Autor Tópico: Satisfação com suas fotos?  (Lida 924 vezes)

banzai

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 825
  • Tentando capturar o mundo de uma forma diferente
Online: 20 de Março de 2017, 02:33:34
Olá amigos, recentemente fiz uma viagem pra Argentina de 4 meses, e fotografei muito, tirei muita foto que considerei boa, porém aquelas que eu achei ótimas foram uma ou outra somente.
Confesso que antes de viajar, pensei que, quando voltasse, teria conseguido um rumo a mais na fotografia, porém agora que voltei, parece que me sinto mais perdido ainda.  :ponder:

Aquela sensação e satisfação de ter conseguido uma ótima foto, de querer divulgar e ter orgulho dela, foram poucas vezes.
Será que é tudo pela falta de um foco principal na fotografia? Ou é uma coisa normal, e que passa com todos, essa exigência com si próprio de sempre achar que pode melhorar e nunca ta bom?

Minha exigência é de alguém que quer viver disso, conseguir trabalhar viajando e fotografando, que é o que eu mais gosto, porém não tenho idéia de como conseguir esse trampo só fotografando a 'esmo'.


Conselhos e dicas, dúvidas, por favor......


RFP

  • Colunista
  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • *****
  • Mensagens: 625
  • Sexo: Masculino
Resposta #1 Online: 20 de Março de 2017, 07:38:34
Parece que você está colocando uma série de expectativas na fotografia. Que você consiga fazer muitas fotos boas em um determinado período de tempo; que conseguirá tirar satisfação das suas fotos; que conseguirá achar uma forma de ganhar dinheiro da fotografia. Acho que com tantas expectativas, é difícil não se frustrar.

Falando das fotos olhei um pouco seu 500px e a impressão é que, apesar de você ter passado por lugares muito interessantes, não conseguiu ir além de fotografias médias. Para fazer fotografias que se destaquem, talvez seja preciso mais estudo e mais dedicação a partir de um caminho. Por exemplo, você pode destacar o lado humano, mas para isso precisa se aproximar das pessoas, conversar, descobrir suas histórias. Pode tentar fotografias com forte apelo visual, mas para isso é preciso saber compor, ter paciência para esperar a melhor luz e assim por diante.


Raphael Sombrio

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.853
  • O RAW é um diamante...bruto
Resposta #2 Online: 20 de Março de 2017, 09:40:58
Parece que você está colocando uma série de expectativas na fotografia. Que você consiga fazer muitas fotos boas em um determinado período de tempo; que conseguirá tirar satisfação das suas fotos; que conseguirá achar uma forma de ganhar dinheiro da fotografia. Acho que com tantas expectativas, é difícil não se frustrar.

Falando das fotos olhei um pouco seu 500px e a impressão é que, apesar de você ter passado por lugares muito interessantes, não conseguiu ir além de fotografias médias. Para fazer fotografias que se destaquem, talvez seja preciso mais estudo e mais dedicação a partir de um caminho. Por exemplo, você pode destacar o lado humano, mas para isso precisa se aproximar das pessoas, conversar, descobrir suas histórias. Pode tentar fotografias com forte apelo visual, mas para isso é preciso saber compor, ter paciência para esperar a melhor luz e assim por diante.

Rodrigo, obrigado por nos abrilhantar! :ok:


Olá amigos, recentemente fiz uma viagem pra Argentina de 4 meses, e fotografei muito, tirei muita foto que considerei boa, porém aquelas que eu achei ótimas foram uma ou outra somente.
Confesso que antes de viajar, pensei que, quando voltasse, teria conseguido um rumo a mais na fotografia, porém agora que voltei, parece que me sinto mais perdido ainda.  :ponder:

Aquela sensação e satisfação de ter conseguido uma ótima foto, de querer divulgar e ter orgulho dela, foram poucas vezes.
Será que é tudo pela falta de um foco principal na fotografia? Ou é uma coisa normal, e que passa com todos, essa exigência com si próprio de sempre achar que pode melhorar e nunca ta bom?

Minha exigência é de alguém que quer viver disso, conseguir trabalhar viajando e fotografando, que é o que eu mais gosto, porém não tenho idéia de como conseguir esse trampo só fotografando a 'esmo'.


Conselhos e dicas, dúvidas, por favor......

Posso dizer que passei mais ou menos pela mesma coisa. Digo passei não prq estou consagrado e por cima da carne seca, mas prq hoje aceitei que as coisas nem sempre ocorrem como a gente imaginava e esperava.
Concordo com tudo o que o Rodrigo escreveu, acho que a gente se exige demais a todo o tempo e esquece de "deixar fluir", o que efetivamente poderia ser o diferencial.

Estudar sempre, infinitamente, pensar, praticar, analisar os erros, prq não deu certo, o que faltou, tudo isso é fundamental para o nosso crescimento.

Posso dizer tbm que várias vezes criei expectativas de idas a lugares que tinha como certo o retorno com resultados incríveis ( ao menos para mim ), e de 200 fotografias, NENHUMA estava realmente interessante.

Faz parte, sigamos....


cfcsosa

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (3)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.728
  • Sexo: Masculino
Resposta #3 Online: 20 de Março de 2017, 10:31:37
Penso igual, mas gostei muito de algumas fotografias suas Banzai, te sigo no Flickr e ao menos as postadas aqui no fórum tem sido bastante interessantes.


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk Pro
-------------------
flickr.com/photos/cfcsosa
instagram.com/cfcsosa
500px.com/cfcsosa1978


Arnalsan

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 111
  • Sexo: Masculino
Resposta #4 Online: 20 de Março de 2017, 10:50:17
Oi bom dia a todos,

Tenho tido a mesma experiência do Banzai e concordo com as respostas sobre o tema.

Eu estava vendo um vídeo de fotografia e falaram uma coisa interessante que de fato aconteceu comigo. Você começa a fotografar após um curso e ou autodidatismo e chega um certo tempo voce começa achar que suas fotografias estão realmente boas e ao começar a mergulhar e conhecer o trabalho de outros fotógrafos voce entra no primeiro vale de desânimo e começa a ver que as fotografias não eram tão boas assim e isto vai acontecer diversas vezes na carreira, porém, este é o motor que nos faz querer avançar e melhorar nossa fotografia.

Abraços a todos,

Arnaldo


Lindsay

  • Trade Count: (16)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.416
  • Sexo: Masculino
Resposta #5 Online: 20 de Março de 2017, 11:30:09
Normal, viu???
A resposta virá de seus clientes, vc vai perceber se eles gostaram ou não.

Esperar que suas fotos tragam satisfação plena não rola, saiba que é quase impossível, e isso muitas vezes não tem a ver com as fotos que vc produz, mas talvez esteja relacionado com o tema que vc está fotografando, ou com o retorno (feedback) que seu trabalho traz, ou ainda com a sua personalidade e jeito de ser mesmo.

Relaxa, e volta pra ver essas fotos daqui a um ano, com menos emoção... enquanto isso siga fotografando, porque com o tempo, quanto mais se acha que sabemos fotografar, vamos percebendo que gostamos menos das fotos, e ai vem aquela natural sensação de estar fotografando mau... mas não.
Fotografando com a memória


LeandroR

  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.006
    • Leandro Reichert
Resposta #6 Online: 20 de Março de 2017, 11:37:51
Ótima discussão. Acho que praticamente todos no mundo da fotografia passam por isso.

Particularmente me identifico bastante com o que o Banzai escreveu. Até por gostar de viagens e fotografar, e sonho também fazer disto um estilo de vida.
Obviamente, falar é muito mais fácil que pôr em prática, porém tenho tentado identificar alguns fatores que, sob minha perspectiva, são essenciais para atingir os resultados que gostaríamos (aqui muito mais voltado para fotografia documental, de viagens, do que fotografia comercial).

Ultimamente tenho lido livros e assistido a entrevistas e documentários onde busco alguns pontos que imagino eu serem decisivos nos trabalhos daqueles que admiro e que leva ao diferencial daquele fotógrafo.
As variáveis são inúmeras, com certeza, mas uma coisa que cada dia estou mais certo de que é necessário para atingirmos um patamar diferenciado é, de fato, imergir no ato de fotografar. Se estamos viajando, por exemplo, e a fotografia for apenas um apêndice da viagem, dificilmente obteremos êxito. Demais coisas devem ser deixadas de lado e a fotografia deve ocupar 100% do objetivo, indo atrás do não usual, interagindo com as pessoas locais, conhecendo sua cultura e tentando fazer parte dela.
Uma analogia parecida é por exemplo fazer fotografia de rua enquanto você passeia pela cidade com a esposa/namorada, é muito mais díficil pois o foco está dividido.

Somado a isto, também acredito ter um papel importante a dedicação e a busca pelos lugares menos acessíveis, ou que se exige maior dedicação para conseguir acesso (não apenas físico ou geográfico, mas também o acesso às pessoas a serem fotogradas. Visitar uma tribo remota durante um dia e fotografá-los não atingirá o mesmo resultado que passar duas semanas e se aproximar deles, quebrar a barreira entre camera e fotografado).

Por último, também considero importante termos um norte, para assim caminharmos em uma direção quanto ao que buscamos com a nossa fotografia. Seja através de projetos mais amplos (por exp os de Sebastião Salgado) ou mais específicos, ou até mesmo uma linguagem própria (como as fotos com baixa velocidade de shutter da PrisWerso, ou as fotos feitas com pinhole pelo Croix, para citar alguns usuários aqui do fórum, mas temos muitos outros exemplos aqui mesmo).
Muitos trabalhos importantes feitos na fotografia tem sua importância pois pertencem a um contexto maior. Exemplo o livro Americans, do Robert Frank. Isoladamente as fotografias dificilmente alcançariam a representatividade que o conjunto do trabalho alcançou.

Enfim, já escrevi demais   :D e nem deveria pois estou em horário de trabalho  :assobi:
Espero que não tenha ficado confuso mas caso esteja por favor me avisem que tentarei tornar mais claro.

Vou acompanhar o tópico pois acho que esta discussão pode ser muito interessante.
« Última modificação: 20 de Março de 2017, 11:47:22 por LeandroR »
Indicações de livros, canais de YT, fotógrafos, artigos sobre fotografia e assuntos do cotidiano.
Postagens semanais! Acompanhe meu blog pelo link abaixo:
www.leandroreichert.com


banzai

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 825
  • Tentando capturar o mundo de uma forma diferente
Resposta #7 Online: 20 de Março de 2017, 12:34:01
Concordo com o que todos disseram, a expectativa acaba criando uma coisa a mais que acaba sendo desnecessário.
Por ter sido minha primeira viagem 'longa' pra fotografar mesmo, acabei criando isso, e apesar de tudo, acho que consegui evoluir mais e aprender bastante nessa viagem.

Mas essa cobrança tem um lado bom de que, quem se cobra mais, naturalmente vai buscar evoluir sempre, faz pouco tempo que eu estou fotografando (menos de 1 ano), e ja estudei bastante, li alguns livros de fotografia, fui a festivais de fotografia, e etc..

Também concordo que é importante deixar fluir, sem pressa, e buscando aprender sempre! Ja q nunca ta bom  :hysterical:
A fotografia pra mim, particularmente me traz satisfação, e apesar de eu querer viver disso, eu não tenho interesse em fazer disso um 'business', com ensaios,clientes e etc... Pelo menos agora n.
Minha meta seria, conseguir fazer uns projetos e fotos que de alguma forma agreguem na vida de algumas pessoas ou lugares, ter um sentido a mais pra fotografar, mesmo que pareça fantasioso é o que eu busco..


felipemendes

  • Benfeitor
  • Trade Count: (8)
  • Colaborador(a)
  • ***
  • Mensagens: 2.926
  • Sexo: Masculino
  • Fotógrafo, não. Fotografador.
    • Meu Flickr
Resposta #8 Online: 20 de Março de 2017, 15:06:26
Posso somente falar por mim, mas mesmo em lugares que conheço bem, eu teria que me planejar bastante (melhor época do ano, melhor hora do dia...) pra fazer a foto que satisfaria minha expectativa. Como é muito difícil fotografar desta maneira, a gente fotografa na hora em que está passando, ou vai a um determinado lugar e deixa de estar em outro igualmente interessante...

Pode ser que um detalhe que você queria pegar já não esteja mais lá (lembro de uma caixa d'água enferrujada que eu era doido pra fotografar ao por-do-sol durante o inverno. Só que antes disso derrubaram a caixa d'água pra fazer o Rock in Rio).

Mas a não ser que você esteja com muito tempo e dinheiro sobrando, só com sorte vai tirar o máximo de cada paisagem. Acho que mesmo os melhores daqui devem passar váras vezes ao ano nas paisagens que mostram aqui (e que eu fico babando).
Felipe


Guaracy Cardoso

  • Trade Count: (3)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 207
  • Sexo: Masculino
Resposta #9 Online: 20 de Março de 2017, 18:17:55
 :snack:
Por favor, continuem.
Estou adorando esses feedbacks.
 :snack:
Fuji X-100S  / Fuji XT1; Fuji XF 18-55; Fuji 55-200; Fuji 35mm 1:1.4;  Mamiya Sekor 60 1:2.8 Macro; Takumar 300mm 1:1.4, Auto Chinon 55mm 1:1.7; Helios 44M-4; Helios 135 1:2.8


banzai

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 825
  • Tentando capturar o mundo de uma forma diferente
Resposta #10 Online: 20 de Março de 2017, 20:07:37
Posso somente falar por mim, mas mesmo em lugares que conheço bem, eu teria que me planejar bastante (melhor época do ano, melhor hora do dia...) pra fazer a foto que satisfaria minha expectativa. Como é muito difícil fotografar desta maneira, a gente fotografa na hora em que está passando, ou vai a um determinado lugar e deixa de estar em outro igualmente interessante...

Pode ser que um detalhe que você queria pegar já não esteja mais lá (lembro de uma caixa d'água enferrujada que eu era doido pra fotografar ao por-do-sol durante o inverno. Só que antes disso derrubaram a caixa d'água pra fazer o Rock in Rio).

Mas a não ser que você esteja com muito tempo e dinheiro sobrando, só com sorte vai tirar o máximo de cada paisagem. Acho que mesmo os melhores daqui devem passar váras vezes ao ano nas paisagens que mostram aqui (e que eu fico babando).
Fui pra Patagônia, e sempre que ia pra montanha, ficava com aquela esperança de pegar o nascer ou o por do sol, nunca consegui acordar na hora do nascer do sol, e no por do sol nunca tava la  :hysterical:


cfcsosa

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (3)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.728
  • Sexo: Masculino
Resposta #11 Online: 20 de Março de 2017, 21:52:24
Paisagens exigem disciplina... Por vezes acordo cedo (de madrugada) ou fico até mais tarde no sol quente esperando e me posicionando para poder pegar a melhor hora, local e no fim, por muitas vezes não sai a foto do jeito que se quer.
-------------------
flickr.com/photos/cfcsosa
instagram.com/cfcsosa
500px.com/cfcsosa1978


LeandroR

  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.006
    • Leandro Reichert
Resposta #12 Online: 21 de Março de 2017, 08:37:42
Paisagens exigem disciplina... Por vezes acordo cedo (de madrugada) ou fico até mais tarde no sol quente esperando e me posicionando para poder pegar a melhor hora, local e no fim, por muitas vezes não sai a foto do jeito que se quer.

Muito bem colocado. Aliás, acho que disciplina é importante para quase tudo na vida. Não que eu seja um exemplo nessa área, bem pelo contrário. :ponder:
Indicações de livros, canais de YT, fotógrafos, artigos sobre fotografia e assuntos do cotidiano.
Postagens semanais! Acompanhe meu blog pelo link abaixo:
www.leandroreichert.com


augustobt

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 955
  • Predador de Luz
Resposta #13 Online: 21 de Março de 2017, 12:51:31
Sempre me interessei por fotos de paisagem apesar de hoje em dia não executar tantas como gostaria, falo isso como introdução para meu relato e experiência.

Já vi diversos fotógrafos dizendo que boas fotos são vão sair quando você se dispor a viajar e sair da onde você mora, ou ir para lugares com belezas naturais (o que é claro facilita a vida do fotografo em capturar algo que não necessita de muito esforço e até pessoas com um celular podem fazer), mas digo eu comecei a melhorar e crescer quando me propus a fotografar tudo que me rodeia, que seja a rua ou o por do sol no quinta da minha casa, tudo isso faz nosso olhar como observador ser mais apurado e nos deixa preparados pra momentos como o que tu passou, onde esperamos tanto o lugar para fotografar que esquecemos do essencial que é a dedicação pela fotografia de forma integral

Não sei banzai de que maneira você leva isso, mas digo que esse caminho te ajudará a alcançar a satisfação pessoal como fotografo, pelo menos a mim vem ajudando.

Boa sorte na caminhada.

Paisagens exigem disciplina... Por vezes acordo cedo (de madrugada) ou fico até mais tarde no sol quente esperando e me posicionando para poder pegar a melhor hora, local e no fim, por muitas vezes não sai a foto do jeito que se quer.

2x


vangelismm

  • Trade Count: (7)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.803
  • Sexo: Masculino
    • MedinaFotografia
Resposta #14 Online: 21 de Março de 2017, 13:56:30
Fui pra Patagônia, e sempre que ia pra montanha, ficava com aquela esperança de pegar o nascer ou o por do sol, nunca consegui acordar na hora do nascer do sol, e no por do sol nunca tava la  :hysterical:

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

sempre assim.
"A perspectiva de uma imagem é controlada pela distância entre a lente e o assunto; mudando a distancia focal da lente muda o tamanho da imagem , mas não altera a perspectiva . Muitos fotógrafos ignoram este fato, ou não têm conhecimento de sua importância." -  Ansel Adams, Examples – The Making of 40 Photographs