Autor Tópico: Começar nos casamentos  (Lida 1521 vezes)

phernanda

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 51
Online: 04 de Junho de 2017, 21:15:18
oi pessoal.
Tenho muito interesse na fotografia de retratos, porém vejo que é uma das mais poucos contratadas, acredito eu,
pois é muito fácil conseguir ensaio de graça hoje nos grupos de fotógrafos.

Penso em começar a olhar também para a fotografia de casamento  :ok:
embora eu nao tenha a metade do interesse que eu tenho com retratos.

mas aparece bem mais jobs e trampas que pagam melhor.

Fica a questão:
é fácil se inserir no mercado de casamento?
Começo sendo assistente de alguém depois pego um parceiro(a) pra fazer a maioria dos casamentos juntos?
Demora muito a ser reconhecido como um bom profissional nessa área?


Gabriel Arieira

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 396
  • Sexo: Masculino
Resposta #1 Online: 05 de Junho de 2017, 08:21:54
Estou na espreita, atrás da porta, esperando as respostas. Também quero entrar na área de casamento.
Canon 6D + 24-70 mm f/2.8 L USM + 85 mm f/1.8 USM
www.arieirafotografia.com.br


Roberto Dellano

  • Trade Count: (11)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.988
  • Sexo: Masculino
  • RTFM
    • Roberto Dellano Fotografia
Resposta #2 Online: 05 de Junho de 2017, 09:36:18
é fácil se inserir no mercado de casamento?
Começo sendo assistente de alguém depois pego um parceiro(a) pra fazer a maioria dos casamentos juntos?
Demora muito a ser reconhecido como um bom profissional nessa área?

1 - Depende de você, se correr atras com convicção, não será difícil.

2 - Se não tem experiencia tem que começar como assistente sim, eu muitas vezes trabalhei de graça como terceiro fotógrafo para pegar experiencia.

3 - Depende do seu trabalho, se tiver um trabalho diferenciado e fizer um bom marketing, o reconhecimento vem. Se fotografar igual a todo mundo, será apenas "mais um na multidão".

O mercado de casamento pra mim, esse ano deu uma desacelerada muito grande, mas acho que isso é geral, pois a loja de locação de trajes que tenho parceria também teve uma grande queda em seu movimento.

Já o mercado de ensaios, o qual nunca me deu retorno, justamente pelos motivos que você citou, de um tempo pra cá, em virtude de algumas mudanças, vem acelerando de uma forma muito otimista.

No geral, se o seu interesse por casamentos é pequeno, e isso não mudar ao longo da trajetória, dificilmente conseguirá dar 100% de si na fotografia. O coração faz toda a diferença no resultado.

Boa sorte pra você.


Brupikk

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.420
  • Sexo: Masculino
    • Bruno Piccoli Fotografia
Resposta #3 Online: 05 de Junho de 2017, 09:57:38
Citar
Tenho muito interesse na fotografia de retratos, porém vejo que é uma das mais poucos contratadas, acredito eu, pois é muito fácil conseguir ensaio de graça hoje nos grupos de fotógrafos.
Existem muitos fotógrafos que não fazem eventos, e vivem da fotografia de retratos. Obviamente o trabalho deles é muito superior aos que são oferecidos de graça ou por qualquer 100 reais por aí, além de eles focarem em um nicho mais específico e atender bem o seu público-alvo, que normalmente valoriza a fotografia como deve ser.

Citar
Penso em começar a olhar também para a fotografia de casamento  :ok:
embora eu nao tenha a metade do interesse que eu tenho com retratos.
mas aparece bem mais jobs e trampas que pagam melhor.
Se você não tem tanto interesse em Casamentos, esse não é o mercado para você.

Citar
Fica a questão:
é fácil se inserir no mercado de casamento?
Começo sendo assistente de alguém depois pego um parceiro(a) pra fazer a maioria dos casamentos juntos?
Demora muito a ser reconhecido como um bom profissional nessa área?
Não é fácil. Na verdade não é rápido. Você precisa pegar experiência para garantir um bom evento e ter um portfólio que chame a atenção dos noivos (principalmente da noiva, pois 90% das vezes ela é quem busca e decide).
Eu comecei aos poucos, fui fazendo ensaios, aniversários, até ir pegando experiência. Fiz muitos eventos antes de fazer meus próprios casamentos, além de estudar fotografia diariamente. Durante um ano fotografei aniversário infantil que é mais tranquilo, algumas formaturas.. e depois nos casamentos eu comecei fazendo freela pra outros fotógrafos, fiquei acho que mais um ano fotografando casamentos como Segundo fotógrafo junto com fotógrafos mais experientes, pegando experiência para depois assumir meus próprios casamentos.. e continuo estudando e praticando.
Sim, o ideal é começar sendo assistente de algum fotógrafo de casamentos, depois passar para Segundo fotógrafo, e se eles deixarem você usar tuas fotos no seu portfólio, aos poucos você vai divulgando ele.

É uma responsabilidade muito grande, tem momentos importantes que são muito rápidos, o beijo que dura 1 segundo e não pode perder, entrada da noiva em movimento que tem que estar focada, hora do buquê, ambientes escuros que tu tem que saber lidar com a luz, ter um Segundo fotógrafo de confiança.. enfim, você tem que estar preparado pra tudo, pois cada evento acontecem coisas diferentes e em situações de luz terríveis. Posicionamento é muito importante, com o tempo você vai vendo onde é melhor ficar para pegar os melhores ângulos, além de estar sempre em busca de coisas inusitadas, pois o feijão com arroz é o mínimo que se espera, os noivos querem um resultado incrível.

Demora um pouco sim para ser reconhecido.. agora é que estou começando a colher os frutos dos primeiros trabalhos realizados, boa parte dos contatos que recebo atualmente já estão vindo por indicação, e mesmo assim, não sou um fotógrafo conhecido, apenas estou recebendo o reconhecimento pelos clientes que já atendi. Mas esse ano tivemos um crescimento bem grande, já  estamos com vários casamentos marcados para o ano que vem, alguns fechados com um ano e meio de antecedência para garantir a data (tivemos uns 4 ou 5 casos recentes que tivemos que negar o evento pq já tinhamos casamento marcado para a mesma data solicitada, e só fazemos um evento por dia).

Além disso, em relação aos equipamentos, o ideal é ter backup de tudo, câmera, lentes, flash.. pq pode dar problema durante o evento (eu já tive problema em uma das câmeras e tive que continuar só com a outra), muitos cartões de memória (eu chego a tirar 6.000 fotos em um casamento, em RAW, minha esposa que fotografa comigo tira mais umas 4.000), muitos jogos de pilhas, baterias, HDs externos para armazenar backups de fotos, mochilas.. etc.

É bastante cansativo, é comum o Making Of da noiva começar no salão por exemplo as 14hs e a festa acabar as 5h da manhã, aí pensa que as vezes tu vai ficar 15hs em pé fotografando. Depois que tu chegar em casa tem que copiar tudo pro note e fazer backups. Aí tu vai olhar as milhares de fotos que tu tirou e vai selecionar algumas pq a noiva já vai estar no whatsapp curiosa.. tu edita algumas e posta ou envia para o casal. Depois disso o casamento não acabou, você vai ter que fazer a seleção final e editar essas fotos (provavelmente em torno de 1.000 fotos ou até mais), é um processo que vai levar algum tempo. Tem que ver como você vai entregar o trabalho, caixinhas personalizadas, pendrive em madeira com seu logo, alguns mimos, etc. Caso o casal tenha contratado álbum, você ainda tem que se preocupar com a diagramação e confecção do álbum, prazos das encadernadoras, etc. E nesse meio tempo o processo está acontecendo em paralelo de novo, novos contatos, reuniões para fazer com casais (semana passada tive 7 reuniões, que acabam tomando bastante tempo - o bom é que fechamos 5 já na hora, e as outras duas acredito que vão fechar também), tem que estar constantemente postando no instagram e facebook para estar na "vitrine" (patrocinar alguns posts também é válido), atualizar blog com eventos realizados, lidar com contratos, tentar criar uma identidade nas tuas fotos, definir tratamento, ter tempo para fazer os ensaios pré-casamento (que normalmente os noivos gostam de ir para outras cidades, Serra/Praia, etc), tem que montar orçamentos e viabilizar formas de pagamento (eu acabei comprando máquina de cartão de crédito pq muitos casais querem parcelar o pagamento). E tu tem que se dedicar muito para que tudo dê certo como os noivos sonharam quando te contrataram. 

Enfim, não é querer te desanimar, nem sei qual a tua experiência e teus equipos, acho que é uma coisa muito legal e eu to curtindo muito, muito mesmo, me sinto realizado quando estou fotografando casamentos, chego a me emocionar algumas vezes. Só acho que a curva de aprendizado/experiência é um pouco mais lenta do que se imagina as vezes. Até pq se a cobertura fotográfica não ficar legal, tu acaba se "queimando" já no inicio da "carreira". Mas claro, nada te impede te pegar a cãmera e fotografar um casamento no próximo final de semana, mas vale lembrar que o que você fizer será o que os noivos irão guardar para o resto da vida (pode parecer clichê, mas é a verdade). Se tu pretende fotografar casamentos, acho que o ideal é ir pegando outros eventos mais simples até ter certeza que tu pode garantir um casamento inteiro, não só fazer algumas fotos boas. Não sou o dono da razão, apenas como já fotografo casamentos tentei escrever um pouco sobre o assunto.
« Última modificação: 05 de Junho de 2017, 10:30:53 por Brupikk »
Bruno Piccoli
http://brunopiccoli.com
http://instagram.com/brunopiccoli.fotografia
https://www.facebook.com/BrunoPiccoliFotografia
Canon 6D + Canon 6D + Canon 6D + 24-105mm f/4 + 70-200mm f/4 + 50mm f/1.8 + 35mm f/2.0 + 40mm f2.8


Gabriel Arieira

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 396
  • Sexo: Masculino
Resposta #4 Online: 05 de Junho de 2017, 15:40:02
Existem muitos fotógrafos que não fazem eventos, e vivem da fotografia de retratos. Obviamente o trabalho deles é muito superior aos que são oferecidos de graça ou por qualquer 100 reais por aí, além de eles focarem em um nicho mais específico e atender bem o seu público-alvo, que normalmente valoriza a fotografia como deve ser.
Se você não tem tanto interesse em Casamentos, esse não é o mercado para você.
Não é fácil. Na verdade não é rápido. Você precisa pegar experiência para garantir um bom evento e ter um portfólio que chame a atenção dos noivos (principalmente da noiva, pois 90% das vezes ela é quem busca e decide).
Eu comecei aos poucos, fui fazendo ensaios, aniversários, até ir pegando experiência. Fiz muitos eventos antes de fazer meus próprios casamentos, além de estudar fotografia diariamente. Durante um ano fotografei aniversário infantil que é mais tranquilo, algumas formaturas.. e depois nos casamentos eu comecei fazendo freela pra outros fotógrafos, fiquei acho que mais um ano fotografando casamentos como Segundo fotógrafo junto com fotógrafos mais experientes, pegando experiência para depois assumir meus próprios casamentos.. e continuo estudando e praticando.
Sim, o ideal é começar sendo assistente de algum fotógrafo de casamentos, depois passar para Segundo fotógrafo, e se eles deixarem você usar tuas fotos no seu portfólio, aos poucos você vai divulgando ele.

É uma responsabilidade muito grande, tem momentos importantes que são muito rápidos, o beijo que dura 1 segundo e não pode perder, entrada da noiva em movimento que tem que estar focada, hora do buquê, ambientes escuros que tu tem que saber lidar com a luz, ter um Segundo fotógrafo de confiança.. enfim, você tem que estar preparado pra tudo, pois cada evento acontecem coisas diferentes e em situações de luz terríveis. Posicionamento é muito importante, com o tempo você vai vendo onde é melhor ficar para pegar os melhores ângulos, além de estar sempre em busca de coisas inusitadas, pois o feijão com arroz é o mínimo que se espera, os noivos querem um resultado incrível.

Demora um pouco sim para ser reconhecido.. agora é que estou começando a colher os frutos dos primeiros trabalhos realizados, boa parte dos contatos que recebo atualmente já estão vindo por indicação, e mesmo assim, não sou um fotógrafo conhecido, apenas estou recebendo o reconhecimento pelos clientes que já atendi. Mas esse ano tivemos um crescimento bem grande, já  estamos com vários casamentos marcados para o ano que vem, alguns fechados com um ano e meio de antecedência para garantir a data (tivemos uns 4 ou 5 casos recentes que tivemos que negar o evento pq já tinhamos casamento marcado para a mesma data solicitada, e só fazemos um evento por dia).

Além disso, em relação aos equipamentos, o ideal é ter backup de tudo, câmera, lentes, flash.. pq pode dar problema durante o evento (eu já tive problema em uma das câmeras e tive que continuar só com a outra), muitos cartões de memória (eu chego a tirar 6.000 fotos em um casamento, em RAW, minha esposa que fotografa comigo tira mais umas 4.000), muitos jogos de pilhas, baterias, HDs externos para armazenar backups de fotos, mochilas.. etc.

É bastante cansativo, é comum o Making Of da noiva começar no salão por exemplo as 14hs e a festa acabar as 5h da manhã, aí pensa que as vezes tu vai ficar 15hs em pé fotografando. Depois que tu chegar em casa tem que copiar tudo pro note e fazer backups. Aí tu vai olhar as milhares de fotos que tu tirou e vai selecionar algumas pq a noiva já vai estar no whatsapp curiosa.. tu edita algumas e posta ou envia para o casal. Depois disso o casamento não acabou, você vai ter que fazer a seleção final e editar essas fotos (provavelmente em torno de 1.000 fotos ou até mais), é um processo que vai levar algum tempo. Tem que ver como você vai entregar o trabalho, caixinhas personalizadas, pendrive em madeira com seu logo, alguns mimos, etc. Caso o casal tenha contratado álbum, você ainda tem que se preocupar com a diagramação e confecção do álbum, prazos das encadernadoras, etc. E nesse meio tempo o processo está acontecendo em paralelo de novo, novos contatos, reuniões para fazer com casais (semana passada tive 7 reuniões, que acabam tomando bastante tempo - o bom é que fechamos 5 já na hora, e as outras duas acredito que vão fechar também), tem que estar constantemente postando no instagram e facebook para estar na "vitrine" (patrocinar alguns posts também é válido), atualizar blog com eventos realizados, lidar com contratos, tentar criar uma identidade nas tuas fotos, definir tratamento, ter tempo para fazer os ensaios pré-casamento (que normalmente os noivos gostam de ir para outras cidades, Serra/Praia, etc), tem que montar orçamentos e viabilizar formas de pagamento (eu acabei comprando máquina de cartão de crédito pq muitos casais querem parcelar o pagamento). E tu tem que se dedicar muito para que tudo dê certo como os noivos sonharam quando te contrataram. 

Enfim, não é querer te desanimar, nem sei qual a tua experiência e teus equipos, acho que é uma coisa muito legal e eu to curtindo muito, muito mesmo, me sinto realizado quando estou fotografando casamentos, chego a me emocionar algumas vezes. Só acho que a curva de aprendizado/experiência é um pouco mais lenta do que se imagina as vezes. Até pq se a cobertura fotográfica não ficar legal, tu acaba se "queimando" já no inicio da "carreira". Mas claro, nada te impede te pegar a cãmera e fotografar um casamento no próximo final de semana, mas vale lembrar que o que você fizer será o que os noivos irão guardar para o resto da vida (pode parecer clichê, mas é a verdade). Se tu pretende fotografar casamentos, acho que o ideal é ir pegando outros eventos mais simples até ter certeza que tu pode garantir um casamento inteiro, não só fazer algumas fotos boas. Não sou o dono da razão, apenas como já fotografo casamentos tentei escrever um pouco sobre o assunto.


Nossa, que resposta excelente, era tudo que eu queria ler. E tenho mais vontade ainda.... estou no caminho, uma hora chego la
Canon 6D + 24-70 mm f/2.8 L USM + 85 mm f/1.8 USM
www.arieirafotografia.com.br


Humberto Yoji

  • Trade Count: (23)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.897
  • Sexo: Masculino
    • Humberto Yoji - fotógrafo
Resposta #5 Online: 05 de Junho de 2017, 15:54:08
Se você não tem tanto interesse em Casamentos, esse não é o mercado para você.

O Bruno respondeu tudo bem legal, mas essa frase aqui resume bem. O negócio não é nada fácil, pelo menos não é fácil pra quem não pretende ser só mais um no mercado. Se não gostar da fotografia de casamento, a chance de não se dar bem é grande. É algo muito desgastante e que toma muito tempo, tem que gostar mesmo do que faz.  ;)


Brupikk

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.420
  • Sexo: Masculino
    • Bruno Piccoli Fotografia
Resposta #6 Online: 07 de Junho de 2017, 13:13:56

Nossa, que resposta excelente, era tudo que eu queria ler. E tenho mais vontade ainda.... estou no caminho, uma hora chego la
Então, tu fica meia hora escrevendo pra tentar ajudar a pessoa que abriu o tópico a entender como funciona o mercado.. mas ela não volta mais nem para agradecer.. e em paralelo está abrindo outro tópico para saber se vale a pena fotografar por 50 reais. Difícil ir longe assim. Por isso que desmotiva tentar ajudar nesse fórum, quase sempre é assim, uma pena.
Bruno Piccoli
http://brunopiccoli.com
http://instagram.com/brunopiccoli.fotografia
https://www.facebook.com/BrunoPiccoliFotografia
Canon 6D + Canon 6D + Canon 6D + 24-105mm f/4 + 70-200mm f/4 + 50mm f/1.8 + 35mm f/2.0 + 40mm f2.8


lasg

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 154
Resposta #7 Online: 07 de Junho de 2017, 13:58:32
Prezado Brupikk:
Tenho a fotografia "apenas" como hobby, mas gosto muito de acompanhar as postagens das pessoas mais experientes, ainda que tratem de algo tão específico e profissional, como a fotografia de casamentos.
Assim, mesmo que a pessoa que abriu o tópico não tenha se dado o trabalho de agradecer sua resposta tão detalhada e instrutiva, eu gostaria de fazé-lo. Aprendi algo mais sobre o tema, e isso me dá muito prazer, tratando-se de fotografia.
Por favor, não fique desmotivado e continue compartilhando seus conhecimentos conosco.
Abraços.
Luis
LASG
Nikon D5300 & Nikon D90 & Sony ILCE-3000


Rick99

  • Trade Count: (4)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.833
  • Sexo: Masculino
  • Amador
Resposta #8 Online: 07 de Junho de 2017, 14:15:06
Vale a pena participar como 3° fotógrafo e ver como as coisas funcionam.
Quando entrei no mundo das DSLR, queria virar fotógrafo de casamentos, pela grana mesmo. Participei de 2 eventos e nunca mais. Não é pra mim.

Prefiro tirar retratos e miniaturas (mesmo não rendendo grana pra mim), mas pelo menos faço com o coração e estou feliz... :D


roberto souza

  • Trade Count: (1)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 171
  • Sexo: Masculino
Resposta #9 Online: 07 de Junho de 2017, 14:59:37
Então, tu fica meia hora escrevendo pra tentar ajudar a pessoa que abriu o tópico a entender como funciona o mercado.. mas ela não volta mais nem para agradecer.. e em paralelo está abrindo outro tópico para saber se vale a pena fotografar por 50 reais. Difícil ir longe assim. Por isso que desmotiva tentar ajudar nesse fórum, quase sempre é assim, uma pena.

Bruno,

Não desanime com essa galerinha não, pode ter certeza que ajudou muita gente. Eu estou exatamente neste caminho que você falou, estou fotografando aniversários e alguns ensaios externos (poucos pois estou me recusando a trabalhar de graça ou por preço misero), mas o meu foco é casamentos. Este teu relato me ajudou muito, pois estou tentando trabalhar como terceiro fotógrafo, depois passar a segundo e ai sim, quando eu tiver experiência e segurança fechar os meus próprios casamentos.
Obrigado pela ajuda

Abraço
Nikon D610 D7000 / D90 /NIKON 17-55 2.8mm / 50mm 1.8 / SB900 YUNGNOU685


Gabriel Arieira

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 396
  • Sexo: Masculino
Resposta #10 Online: 07 de Junho de 2017, 15:34:37
Então, tu fica meia hora escrevendo pra tentar ajudar a pessoa que abriu o tópico a entender como funciona o mercado.. mas ela não volta mais nem para agradecer.. e em paralelo está abrindo outro tópico para saber se vale a pena fotografar por 50 reais. Difícil ir longe assim. Por isso que desmotiva tentar ajudar nesse fórum, quase sempre é assim, uma pena.


Bruno, não fale uma coisa dessas, você não tem noção do quão boa foi sua ajuda, caramba....
Canon 6D + 24-70 mm f/2.8 L USM + 85 mm f/1.8 USM
www.arieirafotografia.com.br


gisele.oi

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 1
Resposta #11 Online: 07 de Junho de 2017, 20:09:17
Existem muitos fotógrafos que não fazem eventos, e vivem da fotografia de retratos. Obviamente o trabalho deles é muito superior aos que são oferecidos de graça ou por qualquer 100 reais por aí, além de eles focarem em um nicho mais específico e atender bem o seu público-alvo, que normalmente valoriza a fotografia como deve ser.

Muito obrigada por essa explicação tão detalhada, Bruno. Tenha certeza que ajudou muito.


marcelogimenes

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 404
  • Sexo: Masculino
Resposta #12 Online: 08 de Junho de 2017, 01:08:40
..... pois a loja de locação de trajes que tenho parceria também teve uma grande queda em seu movimento.


Olha ai uma dica despercebida nas entrelinhas :) Parcerias
D610 | D7100 | 50mm 1.8G | 85mm 1.8G | 24-120 f/4G | 2x YN- 568ex | 2x YN-622n | YN-622n-TX | Manfrotto 190xpro3 |


Brupikk

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.420
  • Sexo: Masculino
    • Bruno Piccoli Fotografia
Resposta #13 Online: 08 de Junho de 2017, 09:11:21
Legal, fico feliz que tenha conseguido contribuir um pouco.  :)
Pessoal, eu comecei aqui no fórum alguns anos atrás em 2012 (usava uns filtros podres pra editar, é só olhar meus posts da época hahaha), também tinha muitas dúvidas (básicas, mas pra mim não eram), na época eu tinha uma compacta e sonhava com uma dslr (t2i ou t3i). Demorei tanto pra conseguir ter dinheiro pra comprar que acabaram lançando a t4i nesse meio tempo, e foi a que eu comprei e usei por mais de um ano. Hoje tenho três 6D (meu sonho quando estava com a t4i). Mas mesmo antes sem ter a dslr, eu entrava todos os dias no fórum/youtube e via tudo que eu podia, e testava na minha compacta mesmo que tinha configurações manuais.
E eu continuo aqui, lendo, estudando e praticando, pois tenho muito a aprender, apenas subi um degrau da escada em relação aonde eu estava.

marqsgabriel: sobre a dúvida que você teve em relação a iluminação nas minhas fotos do casamento que postei na galeria, postei agora lá uma foto dos bastidores, pra tentar mostrar melhor aquela situação:
http://forum.mundofotografico.com.br/index.php?topic=127502.msg1316091#msg1316091


Abraços!
« Última modificação: 08 de Junho de 2017, 09:15:29 por Brupikk »
Bruno Piccoli
http://brunopiccoli.com
http://instagram.com/brunopiccoli.fotografia
https://www.facebook.com/BrunoPiccoliFotografia
Canon 6D + Canon 6D + Canon 6D + 24-105mm f/4 + 70-200mm f/4 + 50mm f/1.8 + 35mm f/2.0 + 40mm f2.8


fleite

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 43
Resposta #14 Online: 12 de Junho de 2017, 10:39:11
Então, tu fica meia hora escrevendo pra tentar ajudar a pessoa que abriu o tópico a entender como funciona o mercado.. mas ela não volta mais nem para agradecer.. e em paralelo está abrindo outro tópico para saber se vale a pena fotografar por 50 reais. Difícil ir longe assim. Por isso que desmotiva tentar ajudar nesse fórum, quase sempre é assim, uma pena.

Cara... o autor pode ter ignorado sua ajuda... mas saiba que ela foi de muita valia para mim! Suas fotos e estilo são inspiradores!
« Última modificação: 12 de Junho de 2017, 10:39:34 por fleite »
Fernando

====

Canon T5i || EF 70-200mm f/4L IS USM ||EF-S 18-135mm f/3.5-5.6 IS STM || EF 50mm f/1.8 II || YN-568 EX