Autor Tópico: Abrir o Carretel  (Lida 701 vezes)

jpdias

  • Trade Count: (5)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 106
Online: 04 de Setembro de 2016, 00:30:20
Fala Pessoal!

Faz alguma diferença abrir ou não o carretel para tirar o filme? tem algum problema somente puxar o filme sem abrir o carretel?


robertostrabelli

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 162
  • Sexo: Masculino
  • Papógrafo Profissional
    • Blog
Resposta #1 Online: 06 de Setembro de 2016, 14:29:54
Estou prestes a fazer minha primeira revelação então isso me interessa. Você fala tirar o filme do rolinho ou da espiral? Penso que a questão seja tomar cuidado pra não riscar o negativo :ponder:

"A liberdade, Sancho, não é um pedaço de pão."


jpdias

  • Trade Count: (5)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 106
Resposta #2 Online: 07 de Setembro de 2016, 11:23:59
tirar do rolinho (bobina, carretel...), puxando da mesma forma com que a câmera faz, já li que é possível, eu vou fazer assim, desta forma a película não corre o risco de enrolar, descarto um procedimento  (abrir o rolo) durante a escuridão e ainda preservo o mesmo (para usar filme rebobinado).

SDS!!!


Guilherme Araújo

  • Trade Count: (5)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 613
  • Sexo: Masculino
Resposta #3 Online: 07 de Setembro de 2016, 16:34:41
tirar do rolinho (bobina, carretel...), puxando da mesma forma com que a câmera faz, já li que é possível, eu vou fazer assim, desta forma a película não corre o risco de enrolar, descarto um procedimento  (abrir o rolo) durante a escuridão e ainda preservo o mesmo (para usar filme rebobinado).

SDS!!!

E tem mais, vc já pode clipar/conectar a ponta do filme no carretel com a luz acesa se vc n tira de dentro da bobina.

Segundo, se vc n quebra a bobina, ainda pode deixar um pedacinho de filme grudado nela na hora de cortar com a tesoura pra facilitar a rebobinagem do filme em rolo se for o caso.


jpdias

  • Trade Count: (5)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 106
Resposta #4 Online: 08 de Setembro de 2016, 10:51:45
Isso mesmo, tive o mesmo pensamento, no começo quanto menos procedimentos a se fazer no escuro, menor a chance de se embananar... e ainda ganha um carretel para rebobinagem...

Outro detalhe, segundo Ansel Adams para ter uma revelação mais uniforme é recomendável colocar o espiral com o filme no tanque já cheio de revelador... alguém faz assim?


Guilherme Araújo

  • Trade Count: (5)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 613
  • Sexo: Masculino
Resposta #5 Online: 08 de Setembro de 2016, 11:36:22
Isso mesmo, tive o mesmo pensamento, no começo quanto menos procedimentos a se fazer no escuro, menor a chance de se embananar... e ainda ganha um carretel para rebobinagem...

Outro detalhe, segundo Ansel Adams para ter uma revelação mais uniforme é recomendável colocar o espiral com o filme no tanque já cheio de revelador... alguém faz assim?

Cara, eu não sei qual era o filme ao qual o Adams se referia, talvez até chapa para grande formato. Mas os nossos filmes modernos tem uma estrutura onde ambos os lados possuem uma "proteção", mais grossa do lado da emulsão inclusive. É por isso que o procedimento inicial de "lavagem" ou "banho" é fundamental, a água passa pela película e facilmente retira essa proteção externa. O próprio revelador consegue retirar essa proteção? Sim, mas vai já estar "reagindo" na proteção. E com uma boa lavagem qd o revelador invade o filme ele atua de forma bem homogênea, coisa que não aconteceria sem a retirada da proteção.

O Neto Macedo que fala que na revelação o que conta são os detalhes, você faz um grande esforço em cada etapa (desde a captação da image, pq não) para ir somando pequenos resultados/conquistas.


robertostrabelli

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 162
  • Sexo: Masculino
  • Papógrafo Profissional
    • Blog
Resposta #6 Online: 08 de Setembro de 2016, 17:18:03
Cara, eu não sei qual era o filme ao qual o Adams se referia, talvez até chapa para grande formato. Mas os nossos filmes modernos tem uma estrutura onde ambos os lados possuem uma "proteção", mais grossa do lado da emulsão inclusive. É por isso que o procedimento inicial de "lavagem" ou "banho" é fundamental, a água passa pela película e facilmente retira essa proteção externa. O próprio revelador consegue retirar essa proteção? Sim, mas vai já estar "reagindo" na proteção. E com uma boa lavagem qd o revelador invade o filme ele atua de forma bem homogênea, coisa que não aconteceria sem a retirada da proteção.

O Neto Macedo que fala que na revelação o que conta são os detalhes, você faz um grande esforço em cada etapa (desde a captação da image, pq não) para ir somando pequenos resultados/conquistas.

Opa. Repete isso aí. Vou revelar um filme colorido com cafenol em breve. Devo lavar primeiro com água então?

"A liberdade, Sancho, não é um pedaço de pão."


Guilherme Araújo

  • Trade Count: (5)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 613
  • Sexo: Masculino
Resposta #7 Online: 08 de Setembro de 2016, 17:51:36
Isso mesmo, tem o acetato no meio, a emulsão e a proteção na frente e a proteção traseira. No curso do Neto Macedo ele recomenda 3 min de molha em água, nem precisa de agitar não. Ai qd o revelador entrar ele já pega direto e rapidamente na emulsão.


robertostrabelli

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 162
  • Sexo: Masculino
  • Papógrafo Profissional
    • Blog
Resposta #8 Online: 08 de Setembro de 2016, 18:03:38
Isso mesmo, tem o acetato no meio, a emulsão e a proteção na frente e a proteção traseira. No curso do Neto Macedo ele recomenda 3 min de molha em água, nem precisa de agitar não. Ai qd o revelador entrar ele já pega direto e rapidamente na emulsão.

Mas aí o revelador vai agir um pouco mais rápido alterando o tempo do banho, certo? Uns 30 seg ou mais?

"A liberdade, Sancho, não é um pedaço de pão."


Guilherme Araújo

  • Trade Count: (5)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 613
  • Sexo: Masculino
Resposta #9 Online: 08 de Setembro de 2016, 18:08:24
Não, não, pq o certo é fazer o banho.


jpdias

  • Trade Count: (5)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 106
Resposta #10 Online: 09 de Setembro de 2016, 11:55:42
Então, ele descreve exatamente isso...
"Como colocar o filme no revelador: Para obter uma revelação uniforme, é importante colocar o filme de uma vez no tanque com o revelador, em vez de despejar o revelador pela tampa. Em geral, a imersão do revelador segue-se a uma pré-lavagem de 20 segundos. Assim que o filme tiver sido transferido para o revelador, agite-o por 30 segundos antes de acionar o timer, para que a solução reveladora remova a água da emulsão. Então, você pode fechar o tanque e continuar o processamento com a luzes acesas"
O NEGATIVO, Ansel Adams

note que ele descreve algo parecido com oque você descreveu, o que muda é o tempo de pré-lavagem (talvez pela camada protetora)...


Guilherme Araújo

  • Trade Count: (5)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 613
  • Sexo: Masculino
Resposta #11 Online: 09 de Setembro de 2016, 12:09:09
Eu dei uma olhada em manuais diferentes e este valor é bem variado.
Mas acredito que importa também as datas que foram editados, se n me engano o Negativo teve primeira edição no início da década de 1950, e o Adams dava mais valor para as chapas de grande formato. Quero dizer que a engenharia dos filmes mudou muito até hoje (sim, os filmes que usamos hoje n são "velhos") e quem sabe isso possa ter efeito na recomendação do tempo de banho. O caso é que água destilada n vai reagir com a emulsão, então deixar 20s ou 3 min n tem problema n.


robertostrabelli

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 162
  • Sexo: Masculino
  • Papógrafo Profissional
    • Blog
Resposta #12 Online: 09 de Setembro de 2016, 12:14:48
Ou seja, usar capuchao fica complicado nesse caso

Enviado de meu Nexus 7 usando Tapatalk


"A liberdade, Sancho, não é um pedaço de pão."