Autor Tópico: Fuji X70: impressões pessoais no uso prático  (Lida 3429 vezes)

Bucephalus

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.055
  • Sexo: Masculino
Online: 02 de Novembro de 2016, 01:15:34
Meninos e meninas,

Tenho levado fotografia de rua mais a sério, e cheguei à conclusão que as minhas duas câmeras atuais são inapropriadas para o trabalho. Possuo uma 5D Classic com algumas lentes fixas, e uma Sigma DP1 -- essa segunda sendo a câmera que eu usava com mais frequência na rua por ser leve, pequena e fácil de carregar pra cima e pra baixo. Elas me deram fotos excelentes, mas também me fizeram perder muitas outras boas fotos. Considerando que eu tenho curtido muito tirar fotos de rua e que isso não é um passatempo temporário, eu respirei fundo, economizei uma grana da minha renda de estudante, e resolvi adquirir uma nova compacta.

Já faz muito tempo que eu admirava e desejava ter uma Ricoh GR. Ela é uma compacta com sensor APS-C, lente 28m equiv. e funções pensadas para a fotografia de rua. Porém, eu percebi que a Ricoh é bem difícil de achar em lojas, ou até mesmo online. Eu fui em várias lojas físicas e nenhuma tinha a Ricoh disponível em estoque, somente sob encomenda.

Entretanto, uma câmera sempre disponível era a Fujifilm X70. Ela é praticamente uma cópia-carbono da Ricoh: lente 28mm equiv. f/2.8, sensor APS-C sem filtro AA e corpo compacto. A Fuji, entretanto, tem algumas peculiaridades: os dials manuais que a marca emprega em suas outras câmeras e uma tela de LCD articulada sensível ao toque.

Depois de pesquisar um bocado, eu cheguei à conclusão que tanto a Ricoh GR quanto a Fuji X70 são câmeras excelentes para fotografia de rua e ambas me serviriam muito bem. Levando em conta que a Fuji tem uma tela articulada e está disponível em estoque em qualquer loja, eu me decidi por ela.

Antes de tudo, preciso dizer que essa não é uma análise completa. Existem vários sites e videos que mostram todos os detalhes dessa camera. Existem funções que eu não testei, e que não tenho muito interesse – video, touch screen, velocidade do AF, modo automatico, OOC jpeg, focus peaking, obturador eletrônico… essa análise vai ser mais pratica em relação ao uso no mundo real.


Comparação de tamanho


A Fuji e a Sigma compartilham basicamente as mesmas dimensões:









Uma diferença que pode ser boba, mas que pra mim é significante: a lente da Fuji não é móvel. Ela é uma verdadeira pancake. Tanto a Sigma DP1 quanto a Ricoh GR possuem lentes telescópicas que estendem e contraem ao ligar e desligar a câmera, e pra mim isso significa duas coisas: 1. poeira no sensor e  2. que um dia esse mecanismo que move a lente vai quebrar.




E em comparação com a Canon 5D + 28mm f/1.8 (ou basicamente qualquer outra DSLR):







Nem preciso dizer nada, olha o tamanho do tanque. Isso sem contar o peso da criança.

E como a câmera fica na mão:






Ela é meio grandinha pra colocar no bolso da calça jeans, mas dá pra colocar no bolso de um casaco sem problema. Também dá pra colocar no bolso de uma bermuda larga, mas não é muito confortável.

A câmera parece ser toda feita de metal, incluindo a lente e os dials. A lente e a parte de cima são de metal sem pintura, mas existe uma versão toda pintada de preto que é mais discreta -- eu queria comprar essa, mas a loja onde eu fui só tinha a prata em estoque, e a única preta que eles tinham era de mostruário na vitrine, que eu não estava a fim de pegar a não ser que eles me dessem um desconto (o que eles não estavam muito afim de fazer). No final, eu acho que a câmera prateada não é muito menos discreta que a preta, então tanto faz uma ou a outra.

A câmera vem com um anel de rosca na lente que você remove para acoplar acessório, e ele também é feito de metal. Até a tampa da lente é feita de metal. Acho que a Fuji tá mirando nos clientes da Leica.

O problema de todo esse metal é que a câmera é um pouquinho pesada, mas nada demais. O corpo da Sigma DP1 também é de metal (acho que alumínio) e é bem mais leve. Você coloca a Fuji no bolso do casaco e consegue sentir aquele peso puxando a roupa pra baixo.

Pra uma câmera pequena, a Fuji tem uma ergonomia excelente. Ela tem um grip na frente e outro pequeno atrás, ambos de material emborrachado. Bem melhor que a Sigma, que tem um formato de tijolo liso sem nada áspero pra segurar.

A tela articulada tem armação de metal, e parece ser muito resistente. Os dials também se movem e "clicam" com muita qualidade.

Acho que se você derrubar essa câmera, as chances são de que você quebre o piso ao invés da câmera.


Bucephalus

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.055
  • Sexo: Masculino
Resposta #1 Online: 02 de Novembro de 2016, 01:16:32
Fuji X70 no uso




ISO 200, f/7.1


As minhas maiores motivações para comprar uma nova compacta são: maior automação (principalmente ISO automático) e melhor desempenho em altos ISOs.

A forma como eu estou usando a Fuji na rua é a seguinte: coloco o dial de velocidade em 1/1000s, coloco a abertura da lente em torno de f/7, e coloco a câmera no foco manual. Ao utilizar o foco manual, uma escala de distância aparece na tela. Giro o controle de foco até 1,5 metro, e isso me da um bom DOF para focar por zona, deixando tudo em foco num campo de +/- 1 metro na minha frente até 3 metros depois.

Uma coisa legal da Fuji é que no modo manual a escala de distância apresenta também uma escala da profundidade de campo, que muda de acordo com a abertura e a distância focada. Dá pra ver que a Fuji realmente pensou nos fotógrafos de rua que fazem foco por zona ao desenhar essa câmera.

Entretanto, eu acho que a escala da Fuji é bem conservadora e mostra um DOF menor que o real. Qualquer calculadora de DOF online indica que a profundidade de campo é bem maior do que a própria câmera aponta pra uma certa abertura e distância.

Deixando a velocidade e abertura fixos, eu coloco o ISO no automático, e basicamente a câmera calcula a exposição ideal variando a sensibilidade do sensor. A abertura de f/7 me garante bom foco sem precisar focar, a velocidade de 1/1000s me garante nitidez para congelar movimentos, e esse sensor foderaço me garante boa qualidade de imagem até o limite nativo de ISO 6400.


ISO 250, f/7.1


Se a luz estiver ruim, ou se eu tiver certeza de que o assunto não vai se mover, eu posso girar o dial algumas posições para 1/500, 1/250 ou 1/125, e garantir que a câmera vai usar um ISO menor. Se eu quiser um DOF mais profundo para enquadra diferentes plano, giro o anel para f/16; se quiser isolar um assunto em primeiro plano, giro o anel para f/2.8. Simples assim.

Uma vantagem muito conhecida da Ricoh GR para fotografia de rua, porém, é a função "snap focus": você utiliza o AF normalmente (pressionando o disparador pela metade), mas se quiser foco instantâneo você pode simplesmente pressionar o botão completamente e a câmera pula para uma distância de foco pre-programa, e você faz foco por zona instantaneamente, sem precisar ficar alternando entre AF e MF.

Achei que essa seria uma desvantagem da Fuji, mas adivinha? Ela tem uma função parecida com o snap focus da Ricoh! Mesmo estando em modo manual, você pode pressionar o botão de travamento da exposição automática, e a câmera vai fazer AF, mesmo estando em modo de foco manual! E, no momento seguinte, você pode agarrar o anel de foco e voltar a controlar o foco manualmente, sem precisar ficar mudando entre AF e MF. Genial, a Fuji precisa divulgar mais esse recurso!


ISO 200, f/7.1


A tela articulada é uma baita mão na roda para fotografar na rua. Com uma DSLR ou com uma câmera com EVF, você teria que trazer a câmera até os olhos, e isso chama bastante a atenção da pessoa sendo fotografada. Até mesmo com uma LCD fixo você precisa erguer a câmera.

Com a tela móvel posicionada a 90 graus eu posiciono a câmera na altura do peito e olho para baixo, como se estivesse usando uma câmera de médio formato de filme que tem um viewfinder aberto por cima.


ISO 640, f/7.1

Embaixo da luz forte a tela de LCD fica um pouco difícil de enxergar, e existem alguns reflexos, mas nada de horrível. Você perde alguns detalhes da cena, mas ainda consegue ver ela como um todo. Um EVF/OVF é melhor? Sim. Mas acho que as vantagens de ter um LCD móvel com certeza compensam a falta do visor.


ISO 3200, f/7.1

A Fuji vende um visor ótico externo, mas não existe opção de um EVF. Eu sinceramente não vejo a necessidade. A Sigma DP1 tem uma tela verdadeiramente horrível, onde não é possível ver nada, e ela sim precisa de um visor externo.

O LCD também tem função touchscreen, mas eu sinceramente sempre esqueço de usar, e pro meu uso é uma função sem necessidade. Você pode tocar na tela para focar em algum ponto e dispara manualmente, ou pode tocar na tela para focar e tirar a foto; fica aí informação pra quem precisar.


ISO 2000, f/7.1
« Última modificação: 02 de Novembro de 2016, 01:17:53 por Bucephalus »


Bucephalus

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.055
  • Sexo: Masculino
Resposta #2 Online: 02 de Novembro de 2016, 01:18:52
Qualidade de imagem

A X70 usa o mesmo processador e sensor X-Trans de 16mp de outras câmeras da Fuji, incluindo a X100T.

Pra mim, que uso umas câmeras anciãs -- a Canon 5D foi lançada 11 anos atrás e a Sigma DP1 8 anos atrás -- a Fuji é espetacular em muitos aspectos.

O sensor Foveon da Sigma é um caso de amor e ódio: ela dá cores e nitidez muito boa, mas somente em ISO base, e com muita luz. Já o sensor FF da Canon é mais flexível, mas tem dificuldade em recuperar luzes e sombras, provavelmente por ter uma latitude menor.


ISO 2500, f/7.1

A recuperação nas sombras da Fuji é algo insano pra mim: pouquíssimo ruído ou artefatos são gerados, incrível. E eu não fiz nenhuma comparação científica (e nem tenho a intenção de fazer) mas me parece que esse sensor APS-C tem qualidade em ISO alto igual e em alguns aspectos até superior ao sensor FF (antigo, eu sei) da 5D classic. De novo: impressionante.



ISO 2000, f/5.6


A latitude do sensor é fantástica, e se você acertar a exposição existe bem pouco para ajustar: altas luzes e sombras profundas são perfeitamente balanceadas.

Eu notei que os raws dessa câmera saem com uma saturação baixa, mas nada que um ajuste de leve não resolva. Também percebi que é bem mais fácil de aplicar sharpening nas imagens sem gerar artefatos, outro bônus.


ISO 320, f/2.8
« Última modificação: 02 de Novembro de 2016, 01:19:32 por Bucephalus »


Bucephalus

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.055
  • Sexo: Masculino
Resposta #3 Online: 02 de Novembro de 2016, 01:20:37
Conclusões


Então, eu recomendo essa câmera para quem quer fazer fotografia de rua? COM CERTEZA. Não existiu uma única foto que eu perdi por estar subexposta ou borrada com essa câmera, algo que acontecia com frequência com a DP1 e a 5D, seja por falta de automação ou seja pelos limites do sensor.


ISO 640, f/7.1


Essa câmera é a melhor do mundo pra fotografia de rua? Eu não sei. Eu acho que a câmera ideal é aquela que funciona pra você. Tenho certeza que a Ricoh GR também é fantástica, ou uma mirrorless compacta também funciona. Tanto a Ricoh quanto essa Fuji foram pensadas para fotografia de rua, e ambas possuem "leaf shutters" na lente ao invés de obturadores de plano focal na frente do sensor, que sãobem mais barulhentos.


ISO 200, f/5

Existem problemas sérios com essa câmera? Até o momento eu não vi nenhum. O anel de foco é pequeno, e por conta de estar sobrepostou ao anel de abertura da lente, fica meio difícil de alcançar às vezes, mas nada demais. A bateria demora bastante pra carregar, mas pelo menos dura muito. Sinceramente eu não vejo nada de errado com essa câmera, e ela custa o mesmo que a concorrente mais direta, a Ricoh.


ISO 800, f/7.1

Eu comprei essa câmera não porque eu sou um pixel peeper que gosta de ficar lendo review e comprando todo brinquedo novo que é lançado. Eu comprei porque eu realmente precisava de um equipamento mais adequado pra tarefa.


ISO 2500, f/7.1

Moral da história: saia no mundo lá fora e tire fotos, e só compre algo se você realmente precisar. Use o dinheiro economizado pra viajar e curtir a sua câmera, seja ela qual for  :D


ISO 640, f/7.1


cfcsosa

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (3)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.722
  • Sexo: Masculino
Resposta #4 Online: 02 de Novembro de 2016, 22:05:25
poxa, que belo review! me deliciei com as fotos! simplesmente fantásticas, foi bacana ver seu estilo aplicado a uma câmera que eu tenho e posso comparar, ou seja, muita coisa eu achava que era do foveon ou da 5D, mas vejo agora que é sua fotografia e sua linguagem fotográfica.

parabéns!
-------------------
flickr.com/photos/cfcsosa
instagram.com/cfcsosa
500px.com/cfcsosa1978


anacariane

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 7
Resposta #5 Online: 02 de Novembro de 2016, 22:35:16
Wow excelente! Eu tenho uma x70 também, peguei tem menos de 1 mês...uma câmera incrível que eu ainda preciso tirar muito dela!
Parabéns pelo review!!!


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk


Thales Souto

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (29)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 11.908
  • Sexo: Masculino
  • "Fotografia é um hobby viciante"
    • http://www.instagram.com/soutonaamerica
Resposta #6 Online: 02 de Novembro de 2016, 23:12:33
Parabéns pelo Review

Enviado de meu Lenovo A7010a48 usando Tapatalk

D610 + AF-S 50 1.8 G + AF 24 2.8 D + YN685
"Polímeros, aulas, família e fotografia. Não necessariamente nessa mesma ordem...."
Meu canal no YouTube sobre fotografia: http://www.youtube.com/channel/UCCS35q7G_BRE6aVdXXEOKNg
www.flickr.com/photos/tsouto


lauralopes

  • Trade Count: (2)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 310
  • Sexo: Feminino
    • Laura Lopes Fotografia
Resposta #7 Online: 03 de Novembro de 2016, 00:22:26
Excelente review! Eu já conhecia a X70 do Namour, quando estive na Oficina Mirrorless Brasil. ! A pequena é notável! Usei muito pouco, mas gostei do que vi! Na verdade quem ficou com ela o tempo todo foi a Ana Cariane, que acabou comprando uma depois.

Curti saber como você fotografa. Não fotografo street para mostrar, faço só para mim e acho tudo uma porcaria. Vou experimentar teu método e ver como me saio!


Sent from my iPhone using Tapatalk


Rinaldo

  • Trade Count: (6)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 595
    • > Flickr
Resposta #8 Online: 03 de Novembro de 2016, 09:32:02
Bacanas suas impressões de uso, Bucephalus.

Belas imagens, belas cores, e a camerazinha realmente parece ser tudo de bom, como esperado.
« Última modificação: 03 de Novembro de 2016, 09:40:41 por Rinaldo »
  flickr    vimeo


LeandroR

  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.006
    • Leandro Reichert
Resposta #9 Online: 03 de Novembro de 2016, 10:37:44
Muito bacana seu review, Bucephalus, e as fotos também estão ótimas.

Tenho estado bem inclinado a ir para a Fuji também, adoro a minha 5Dc mas o tamanho dela tem me incomodado para as fotos de rua. No meu caso estou pensando na X-E2 por esta ter o EVF, tenho receio de não me acostumar a usar apenas o LCD. Mas o sensor acredito ser o mesmo, seu review me deu mais certeza para a troca.  :ok:
Indicações de livros, canais de YT, fotógrafos, artigos sobre fotografia e assuntos do cotidiano.
Postagens semanais! Acompanhe meu blog pelo link abaixo:
www.leandroreichert.com


angelone

  • Trade Count: (18)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.087
  • Sexo: Masculino
Resposta #10 Online: 03 de Novembro de 2016, 13:42:16
Muito bom o review e belas fotos Bucephalus!
Realmente a   X70 parece mesmo ideal para street, compacta e de alta qualidade. Uma limitaçao  para o meu gosto, diga-se,  tanto nela qto na Ricoh, é a falta de estabilizador de imagem (na lente ou corpo), o que pode complicar em situaçoes de baixa luz com câmera nas mãos. Seria perfeita se permitisse troca de lentes, de resto é Dez, um mini-tanque em robustez.
« Última modificação: 03 de Novembro de 2016, 13:45:43 por angelone »
Olympus OM-D E-M5 mk II  e uns vidros..


cfcsosa

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (3)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.722
  • Sexo: Masculino
Resposta #11 Online: 03 de Novembro de 2016, 14:30:52
Muito bom o review e belas fotos Bucephalus!
Realmente a   X70 parece mesmo ideal para street, compacta e de alta qualidade. Uma limitaçao  para o meu gosto, diga-se,  tanto nela qto na Ricoh, é a falta de estabilizador de imagem (na lente ou corpo), o que pode complicar em situaçoes de baixa luz com câmera nas mãos. Seria perfeita se permitisse troca de lentes, de resto é Dez, um mini-tanque em robustez.


querendo trocar lentes tem a xt-10 que é bem compacta, é a que uso inclusive.
-------------------
flickr.com/photos/cfcsosa
instagram.com/cfcsosa
500px.com/cfcsosa1978


lauralopes

  • Trade Count: (2)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 310
  • Sexo: Feminino
    • Laura Lopes Fotografia
Resposta #12 Online: 03 de Novembro de 2016, 16:12:51

querendo trocar lentes tem a xt-10 que é bem compacta, é a que uso inclusive.

X-T10 com a 27mm e uma caneta Bic:



Sent from my iPhone using Tapatalk


Bucephalus

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.055
  • Sexo: Masculino
Resposta #13 Online: 03 de Novembro de 2016, 18:41:54
Wow excelente! Eu tenho uma x70 também, peguei tem menos de 1 mês...uma câmera incrível que eu ainda preciso tirar muito dela!
Parabéns pelo review!!!

Show! Aproveite bastante a câmera  :)

Quando eu escrevi esse review eu só esta com a câmera a 2 dias  :D


Curti saber como você fotografa. Não fotografo street para mostrar, faço só para mim e acho tudo uma porcaria. Vou experimentar teu método e ver como me saio!

Olha, se seu problema são fotos fora de foco ou borradas, esse método resolve. É o que fotógrafos de rua tem usado por mais de meia década, desde a época de filme  ;)


Bucephalus

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.055
  • Sexo: Masculino
Resposta #14 Online: 03 de Novembro de 2016, 18:44:15
Bacanas suas impressões de uso, Bucephalus.

Belas imagens, belas cores, e a camerazinha realmente parece ser tudo de bom, como esperado.

Estou gostando muito dela. Tenho certeza que a Ricoh GR é tão boa quanto -- isso se não for melhor, pois em vários reviews diferentes eu pude ver que a Ricoh tem mais nitidez e menos ruído que a Fuji! Não que isso importe muito pra mim, pois a Fuji tem imagem bastante boa, mas a GR parece ser ainda melhor.

Vi na sua assinatura que você tem uma Ricoh GR. Quais são as suas impressões dela?