrei a Lumix DMC LX1 Panasonic, gêmea da Leica D-LUX 2, 8.3mpx em um raro e interessante sensor com proporção 16:9, isto é mais alargado que o 2:3. É uma câmera mínima, mas tem RAW, tem ângulo diagonal de captura equivalente a 28mm. É interessante notar que esse ângulo de 28mm em sensor dessa proporção cria um ângulo horizontal mais aberto que uma 28mm faria na câmera de filme, e semelhante ao que uma 16mm faria na digital cropada. Não tive saco de fazer as contas, mas creio que equivalerá a uma 25mm na horizontal.

Mas a definição nas bordas é muito superior! Tenho pesquisado muito sobre lentes GA quanto á definição das bordas e não tenho gostado do que vejo. Mas as imagens da Lumix não me desapontaram. Creio que será uma ferramenta fantástica para o tipo de foto que desejo fazer, mais discreta que a reflex, e de fato uma ferramenta capaz de ampliar minha fotografia e não simplesmente ser a mesma coisa.

Já há muito tempo que considero haver na fotografia digital e no segmento das compactas uma linguagem própria. Não é somente uma DSLR insuficiente, mas uma esfera de criação fotográfica diferente. Estou bastante otimista. O ruim é ter de esperar  quase dois meses para para tê-la de fato, pois dependo do retorno de uma amiga da minha mulher que está nos EUA.
 


Alex Biologo

  • Trade Count: (4)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.802
  • Sexo: Masculino
    • Olhares Dispersos
Resposta #1 Online: 06 de Dezembro de 2006, 14:58:13
Ivan, honestamente eu acho que vale a pena.

A questão é sempre encontrar o melhor equipamento que responde ao que se quer fazer.

Se a compacta te satisfaz, melhor realmente partir pra ela, oque vale é conseguir fazer a imagem que se quer da forma que se gosta.
Alex Martins dos Santos - São Paulo/SP
Fuji S5100
Pentax MZ-50
Canon 10D e 300D + lente  28-135 is Canon + lente 70-300 TAmron


Thiago Sigrist

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 352
Resposta #2 Online: 06 de Dezembro de 2006, 15:20:55
Ivan, acho que vale muito a pena essa câmera, sim.

Ela tem lente muito boa, muito nítida mesmo, ainda mais se você considerar o tamanho da câmera. Acho legal demais pra fotografar sem chamar a atenção etc.

Pelo que eu leio, a qualidade dela em ISO alto deixa bastante a desejar, mas até onde sei, usando ISO baixo, RAW, expondo corretamente, coisa que você sempre faz nas suas fotos, gera resultados maravilhosos. Acho que inclusive nos casos que você falou, fotos de ambientes, ela é bem razoável porque você não precisa de aberturas tão fechadas quanto nas DSLR para conseguir profundidade de campo, o que dá uma vantagem na sua exposição. E, juntando isso com a ausência de espelho móvel etc, você ganha mais uns pontos porque pode usar velocidades melhores... E ela ainda tem estabilizador de imagem... Ou seja, imagino que virá a lhe render belas fotos!

Por todos esses motivos, certamente seria a compacta que eu compraria. Ou essa ou sua sucessora (de 10MP, se não me engano).

Abraços!

 -- thiago
Thiago Massariolli Sigrist
Indaiatuba - SP
-----------------------------
Câmera Grande (DSLR) + Lente
Câmera Compacta


Alvaro

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 78
Resposta #3 Online: 06 de Dezembro de 2006, 15:30:57
Ivan, eu tenho exatamente a mesma impressão !

Vendi minha D50, entre outras coisas porque poucas vezes me sentia bem com um equipamento assim grande e chamativo, assim a usava pouco, perdia fotos e ficava com um capital parado. Quero voltar para DSLR futuramente, mas não como única opção.

E or isso encomendei, faz já mais de um mês, exatamente uma LX2. Discreta, portável, lente excelente, estabilizador (e precisa, porque não tem viewfinder de forma que não se segura ela contra o rosto) e raw.

Ah, os cálculos que tu não quiz fazer eu tenho aqui:



Na imagem acima, temos algumas distâncias focais, os tipos de sensores e os ângulos, horizontal, vertical e diagonal.

Boas festas e divirta-se com a nova máquina.

Editado: 26,75mm aprox. é a DF cujo ângulo de cobertura horizontal em 3:2 equivale aos 28mm em 16:9.
« Última modificação: 06 de Dezembro de 2006, 15:38:38 por Alvaro »


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.764
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #4 Online: 06 de Dezembro de 2006, 15:59:29
Ivan eu tbm tenho minha compacta e não abro mão dela, honestamente para fotografar para mim eu tenho mais satisfação com a compacta do que com o trambolho da SLR. :)
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


rafaelscl

  • Trade Count: (4)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 130
Resposta #5 Online: 06 de Dezembro de 2006, 16:13:41
Ivan,

Pensei exatamente o mesmo que vc, minha D50 era grande demais para determinadas situações e tal...

Fiquei em dúvida da LX1- e LX-2. Preferi a 1, mesmo sendo mais antiga.

Na minha opinião tu pode ir com vontade que não vai se arrepender, desde que tenha em mente algumas coisas sobre a compacta.

Existem alguns mitos a respeito dela:

1 - Se não me engano ela só é 28mm se usada em 16:9. Confere isso aí.

2 - Depois de usar uma DSLR é estremamente estranho usar compactas... Não tem a mesma graça.

3 - Ruídos? Sim, um pouco, ela realmente tem um ruidinho, mas nada que atrapalhe a foto, eu noto mais uns grãos no azul.

4 - Aberração Cromática? NADA!! Mostro umas fotos que vc vai se surpreender com a imagem, direta em JPG. MUITO melhor que a F30 que todo mundo dizia ser a compacta dos sonhos.

5 - Lente, extremamente boa, retenção de detalhes muito boa.

6 - A minha era meio lentinha ao gravar longas exposições... Não sei se era o cartão...

7 - O Automático dela é fraco, ele tende a jogar sempre o iso pra cima, o que gera grãos. Eu jamais usava o automático, mesmo quando pedia pra outras pessoas tirarem fotos, eu botava na prioridade de abertura e deixava a camera escolher a velocidade, se sentisse que precisaria de flash já entregava com o flash aberto, com isso vc mantinha o ISO onde vc queria.

8 - O flash dela é muito bom pra uma pequenina, além de que é muito maneiro o pop-upzinho.

9 - O Joysticksinho que ela tem atrás para os controles de abertura e tempo é muito show!

10 - Ela tem ruído sim em ISO 400, mas tenho fotos em ISO 400 perfeitamente utilizáveis. Imprime 10x15, não sei responder essa mesma foto em formatos maiores que sei que gosta.

Vou postar umas fotos feita com ela mais tarde quando chegar em casa.

Se quiser posso enviar algumas para vc mesmo editar e ver se gosta!

Abraços,
Rafael

 
***************************************************
Rafael
Rio de Janeiro - RJ


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #6 Online: 06 de Dezembro de 2006, 16:56:23
Obrigado a todos pela interlocução.

Várias considerações:

1) Só fotografo em Manual e RAW, então a estratégia de exposição é algo que conhecendo pode ser a melhor possível. Em geral cãmeras ruidosas têm altas luzes ricas, pelo menos a s7000 e a s5000 que tive eram assim, e davam enorme recuperação em RAW. Basta expor considerando a latitude recuperável que o ruído fica mínimo.

2) pelo que li, a maior parte é ruído cromático muito mais fácil de eliminar sem prejudicar a imagem em demasia.

3) O formato 16:9 foi um dos fatores de atração, pois para mim a GA depende exatamente dessa maior dimensão. Prevejo que raramente utilizarei a lente além de 28mm e mais raramente ainda em outro formato. Afinasl, para isso terei a DSLR.

4) não vejo nenhum problema em fotografar com compacta. É só uma linguagem diferente. O que não dá certo é tentar fazer com ela o que se faz com a DSLR e vice versa. Ela está sendo comprada para andar no bolso e fazer fotos sem criar embaraço, discretas. Já fotografei com SLRs, DSLRs, Compactas, Prosumers, méido formato de visor direto, médio formato com espelho, telemétricas de diversos tipos, e cada uma é cada uma, não existe uma melhor.

5) É quase impossível uma câmera não conseguir imprimir na sua resolução nativa, mesmo em ISOs altos, então esses pixels equivalerão a pelo menos 18X32 sem complicações, formato bem bacaninha.

Rafael: Gostaria de ver um raw dela. Vou mandar meu email para você em PVT e se você puder me enviar um RAW de externa eu adoraria.

PS: Já comprei. Antes de escrever u já tinha comprado... risos. Não debato muito minhas compras antes. Forma-se na minha cabeça a idéia e pronto.
« Última modificação: 06 de Dezembro de 2006, 16:57:30 por Ivan de Almeida »


Pictus

  • Trade Count: (3)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 9.113
  • Sexo: Masculino
    • http://www.flickr.com/photos/10986424@N02/sets/
Resposta #7 Online: 06 de Dezembro de 2006, 17:05:30
O SilkyPix(RAW) da nova vida para estas digicams...
« Última modificação: 06 de Dezembro de 2006, 17:06:16 por Pictus »


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #8 Online: 06 de Dezembro de 2006, 17:21:28
Citar
O SilkyPix(RAW) da nova vida para estas digicams...
O RAW dá nova vida às cãmeras todas -risos.

Falar nisso... encontrei no Luminous Landscape um programa interessante... Você pega uma foto convertida para DNG e joga em cima do ícone dele. Ele então lê a foto e a regrava em novo DNG aproveitando na imagem os pixels periféricos não aproveitados pelo fabricante. Por exemplo, uma imagem da 300D tem 3048 pixels de largura, ela fica com 388 pixels. Em algumas cãmeras a diferença é visível.

É free. Link
http://www.luminous-landscape.com/contents...ver-Edges.shtml
« Última modificação: 06 de Dezembro de 2006, 17:22:13 por Ivan de Almeida »


charles247

  • Trade Count: (5)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 755
Resposta #9 Online: 06 de Dezembro de 2006, 17:50:46
Bem vindo de volta Ivan, já que está interrompendo as suas férias.

Apesar de não ser fotógrafo profissional, apenas amador, gosto muito de fotografar, mas realmente levar uma D-SLR para todo lugar é ruim. Atrapalha, chama muito a atenção, e tudo o que já foi dito.

Realmente ouvir esse seu relato de escolha é muito elucidador e esta quebra de paradigmas sobre ter compacta e que esta nao é boa também é muito boa.

Só eu que ainda não aprendi a trabalhar com RAW. Tenho que tentar mais.....


 
Charles Ceccagno
charles@ceccagno.com.br
------------------------------------------------------------------


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #10 Online: 06 de Dezembro de 2006, 18:08:47
Olá, Charles. Eu sou amador também, nunca ganhei um centavo fotografando, só gastei -risos.

Sempre gostei das compactas e das prosumers. Acho câmeras interessantíssimas. Acho que são coisas complementares, não antagônicas.

RAW não tem mistério nenhum. Talvez o único mistério é que não é formato para 500 fotos, mas para 50. E entre 50 eu não converto todas, converto uns 20/30% só.

 


charles247

  • Trade Count: (5)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 755
Resposta #11 Online: 06 de Dezembro de 2006, 18:20:39
Citar
nunca ganhei um centavo fotografando, só gastei -risos.



 
Acho que isso é um mal quase coletivo :lol:  :lol:

E quanto ao RAW, acho que ai está o problema.  Em viagens e afins, as vezes se faz muitas fotos, e depois já é ruim para escolher as que vão para o álbum e se ainda assim tiver que converter umas 200 fotos, ai é roubada.

As vezes faço espetáculo também e normalmente se faz ums 200/300 fotos . Daí é ruim converter tudo.

MAs estou com umas idéias para 2007 que acho que vou ter que aprender raw na marra.

Abraçso Ivan
« Última modificação: 06 de Dezembro de 2006, 18:21:13 por charles247 »
Charles Ceccagno
charles@ceccagno.com.br
------------------------------------------------------------------


charles247

  • Trade Count: (5)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 755
Resposta #12 Online: 06 de Dezembro de 2006, 18:39:34
Ah, e quanto ao "Andando para trás?", acho que não,

Acho que é um " Andando para frente!!!!" e muito, em direção dos teus interesses......

Isso é sinal de extrema maturidade.


 
Charles Ceccagno
charles@ceccagno.com.br
------------------------------------------------------------------


Paulo Machado

  • Trade Count: (6)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.015
  • Sexo: Masculino
Resposta #13 Online: 06 de Dezembro de 2006, 19:04:05
Charles, eu penso diferente.
Acho muito mais fácil tratar 200 RAW do que JPG.
Com RAW nem uso PS.
When words become unclear, I shall focus with photographs. When images become inadequate, I shall be content with silent.  - Ansel Adams


willemacht

  • Visitante
  • Trade Count: (0)
Resposta #14 Online: 06 de Dezembro de 2006, 19:19:27
Muito bacana o que o sensor de 16:9 pode oferecer em GA, eu não sabia disso. E ainda ter lentes Leica, fotografar em RAW, IS...poxa! Essa cam é realmente uma excelente compacta.

Em relação ao RAW, o ideal é fotografar no modo RAW+JPG... assim você só converte as que precisam de mais ajustes ou atenção na edição.

Abraços