Autor Tópico: Curso é essencial para aprender fotografia?  (Lida 2120 vezes)

André Luis Jacob

  • Trade Count: (3)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.309
  • Sexo: Masculino
    • Jacob Fotografia Criativa
Online: 14 de Agosto de 2017, 12:24:59
Aqui falo um pouco da MINHA experiencia e opinião sobre cursos tecnicos e superiores de fotografia


O que voces pensam a respeito? :D


AFShalders

  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.105
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #1 Online: 14 de Agosto de 2017, 12:38:03
Na minha experiencia, não é essencial. Curso virou um filão para ganhar dinheiro e são muito poucos os que são sérios.

Se a pessoa tem fotografia na veia, não precisa de curso, só de vontade e de gostar de correr atras.
Aliás não será um curso que transformará uma pessoa em fotógrafo. Basta ver que tem um monte de pessoas formadas em medicina, direito e tudo o mais que não entendem nada do assunto.
Ética não é negociável.

Viciado em Fotografia desde 1980
www.oldgoodlight.blogspot.com
www.flickr.com/groorj


ArmandoFerreira

  • Trade Count: (10)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.100
  • Sexo: Masculino
Resposta #2 Online: 14 de Agosto de 2017, 12:48:56
Cursos de verdade ajudam, difícil é achar um!  :(

Como em qualquer segmentação artística, força de vontade, muito suor e experimentação do certo e errado auxiliam no crescimento.

Há diferentes curvas de aprendizado e a individualização da matéria para cada aluno, esse lance de "veia", "dom", é balela!  :ok:

Em 99% dos alunos, os que não fazem parte do 1% super dotados e geniais, resta o aprendizado constante e aprimoramento pessoal.

Isso serve para qualquer vertente artística, a ciência (conhecimento técnico) e amadurecimento artístico devem caminhar juntas.
Canon 80D | Sigma 17-70


AFShalders

  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.105
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #3 Online: 14 de Agosto de 2017, 13:00:34
Há diferentes curvas de aprendizado e a individualização da matéria para cada aluno, esse lance de "veia", "dom", é balela!  :ok:

Em 99% dos alunos, os que não fazem parte do 1% super dotados e geniais, resta o aprendizado constante e aprimoramento pessoal.

Isso serve para qualquer vertente artística, a ciência (conhecimento técnico) e amadurecimento artístico devem caminhar juntas.

Balela nada. A turma que não tem aptidão pode fazer o curso que quiser que continuará sendo mediocre.
Canso de ver isso por ai. Semana passada mesmo conversei com uma fotografa e um fotografo aqui no Rio, ficaram se gabando que tinham faculdade, dez anos de experiencia, e um monte de cursos e quando vi o trabalho deu vontade de chorar de tão ruim.
« Última modificação: 14 de Agosto de 2017, 13:01:02 por AFShalders »
Ética não é negociável.

Viciado em Fotografia desde 1980
www.oldgoodlight.blogspot.com
www.flickr.com/groorj


ArmandoFerreira

  • Trade Count: (10)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.100
  • Sexo: Masculino
Resposta #4 Online: 14 de Agosto de 2017, 13:15:02
Não pode-se generalizar.

Há uma vertente que diz que "alguém nasceu com a bunda virada para lua e recebeu a graça da arte!"

Não há nada de errado no ensino formal, contínuo e de qualidade.

Faculdade, curso, professores por si só não formam ninguém, como disse, 99% é "rala peito", muito esforço e persistência!

Se puder aliar as duas coisas, ensino de qualidade, professores, orientadores, com esforço e persistência, o sucesso é certo!

As pessoas hoje querem "pular" etapas, menosprezam o conhecimento porque a mediocridade impera, hoje todos são fotógrafos, músicos, artistas, resta saber se a arte produzida é de qualidade e com senso estético.

Durante mais de 20 anos lecionei violão clássico, e durante este tempo, com centenas de alunos, nunca vi ninguém que não fosse capaz de aprender, cada um na sua curva de aprendizado.

Aprendi que os que se esforçavam mais eram o que obtinham maior sucesso, é fácil desistir dizendo que não tem "dom" pra coisa, quando o que impera é a preguiça e falta de dedicação.

Também aprendi que há os gênios, os bem dotados, os "fora da casinha", estes, se dão bem em qualquer área que escolherem.

Tem muita gente se aproveitando da mediocridade, tem uma piada do meio musical onde o pai coloca o filho de 15 anos para estudar violão, o rapaz frequenta a aula por 1 mês, depois disso o pai percebe que o filho não vai mais as aulas e pergunta: "Filho, parou com as aulas?, ele responde, "Não pai, eu tenho 2 alunos nesta tarde..."

Banalização do conhecimento com falsos "mestres", "gurus" e "professores" que pregam que tudo é fácil... o cacete que é! rsrs  :ok:

Canon 80D | Sigma 17-70


AFShalders

  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.105
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #5 Online: 14 de Agosto de 2017, 13:21:01
Banalização do conhecimento com falsos "mestres", "gurus" e "professores" que pregam que tudo é fácil... o cacete que é! rsrs  :ok:

É por ai.

Com estudo e persistencia chega-se longe. Se tiver uma orientação de qualidade, melhor ainda, mas não quer dizer que no final o cara será competente e muito menos que terá algum destaque. No final é uma gota a mais no oceano. Cansei de ver gente falando que tem mil qualificações e são, no final, bem mediocres profissionalmente.

Como você disse, generalizar não é correto, mas continuo achando que curso de fotografia serve mais para o canudo, dado a pessima qualidade da esmagadora maioria.
Ética não é negociável.

Viciado em Fotografia desde 1980
www.oldgoodlight.blogspot.com
www.flickr.com/groorj


fabianob

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.519
  • Sexo: Masculino
Resposta #6 Online: 14 de Agosto de 2017, 13:29:14
Acho que buscar conhecimento é essencial. curso é uma ferramenta muito válida para quem quer algo pronto.

Ler livros, revistas e artigos, fóruns e vídeos (nessa base incluindo também os youtubers  :ok:).

Conhecimento é livre!
Df, D750, D5300, YN565EX x2, YN622N, Alguns Kg de Vidro, e muitas histórias.


ArmandoFerreira

  • Trade Count: (10)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.100
  • Sexo: Masculino
Resposta #7 Online: 14 de Agosto de 2017, 13:30:06
Certamente há muitos picaretas e cursos simplórios, como em qualquer segmentação de áreas de atuação, mas nem por isso vamos abolir o ensino de qualidade e metodologia.

Mesmo sem professor/orientador formal o indivíduo cria seu "método e disciplina", seja buscar vídeos no Youtube, frequentar fórums, experimentar novos equipamentos e técnicas, seguimos "mais ou menos" uma linha ascendente da formação do conhecimento.

E mesmo seguindo esta linha nos deparamos com informações de péssima qualidade, existe também a banalização da informação, como filtrar o que é correto?

Ensinar é uma coisa muito séria e que requer muito esforço e dedicação também, pena que se tornou banal, hoje todos são professores.

Não que isso interfira no senso comum do compartilhamento da informação, por isso também somos eternos alunos.  :ok:


Canon 80D | Sigma 17-70


AFShalders

  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.105
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #8 Online: 14 de Agosto de 2017, 13:37:45
Acho que buscar conhecimento é essencial. curso é uma ferramenta muito válida para quem quer algo pronto.

Ler livros, revistas e artigos, fóruns e vídeos (nessa base incluindo também os youtubers  :ok:).

Conhecimento é livre!

É mas não adianta ler meio milhão de livros nem fazer uma faculdade ou o que for se não meter MUITO a mão na massa.
Ética não é negociável.

Viciado em Fotografia desde 1980
www.oldgoodlight.blogspot.com
www.flickr.com/groorj


bjorn

  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 606
  • Sexo: Masculino
Resposta #9 Online: 14 de Agosto de 2017, 13:42:41

Dando a minha opinião  ...

Sim , existem aqules que nasceram com o dom para serem fotografos , assim como em outras profissões.

Isso NÃO QUER DIZER que não precisem estudar ou praticar , isso quer dizer sim , QUE TEM MAIS FACILIDADE em aprender do que os outros .

Eu tenho 65 anos , e a primeira vez que peguei uma camera me apaixonei . Minha paixão foi por TUDO , por aquela maquina maravilhosa , pelas lentes fantasticas , pelos filmes , e pela eternizacao dos momentos que eu poderia produzir . Procurei ler TUDO que me caia às mãos e que falasse sobre fotografia e equipamentos. Anotei muita coisa , testei muito , aprendi o que pude . Nem porisso minhas fotos são espetaculares , nem porisso minha tecnica é fenomenal , porisso estou sempre correndo atras de conhecer outras tecnicas e sempre de olho em fotografos consagrados mundialmente . Chamo à isso ... ESTUDAR CONSTANTEMENTE .

Existem bons cursos de fotografia ... ?
Sim , conheço dois que colocaria a mão no fogo por eles ...
New York Institute of Photographi                                  e o da       
Natürlich Universität Hamburg-Fotografie

Por aqui não conheço NENHUM mas NÃO SIGNIFICA que NÃO EXISTAM ....  :no:

O certo é que , SEM CONHECIMENTO não se domina a tecnica , a menos que se faça como meu CU nhado que se diz cinegrafista e fotógrafo e me diz sempre ...

... " coloco no automatico e bato 200 / 300 chapas , uma vai ter de prestar " ...
... e eu respondo , porisso seus serviços continuam sendo mediocre quando prestam .

ESTUDAR NUNCA SERÁ  DE MAIS ... !


fabianob

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.519
  • Sexo: Masculino
Resposta #10 Online: 14 de Agosto de 2017, 13:43:09
É mas não adianta ler meio milhão de livros nem fazer uma faculdade ou o que for se não meter MUITO a mão na massa.

 :clap: :clap: :clap:

Cara, bem lembrado, eu só esqueci de dizer o principal... exatamente isso!!!

Pode ser a profissão que for, se não trabalhar duro não adianta inúmeros cursos.

 :worship: :worship:

Df, D750, D5300, YN565EX x2, YN622N, Alguns Kg de Vidro, e muitas histórias.


Jr_Perinotto

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 298
  • Sexo: Masculino
  • Fotógrafo/Cinegrafista
Resposta #11 Online: 14 de Agosto de 2017, 14:23:36
Longe de mim querer me gabar por alguma coisa, mas vou dar apenas um exemplo que sinto na pele... Tenho 15 anos de experiência na área de vídeo e 5 anos de experiência na fotografia. Nesse tempo todo, resolvi me especializar como Freelancer. Fiz vários cursos (presencial e online), mas apenas 2 gostaria de citar... Fiz uma especialização em vídeo produção (presencial) com carga horária de 98 horas e fiz também um curso técnico em Processos Fotográficos (Analógica e Digital) com carga horária de 1.200 horas (presencial). O conhecimento que adquiri nesses 2 cursos, não vi em nenhum dos outros "cursinhos" que fiz. Ou seja, tem cursos que realmente te dão a formação e tem cursos que são apenas enganação. Não vivo de fotografia... sou pós graduado na área financeira e esta é a minha profissão e principal fonte de renda. No entanto, mesmo como Freelancer, não sou desses que queima o mercado, e posso dizer que tenho um complemento de renda considerável. Porém, tenho trabalhado com muitos profissionais que são absurdamente melhores que eu na fotografia e/ou na filmagem, pois eles sim vivem disso e respiram isso quase que 24 horas por dia, e a maioria deles nunca fez nenhum curso de longa duração. O que acontece muitas vezes é que alguns desses excelentes profissionais não têm tanto conhecimento técnico e histórico, mas isso não afeta a qualidade e o resultado final do trabalho deles. A única coisa que acontece é que muitas vezes este pessoal fica um pouco limitado diante de discussões mais embasadas. Mas o que isso muda? Não sei... quem fotografa bem, com ou sem estudo, ganha dinheiro do mesmo jeito e obtém sucesso, não apenas pelo seu trabalho, mas também pelo seu caráter, por seu mkt pessoal, por seu comprometimento, ética, seriedade e honestidade. E quem super estudou, pode ter o mesmo destino ou não... Esses que estudam podem ganhar dinheiro fotografando ou virando professores... Não é porque eu estudei que eu consigo ser melhor do que alguém que não estudou. Em resumo, creio que a palavra chave para essa discussão é INTENSIDADE! Cinco anos de vivência com intensidade valem mais que vinte anos sem intensidade nenhuma. Creio que cada um tem a capacidade de buscar e aprender aquilo que lhe é interessante. Mas também, não podemos desmerecer aqueles que dedicaram seu tempo e paciência cursando uma educação mais teórica. Vejo uma certa rivalidade entre os que estudam e os que não estudam e não acho isso legal. Creio que o importante é termos a humildade de reconhecer que "Nunca seremos tão inteligentes a ponto de não termos nada pra aprender, e jamais seremos ignorantes o bastante para não termos nada à ensinar". Cursos são importantes sim. E intensidade naquilo que vc escolheu como profissão também. Se você é daqueles que apenas querem fazer bonito e agradar o cliente, você pode apenas aprender o que precisa para entregar um bom resultado e isso te trará sucesso. Se você é mais curioso e quer conhecer a história, a origem da técnica, ter uma base para uma opinião artística, saber o que fazer, como fazer e quando fazer, ou qualquer coisa assim, então um "bom" curso te ajudará bastante, como me ajudou também. Mas posso dar uma cutucada nessa conversa? Conheço gente que é fodão na fotografia e se gaba por nunca ter precisado fazer nenhum curso, mas vive comprando presets de LR e ACR para conseguir um resultado legal... E conheço gente que estudou e tá rachando de ganhar vendendo os presets pra quem não estudou.
Fotógrafo e Cinegrafista Freelancer


AFShalders

  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.105
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #12 Online: 14 de Agosto de 2017, 15:14:55
... " coloco no automatico e bato 200 / 300 chapas , uma vai ter de prestar " ...
... e eu respondo , porisso seus serviços continuam sendo mediocre quando prestam .

ESTUDAR NUNCA SERÁ  DE MAIS ... !

Estudar, sempre !

Isso que o seu cunhado (e, lamento, a maioria faz) é o que chamo de fotografia estatística. 200-300 não é nada perto do que muita gente , mesmo por aqui faz, tipo 4000 fotos para um casamento ! Não sei se é para rir ou chorar...

- Ahhh mas dessas 4 mil eu tirei 100 boas !
- Sério, acha 100 em 4 mil bom ?

Se não estudar, seja autodidata ou curso, e não meter a mão na massa com muita vontade de evoluir, não dá coisa boa.

E por aí vai.

Ética não é negociável.

Viciado em Fotografia desde 1980
www.oldgoodlight.blogspot.com
www.flickr.com/groorj


Raphael Sombrio

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.881
  • O RAW é um diamante...bruto
Resposta #13 Online: 14 de Agosto de 2017, 15:24:49
Como em qualquer ramo de atividade se vc gostar e se interessar por aquilo que está fazendo certamente vc terá grande chance de êxito, pois vc irá atras da informação, esteja ela onde estiver.

Fazer curso ajuda, assim como ler livros, ver vídeos, assistir palestras, participar de workshops, estudar, estudar, estudar, praticar, praticar, praticar, arriscar, tentar, tentar de novo, e mais uma vez, procurar entender o que, ou porque deu errado, ou certo....

Eu fiz um curso, mas 90% do conteúdo apresentado eu já tinha conhecimento, muito inclusive aqui pelo Fórum.
Achei meio fraco considerando o valor, mas espremi os professores até eles ficarem com nojo de mim, enquanto muitos outros, que inclusive tinham o objetivo de "abrir uma empresa de fotografia de eventos", nem prestavam muita atenção nas aulas, ao ponto de no fim do curso compartilharem tabelinhas explicativas dos pilares da fotografia, dessas que a gente acha no Google.... :( :doh:


ArmandoFerreira

  • Trade Count: (10)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.100
  • Sexo: Masculino
Resposta #14 Online: 14 de Agosto de 2017, 15:39:39
Tenho aprendido que na vida ou você opta por "ser feliz" ou "ter razão"...  :shock:  Nem sempre as duas coisas estão acompanhadas!  :no:

Mão na massa sempre, não tem como escapar, mas se uma pessoa passar 10 dias tentando pregar uma tábua usando uma chave de fenda, ela pode até conseguir, mas um abençoado precisa dizer que deve-se usar um martelo! Ah, se ela quiser escutar o conselho...  :hysterical:

Quando era moleque estudava de 6h à 8h de violão clássico por dia, era "fominha" e alcancei uma turma de alunos de 2 anos em 6 meses! Não foi "dom", foi "bunda na cadeira"! rsrs

Odiava quando alguém falava "Nossa, como toca bem, mas também... nasceu com este dom!!!"

Todo mundo vê as pingas que eu tomo, mas os meus tombos ninguém testemunha! rsrs  :hysterical:

Ah, de nada adiantaria eu estudar 6h por dia se eu não soubesse COMO estudar, o QUE estudar, corrigir as MINHAS DEFICIÊNCIAS e ser ENCORAJADO a não desistir!

Nesta fase da minha vida encontrei um grande orientador/mestre, que na fase inicial do meu aprendizado, supriu e deixou também eu me f.... sozinho!

Canon 80D | Sigma 17-70