Autor Tópico: Por que a D80 é considerada semi-profissional?  (Lida 6585 vezes)

Marcelo Dornelles

  • Trade Count: (4)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 519
  • Sexo: Masculino
  • fotografando a criação e a criatura...
Online: 03 de Janeiro de 2007, 15:34:48
Olá amigos, tenho acompanhado algumas discussões e só agora resolvi participar.
Conforme o assunto proposto, por que a D80 é considerada câmera semi-profissional? Eu achava que ter lente cambiável bastava. E o sensor sendo o mesmo das profissionais? Não entendo. Como diferenciar uma câmera profissional da semi? Um amigo meu que tem a D200 afirmou q a D80 é semi e tbém vi no ML aki http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-508...ti-30d-d200-_JM

Desde já agradeço a atenção! Vlw
« Última modificação: 03 de Janeiro de 2007, 15:35:46 por mdornelles »


ki-suco

  • Trade Count: (1)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 264
  • Sexo: Masculino
Resposta #1 Online: 03 de Janeiro de 2007, 16:12:23
Basicamente é avaliada pela durabilidade(resistência) da câmera....isso conta com o qual material é feito o corpo, a vida útil do obturador, vedação....etc.


andregani

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 51
Resposta #2 Online: 03 de Janeiro de 2007, 16:13:40
Profissional ou não, vai depender somente de Vc vender ou não as suas fotos, independente do modelo de camera.

Mas de qualquer jeito a D80 não é considerada Profissional e sim uma Prossumer (pelo menos pro mercado americano)
« Última modificação: 03 de Janeiro de 2007, 16:14:33 por andregani »


Marcelo Dornelles

  • Trade Count: (4)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 519
  • Sexo: Masculino
  • fotografando a criação e a criatura...
Resposta #3 Online: 03 de Janeiro de 2007, 16:29:05
Citar
Basicamente é avaliada pela durabilidade(resistência) da câmera....isso conta com o qual material é feito o corpo, a vida útil do obturador, vedação....etc.
Obrigado pela resposta. Então um corpo de plástico ajuda a definir uma câmera como semi profissional, certo?

Cocluo então que a Pentax K10d e a Sony A100, embora com lentes cambiáveis, são tbém consideradas semi profissionais, ou prosumers.

Tô achando esse conceito meio relativo demais pro meu gosto! Imaginei ter compreendido mais sobre esse assunto de tanto ler, mas pelo visto sou um poço de ignorância e longe de me encher dela! Eu havia concluído (erradamente pelo visto), que as funções disponíveis na câmera além d lentes cambiáveis, definiriam uma semi (prosumer) de uma profissional.

Agora lascou-se tudo! :doh:
 


Vilso_Dall_Agnol

  • Trade Count: (1)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 114
Resposta #4 Online: 03 de Janeiro de 2007, 17:08:29
Na verdade não existe uma fronteira nítida entre "profissional", "semi", "não-profissional", ...
Existem câmeras de construção mais robusta, normalmente metal, feitas para durar mais, aguentar mais tortura, com recursos mais sofisticados, principalmente mais caras, alguns chamam de "profissionais".
Já vi mais de um evento sendo fotografado com máquina de lente fixa, o profissional da vez cobra igual pelo serviço, ninguém reclama, tudo certo.
Considerações tipo "minha máquina é/não é isto ou aquilo, tantos megapixels, etc..." tiram o foco da essência da fotografia.
Eu considero importante definir o uso que se vai fazer do equipamento e, a partir desta definição, ver o que existe no mercado que atenda, ponto.
Gostei demais da D80, só que tenho lentes Pentax da minha máquina de filme (comprei até mais uma semana passada), olho a K10D com carinho para o futuro, creio que vai me atender plenamente, com qualquer rótulo.

Vilso
A fé é louvável, mas é a dúvida que nos faz crescer


Marcelo Dornelles

  • Trade Count: (4)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 519
  • Sexo: Masculino
  • fotografando a criação e a criatura...
Resposta #5 Online: 03 de Janeiro de 2007, 17:31:25
Citar
Na verdade não existe uma fronteira nítida entre "profissional", "semi", "não-profissional", ...
Existem câmeras de construção mais robusta, normalmente metal, feitas para durar mais, aguentar mais tortura, com recursos mais sofisticados, principalmente mais caras, alguns chamam de "profissionais".
Já vi mais de um evento sendo fotografado com máquina de lente fixa, o profissional da vez cobra igual pelo serviço, ninguém reclama, tudo certo.
Considerações tipo "minha máquina é/não é isto ou aquilo, tantos megapixels, etc..." tiram o foco da essência da fotografia.
Eu considero importante definir o uso que se vai fazer do equipamento e, a partir desta definição, ver o que existe no mercado que atenda, ponto.
Gostei demais da D80, só que tenho lentes Pentax da minha máquina de filme (comprei até mais uma semana passada), olho a K10D com carinho para o futuro, creio que vai me atender plenamente, com qualquer rótulo.

Vilso
Vilso, na realidade penso em fotografar eventos (casamentos, batizados, aniversário, etc.) nos meus horários livres (hora extra) e ainda nos horários de folga por hobby mesmo.

A questão é que eu venho ficando empolgado com fotografia e tenho visto gente tendo renda extra que ajudam muito no orçamento doméstico, então por que não unir o útil ao agradável?

Eu já tenho aprendido muito com minha Canon S3 IS que me dá fotos muito boa, tem um zoom fantástico e uma imagem em movimento muito fiel, no entanto penso em acrescentar uma 'profissional' na minha lista pra aprimorar as fotos, a técnica, e ainda ter um ganho extra, daí minha pesquisa.

Eu não quero cobrar por fotos que não valham a gasolina que gastaria por sair de casa pra fazer algum serviço e com isso 'queimar o filme' já de cara. Daí a necessidade de ter uma máquina capaz de me dar alto nível de satisfação (profissional) bem como a um possível cliente.

Ainda que a discussão se essa ou aquela máquina seja profissional seja sem uma fronteira bem definida, é por causa dos custos e do status no meio profissional, que acredito que uma máquina profissional abriria mais portas pra um trabalho que uma considerada semi-profissional. Daí minha pergunta. Entende?

Grato pela atenção

 


B.Gomes

  • Trade Count: (10)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.546
Resposta #6 Online: 03 de Janeiro de 2007, 17:37:08
Citar
Citar
Na verdade não existe uma fronteira nítida entre "profissional", "semi", "não-profissional", ...
Existem câmeras de construção mais robusta, normalmente metal, feitas para durar mais, aguentar mais tortura, com recursos mais sofisticados, principalmente mais caras, alguns chamam de "profissionais".
Já vi mais de um evento sendo fotografado com máquina de lente fixa, o profissional da vez cobra igual pelo serviço, ninguém reclama, tudo certo.
Considerações tipo "minha máquina é/não é isto ou aquilo, tantos megapixels, etc..." tiram o foco da essência da fotografia.
Eu considero importante definir o uso que se vai fazer do equipamento e, a partir desta definição, ver o que existe no mercado que atenda, ponto.
Gostei demais da D80, só que tenho lentes Pentax da minha máquina de filme (comprei até mais uma semana passada), olho a K10D com carinho para o futuro, creio que vai me atender plenamente, com qualquer rótulo.

Vilso
Vilso, na realidade penso em fotografar eventos (casamentos, batizados, aniversário, etc.) nos meus horários livres (hora extra) e ainda nos horários de folga por hobby mesmo.

A questão é que eu venho ficando empolgado com fotografia e tenho visto gente tendo renda extra que ajudam muito no orçamento doméstico, então por que não unir o útil ao agradável?

Eu já tenho aprendido muito com minha Canon S3 IS que me dá fotos muito boa, tem um zoom fantástico e uma imagem em movimento muito fiel, no entanto penso em acrescentar uma 'profissional' na minha lista pra aprimorar as fotos, a técnica, e ainda ter um ganho extra, daí minha pesquisa.

Eu não quero cobrar por fotos que não valham a gasolina que gastaria por sair de casa pra fazer algum serviço e com isso 'queimar o filme' já de cara. Daí a necessidade de ter uma máquina capaz de me dar alto nível de satisfação (profissional) bem como a um possível cliente.

Ainda que a discussão se essa ou aquela máquina seja profissional seja sem uma fronteira bem definida, é por causa dos custos e do status no meio profissional, que acredito que uma máquina profissional abriria mais portas pra um trabalho que uma considerada semi-profissional. Daí minha pergunta. Entende?

Grato pela atenção
Vinculando "profissional" à qualidade de imagem e recursos, não há diferença entre uma D50, uma D80 e uma 30D.
Para mim, "profissional" designa equipamentos mais resistentes ao trabalho intensivo, nada além disso.


Marcelo Dornelles

  • Trade Count: (4)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 519
  • Sexo: Masculino
  • fotografando a criação e a criatura...
Resposta #7 Online: 03 de Janeiro de 2007, 17:47:39
Citar
Citar
Citar
Na verdade não existe uma fronteira nítida entre "profissional", "semi", "não-profissional", ...
Existem câmeras de construção mais robusta, normalmente metal, feitas para durar mais, aguentar mais tortura, com recursos mais sofisticados, principalmente mais caras, alguns chamam de "profissionais".
Já vi mais de um evento sendo fotografado com máquina de lente fixa, o profissional da vez cobra igual pelo serviço, ninguém reclama, tudo certo.
Considerações tipo "minha máquina é/não é isto ou aquilo, tantos megapixels, etc..." tiram o foco da essência da fotografia.
Eu considero importante definir o uso que se vai fazer do equipamento e, a partir desta definição, ver o que existe no mercado que atenda, ponto.
Gostei demais da D80, só que tenho lentes Pentax da minha máquina de filme (comprei até mais uma semana passada), olho a K10D com carinho para o futuro, creio que vai me atender plenamente, com qualquer rótulo.

Vilso
Vilso, na realidade penso em fotografar eventos (casamentos, batizados, aniversário, etc.) nos meus horários livres (hora extra) e ainda nos horários de folga por hobby mesmo.

A questão é que eu venho ficando empolgado com fotografia e tenho visto gente tendo renda extra que ajudam muito no orçamento doméstico, então por que não unir o útil ao agradável?

Eu já tenho aprendido muito com minha Canon S3 IS que me dá fotos muito boa, tem um zoom fantástico e uma imagem em movimento muito fiel, no entanto penso em acrescentar uma 'profissional' na minha lista pra aprimorar as fotos, a técnica, e ainda ter um ganho extra, daí minha pesquisa.

Eu não quero cobrar por fotos que não valham a gasolina que gastaria por sair de casa pra fazer algum serviço e com isso 'queimar o filme' já de cara. Daí a necessidade de ter uma máquina capaz de me dar alto nível de satisfação (profissional) bem como a um possível cliente.

Ainda que a discussão se essa ou aquela máquina seja profissional seja sem uma fronteira bem definida, é por causa dos custos e do status no meio profissional, que acredito que uma máquina profissional abriria mais portas pra um trabalho que uma considerada semi-profissional. Daí minha pergunta. Entende?

Grato pela atenção
Vinculando "profissional" à qualidade de imagem e recursos, não há diferença entre uma D50, uma D80 e uma 30D.
Para mim, "profissional" designa equipamentos mais resistentes ao trabalho intensivo, nada além disso.
Bruno,

Com isso entramos na relação custo-benefício.

Se por exemplo, consigo fotos de bom grau de satisfação (profissionais), então não preciso gastar fortunas com equipamentos de extrema sofisticação.

Desculpem um pouco o desvio do assunto, mas eu só propus esse tema pq a câmera que eu comecei a achar que teria um aceitável custo-benefício é a D80, no entanto pra minha surpresa ela não é considerada profissional. Fiquei perdido já que imaginei que ela fosse uma profissional.

 


renon

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 66
Resposta #8 Online: 03 de Janeiro de 2007, 18:41:31
Eu também conheço colegas que vivem de fotografia trabalhando com máquinas antigas. Antes do digital, uma F3 da Nikon, uma máquina profissional, era bastante utilizada, enquanto vários trabalhavam com F 401, F601, F801, N65, N70, N80, todas consideradas semiprofissionais. Mas apesar de não serem equipamentos profissionais, um bom conjunto (lentes luminosas e versáteis, flashs) e o talento do profissional supria essa necessidade.
Assim é com o digital. Se você tiver com um bom conjunto, você consegue obter um bom resultado. Claro que a durabilidade do equipamento conta, mas creio que o conceito de profissional aqui seja do resultado da foto. Com uma D80 é possível fazer belas fotos, depende de quem aperta o botão.
Nikon D80 e Nikon F401x (inteirona)

.:. Fotógrafo amador ..::.. Jornalista profissional .:.
Londrina/PR


Eduikeda

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.116
Resposta #9 Online: 03 de Janeiro de 2007, 20:12:29
Como já falaram não há uma linha tão definida qto à câmera ser profissional ou não. Pra casamentos ou eventos mais simples uma D50 ou XT resolve, agora pro fotojornalismo se torna complicado pq vc precisa de um corpo mais resistente, com mais fps, sistema de foco mais rápido etc...
 
Edu Ikeda

Nicão D 80

visite minhas fotos e comente:
www.flickr.com/photos/eduikeda


B.Gomes

  • Trade Count: (10)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.546
Resposta #10 Online: 03 de Janeiro de 2007, 21:32:39
Citar
Como já falaram não há uma linha tão definida qto à câmera ser profissional ou não. Pra casamentos ou eventos mais simples uma D50 ou XT resolve, agora pro fotojornalismo se torna complicado pq vc precisa de um corpo mais resistente, com mais fps, sistema de foco mais rápido etc...
 :thmbup:  


Marcelo Dornelles

  • Trade Count: (4)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 519
  • Sexo: Masculino
  • fotografando a criação e a criatura...
Resposta #11 Online: 04 de Janeiro de 2007, 09:07:38
Citar
Como já falaram não há uma linha tão definida qto à câmera ser profissional ou não. Pra casamentos ou eventos mais simples uma D50 ou XT resolve, agora pro fotojornalismo se torna complicado pq vc precisa de um corpo mais resistente, com mais fps, sistema de foco mais rápido etc...
Edu, já que não há uma linha definida o rótulo de semi ou de profissional vai depender da opinião de cada um, ou a cada gosto, o que fatalmente leva as paixões, normalmente pouco racionais. O que quero dizer com isso é que os fabricantes de equipamentos devem ter essa linha bem definida pra poder classificar seus equipamentos, pelo que tenho percebido, se não, eles cometem um erro (ou marketing) em nos deixar definir por eles de acordo com nossas opiniões.

Mas d qquer forma vlw, vc já me ajudou a definir uma direção independentemente da classificação que uma digicam alcance! :thmbup:

 


Eduikeda

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.116
Resposta #12 Online: 04 de Janeiro de 2007, 10:04:09
Então Mdornelles,
Os próprios fabricantes sabem da necessidade de cada um, mas ao mesmo tempo sabem que muita gente faz casamento com uma câmera de entrada, melhor pra eles, pois vendem mais.
É o mesmo que as montadoras fazem, por exemplo essa onda de fazer carros de passeios para off-roads lights como o Crossfox. Só que a propaganda desse modelo dá a entender que ele pode fazer qq tipo de trilha, agora pega um desses e um Land Rover pra ver a diferença...tudo tem seu limite, mas voltando pra fotografia só mesmo o profissional pra saber quais os seus.
Abraços,
« Última modificação: 04 de Janeiro de 2007, 10:04:57 por Eduikeda »
Edu Ikeda

Nicão D 80

visite minhas fotos e comente:
www.flickr.com/photos/eduikeda


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.764
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #13 Online: 04 de Janeiro de 2007, 10:46:39
Na verdade "profissional" é uma categorização medíocre, eu prefiro categorizar pelo tipo físico de câmera.
A D80 é uma SLR de entrada, quer dizer que ela é uma câmera SLR de baixo custo, tem características próprias, que podem atender melhor a certos profissionais do que outras câmeras mais caras, como a 1D Mark II e etc, Na verdade eu já vi profissionais TOP de linha que utilizam câmeras ultra compactas na maioria de seus trabalhos.. ;)
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


Marcelo Dornelles

  • Trade Count: (4)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 519
  • Sexo: Masculino
  • fotografando a criação e a criatura...
Resposta #14 Online: 04 de Janeiro de 2007, 10:49:52
Citar
mas voltando pra fotografia só mesmo o profissional pra saber quais os seus.
Abraços,

O que pode explicar essa minha dúvida. :denken: