Autor Tópico: Sugestões para lugares para Street Photo em SP  (Lida 1093 vezes)

Ryu

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 280
  • Sexo: Masculino
Online: 18 de Janeiro de 2018, 19:33:40
Pessoal:
Sempre que saio para fazer umas street fotos (e fotos da natureza, etc) eu acabo sempre indo aos mesmos lugares e já tô meio enjoado disso. Sempre é Avenida Paulista, Parque Villa-Lobos, Embu das Artes, Jardim Botânico e por aí.
Que outros bons lugares vocês sugeririam para street fotos em SP, Capital e arredores? Não pode ser lugar barra-pesada porque não quero pôr em risco minha querida Nikonzinha D5000!

Abraços!  :ok: :ok: :ok: :ok: :ok: :ok: :ok: :ok:


Pacheco

  • Trade Count: (1)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 489
Resposta #1 Online: 27 de Janeiro de 2018, 02:01:15
Cara, você vai dar risada com minha indicação, vai no Brás, lá apesar do que falam é relativamente seguro, pois quase toda loja tem um segurança particular na rua, em frente a loja, e tem cada figura que só lá você encontra, trabalho lá há 15 anos, por isso indico.
Canon eos 60D + 18-135mm + 50mm 1.8 + 2YN 560 + YN568EX + Vivitar 285 + Sony nex F3 + um monte de tranqueiras relacionadas à fotografia.



C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.919
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Resposta #2 Online: 27 de Janeiro de 2018, 20:52:56
Eu tenho planos devisitar e fotografar as pessoas e predios onde os refugiados se instalam, principalmente os africanos que sao os que parecem passar por mais dificuldades. Mas eu nao sei quando vou a Sao Paulo, entao fica a dica.



Ryu

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 280
  • Sexo: Masculino
Resposta #3 Online: 28 de Janeiro de 2018, 11:00:24
Cara, você vai dar risada com minha indicação, vai no Brás, lá apesar do que falam é relativamente seguro, pois quase toda loja tem um segurança particular na rua, em frente a loja, e tem cada figura que só lá você encontra, trabalho lá há 15 anos, por isso indico.
De jeito nenhum que vou dar risada! A região central da cidade é um lugar que me desperta muita curiosidade e lamento não conhecer melhor. Claro que vou levar em conta sua sugestão e com certeza vou fazer uma caminhada pelo Brás e fazer alguns registros. Obrigado!!!
Eu tenho planos devisitar e fotografar as pessoas e predios onde os refugiados se instalam, principalmente os africanos que sao os que parecem passar por mais dificuldades.
Caro Croix, obrigado pela dica! Mas, sinceramente, não quero que minhas fotos sejam política ou socialmente engajadas. Nunca fotografei um mendigo ou um menor abandonado nas ruas. Com certeza você fará um grande trabalho nesses centros de acolhimento, mas, infelizmente, não é meu caso. Eu só faria fotos clichês e não me sinto bem banalizando dramas reais à guisa de passatempo fotográfico. Ou seja, minha competência (e intenção) fotográfica não está à altura do sofrimento deles. Obrigado por contribuir com o tópico. Tenho certeza que outros gostaram da sua sugestão que, fato, é muito boa.


Rick99

  • Trade Count: (4)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.957
  • Sexo: Masculino
  • Amador
Resposta #4 Online: 28 de Janeiro de 2018, 16:48:27
Pode ir ao Páteo do Colégio durante a manhã ou tarde (atualmente tem policiais passando direto por ali). No bairro da Liberdade, especificamente na praça, Rua Galvão Bueno e Rua dos Estudantes costuma ser um pouco tranquilo, principalmente nos finais de semana e que costuma vir muitos turistas.
Se juntar mais duas pessoas, dá pra ir pra mais lugares sem se preocupar muito (exceto as periferias, a "crakóvia"... :D, Praça da Sé).


Ryu

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 280
  • Sexo: Masculino
Resposta #5 Online: 28 de Janeiro de 2018, 18:56:31
Pode ir ao Páteo do Colégio durante a manhã ou tarde (atualmente tem policiais passando direto por ali). No bairro da Liberdade, especificamente na praça, Rua Galvão Bueno e Rua dos Estudantes costuma ser um pouco tranquilo, principalmente nos finais de semana e que costuma vir muitos turistas.
Se juntar mais duas pessoas, dá pra ir pra mais lugares sem se preocupar muito (exceto as periferias, a "crakóvia"... :D, Praça da Sé).
Ótima sugestão, e é ótimo saber do policiamento por lá.
Às vezes passo pelo Centro de SP muito rapidamente indo à Santa Ifigênia ou Florêncio de Abreu. Confesso que conheço muito pouco da região do Pateo do Colegio.  :ok: :ok: :ok:


lcmartinez.j

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 579
  • Sexo: Masculino
  • Luiz Martinez
    • Luiz Martinez Fotografia
Resposta #6 Online: 29 de Janeiro de 2018, 09:08:56
Pessoal:
Sempre que saio para fazer umas street fotos (e fotos da natureza, etc) eu acabo sempre indo aos mesmos lugares e já tô meio enjoado disso. Sempre é Avenida Paulista, Parque Villa-Lobos, Embu das Artes, Jardim Botânico e por aí.
Que outros bons lugares vocês sugeririam para street fotos em SP, Capital e arredores? Não pode ser lugar barra-pesada porque não quero pôr em risco minha querida Nikonzinha D5000!

Abraços!  :ok: :ok: :ok: :ok: :ok: :ok: :ok: :ok:
posso te indicar a região de Paranapiacaba, lugar histórico e vasta natureza

Enviado de meu XT1650 usando Tapatalk

Canon T3i || Canon 70D || 50mm f1.8II || Sigma 17-70mm f/2.8-4 Os Hsm || YN 565-EXII || Godox TT685c

http://www.facebook.com/LuizMartinezFotografia/


Rick99

  • Trade Count: (4)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.957
  • Sexo: Masculino
  • Amador
Resposta #7 Online: 29 de Janeiro de 2018, 12:41:14
Ótima sugestão, e é ótimo saber do policiamento por lá.
Às vezes passo pelo Centro de SP muito rapidamente indo à Santa Ifigênia ou Florêncio de Abreu. Confesso que conheço muito pouco da região do Pateo do Colegio.  :ok: :ok: :ok:

Ano passado fiz um workshop com o Armando Vernaglia Jr. com outras 5 pessoas.
Começamos nosso "tour" no Páteo do Colégio e foi muito sossegado (sábado a tarde). Tinha muitos turistas e skatistas do outro lado.
Depois fomos ao viaduto do Chá e tinha outra turma tirando fotos, mas apareceram uns viciados andando por perto e foi recomendado que ficássemos próximos ao prédio da Prefeitura (ali tinha um carro da policia vigiando).
Por fim finalizamos no viaduto Santa Ifigênia à noite e estava tranquilo, com pouco movimento. Aconselho se for em turma. Dentre os três lugares, só  no Páteo achei seguro pra ir sozinho.


RFP

  • Colunista
  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • *****
  • Mensagens: 626
  • Sexo: Masculino
Resposta #8 Online: 29 de Janeiro de 2018, 18:53:14
Com certeza você fará um grande trabalho nesses centros de acolhimento, mas, infelizmente, não é meu caso. Eu só faria fotos clichês e não me sinto bem banalizando dramas reais à guisa de passatempo fotográfico. Ou seja, minha competência (e intenção) fotográfica não está à altura do sofrimento deles.

Que bom ver uma autocrítica sensata, não colocando seu passatempo acima do sofrimento do outro. Parabéns.


Ryu

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 280
  • Sexo: Masculino
Resposta #9 Online: 29 de Janeiro de 2018, 22:20:49
posso te indicar a região de Paranapiacaba, lugar histórico e vasta natureza
Já fui a Paranapiacaba e, deveras, lá é um ótimo lugar pra se fotografar. Mas ainda não fiz as trilhas que, dizem, são muito bonitas. Já está nos meus planos.
Meu pai adora esse lugar e é um ótimo passeio pra ele também!

Ano passado fiz um workshop com o Armando Vernaglia Jr. com outras 5 pessoas.
Começamos nosso "tour" no Páteo do Colégio e foi muito sossegado (sábado a tarde). Tinha muitos turistas e skatistas do outro lado.
Depois fomos ao viaduto do Chá e tinha outra turma tirando fotos, mas apareceram uns viciados andando por perto e foi recomendado que ficássemos próximos ao prédio da Prefeitura (ali tinha um carro da policia vigiando).
Por fim finalizamos no viaduto Santa Ifigênia à noite e estava tranquilo, com pouco movimento. Aconselho se for em turma. Dentre os três lugares, só  no Páteo achei seguro pra ir sozinho.
Realmente o problema de segurança pública em SP (e no Brasil em geral) é terrível. E o agravante é que eu gosto mesmo é de andar sozinho e me demorar à vontade pra fazer um mísero click. Obrigado pelas advertências.

Que bom ver uma autocrítica sensata, não colocando seu passatempo acima do sofrimento do outro. Parabéns.
Não me sinto bem fotografando pessoas em situação de sofrimento. Ainda mais eu, que só fotografo por vaidade e diversão. Obrigado por concordar comigo.


C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.919
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Resposta #10 Online: 30 de Janeiro de 2018, 20:29:19
Caro Croix, obrigado pela dica! Mas, sinceramente, não quero que minhas fotos sejam política ou socialmente engajadas. Nunca fotografei um mendigo ou um menor abandonado nas ruas. Com certeza você fará um grande trabalho nesses centros de acolhimento, mas, infelizmente, não é meu caso. Eu só faria fotos clichês e não me sinto bem banalizando dramas reais à guisa de passatempo fotográfico. Ou seja, minha competência (e intenção) fotográfica não está à altura do sofrimento deles. Obrigado por contribuir com o tópico. Tenho certeza que outros gostaram da sua sugestão que, fato, é muito boa.
Quem disse que fotografar refugiados em seus lares tem que ter tematoca social, politica ou explorar sofrimento? Com esse clichesismo eh uma boa ideia nao fazer mesmo.

Pq nao pode ser apenas uma exporacao de um ambiente novo para vc, com pessoas ainda nao familiares para vc ou meramente uma exporacaodo mundo la fora, alem do nosso quintal?

Vc ve alguma expliracao de miseria alheia, sofrimento ou tematica politica e social nessas fotos???



« Última modificação: 30 de Janeiro de 2018, 20:34:21 por C R O I X »


lsd

  • Trade Count: (8)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 892
  • Sexo: Masculino
Resposta #11 Online: 31 de Janeiro de 2018, 00:27:34
1. Viaduto do Chá e arredores. Ex: praça Ramos de Azevedo, praça do Patriarca, Rua Libero Badaró...

2. Eixo Lapa - Barra Funda - Brás/Mooca (e Pari) - mas meu... cuidado (no Brás). Se possível, antes de ir, leia o livro "Brás, Bexiga e Barra Funda". Tem eBook grátis na Amazon. Ai vc lê (é curtinho), e sai andando pelos lugares citados (e outros, claro). É uma parte da cidade com "cheiro de velha", fim do século XIX e começo do XX. Tem trechos da Barra Funda pra baixo da Santa Cecilia (pra baixo do minhocão) que tem muitos prédios antigos (e é relativamente seguro), é digamos.... pitoresco. E tá no centro!

3. Bom Retiro (acho mais sossegado/menos movimentado, dá pra ficar parado vendo o movimento e pensar no que fotografar)

4. Vc pode fazer um street com uma tematica "coxinhas de escritório que ganham bem" indo fazer fotos na região da Berrini e nos arredores, como Brooklyn Novo. Mas tem áreas residenciais simpáticas ao redor também.

5. USP - em fevereiro tem recepção dos bixos e etc. De repente, funciona como temática, sei lá.

6. Vila Madalena - quem sabe...

7. Tem coisas mais "passeio" - centro de Santana do Parnaiba, Itu, São Roque... lugares que vc chega de trem como Mogi das Cruzes (o centro da cidade)...

8. Bela Vista

9. Santa Cecilia - da Rua das Palmeiras principalmente, pra cima. Esta rua, tem uma cara de caos master, muitos moradores de rua, mas dá pra fotografar. As ruas de cima do bairro são tranquilas e tem muita coisa legal (e... muitos hipsters).

10. Campos Eliseos (não a parte perto da Crackolândia, mas sim os arredores da Barão de Limeira). É perto da Barra Funda e da Santa Cecília.

Esses lugares todos são mais legais durante a semana... para fim de semana, alguns ficam desertos, ai sei lá... fim de semana tem lugares como a Liberdade, que lotam de gente, ai eu particularmente não acho interessante pra fotografar (no caso especifico da Liberdade, que tem uma dinamica muito diferente durante a semana).
« Última modificação: 31 de Janeiro de 2018, 00:37:13 por lsd »


Ryu

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 280
  • Sexo: Masculino
Resposta #12 Online: 01 de Fevereiro de 2018, 20:53:37
lsd,

muitíssimo obrigado pelas inúmeras sugestões. Com certeza me abriu bastante o leque de opções. Não havia pensado, de jeito nenhum, em opções como Berrini, por exemplo. Deveras, muito bom!
Quanto ao livro "Brás, Bexiga e Barra Funda", já o baixei. E, como você adiantou, o livro é pequeno e deu até pra imprimir inteiro.
+ um vez, obrigado pelas indicações!
Abraço!


lsd

  • Trade Count: (8)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 892
  • Sexo: Masculino
Resposta #13 Online: 02 de Fevereiro de 2018, 09:23:35
De nada Ryu, legal que vc leu o livro - depois dá uma olhada no Google Maps (e no Street View), os lugares que falam no livro...

Por exemplo, tem uma história lá de 2 italianas, a Bianca e a Carmela, ai fala que elas encontram um cara que tem um carrão - atrás da igreja de Santa Cecília. A frente dessa igreja fica justo na rua das Palmeiras que eu mencionei, e a parte de trás fica na junção da Rua Frederico Abranches com a Al. Barros. Esse pedaço ainda hoje é meio curioso - tem tipo uma feirinha atrás dessa igreja, e, lá pra maio-junho, tem quermesse, mas beeeem com jeito de interior (a despeito de ser o centro da cidade). Só que, como essa área é toda cheia de histórias e etc., hoje em dia o bairro tá tomado por hipsters...