Autor Tópico: JPG em eventos e sem tratamento  (Lida 4326 vezes)

Linda Ternura

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 98
Online: 05 de Setembro de 2017, 10:45:17
Bom dia galerinha.

Gostaria de fotografar eventos em JPG e sem edição ou tratamento das imagens.

Levando em consideração que eu domino as vertentes da fotografia e me dou bem com o formato. Terei alguma dificuldade com os clientes?

Exemplo é que não pretendo cortar as fotos ou tratar a pele. Gostaria de fotografar, escolher as fotos e passar para o produto final.


marcelogimenes

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 404
  • Sexo: Masculino
Resposta #1 Online: 05 de Setembro de 2017, 10:48:58
Bom dia galerinha.

Gostaria de fotografar eventos em JPG e sem edição ou tratamento das imagens.


Pq?
D610 | D7100 | 50mm 1.8G | 85mm 1.8G | 24-120 f/4G | 2x YN- 568ex | 2x YN-622n | YN-622n-TX | Manfrotto 190xpro3 |


ArmandoFerreira

  • Trade Count: (10)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.099
  • Sexo: Masculino
Resposta #2 Online: 05 de Setembro de 2017, 10:59:29
Você pode fazer isso com uma máquina Polaroid!  :ok:

Canon 80D | Sigma 17-70


Elder Walker

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (8)
  • Colaborador(a)
  • *****
  • Mensagens: 3.243
  • Sexo: Masculino
    • Flickr
Resposta #3 Online: 05 de Setembro de 2017, 11:02:00
Gostaria de fotografar eventos em JPG e sem edição ou tratamento das imagens.

Levando em consideração que eu domino as vertentes da fotografia e me dou bem com o formato. Terei alguma dificuldade com os clientes?

Exemplo é que não pretendo cortar as fotos ou tratar a pele. Gostaria de fotografar, escolher as fotos e passar para o produto final.

Existem clientes e clientes, dos mais variados níveis de exigência. Tem pessoas que pegam uma foto do instagram, sabidamente comprimida em qualidade e com aqueles "filtros" muitas vezes forçados e acham o máximo, enquanto que existem pessoas que pagam caríssimo por algum profissional justamente pelo esmero tanto em composição quanto em um tratamento que agrade.

Indo além, existem mercados e mercados. Já conversei com donos de estúdios consagrados que trabalham só em JPG direto da câmera por alegarem que só assim dariam conta do fluxo de trabalho, mesmo sabendo das limitações (bastante comum em empresas de formatura, aquelas fotos estilo manada, quantidade > qualidade). Agora se for um trabalho publicitário, ou uma "classe A" de eventos, coisas assim, dificilmente terá como fugir do RAW, mesmo "dominando as vertentes da fotografia" como você diz.
Canon 5D + EF 17-40mm f/4 L + EF 50mm f/1.8 STM + EF 85mm f/1.8 USM + Yongnuo 565EX + YN-622C


vangelismm

  • Trade Count: (7)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.681
  • Sexo: Masculino
    • MedinaFotografia
Resposta #4 Online: 05 de Setembro de 2017, 11:02:23
Depende do seu cliente e como você se vende.

"A perspectiva de uma imagem é controlada pela distância entre a lente e o assunto; mudando a distancia focal da lente muda o tamanho da imagem , mas não altera a perspectiva . Muitos fotógrafos ignoram este fato, ou não têm conhecimento de sua importância." -  Ansel Adams, Examples – The Making of 40 Photographs


Linda Ternura

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 98
Resposta #5 Online: 05 de Setembro de 2017, 11:03:24

Pq?

Classe social..

Fazer um casamento e editar 1 mil... 2 mil fotos pra ter um lucro de R$1.000,00 ... não rola..

Nada contra quem edita.. se você tem um ótimo lucro, perfeito. Depende da classe social que você vai trabalhar.


marcelogimenes

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 404
  • Sexo: Masculino
Resposta #6 Online: 05 de Setembro de 2017, 11:04:42
Classe social..

Fazer um casamento e editar 1 mil... 2 mil fotos pra ter um lucro de R$1.000,00 ... não rola..

Nada contra quem edita.. se você tem um ótimo lucro, perfeito. Depende da classe social que você vai trabalhar.


Vc pretende atender pra sempre essa mesma classe social?
D610 | D7100 | 50mm 1.8G | 85mm 1.8G | 24-120 f/4G | 2x YN- 568ex | 2x YN-622n | YN-622n-TX | Manfrotto 190xpro3 |


Elder Walker

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (8)
  • Colaborador(a)
  • *****
  • Mensagens: 3.243
  • Sexo: Masculino
    • Flickr
Resposta #7 Online: 05 de Setembro de 2017, 11:08:10
Classe social..

Fazer um casamento e editar 1 mil... 2 mil fotos pra ter um lucro de R$1.000,00 ... não rola..

Nada contra quem edita.. se você tem um ótimo lucro, perfeito. Depende da classe social que você vai trabalhar.

Você acabou de responder a pergunta inicial  :clap:
Canon 5D + EF 17-40mm f/4 L + EF 50mm f/1.8 STM + EF 85mm f/1.8 USM + Yongnuo 565EX + YN-622C


vangelismm

  • Trade Count: (7)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.681
  • Sexo: Masculino
    • MedinaFotografia
Resposta #8 Online: 05 de Setembro de 2017, 11:11:44
Ninguem trata pele de mil fotos de casamento. Nem quem cobra 10, 15 mil reais.

O tratamento é feito todo em lote no Lightroom, por exemplo.
E as fotos que vão pro album é que recebem um tratamento especial.

"A perspectiva de uma imagem é controlada pela distância entre a lente e o assunto; mudando a distancia focal da lente muda o tamanho da imagem , mas não altera a perspectiva . Muitos fotógrafos ignoram este fato, ou não têm conhecimento de sua importância." -  Ansel Adams, Examples – The Making of 40 Photographs


Mike Castro

  • Trade Count: (4)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.913
  • Sexo: Masculino
Resposta #9 Online: 05 de Setembro de 2017, 11:12:02
Dominar a fotografia, muita gente domina. E nem por isso quer fazer foto em JPG.

Use outro motivo. Preguiça de editar, necessidade de muita rapidez na entrega do trabalho, é freelance pros outros, etc.

JPG não é só pra quem domina a técnica fotográfica.

E RAW não é ou não deveria ser muleta de fotógrafo ruim, apesar de os grupos de Facebook estarem nos mostrando cada dia que passa que a galera tá se escorando no raw pra fazer foto lixosa.

Em 2004~2005 eu já fazia casamento em jpg com cameras de 6mp e iso baixo (comparado às atuais).

Então você vai sobreviver sim.


Linda Ternura

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 98
Resposta #10 Online: 05 de Setembro de 2017, 11:19:52
Mas gente... existe um mercado dividido em padrões de consumo.

Da pra ganhar dinheiro com classe A, B ou C. Muitas vezes as pessoas que fotografam classe C ganham mais do que quem fotografa classe B, exemplo e ainda trabalham menos. Digo isso, pois conheço quem ganhe bastante e não se mata de trabalhar.

O errado é, ao meu ver, cobrar como classe C e querer ter um fluxo de trabalho igual ao da classe B ou mesmo A.

Um dos meus maiores problemas é justamente o fluxo de trabalho. E não pretendo mudar de classe social, pois consigo ganhar mais do que quem fotografa classe B, mesmo cobrando menos.

E ainda entrego qualidade sim, dentro das limitações do fluxo de trabalho.
« Última modificação: 05 de Setembro de 2017, 11:21:04 por Linda Fotografia »


ArmandoFerreira

  • Trade Count: (10)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.099
  • Sexo: Masculino
Resposta #11 Online: 05 de Setembro de 2017, 11:25:28
Mas qual a dificuldade de criar um padrão para 1 foto no LR, correção do perfil da lente, aberração cromática, nitidez, redução de ruído e WB para um grupo de fotos semelhantes?

60 segundos? Mais alguns segundos para sincronizar as restantes?

Se o seu público aceita JPG e não se incomoda ou, até mesmo, a saída do arquivo na revelação/impressão/web, não afeta o desempenho, por que não?

Quem sabe e conhece seu público, o quanto ele paga, o quanto vale seu trabalho, é você.

Só não use a justificativa da quantidade de fotos em RAW como preguiça ou falta de conhecimento na pós edição.

Se sua consciência está tranquila em relação ao trabalho, faça da forma que melhor/lucrativa/qualidade for para você e seus clientes!

No final das contas, o que vale é um trabalho bem executado e entregue!

Prefiro um fotógrafo talentoso em JPG do que um nó cego em RAW!  :ok:
Canon 80D | Sigma 17-70


Gilberto Benasse

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 639
Resposta #12 Online: 05 de Setembro de 2017, 11:30:06
Lembro de voce, criou um tópico que disse que as canon eram ruim de foco.
E sumiu após uma chapuleta do Ernesto....
http://forum.mundofotografico.com.br/index.php?topic=128681.0



Linda Ternura

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 98
Resposta #13 Online: 05 de Setembro de 2017, 11:33:39
Mas qual a dificuldade de criar um padrão para 1 foto no LR, correção do perfil da lente, aberração cromática, nitidez, redução de ruído e WB para um grupo de fotos semelhantes?

60 segundos? Mais alguns segundos para sincronizar as restantes?

Se o seu público aceita JPG e não se incomoda ou, até mesmo, a saída do arquivo na revelação/impressão/web, não afeta o desempenho, por que não?

Quem sabe e conhece seu público, o quanto ele paga, o quanto vale seu trabalho, é você.

Só não use a justificativa da quantidade de fotos em RAW como preguiça ou falta de conhecimento na pós edição.

Se sua consciência está tranquila em relação ao trabalho, faça da forma que melhor/lucrativa/qualidade for para você e seus clientes!

No final das contas, o que vale é um trabalho bem executado e entregue!

Prefiro um fotógrafo talentoso em JPG do que um nó cego em RAW!  :ok:

Isso ai muita gente faz.. não é exatamente um tratamento e o resultado final penso não ser o melhor, pois você irá alterar 1 foto que não será igual em todas. Não acho que esse tipo de tratamento seja correto.

Já o JPG ele edita pra vc de acordo com sua foto, fundo, ambiente, etc.

Entendeu?

Se você edita uma foto da cerimônia dessa forma, logo irá alterar todas as outras, mexendo inclusive nas da recepção, saída dos noivos, etc... Isso sim é acabar com o trabalho.

A câmera irá regular sua foto de acordo com o ambiente.. afinal a câmera faz o mesmo que o lightroom, só que de forma automática


vangelismm

  • Trade Count: (7)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.681
  • Sexo: Masculino
    • MedinaFotografia
Resposta #14 Online: 05 de Setembro de 2017, 11:33:40
Eu não consigo entender essa historia de ganhar mais fotografando casamento para classe C.
A classe C também só quer casar dia de Sábado, assim com a classe A, B, D, E, F, X, W....
É o horário nobre da fotografia, e logo o fotografo de qualquer classe só tem 4 datas no mês....
Talvez um casamento ou outro num domingo ou numa sexta, mas não dá pra fazer casamento de segunda a sexta.
"A perspectiva de uma imagem é controlada pela distância entre a lente e o assunto; mudando a distancia focal da lente muda o tamanho da imagem , mas não altera a perspectiva . Muitos fotógrafos ignoram este fato, ou não têm conhecimento de sua importância." -  Ansel Adams, Examples – The Making of 40 Photographs