Autor Tópico: A RGT e a Formula 1  (Lida 572 vezes)

Danilo_cs

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.060
    • DCS
Online: 16 de Janeiro de 2017, 18:37:13
Oi eu sou o Danilo!

Quem acompanha a Formula 1, talvez tenham reparado que a Rede Transmissora das corridas usa algumas siglas tais como RBR, STR, VR ao se referir ao nome de algumas equipes.

Apenas para lembrar, RBR, é a sigla da equipe Red Bull Racing. SRT da Scuderia Toro Rosso (Red Bull Racing em italiano) e VR, Virgin Team.

Provavelmente a equipe BAR também era censurado, visto que o nome verdadeiro era British American Racing. Pelo menos no caso da British American Racing se fazia menção a marca de tabaco British American Tobbaco.


Há quem diga que o Bernie Ecclestone tenha chamado a atenção da Rede, visto que eles nunca mencionavam em suas transmissões o nome Red Bull e Toro Rosso. Desde então pelo menos um dos participantes das transmissões falava corretamente o nome destas equipes.

Mas isso não acontece só nos canais RGT ou no Sportv. O portal globoesporte.com, também usa estas mesmas siglas.

Mesmo eu confiando na credibilidade do portal globoesporte.com, o portal não só utiliza as siglas já citadas ao se referir a Red Bull ou a Toro Rosso, mas também alteram até mesmo os dizeres dos pilotos, quando os nomes destas equipes estão citados por eles na matéria. Ou seja, eles não escrevem exatamente o que o piloto diz. Houve ocasiões em que eles trocaram o nome Red Bull por “a marca do energético”.

Lembrando que fazem o mesmo com o time de futebol Red Bull Brasil. Ao invés de falar o nome correto, chamam o time de RB Brasil.

Não sei exatamente os reais motivos que a Rede faz isso. Talvez a empresa ligada a Red Bull não quis fazer nenhum acordo comercial com a Globo para usarem o nome do produto (e da equipe) durante as transmissões.

Outro motivo que ouvi dizer é que, por não se tratar de uma marca que não é ligada ao automobilismo, eles não pronunciam o nome assim como fazer com as outras equipes. Mas fiquei pensando: E o que dizer da equipe Benetton? A Benetton é uma grife que não tinha nada a ver com automobilismo. Nunca esta marca foi censurada.

A equipe Toro Rosso faz parte do grupo ligada a Red Bull. Parece que Scuderia Toro Rosso nada mais é que Red Bull Racing em italiano. Já a extinta equipe Virgin é uma produtora de filmes e de alguns jogos eletrônicos.

Eu particularmente fico incomodado com isso, especialmente ao ler as falas dos pilotos no site globoesporte.com e ver na cara dura a censura que o redator é obrigado a fazer. Por esta razão, às vezes, escondo o nome Globo por “A Rede”, “ Rede Transmissora”, ou simplesmente RGT (Rede Globo de Televisão) em meus textos.

Talvez seja até por isso que a RedBull abandonou a Stock Car. A única maior mídia para publicidade chamava a equipe de RBR também....

Fonte: http://www.superdanilof1page.com.br/opniao/globo-esporte-f1.php

Ja tinham pensado nisso?  :)
« Última modificação: 16 de Janeiro de 2017, 18:38:07 por Danilo_cs »
Meu trabalho está aqui em http://www.dcsdesenvolvimento.com.br :)


Bucephalus

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.059
  • Sexo: Masculino
Resposta #1 Online: 16 de Janeiro de 2017, 18:58:29
É estranho como na era dos múltiplos fornecedores de pneus eles falavam os nomes das marcas sem problema; Bridgestone, Pirelli e Michelin, que são fabricantes de pneus para o mercado civil. Mesma coisa com as fabricantes de motores: BMW, Mercedes, Honda, Renault... eles nunca boicotaram os nomes dessas marcas que vendem automóveis para os consumidores no mercado brasileiro.

Imagino que se referir à Benneton pelo nome é algo que se dá por uma total falta de uma sigla adequada.

A Globo tem uma política bem extrema em relação à menção a marcas, não só na F1 mas também em novelas, telejornalismo e programas de variedade. Eles não só não mencionam marcas, mas também não mencionam nada em referência a outras emissoras -- atores, personalidades, programas ou produções; por mais famosos que eles sejam, a Globo nunca vai menciona-los se eles estiverem em outro canal. A Globo também não libera ou permite que suas celebridades dêem entrevistas ou participem de programas de outras emissoras, e da mesma forma não permite que as celebridades de outros canais participem de programas ou entrevistas globais.

A Globo vive numa bolha particular dela mesma, completamente isolada do mundo real. TV em geral é uma coisa bem divorciada da realidade, mas a Globo é um caso ainda mais extremo. Quem só assiste a esse canal tem uma percepção completamente insular do resto da mídia ou do país.

E nem me deixe começar a falar sobre como a Globo sofre de um sério problema de egocentrismo, inflando a ela mesma o tempo inteiro, se autoelevando, se autopromovendo e sempre congratulando seus próprios artistas e seus próprios méritos (sejam eles reais, irreais, ou exagerados). A Globo é uma anomalia muito bizarra.


sri_canesh

  • Trade Count: (11)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.640
  • Sexo: Masculino
Resposta #2 Online: 16 de Janeiro de 2017, 20:31:51
Época da Globo já foi, agora a curva deles é descendente. Hoje em dia ela compete com muita coisa, Facebook, NetFlix, milhões de canais via TV a Cabo ou satélites banda KU e C (essa bem difundida pelo baixo custo). Existem várias pesquisas que mostram que as novas gerações estão se desligando da TV.

Acho que eles não estão  mais com aquela bola toda não e nem são mais o bicho papão que eram antigamente. Pessoal já está mais esperto.
Cássio R. Eskelsen - Blumenau/SC


vangelismm

  • Trade Count: (7)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.488
  • Sexo: Masculino
    • MedinaFotografia
Resposta #3 Online: 16 de Janeiro de 2017, 20:36:23
Estão loucos, a globo, tentando se colocar na nova geração. Agora as séries tem todos episódios disponíveis pelo streaming deles antes de passar na TV.
"A perspectiva de uma imagem é controlada pela distância entre a lente e o assunto; mudando a distancia focal da lente muda o tamanho da imagem , mas não altera a perspectiva . Muitos fotógrafos ignoram este fato, ou não têm conhecimento de sua importância." -  Ansel Adams, Examples – The Making of 40 Photographs


Bucephalus

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.059
  • Sexo: Masculino
Resposta #4 Online: 16 de Janeiro de 2017, 20:57:53
Disponibilizar conteúdo online para streaming é o mínimo que a Globo pode fazer pra continuar crescendo a curto prazo, ou sobrevivendo a longo.

Apesar dessa ser uma das poucas coisas que ela pode fazer pra se adequar aos tempos modernos, eu tenho minhas dúvidas se ela irá prosperar com streaming. Público da internet é bem diferente do povão que senta na frente da TV pra assistir novela.


Danilo_cs

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.060
    • DCS
Resposta #5 Online: 16 de Janeiro de 2017, 22:26:41
Pior que por mais que eles estejam em queda livre, cair cair eles num cai não. Pelo menos enquanto o sinal via satélite funcionar....

Agora sobre a Benetton, era só falar a equipe BNT que ninguém ia perceber. Na verdade a British American Racing eu nunca iria saber que tinha esse nome se não fosse o meu site e os simuladores de F1. É verdade que no principio a própria F1, nas tabelas de construtores usavam essas siglas, tipo a Red Bul era RBR Racing, STR Racing e etc. Mas não durou muito tempo. Daí acho que serviu como desculpa já que não estavam ganhando nada por usar estes nomes
Meu trabalho está aqui em http://www.dcsdesenvolvimento.com.br :)


Kokimoto

  • Trade Count: (30)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.091
    • Mototuristas
Resposta #6 Online: 16 de Janeiro de 2017, 22:44:18
No vôlei também. O Sportv fala o nome da cidade onde o time tem sede, mas não fala o nome do time mesmo.

Osasco = Sollys
Rio de Janeiro = Unilever
Etc

Acho a maior bobagem.
D600 - E-M10


Danilo_cs

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.060
    • DCS
Resposta #7 Online: 16 de Janeiro de 2017, 23:11:42
No vôlei também. O Sportv fala o nome da cidade onde o time tem sede, mas não fala o nome do time mesmo.

Osasco = Sollys
Rio de Janeiro = Unilever
Etc

Acho a maior bobagem.

Isso eu nunca tinha reparado. Mas agora que você falou!
Eles quer ganhar dinheiro com cada letra que sai do audio....
Meu trabalho está aqui em http://www.dcsdesenvolvimento.com.br :)


vangelismm

  • Trade Count: (7)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.488
  • Sexo: Masculino
    • MedinaFotografia
Resposta #8 Online: 16 de Janeiro de 2017, 23:16:58
Isso eu nunca tinha reparado. Mas agora que você falou!
Eles quer ganhar dinheiro com cada letra que sai do audio....

No Futebol também, não falam o nome comercial das arenas e nem o nome comercial dos campeonatos.

Repare que nas coletivas dos jogadores, os patrocínios dos times aparecem como se fossem um tabuleiro de xadrez.
Isso é porque a globo dava zoom no rosto do jogador para cortar as marcas.

« Última modificação: 16 de Janeiro de 2017, 23:18:44 por vangelismm »
"A perspectiva de uma imagem é controlada pela distância entre a lente e o assunto; mudando a distancia focal da lente muda o tamanho da imagem , mas não altera a perspectiva . Muitos fotógrafos ignoram este fato, ou não têm conhecimento de sua importância." -  Ansel Adams, Examples – The Making of 40 Photographs


Nataniel

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 565
  • Sexo: Masculino
Resposta #9 Online: 16 de Janeiro de 2017, 23:38:30
Belo texto Danilo_cs, parabéns  :clap:

A Globo vive numa bolha particular dela mesma, completamente isolada do mundo real. TV em geral é uma coisa bem divorciada da realidade, mas a Globo é um caso ainda mais extremo. Quem só assiste a esse canal tem uma percepção completamente insular do resto da mídia ou do país.

E nem me deixe começar a falar sobre como a Globo sofre de um sério problema de egocentrismo, inflando a ela mesma o tempo inteiro, se autoelevando, se autopromovendo e sempre congratulando seus próprios artistas e seus próprios méritos (sejam eles reais, irreais, ou exagerados). A Globo é uma anomalia muito bizarra.

A RGT faz uns 2 anos que não assisto mais (salvo indiretamente em visita a casa de alguém que não possua TV a cabo).
Saudades eternas de nosso Snow. Felicidades diárias com nossa Alanis


Danilo_cs

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.060
    • DCS
Resposta #10 Online: 17 de Janeiro de 2017, 11:45:12
No Futebol também, não falam o nome comercial das arenas e nem o nome comercial dos campeonatos.

Repare que nas coletivas dos jogadores, os patrocínios dos times aparecem como se fossem um tabuleiro de xadrez.
Isso é porque a globo dava zoom no rosto do jogador para cortar as marcas.



É verdade. Bem lembrado! Nesse caso até que é mais discreto, mas vezes na cara dura eles desfocam o patrocinador em alguma reportagem.
Se compararmos com a Band até que tem hora que enjoa usar o tempo todo o nome comercial, mas também não precisa esconder né.

Belo texto Danilo_cs, parabéns  :clap:

A RGT faz uns 2 anos que não assisto mais (salvo indiretamente em visita a casa de alguém que não possua TV a cabo).


Valeuuuu  :ok:
Eu também quase não assisto a Rede há muitos anos. Coisa mais rara do mundo.
Meu trabalho está aqui em http://www.dcsdesenvolvimento.com.br :)


Thales Souto

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (29)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 12.132
  • Sexo: Masculino
  • "Fotografia é um hobby viciante"
    • thalessouto.com
Resposta #11 Online: 17 de Janeiro de 2017, 22:15:43
Realmente é muita tosquice da Globo em não falar os nomes corretamente. Já é difícil conseguir patrocinadores para uma equipe, ter a principal emissora de tv do país não mencionar a marca só torna as coisas mais difíceis.

Enviado de meu Lenovo A7010a48 usando Tapatalk

D610 + AF-S 50 1.8 G + YN685
"Polímeros, aulas, família e fotografia. Não necessariamente nessa mesma ordem...."
Meu canal no YouTube sobre fotografia: http://www.youtube.com/channel/UCCS35q7G_BRE6aVdXXEOKNg
Instagram: @souto_thales
www.flickr.com/photos/tsouto


Danilo_cs

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.060
    • DCS
Resposta #12 Online: 18 de Janeiro de 2017, 13:04:17
Realmente é muita tosquice da Globo em não falar os nomes corretamente. Já é difícil conseguir patrocinadores para uma equipe, ter a principal emissora de tv do país não mencionar a marca só torna as coisas mais difíceis.

Enviado de meu Lenovo A7010a48 usando Tapatalk

Exatamente! Pelo menos a F-1 ou futebol são várias emissoras e jornais que falam sobre o assunto. Já a Stock Car é só a Globo que transmite e eles escondem o nome da equipe. Não vale a pena. Porque na verdade não tinha porque a Red Bull deixar a Stock. O carro deles disputam por títulos e vitórias todo o ano. Só pode ser por isso
Meu trabalho está aqui em http://www.dcsdesenvolvimento.com.br :)


FMSalles

  • Trade Count: (2)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 329
  • Sexo: Masculino
Resposta #13 Online: 19 de Janeiro de 2017, 08:04:18
Acontece também com os estádios de futebol (agora arenas). Todos que tiveram o nome vendido para empresas não são pronunciados corretamente.

Acaba inibindo a venda dos demais, pois se mostrou um mau negócio. Houve caso do nome (escrito) ser escondido durante a transmissão.
« Última modificação: 19 de Janeiro de 2017, 08:05:27 por FMSalles »


Danilo_cs

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.060
    • DCS
Resposta #14 Online: 19 de Janeiro de 2017, 09:50:51
Acontece também com os estádios de futebol (agora arenas). Todos que tiveram o nome vendido para empresas não são pronunciados corretamente.

Acaba inibindo a venda dos demais, pois se mostrou um mau negócio. Houve caso do nome (escrito) ser escondido durante a transmissão.

Cada coisa né?
Tipo a "segunda divisão" virou "Série B" só por mero comercial...
Meu trabalho está aqui em http://www.dcsdesenvolvimento.com.br :)