Autor Tópico: Trânsito: radares fotográficos.  (Lida 7326 vezes)

Braga.SP

  • Trade Count: (14)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.858
  • Sexo: Masculino
Online: 22 de Dezembro de 2006, 15:23:51
Caros amigos,

Não sei se o assunto cabe neste forum. Imagino que eu possa pelo menos tentar abusar da experiência de vocês, e que por isso, agradeço com antecedência.

A gente vê, nas principais ruas e avenidas das grandes cidades, radares fotográficos tanto fixo como móvel, sendo este último montado geralmente em tripés.

Minha curiosidade, e não passa disso, é:

1 - Como funciona o mecanisco de disparo?
2 - Em que velocidade de obturador esses equipamentos trabalham? Um carro pode passar a 70 KM/h numa via onde o limite seja 60, por exemplo. Ou ainda, este mesmo carro a 163 KM/h numa via de 90 (aqui em São Paulo-SP houve um caso assim).
3 - Como trabalha o foco?
4 - É digital ou analógico?
5 - É uma câmera própria para esse fim, ou é um equipamento comum adaptado a um outro equipamento do órgão de trânsito?
6 - Citem outras informações que julgar relevantes a respeito do assunto.
-22.352971,-48.775582


LuizNdo

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.407
  • Sexo: Masculino
  • Tente, invente.
Resposta #1 Online: 22 de Dezembro de 2006, 16:49:44
Enquanto passava num semáforo vi um técnico aferindo um radar e pra minha surpresa ele é controlado por um PC que fica naquela caixa do radar.
Na porta da caixa fica um teclado e o tecnico leva até lá um mini Monitor.

Do que vi posso supor que:

A fotografia, obviamente é digital.
Como tem o Flash do radar, a velocidade do obturador é bem alta para congelar a cena.
Provavelmente o foco já fica ajustado fixo com boa profundidade de campo.
>> Belo Horizonte <<
Fotógrafo Entusiasta.
Sony P100
Canon 7D e XT + 18-55 mm + 75-300 mm USM III + Canon 50mm f1.8 + Sigma 10-20mm + Canon 100-400mm L IS + Adaptador de Telescópio!
Meu Flickr


TheRipper

  • Trade Count: (7)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 862
    • http://
Resposta #2 Online: 22 de Dezembro de 2006, 23:06:40
Citar
Como tem o Flash do radar, a velocidade do obturador é bem alta para congelar a cena.
Na verdade, o que congela a cena não é a velocidade do obturador, e sim a luz do flash.

E nem todos os radares têm flash, alguns funcionam com luz infravermelha.  
Fábio Garcia - Rio de Janeiro

Flickr


GMarigo

  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 980
    • http://
Resposta #3 Online: 22 de Dezembro de 2006, 23:47:33
Tem um amigo meu que desenvolve exatamente esses dispositivos. Ele é de SP e nesse momento está desenvolvendo os pardais para serem usados aqui no rio! (como eu xingo esse infeliz por isso!)

Já fui na casa dele e ele me mostrou o funcionamento. O mais simples que lembro, é acionado através de sensores que passam pela rua, então quando um carro passa acima de tal velocidade, na pista certa, ele calcula o tempo até que o carro esteja no quadro e dispara.
Agora existem várias cameras, algumas com IR, outras ainda dependem do flash, etc.

Os pardais já são totalmente digitais. Mas n sei se o dado é transmitido diretamente ou se tem q ser recolhido (acho q a 1ª opção) E ele estava trabalhando exatamente na manipulação digital das imagens, e acabou pedindo minha ajuda. No sistema dele, o pardal tira a foto, e "imprime" sobre a foto os dados como velocidade, hora, local, etc.

O foco n é problema, já que o a foto é tirada com o carro sempre numa mesma posição aproximada, além do sensor ser pequeno, dando uma boa profundidade de campo. E o angulo que a camera é posicionada cobre uma boa fração da pista, então um carro a 5km/h  ou 120km/h acima do limite, acaba ainda sendo enquadrado. A velocidade necessária para enganar o sensor é absurdamente alta, e eu acabei desconsiderando essa possibilidade =p
[[span style=\'color:gray\']gabrielmarigo[span style=\'color:red\']][/font][/span][/span]


Marcio Vasconcellos

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 552
  • Sexo: Masculino
Resposta #4 Online: 25 de Dezembro de 2006, 03:19:07
Curiosidade: -Qual é a câmera?
 
Marcio Vasconcellos - Santa Clara - California
-------------------------------------
Nikon D7200 / Nikon D50
Nikkor 50mm 1.8D - Nikkor 18-70 3.5-5.6 D G - Nikkor 35mm 1.8G - Nikkor 55-200 VR - Sigma 70-200 APO -Flash Neewer



Marcos Henrique

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 430
  • Sexo: Masculino
Resposta #5 Online: 25 de Dezembro de 2006, 10:14:16
sensor pequeno me lembra compactas...  :denken:  


GMarigo

  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 980
    • http://
Resposta #6 Online: 26 de Dezembro de 2006, 16:17:37
Não é nenhuma camera específica. No quarto dele tinha uma camera, e ela lembrava essas cameras pequenas de vigilância, e funcionava como vídeo também.
[[span style=\'color:gray\']gabrielmarigo[span style=\'color:red\']][/font][/span][/span]


Kamel0ck

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 49
    • http://
Resposta #7 Online: 27 de Dezembro de 2006, 09:26:33
Citar
Mas n sei se o dado é transmitido diretamente ou se tem q ser recolhido (acho q a 1ª opção).
GMarigo, os dados não são transmitidos não... Geralmente perto desses "pardais" tem, em algum outro poste, uma caixa cinza com um HD onde ficam armazenados os dados coletados... são entram no sistema quando o pessoal da manutenção sobe lá e pega a informação... o problema é que aqui em Brasília, não é difícil você ver essas caixas dos HD's arrebentadas...:doh:  neguinho passa voando nos pardais e depois rouba o HD pra não ser pego...  :nono:  
Kamel0ck - Brasília/DF

Panasonic Lumix FZ30
Canon A75
Canon A100


My Multiply


DMZamora

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (6)
  • Colaborador(a)
  • *****
  • Mensagens: 3.293
  • Sexo: Masculino
Resposta #8 Online: 27 de Dezembro de 2006, 11:11:18
O povo tinha mais é que destruir *todos* estes caça-níqueis.

[]s,
Daniel
Daniel Zamora - Brasília/DF
Canon 7D Mark II/ EF-S 10-18 IS STM / EF-S 18-55mm IS / EF 24-105mm L IS USM / EF-S 55-250mm IS / EF 50mm f/1.8 II / YongNuo Speedlite YN-565EX x2 / YN-622C x3
Olympus OM-1 MD / Zuiko 50mm f/1.4 / Soligor 28mm f/2.8


RTFM!


Georges

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.749
  • Sexo: Masculino
    • http://www.flickr.com/photos/grgs
Resposta #9 Online: 27 de Dezembro de 2006, 14:46:11
O mecanismo é disparado por um sensor de massa sob a pista (campo eletromagnético), tanto é que moto não é fotografada por possuir uma massa muito reduzida. Imagino que um carrinho bem compacto, e que use muitas partes da carenagem em plástico, como é o caso do Smart ForTwo (carro produzido por uma divisão da Mercedes), também não seja fotografado. No Smart as portas, pára-lamas e algumas outras partes da carroceria são em plástico, e com isso o campo eletromagnético não seria "deformado" pela passagem do carro. Na Europa, principalmente na Inglaterra e Alemanha, é comum as pessoas colocarem fogo nos  radares fotográficos (por lá eles ficam em caixas blindadas). Se vocês acham que no Brasil o pessoal odeia radar, garanto que há lugares onde os odeiam bem mais lá fora :)
« Última modificação: 27 de Dezembro de 2006, 14:47:11 por Georges »
Georges Lemos
Florianópolis - Santa Catarina - Brasil


Marcos Henrique

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 430
  • Sexo: Masculino
Resposta #10 Online: 27 de Dezembro de 2006, 15:00:15
Citar
O mecanismo é disparado por um sensor de massa sob a pista (campo eletromagnético), tanto é que moto não é fotografada por possuir uma massa muito reduzida.
Uma vez eu li não sei aonde que isso não era mais usado, e que moto era pega por radar sim, dependendo o tipo (do radar). Agora, se confere ou não,  :denken:

encontrei uns links no google:

> http://www.dersa.com.br/rodovias/radar.asp

> RADAR FIXO: http://www.engebras.com.br/EngbWeb/portugues/radar_fixo.htm


edit: o autor do tópico sumiu?! ;)  
« Última modificação: 27 de Dezembro de 2006, 15:01:48 por Marcos Henrique »


Bruno Lourenço

  • Trade Count: (1)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 301
  • Sexo: Masculino
    • Flickr
Resposta #11 Online: 27 de Dezembro de 2006, 17:16:09
Eles pegam a foto num angulo próximo de 90º , isso deve facilitar bastante a nitidez pra ver a placa.

posso ta falando bobagem aqui tb.
 :wallbash:  
« Última modificação: 27 de Dezembro de 2006, 17:20:25 por Bruno Lourenço »


Alex Biologo

  • Trade Count: (4)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.803
  • Sexo: Masculino
    • Olhares Dispersos
Resposta #12 Online: 27 de Dezembro de 2006, 17:20:31
não tenho raiva da maioria dos radares, alguns eu acho estúpidos, como os da Fernão Dias, onde a diminuição de velocidade é absurda.

Mas na boa, se a galera seguisse as normas não teria problema.

Já tomei multa por radar, mas sei que a culpa foi minha, tinha um limite e andei acima.
« Última modificação: 27 de Dezembro de 2006, 17:21:33 por Alex Biologo »
Alex Martins dos Santos - São Paulo/SP
Fuji S5100
Pentax MZ-50
Canon 10D e 300D + lente  28-135 is Canon + lente 70-300 TAmron


Bruno Fuzatto

  • Trade Count: (1)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 123
Resposta #13 Online: 28 de Dezembro de 2006, 15:03:57
Aqui em Brasília tem "pardal" em todo canto, mas a sinalização é boa em grande parte das vias, facilitando a vida do motorista.

Eu acho totalmente necessário a utilização desses equipamentos. Se você anda nas normas de trânsito, não há o porquê de odiar os "radares".

O que eu fico puto é quando há má fé por parte do DETRAN, como ocorre em alguns estados.

Quando eu e minha família viajávamos para Campinas-SP em uma pista privatizada apareceu, do nada, um pardal, sem sinalização que havia "Fiscalização Eletrônica". Isso é uma tremenda falta de respeito!

Outro caso é na Rodovia que liga Goiância-Brasília, logo depois das "Sete Curvas" há um "radar" com velocidade máxima de 80km/h, mas não há nenhuma placa sobre a velocidade nem sobre a fiscalização, então, a vida tem, obrigatoriamente, velocidade máxima de 110km/h para carros.

O problema é que pouquíssimas pessoas ganham quando reclamam ou fazem pedido de revisão da multa.

O que não entendo que é eu já ouvi de diversas pessoas que a justiça não aceita uma foto digital como prova em processos, mas aceita as fotos digitais, que podem ser facilmente manipuladas, no caso de multas. É verdade que eles não aceitam foto digital em alguns processos??
Você vê as fotos com lupa? Então pq fica dando zoom de 100% em todas as fotos para reclamar?


DMZamora

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (6)
  • Colaborador(a)
  • *****
  • Mensagens: 3.293
  • Sexo: Masculino
Resposta #14 Online: 28 de Dezembro de 2006, 17:12:26
Citar
Aqui em Brasília tem "pardal" em todo canto, mas a sinalização é boa em grande parte das vias, facilitando a vida do motorista.

Eu acho totalmente necessário a utilização desses equipamentos. Se você anda nas normas de trânsito, não há o porquê de odiar os "radares".

O que eu fico puto é quando há má fé por parte do DETRAN, como ocorre em alguns estados.

Quando eu e minha família viajávamos para Campinas-SP em uma pista privatizada apareceu, do nada, um pardal, sem sinalização que havia "Fiscalização Eletrônica". Isso é uma tremenda falta de respeito!

Outro caso é na Rodovia que liga Goiância-Brasília, logo depois das "Sete Curvas" há um "radar" com velocidade máxima de 80km/h, mas não há nenhuma placa sobre a velocidade nem sobre a fiscalização, então, a vida tem, obrigatoriamente, velocidade máxima de 110km/h para carros.

O problema é que pouquíssimas pessoas ganham quando reclamam ou fazem pedido de revisão da multa.

O que não entendo que é eu já ouvi de diversas pessoas que a justiça não aceita uma foto digital como prova em processos, mas aceita as fotos digitais, que podem ser facilmente manipuladas, no caso de multas. É verdade que eles não aceitam foto digital em alguns processos??
Bruno, muito mais necessário que os pardais caça-níqueis, seriam campanhas massivas de educação para o trânsito, bem como investimentos em sinalização e manutenção das vias.

Mas isto consome dinheiro, ao contrário dos pardais, que dão um imenso lucro, do qual quase nada retorna em investimentos na área.

Os limites de velocidade em Brasília são ridículos, mas é uma cidade atípica e infelizmente tem que obedecer à legislação federal, como todas as outras.

Os pardais são necessários em alguns casos, mas a maioria não passa de armadilha para arrecadar dinheiro.

[]s,
Daniel
Daniel Zamora - Brasília/DF
Canon 7D Mark II/ EF-S 10-18 IS STM / EF-S 18-55mm IS / EF 24-105mm L IS USM / EF-S 55-250mm IS / EF 50mm f/1.8 II / YongNuo Speedlite YN-565EX x2 / YN-622C x3
Olympus OM-1 MD / Zuiko 50mm f/1.4 / Soligor 28mm f/2.8


RTFM!