Autor Tópico: Viagem a São Paulo | Dicas  (Lida 956 vezes)

Israel Orlandi

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 10
  • Sexo: Masculino
    • site
Online: 30 de Janeiro de 2017, 13:16:35
Fala galera, tudo certo ?
Preciso da opinião de vocês, estou indo agora em fevereiro para São Paulo e gostaria de registrar a viagem, porém estou com receio de levar minha 6D e fazer fotos pela rua com ela. Qual seria a opinião de vocês sobre isso... aqui em Porto Alegre não tenho muita confiança em fazer isso, talvez vocês já tenham experiência nisso e possam me dar uma dica. hehe Agradeço!! valeu!
6D - 50mm 1.8 STM - Flash 430 EX II

http://www.isra.com.br


Rick99

  • Trade Count: (4)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.986
  • Sexo: Masculino
  • Amador
Resposta #1 Online: 30 de Janeiro de 2017, 14:50:05
Depende muito do seu roteiro (lugares para visitar) e dos períodos (dia e hora).

Dentro do Jardim Botânico por exemplo, as chances de roubo são muito pequenas.
Na Avenida Paulista durante a semana é mais arriscado do aos domingos. Quando levo minha câmera, sempre vou neste dia e durante a manhã.

É mais fácil indicar mais ou menos os bairros que deseja visitar, mas no geral, não chega a ser extremamente perigoso como dizem por ai... :D



Guto Marc

  • Trade Count: (14)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.616
    • http://www.gutomarcondes.com.br
Resposta #2 Online: 30 de Janeiro de 2017, 16:28:07
Muitas vezes estou na rua fotografando por conta do trabalho. Minha dica é : faça o seguro do seu equipamento. Com ele ok, a próxima é : leve o equipamento em uma mochila comum, não use uma de fotografia. Pare, tire o equipamento, faça a foto e guarde. Não ande com ele pendurado.
SP é perigoso mas equivale a sua cidade, então tomando cuidado, beleza. O centro é mais complicado, por conta do número de usuários de crack que está por lá, mesmo de dia. Mas seguindo esses esquemas, não é impossível.
Boa viagem e seja bem vindo!
** NÃO TRABALHO MAIS COM SEGURO DE EQUIPAMENTOS **

Visitem meu blog sobre fotografia : https://www.gutomarcondes.com.br
E meu site sobre dicas de viagem :
https://www.reviewdeviagem.com.br


Israel Orlandi

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 10
  • Sexo: Masculino
    • site
Resposta #3 Online: 30 de Janeiro de 2017, 16:29:38
Depende muito do seu roteiro (lugares para visitar) e dos períodos (dia e hora).

Dentro do Jardim Botânico por exemplo, as chances de roubo são muito pequenas.
Na Avenida Paulista durante a semana é mais arriscado do aos domingos. Quando levo minha câmera, sempre vou neste dia e durante a manhã.

É mais fácil indicar mais ou menos os bairros que deseja visitar, mas no geral, não chega a ser extremamente perigoso como dizem por ai... :D


Ah, beleza! hehe iria passar pelos pontos mais comuns, como no centro e avenida paulista e liberdade. Estou achando que vou levar uma câmera menor para o passeio. Muito obrigado pelo comentário! :D  :clap:
6D - 50mm 1.8 STM - Flash 430 EX II

http://www.isra.com.br


Israel Orlandi

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 10
  • Sexo: Masculino
    • site
Resposta #4 Online: 30 de Janeiro de 2017, 16:31:43
Muitas vezes estou na rua fotografando por conta do trabalho. Minha dica é : faça o seguro do seu equipamento. Com ele ok, a próxima é : leve o equipamento em uma mochila comum, não use uma de fotografia. Pare, tire o equipamento, faça a foto e guarde. Não ande com ele pendurado.
SP é perigoso mas equivale a sua cidade, então tomando cuidado, beleza. O centro é mais complicado, por conta do número de usuários de crack que está por lá, mesmo de dia. Mas seguindo esses esquemas, não é impossível.
Boa viagem e seja bem vindo!

Verdade, seguro é sempre o mais indicado. Levarei uma mochila comum mesmo. O centro de SP é o que me deixa mais preocupado, acho que só vou de celular mesmo hehe  Muito obrigado pelo comentário e pela dica!  :worship:
6D - 50mm 1.8 STM - Flash 430 EX II

http://www.isra.com.br


Rick99

  • Trade Count: (4)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.986
  • Sexo: Masculino
  • Amador
Resposta #5 Online: 30 de Janeiro de 2017, 17:24:52

Ah, beleza! hehe iria passar pelos pontos mais comuns, como no centro e avenida paulista e liberdade. Estou achando que vou levar uma câmera menor para o passeio. Muito obrigado pelo comentário! :D  :clap:

Se você estivesse na Liberdade neste último final de semana, estava "seguro", pois teve o festival do Ano Novo Chinês. Quando tem essas festas, tem muitos policiais e dá pra tirar fotos sem muita preocupação.
Nos finais de semana e feriados vem muitos turistas, e nos arredores da Praça da Liberdade não tem muito perigo. O problema é quando começa a se afastar deste ponto.

Na própria Avenida Paulista também tem muitos turistas. Se fizer como o colega recomendou acima (tirar a câmera da mochila só na hora de fotografar), não vai ter muitos problemas.

No centro a coisa complica um pouco. Se visitar o Mercado Municipal, lá dentro não tem muito perigo.
Na região da 25 de Março (que fica ao lado do Mercado) ou até na Santa Ifigênia, ai não recomendo tirar fotos. Já vi muitos assaltos e furtos, inclusive meu irmão já foi furtado na 25. Recomendo o mesmo se visitar a Praça da Sé e arredores da estação da Luz. Dentro da estação já é um pouco mais "seguro".



lsd

  • Trade Count: (8)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 895
  • Sexo: Masculino
Resposta #6 Online: 30 de Janeiro de 2017, 17:53:29
Gente fumando crack no centro? De que cidade?

Tipo tem gente que fuma crack na crackolandia e às vezes, ao redor dela, mas mesmo assim, se vc estiver com uma Leica SL, pode andar sossegado. O problema é depois que o cara acabar o cachimbo e vir a fissura... (falo com experiencia de quem mora perto da crackolandia).

Ao autor do tópico: a cidade tá uma bosta em termos de segurança. Tá quase igual na época que o Pitta era prefeito. Piorou demais da época da eleição pra cá.

Dito isto, eu não consigo te dizer pra não trazer sua camera, seja ela qual for, e onde usar ou não usar.

O centro (que é uma área grande) é a área mais segura da cidade. Pode procurar os números. Só pra constar: o centro inclui a Paulista, o Mercadão, a estação da Luz, o memorial da América Latrina, o estádio do Pacaembú, o minhocão, o Páteo do Colegio, o Brás, a Mooca, ou seja, praticamente tudo o que vc já viu ou ouviu falar por ai...

No geral os lugares mais perigosos estão longe do centro, sejam áreas mais carentes da cidade ou as mais nobres (pela disparidade social).

O lance é: se estiver sozinho, pode ser que vc sinta algum perigo ao fotografar, mas se for com mais gente a sensação de segurança aumenta muito, nessas áreas centrais.

Quanto à Liberdade, eu fui lá nesse final de semana... não levei a minha camera! A Liberdade piorou ABSURDAMENTE em termos de segurança, e, mesmo com a festividade, não tive coragem de levar camera alguma, e vi muito pouca gente com camera (comparando com anos anteriores), e os policiais eram escassos e estavam em poucos locais. Em outros dias, que a Liberdade é menos cheia, a sensação de insegurança é pior. Poxa, eu já tirei foto de madrugrada lá, hoje em dia não tenho mais coragem. Mas isso sou eu... eu acho que, pra quem vem de fora, não vale perder a oportunidade de fotografar - em último caso, consiga companhia.

Outra coisa: a cidade é feia pra burro. Mas a noite é bem mais "bonita". E todas as 5as feiras tem uma galera que faz caminhada pelas ruas do centro.... pode ser interessante vc acompanhá-los.

Se quiser fotografar parques, o Ibirapuera é sossegado, e eu recomendaria ir no combo parque da Cantareira e Horto. Dá pra ir de ônibus, ou Uber, e é bem legal, de repente vc consegue até ver bichos como esquilos e tatus andando soltos. O parque do povo pode te render fotos interessantes. Pode ser interessante ir na USP fotografar também (e fazer um combo com o instituto Butantã). E descendo a marginal, dá pra vc ir no Joquei...

No geral ande com uma mochila discreta, tire a maquina, bata a foto e esconda, boa viagem e boas fotos!


Nataniel

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 565
  • Sexo: Masculino
Resposta #7 Online: 30 de Janeiro de 2017, 21:48:37
(...) E todas as 5as feiras tem uma galera que faz caminhada pelas ruas do centro.... pode ser interessante vc acompanhá-los.

Só tenha certeza que não seja a galera do arrastão  :hysterical:

Brincadeira a parte, essa insegurança (geral, sou de Canoas, vizinha de POA) tira toda a tranquilidade de observar e muito mais de focar, pois é como disseram, tem que ser jogo rápido, pois, por mais que tire e guarde a câmera, poderá estar sendo filmado e ficamos com a sensação que vamos ser atacado a qualquer instante.  :(
Atualmente, os políticos nos roubam descaradamente e o que sobra, os chinelões querem levar.
mas, seja prudente e precavido e aproveite a estada, depois poste as fotos que registrou  :ok:

Saudades eternas de nosso Snow. Felicidades diárias com nossa Alanis


amador47sc

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (16)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.190
  • Sexo: Masculino
  • Aperfeiçoando o olhar em busca da melhor imagem
Resposta #8 Online: 30 de Janeiro de 2017, 22:04:53
estou programando uma viagem também. cada um com suas necessidades mas no meu caso, levo o celular e deu. Celular todo mundo tem. Tá no bolso, serve pra se comunicar e também pra fotografar. Se for durante o dia a qualidade é mais do que aceitável. Numa viagem a passeio, o objetivo é passear e fotografar em tese ficaria em segundo plano. Uma fotinho aqui, outra ali, outra acolá e boas.


fa.photo

  • Trade Count: (7)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 207
Resposta #9 Online: 31 de Janeiro de 2017, 11:24:17
Tá complicado mesmo fotografar SP.
Há bem pouco tempo atrás eu tinha coragem de andar com minha 5D no centro, agora não tenho esta confiança se estiver sozinho. Principalmente ali próximo ao Viaduto do Chá, onde gosto muito de fotografar.

Acho SP uma cidade linda, sem referência ao projeto do prefeito Dória rss.. mas tem uma arquitetura fantástica no centro, uma vida pulsante a cada esquina, cenas inusitadas, contrastes sociais, muita diversidade cultural, enfim, não dá pra ver isso se estiver com pressa, com medo, são cenas que devem ser procuradas com calma.
Talvez uma idéia interessante seja o ônibus que faz um tur saindo do centro acho, e passa por diversos pontos, não recordo agora o nome mas se procurar vc acha informações, dias e horários.

Minha dica é, ande acompanhado sempre, isto diminui o risco ou então leve um equipamento menor, mirrorless por exemplo, com uma lente fixa pra não precisar ficar trocando de lente.

Mas não vai se arrepender amigo, SP é demais!


Israel Orlandi

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 10
  • Sexo: Masculino
    • site
Resposta #10 Online: 31 de Janeiro de 2017, 11:24:47
Galera, muito obrigado pelos comentários!
Pelo visto SP tá bem parecido com POA hehe  acho que irei com minha câmera de celular mesmo. Evitar essa preocupação e curtir da melhor forma possível.
Infelizmente temos essas condições, e qualquer descuido tudo pode acabar. hehe

Gratidão pelas respostas,
grande abraço a vocês todos!  :worship:
« Última modificação: 31 de Janeiro de 2017, 11:26:51 por Israel Orlandi »
6D - 50mm 1.8 STM - Flash 430 EX II

http://www.isra.com.br


Israel Orlandi

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 10
  • Sexo: Masculino
    • site
Resposta #11 Online: 31 de Janeiro de 2017, 11:29:00
Tá complicado mesmo fotografar SP.
Há bem pouco tempo atrás eu tinha coragem de andar com minha 5D no centro, agora não tenho esta confiança se estiver sozinho. Principalmente ali próximo ao Viaduto do Chá, onde gosto muito de fotografar.

Acho SP uma cidade linda, sem referência ao projeto do prefeito Dória rss.. mas tem uma arquitetura fantástica no centro, uma vida pulsante a cada esquina, cenas inusitadas, contrastes sociais, muita diversidade cultural, enfim, não dá pra ver isso se estiver com pressa, com medo, são cenas que devem ser procuradas com calma.
Talvez uma idéia interessante seja o ônibus que faz um tur saindo do centro acho, e passa por diversos pontos, não recordo agora o nome mas se procurar vc acha informações, dias e horários.

Minha dica é, ande acompanhado sempre, isto diminui o risco ou então leve um equipamento menor, mirrorless por exemplo, com uma lente fixa pra não precisar ficar trocando de lente.




Com certeza, SP tem muita coisa bonita. Muita arquitetura e pessoas de todas tribos.
Nesse momento uma mirrorless seria bem interessante, ainda estou analisando essa opção. 
Grato !  :ok:

Mas não vai se arrepender amigo, SP é demais!
« Última modificação: 31 de Janeiro de 2017, 11:29:21 por Israel Orlandi »
6D - 50mm 1.8 STM - Flash 430 EX II

http://www.isra.com.br


Israel Orlandi

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 10
  • Sexo: Masculino
    • site
Resposta #12 Online: 31 de Janeiro de 2017, 11:31:24
Gente fumando crack no centro? De que cidade?

Tipo tem gente que fuma crack na crackolandia e às vezes, ao redor dela, mas mesmo assim, se vc estiver com uma Leica SL, pode andar sossegado. O problema é depois que o cara acabar o cachimbo e vir a fissura... (falo com experiencia de quem mora perto da crackolandia).

Ao autor do tópico: a cidade tá uma bosta em termos de segurança. Tá quase igual na época que o Pitta era prefeito. Piorou demais da época da eleição pra cá.

Dito isto, eu não consigo te dizer pra não trazer sua camera, seja ela qual for, e onde usar ou não usar.

O centro (que é uma área grande) é a área mais segura da cidade. Pode procurar os números. Só pra constar: o centro inclui a Paulista, o Mercadão, a estação da Luz, o memorial da América Latrina, o estádio do Pacaembú, o minhocão, o Páteo do Colegio, o Brás, a Mooca, ou seja, praticamente tudo o que vc já viu ou ouviu falar por ai...

No geral os lugares mais perigosos estão longe do centro, sejam áreas mais carentes da cidade ou as mais nobres (pela disparidade social).

O lance é: se estiver sozinho, pode ser que vc sinta algum perigo ao fotografar, mas se for com mais gente a sensação de segurança aumenta muito, nessas áreas centrais.

Quanto à Liberdade, eu fui lá nesse final de semana... não levei a minha camera! A Liberdade piorou ABSURDAMENTE em termos de segurança, e, mesmo com a festividade, não tive coragem de levar camera alguma, e vi muito pouca gente com camera (comparando com anos anteriores), e os policiais eram escassos e estavam em poucos locais. Em outros dias, que a Liberdade é menos cheia, a sensação de insegurança é pior. Poxa, eu já tirei foto de madrugrada lá, hoje em dia não tenho mais coragem. Mas isso sou eu... eu acho que, pra quem vem de fora, não vale perder a oportunidade de fotografar - em último caso, consiga companhia.

Outra coisa: a cidade é feia pra burro. Mas a noite é bem mais "bonita". E todas as 5as feiras tem uma galera que faz caminhada pelas ruas do centro.... pode ser interessante vc acompanhá-los.

Se quiser fotografar parques, o Ibirapuera é sossegado, e eu recomendaria ir no combo parque da Cantareira e Horto. Dá pra ir de ônibus, ou Uber, e é bem legal, de repente vc consegue até ver bichos como esquilos e tatus andando soltos. O parque do povo pode te render fotos interessantes. Pode ser interessante ir na USP fotografar também (e fazer um combo com o instituto Butantã). E descendo a marginal, dá pra vc ir no Joquei...

No geral ande com uma mochila discreta, tire a maquina, bata a foto e esconda, boa viagem e boas fotos!


hehehe estou bastante interessado na arquitetura de SP e algumas coisas do centro, porém, ali me parece ser bastante difícil fotografar. E obrigado pelas novas indicações de lugar para turismo, não havia pensado nesses parques.  Show de bola hein! :D  obrigado por todos comentários!!
6D - 50mm 1.8 STM - Flash 430 EX II

http://www.isra.com.br


lsd

  • Trade Count: (8)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 895
  • Sexo: Masculino
Resposta #13 Online: 31 de Janeiro de 2017, 14:03:46
Olha, com relação à arquitetura, tem várias coisas importantes que vc pode fotografar meio tranquilo:

- vc pode subir no topo dos edifícios Copan, Itália, Banespa e Martinelli;

- na base do Copan, vc consegue fotos interessantes dele e do Itália, e é sossegado sacar uma DSLR e ficar um tempo por lá, pois é uma área particular. Aproveite e passe no bar da dona Onça (e tome uma caipirinha do mesmo nome, e se for numa 2a feira, coma o melhor virado paulista do universo)

- atravesse o viaduto do chá e vá até a prefeitura, ali tem a praça do Patriarca. Dá uma olhada nos prédios... nessa parte e numa parte da Av. São João (até a praça Júlio Mesquita), tem o que sobrou dos prédios do começo do século XX que imitam a arquitetura francesa pós-Haussmann. Como em SP se come muito, se vc for na praça do Patriarca, vc não pode deixar de ir na Casa Godinho comer uma empada de alheira. A casa Godinho é do século XIX. Mas deixe espaço na barriga, desça a rua e vire à direita, vc vai sair nas "costas" do Martimelli e de frente pro pédio do Banespa. Ali tem a Casa Mathilde. Coma um travesseiro de Sintra lá, dá pra vc fotografar os arredores nesse pedaço, pois costuma ter polícia. Idem pra essa praça do Patriarca, é meio sossegado. No caso da Av. São João, nào é tão seguro, mas na praça Júlio Mesquita tem sempre polícia, então dá pra vc ficar mais tranquilo. E lá tem o lendário Rei do Filé, vc pode comer um Filé Chateaubriand. Ou pode ir no PASV (eu acho sensacional), um restaurante espanhol aberto nos anos 60... ali atrás tem o largo do Arouche. Nesse pedaço da S. João, tem essa arquitetura afrancesada, mas ali é mais legal de comer do que fotografar, mas fica a teu critério. Esses predios antigos depois meio que continuam em direção ao Anhangabaú, mas ai já não sei se vc vai criar coragem de sacar uma 6D e fotografar - eu não tenho coragem!

- perto disso tudo tem o CCBB. Dependendo de como for, até dá pra vc fotografar o pedaço do lado de fora, se tiver polícia. Mas ali vc precisa ficar mais "ligeiro". Mas vc pode entrar no CCBB e fotografar por dentro, é legal.

- o minhocão fecha toda noite, dá pra vc andar lá e tal, mas se for levar camera, prefira fazer isso durante o dia (sábado, domingo ou feriados).

- a região da Berrini e depois a chácara Santo Antonio tem os prédios mais modernos, mas lá pode ser complicado vc sair com uma DSLR... é uma área meio inóspita. Dependendo da lente que vc tiver, vc pode ir no terraço do Shopping Cidade Jardim - tem uma vista privilegiada dessa região, inclusive a ponte estaiada.

- outro lugar com prédios mais "muderrnos" é a Vila Olímpia. Tem p/ex o prédio onde funciona o Google. Ali na Faria Lima até dá pra vc sacar uma camera e bater foto, é uma área normalmente muito policiada.

- vai te faltar a Liberdade. Mas lá dá pra vc fotografar. O ideal seria vc dar uma volta andando... ai vc vai vendo como as coisas estão, onde dá pra vc parar e bater foto... pois de repente vc entra num comércio e consegue ter mais sossego pra fotografar. A Av. da Liberdade é o pedaço mais perigoso. A rua Galvão Bueno é razoavelmente segura, dependendo do lugar, e, descendo a Pedro Américo, vc sai no 1o DP, e ali tem um viaduto e umas coisas legais pra vc fotografar e umas vistas interessantes também.

- Pinacoteca e Luz são sussa pra portar camera, e tem bastante coisas pra clicar. Ao redor, vc tem o Bom Retiro (que já foi um bairro judaico, e ainda tem bastante judeus e um ou outro lugar pra comer comida judaica, e atualmente tem uma presença mais coreana, é interessante), e a crackolândia. Na crackolândia eu levaria uma DSLR com toda certeza - é uma das áreas mais policiadas da cidade. Pega a Rua Dino Bueno, Al. Barão de Piracicaba... mas olha só: eu acho uma coisa fundamental de se ver (o fluxo, a multidão dos nóias), pois é uma questão de reflexão sobre o a nossa sociedade e etc., e (provavelmente) vc não corre o risco de assalto. AGORA saindo de perto do fluxo, a coisa muda... ai pode ser que vc tenha uma sensação de insegurança grande, é estranho. Mas eu já fui fotografar ali perto e foi OK. Pensa que é bem perto da Sala São Paulo e muito turista anda por lá, é menos perigoso do que parece. E tem também a Santa Ifigênia, que eu já não acho OK, mas o povo anda e sucesso. Caso vc ache isso tudo muito roots, pelo menos ande até a Barão de Liemira e procure o Vovô Ali - coma kebab e tome o café deles :ok:

Obviamente tem muito mais lugares, mas esses eu pensei onde daria pra fotografar, e que são meio emblemáticos da cidade.
« Última modificação: 31 de Janeiro de 2017, 14:06:47 por lsd »


amador47sc

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (16)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.190
  • Sexo: Masculino
  • Aperfeiçoando o olhar em busca da melhor imagem
Resposta #14 Online: 31 de Janeiro de 2017, 15:16:45

Olha, com relação à arquitetura, tem várias coisas importantes que vc pode fotografar meio tranquilo:


Valeu.. ótimas dicas para que for aí a passeio   :ok: