Autor Tópico: Giles Clement e a câmera de 160 anos  (Lida 689 vezes)

augustobt

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 955
  • Predador de Luz
Online: 21 de Setembro de 2016, 21:03:14
Vi no MDIG http://www.mdig.com.br/index.php?itemid=39226 uma matéria sobre ele, e achei bem interessante as fotos, só queria saber o equipamento... alguém conhece o que acham do trabalho?

http://www.gilesclement.com/


banzai

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 824
  • Tentando capturar o mundo de uma forma diferente
Resposta #1 Online: 21 de Setembro de 2016, 21:25:37
É uma arte de fotografia bem antiga, recomendo um documentario chamado The genius of photography, fala sobre a história da fotografia, do começo até os dias de hoje, fala sobre essa forma de impressão fotografica na chapa tbm.


augustobt

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 955
  • Predador de Luz
Resposta #2 Online: 21 de Setembro de 2016, 21:32:48
É uma arte de fotografia bem antiga, recomendo um documentario chamado The genius of photography, fala sobre a história da fotografia, do começo até os dias de hoje, fala sobre essa forma de impressão fotografica na chapa tbm.

Achei incrível a nitidez, obrigado pela indicação.


bruno_sfc

  • Trade Count: (13)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 941
  • Sexo: Masculino
Resposta #3 Online: 21 de Setembro de 2016, 21:40:31
Vi no MDIG http://www.mdig.com.br/index.php?itemid=39226 uma matéria sobre ele, e achei bem interessante as fotos, só queria saber o equipamento... alguém conhece o que acham do trabalho?

http://www.gilesclement.com/

Eu acho fantástico! Não manjo muito da parte de equipamentos, mas sei que são usadas máquinas de grande formato (4x5?).

Tem um cara que tem um estúdio e oferece esse tipo de serviço em São Francisco:

https://www.youtube.com/watch?v=SHP68fR3z2E

https://www.youtube.com/watch?v=DneujRTXwic
« Última modificação: 21 de Setembro de 2016, 21:42:35 por bruno_sfc »


Marcelguitar

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 521
  • Sexo: Masculino
Resposta #4 Online: 21 de Setembro de 2016, 22:55:22
Conheço um fotógrafo aqui em São Paulo que trabalha com câmeras de grande formato, ele faz impressões direto da chapa, que eles chamam de placa, ele é um mestre e é muito humilde,  o nome dele é Vanderlei Guedes, ele trabalha muito com médio e grande formato. Ele fez dois retratos meus e da minha namorada e fez esse processo de impressão. uma obra de arte. Para encontrar com ele é só ir aos finais de semana na Casa das Rosas na Avenida Paulista ou de frente a igreja São Luis Gonzaga que fica na Avenida Paulista.

Esse vídeo ele mesmo narra um pouco do seu processo fotografico


https://www.youtube.com/watch?v=cKMu6LjKv84

Esse outro vídeo é ele dando entrevista para o  Otávio Mesquita
https://www.youtube.com/watch?v=s77hgmW3bcU


Conheça um pouco das minhas fotos no meu Instagram pessoal:  https://www.instagram.com/marcelmendescarvalho/

Perfil Profissional Instagram: https://www.instagram.com/marcelmendes_fotografia/

Projeto Imigrantes e Casa do Povo https://500px.com/marcelguitar7


augustobt

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 955
  • Predador de Luz
Resposta #5 Online: 21 de Setembro de 2016, 23:31:03
Eu acho fantástico! Não manjo muito da parte de equipamentos, mas sei que são usadas máquinas de grande formato (4x5?).

Tem um cara que tem um estúdio e oferece esse tipo de serviço em São Francisco:

https://www.youtube.com/watch?v=SHP68fR3z2E

https://www.youtube.com/watch?v=DneujRTXwic

Conheço um fotógrafo aqui em São Paulo que trabalha com câmeras de grande formato, ele faz impressões direto da chapa, que eles chamam de placa, ele é um mestre e é muito humilde,  o nome dele é Vanderlei Guedes, ele trabalha muito com médio e grande formato. Ele fez dois retratos meus e da minha namorada e fez esse processo de impressão. uma obra de arte. Para encontrar com ele é só ir aos finais de semana na Casa das Rosas na Avenida Paulista ou de frente a igreja São Luis Gonzaga que fica na Avenida Paulista.

Esse vídeo ele mesmo narra um pouco do seu processo fotografico


https://www.youtube.com/watch?v=cKMu6LjKv84

Esse outro vídeo é ele dando entrevista para o  Otávio Mesquita
https://www.youtube.com/watch?v=s77hgmW3bcU




deu até uma vontade de começar nesse mundo, também não estou muito por dentro da parte de equipamentos, mas como deve ser gratificante ser o dono de todo processo, fazer todo o processo para a imagem se transferir para a chapa.. Se no meio digital já gratificante ver tua visão transformada em realidade, nesse formato  :wub:

Marcel, muito obrigado pela indicação, moro muito longe de São Paulo, mas vou guardar essa indicação com muito carinho, e pretendo usufruir dela o quanto antes.

Os vídeos deixam só uma grande sensação de querer ver esse trabalho pessoalmente


augustobt

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 955
  • Predador de Luz
Resposta #6 Online: 21 de Setembro de 2016, 23:37:53
mas não sei se sou eu, as fotos dos artistas americanos tem uma nitidez elevada, acredito que as Do DOm Guedes por serem sem iluminação artificial não conseguem o mesmo, e ele também não utiliza chapas de metal. Mas não perde nada do seu valor


Lindsay

  • Trade Count: (16)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.237
  • Sexo: Masculino
Resposta #7 Online: 22 de Setembro de 2016, 01:25:33
Augusto, aqui em Sampa tem toda uma galera que gosta dessa técnica e que inclusive promove cursos constantemente.

Se quiser aprender, ou conversar com alguém que manja bastante do assunto, procure pelo Roger Sassaki, que é um especialista nisso, inclusive ele ta dando curso sobre esse processo no Sesc Pompeia.

https://www.facebook.com/roger.sassaki

O link do curso no SESC:
http://oficinas.sescsp.org.br/curso/ambrotipia-fotografia-em-placa-umida

O site dele, onde vc tbm encontra informações sobre outros cursos:
http://www.imagineiro.com.br/

Um vídeo sobre o processo:
https://youtu.be/psOZKvq1P5I

A questão da nitidez, talvez a galera mais nova não conheça as câmeras de médio e grande formato, mas quanto maior o formato muuuuito maior a definição das imagens, absurdamente maior.

abs
« Última modificação: 22 de Setembro de 2016, 01:28:47 por Lindsay »
Fotografando com a memória


C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.646
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Resposta #8 Online: 22 de Setembro de 2016, 02:45:09
Vi no MDIG http://www.mdig.com.br/index.php?itemid=39226 uma matéria sobre ele, e achei bem interessante as fotos, só queria saber o equipamento... alguém conhece o que acham do trabalho?

http://www.gilesclement.com/
Esta se tornando mais popular entre os fotografos analogos de grande formato mais aficcionados hoje em dia.


C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.646
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Resposta #9 Online: 22 de Setembro de 2016, 02:51:39



A questão da nitidez, talvez a galera mais nova não conheça as câmeras de médio e grande formato, mas quanto maior o formato muuuuito maior a definição das imagens, absurdamente maior.

abs
Exato. As cameras e fotografia de antigamente tinham uma qualidade de nitidez, escala dinamica entre outros aspectos muito maior do que a de hoje em dia. O fato eh que tais qualidades sao deixadas de lado pela comodidade.

Quando as pessoas perguntam se a minha camera 4x5 grande formato faz fotos boas, com tom de discredito, eu falo que faz fotos muito melhor do que qualquer camera moderna digital.


augustobt

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 955
  • Predador de Luz
Resposta #10 Online: 22 de Setembro de 2016, 09:18:39
Augusto, aqui em Sampa tem toda uma galera que gosta dessa técnica e que inclusive promove cursos constantemente.

Se quiser aprender, ou conversar com alguém que manja bastante do assunto, procure pelo Roger Sassaki, que é um especialista nisso, inclusive ele ta dando curso sobre esse processo no Sesc Pompeia.

abs

Lindsay, o curso já está esgotado, a procura deve ser muito grande mesmo. Mas vou adicionar ele, e quem sabe trocamos algumas ideias e ele me dá algumas dicas de onde posso começar, aqui em SC em cidade pequena vai ter que ser por conta própria.


A questão da nitidez, talvez a galera mais nova não conheça as câmeras de médio e grande formato, mas quanto maior o formato muuuuito maior a definição das imagens, absurdamente maior.

abs

Exato. As cameras e fotografia de antigamente tinham uma qualidade de nitidez, escala dinamica entre outros aspectos muito maior do que a de hoje em dia. O fato eh que tais qualidades sao deixadas de lado pela comodidade.

Quando as pessoas perguntam se a minha camera 4x5 grande formato faz fotos boas, com tom de discredito, eu falo que faz fotos muito melhor do que qualquer camera moderna digital.


Tinha uma noção dessas características já, mas não imaginava que era tão discrepante, vendo esses retratos vi como é incrível, uma frase do cara de são Francisco, foi marcante: " A resolução das fotos tem o limite no scanner que faz sua cópia e não na imagem em si", a escala dinâmica também sempre ouvi o pessoal falar.... só que parecia que eu carecia de fotos que provassem isso, e essa técnica é um "tapa na cara" um outro mundo.
E realmente Croix, é puro comodismo, as pessoas não querem mais surjar suas mãos ou terem que tirar a foto certa, hoje em dia os fotógrafos profissionais o que mais sabem fazer é tirar centenas de clicks e depois só escolher o melhor, ou nem isso fazer, deixar a cargo do cliente.
É um mundo que pretendo me aventurar, valeu pelas dicas de como posso ter um inicio.


C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.646
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Resposta #11 Online: 22 de Setembro de 2016, 09:26:59
[...] hoje em dia os fotógrafos profissionais o que mais sabem fazer é tirar centenas de clicks e depois só escolher o melhor, ou nem isso fazer, deixar a cargo do cliente.
É um mundo que pretendo me aventurar, valeu pelas dicas de como posso ter um inicio.

Eu nao culpo exatamente os fotografos. Acho que o mundo ficou mais exigente com a velocidade e corte de gastos. Fora da industria querer ganhar clientes novos com produtos mais baratos, praticos, faceis e comodo. Os maiores consumidores de cameras e produtos fotograficos hoje sao amadores.


augustobt

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 955
  • Predador de Luz
Resposta #12 Online: 22 de Setembro de 2016, 09:56:29
Eu nao culpo exatamente os fotografos. Acho que o mundo ficou mais exigente com a velocidade e corte de gastos. Fora da industria querer ganhar clientes novos com produtos mais baratos, praticos, faceis e comodo. Os maiores consumidores de cameras e produtos fotograficos hoje sao amadores.

A fotografia foi mais um processo que entrou para massificação, foi vulgarizada. COmo você disse, as pessoas desdenham o fato de você usar uma câmera antiga, achando que seus celulares são bem melhores provavelmente, não sabendo nada sobre como a luz interaje, como tamanho de sensor lentes e etc são importantíssimos. Desde de produção de alimentos e produção de conteúdo, tudo deixou de ser feito com carinho para suprir as necessidades humanas, somos 7 bilhões de pessoas, no fim o mundo exige esse corte de gastos e velocidade acelerada e nos deixamos levar.


Lindsay

  • Trade Count: (16)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.237
  • Sexo: Masculino
Resposta #13 Online: 22 de Setembro de 2016, 11:20:34
Exato. As cameras e fotografia de antigamente tinham uma qualidade de nitidez, escala dinamica entre outros aspectos muito maior do que a de hoje em dia. O fato eh que tais qualidades sao deixadas de lado pela comodidade.

Quando as pessoas perguntam se a minha camera 4x5 grande formato faz fotos boas, com tom de discredito, eu falo que faz fotos muito melhor do que qualquer camera moderna digital.
Não tem comparação, mesmo.

Só quem já segurou um negativo 4x5 ou 8x10 na mão, ou ainda que já teve a oportunidade de ver na mesa de luz com a lupa um cromo de filme 120 tem essa noção.
Fotografando com a memória


Lindsay

  • Trade Count: (16)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.237
  • Sexo: Masculino
Resposta #14 Online: 22 de Setembro de 2016, 11:44:13
A fotografia foi mais um processo que entrou para massificação, foi vulgarizada. COmo você disse, as pessoas desdenham o fato de você usar uma câmera antiga, achando que seus celulares são bem melhores provavelmente, não sabendo nada sobre como a luz interaje, como tamanho de sensor lentes e etc são importantíssimos. Desde de produção de alimentos e produção de conteúdo, tudo deixou de ser feito com carinho para suprir as necessidades humanas, somos 7 bilhões de pessoas, no fim o mundo exige esse corte de gastos e velocidade acelerada e nos deixamos levar.
Augusto é muito legal entrar neste mundo historio pra conhecer o desenrolar desses processos desde Niepice no Século 19, passando pelo o momento da popularização com a Kodak Brownie que tinha o Slogam "Você aperta o botão, nós fazemos o resto" ja na era da fotografia popularizada barata industrializada, e passando ainda pelas as primeiras fotos coloridas em chapas de vidro por um processo desenvolvido pelos irmãos Lumiere utilizando com fécula de batata (qualquer semelhança com o que vc conhece hoje como RGB não é mera coincidência). e que ainda tem muuuito mais coisas maravilhosas no meio do caminho.

E falando dos primeiros grandes projetos fotograficos, recomendo uma serie de documentários feita pela BBC que se chama "O Mundo Maravilhoso de Albert Kahn" que percorreu o mundo pra registrar culturas e povos em momentos antes do processo de industrialização que depois viria a modificar o modo de vida em diversas nações, e que de quebra vai passando pela primeira guerra mundial etc e tal... Tudo isso ainda hoje esta guardado e conservado em um museu, e tem gente que vai a Paris mas não conhece ou nem sabe da oportunidade que se tem de ver tudo isso ao vivo no Museu Albert Kahn.
Fotografando com a memória