Autor Tópico: Experimentos e descobertas que transformaram a sua fotografia?  (Lida 1843 vezes)

C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.980
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Online: 28 de Janeiro de 2018, 10:25:46
Quem aqui gosta de experimentar materiais, formas de se fotografar e taticas que por curiosidade acabam te levando a acharem um novo "estilo" para a suas fotos? Digo aquela lente que ninguem da valor ou quebrada, aquele acessorio que poucos usam por acharem desnecessario hoje em dia, ou taticas de fotografia que vc descobriu por si mesmo e nao ve muitos fotografos fazendo. E como tais descobertas de resultados transformaram a sua fotografia?


RFP

  • Colunista
  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • *****
  • Mensagens: 629
  • Sexo: Masculino
Resposta #1 Online: 28 de Janeiro de 2018, 12:57:38
Pra mim não foi nenhum equipamento, foi um livro... Filosofia da Caixa Preta. Quando li, há mais de dez anos, entendi que fotografia era muito diferente do que eu imaginava. E a partir daí tive menos amarras para fotografar. Por um tempo brinquei com experimentações. Até eventualmente voltar a fotografar de forma mais "certinha".


Claudio Rombauer

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.479
  • Sexo: Masculino
Resposta #2 Online: 28 de Janeiro de 2018, 13:12:20
Quem aqui gosta de experimentar materiais, formas de se fotografar e taticas que por curiosidade acabam te levando a acharem um novo "estilo" para a suas fotos? Digo aquela lente que ninguem da valor ou quebrada, aquele acessorio que poucos usam por acharem desnecessario hoje em dia, ou taticas de fotografia que vc descobriu por si mesmo e nao ve muitos fotografos fazendo. E como tais descobertas de resultados transformaram a sua fotografia?

Eu fotografo apenas no estúdio, como suporte para minha atividade profissional, que é o Design Gráfico e de Embalagens. Então não sou um fotógrafo muito criativo, me considero mais técnico.

Uma técnica que gosto de usar e fui fazendo do meu jeito é o light stacking, usando uma fonte de luz (minha preferida é uma lanterninha de led pequena) uma placa de acrílico leitoso eu ilumino diversas partes do objeto fotografado e depois faço um blend automático. Sempre faço uma foto do jeito tradicional, de único clique, mas aproveito a cena e faço outra em camadas.

A vantagem disso é que podemos dividir a imagem em 3, 5, 8 canais separados, cada um representando uma fonte de luz, e através de conversões individuais dos arquivos temos um controle de potência posterior. Tipo os caras fazem no estúdio de audio, gravado em canais. O negativo é que o blend aumenta o ruído, então tive que criar uma action de redução paramétrica de ruído, atuante apenas nas áreas escuras, que nada acrescentam (a não ser ruído) ao blend.

Sei que não é muito interessante por ser restritivo a foto still, mas dentro da minha pequena área de atuação, foi apenas isso que eu lembrei no momento.


Bucephalus

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.069
  • Sexo: Masculino
Resposta #3 Online: 29 de Janeiro de 2018, 00:30:21
Fazer foco por zona mudou a minha vida.

Porém, o que realmente transformou minha fotografia não foi um método, mas sim uma "filosofia" toda: fotografar para fazer fotolivros. Esse ano passado eu me deparei com vários fotolivros e livros sobre fotolivros, além de produzir eu mesmo 2 volumes pessoais. Tipo, isso mudou completamente como eu vejo a fotografia, e como eu vejo o que eu desejo fazer com a minha câmera. Nenhuma baboseira de filtro, lente, câmera ou sei lá o que me influenciou como o conceito do fotolivro.


C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.980
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Resposta #4 Online: 29 de Janeiro de 2018, 17:36:41
Pra mim não foi nenhum equipamento, foi um livro... Filosofia da Caixa Preta. Quando li, há mais de dez anos, entendi que fotografia era muito diferente do que eu imaginava. E a partir daí tive menos amarras para fotografar. Por um tempo brinquei com experimentações. Até eventualmente voltar a fotografar de forma mais "certinha".

Vou ver se acho esse livro.

Eu fotografo apenas no estúdio, como suporte para minha atividade profissional, que é o Design Gráfico e de Embalagens. Então não sou um fotógrafo muito criativo, me considero mais técnico.

Uma técnica que gosto de usar e fui fazendo do meu jeito é o light stacking, usando uma fonte de luz (minha preferida é uma lanterninha de led pequena) uma placa de acrílico leitoso eu ilumino diversas partes do objeto fotografado e depois faço um blend automático. Sempre faço uma foto do jeito tradicional, de único clique, mas aproveito a cena e faço outra em camadas.

A vantagem disso é que podemos dividir a imagem em 3, 5, 8 canais separados, cada um representando uma fonte de luz, e através de conversões individuais dos arquivos temos um controle de potência posterior. Tipo os caras fazem no estúdio de audio, gravado em canais. O negativo é que o blend aumenta o ruído, então tive que criar uma action de redução paramétrica de ruído, atuante apenas nas áreas escuras, que nada acrescentam (a não ser ruído) ao blend.

Sei que não é muito interessante por ser restritivo a foto still, mas dentro da minha pequena área de atuação, foi apenas isso que eu lembrei no momento.

Eu achei interessante. Nao eh algo que eu faria mas interessante.

Fazer foco por zona mudou a minha vida.

Porém, o que realmente transformou minha fotografia não foi um método, mas sim uma "filosofia" toda: fotografar para fazer fotolivros. Esse ano passado eu me deparei com vários fotolivros e livros sobre fotolivros, além de produzir eu mesmo 2 volumes pessoais. Tipo, isso mudou completamente como eu vejo a fotografia, e como eu vejo o que eu desejo fazer com a minha câmera. Nenhuma baboseira de filtro, lente, câmera ou sei lá o que me influenciou como o conceito do fotolivro.

De fato, ao pensar um livro vemos a fotografia um pouco diferente, a questao da narrativa e o arranjo da serie de fotos.

E tenho problemas com projetos de longo prazo pq outras coisas tendem a adentrar meu caminho e eu acabo me desviando entao de tais projetos mais longos. Os livros que eu montei nao foram previamente planejados, mas sim apos um certo tempo fotografando uma tematica me vem a ideia do livro.

Mas o livro que eu mais tive vontade (e ainda tenho) de fazer eu ainda nao consegui. Consta em narrar uma ficcao em primeira pessoa, parcialmente com fotos e parcialmente com textos, sendo que as fotos nao sao mera ilustracoes para o texto mas sim narrativas subistituindo o texto em partes do livro. Eu tenho a historia pronta e o desenho do livro pronto. Na epoca o plano era fotografar com a Lareina Slight que se interessou em fazer parte, mas entao eu me mudei de pais e nao consegui modelos interesantes interessadas no projeto.

Mas a Lareina Slight eh a modelo perfeita para o meu livro, ela ficou de vir me visitar e eu penso seriamente em aproveitar para finalmente fotografar e montar o livro. Eu adoro aquela mulher.

Aqui no alto do meu ego, eu penso que mesmo que o livro nao venda e ninguem de bola para ele, eu considero uma ideia genial. E a ideia narrativa visual em primeira pessoa surgiu quando eu fotografava pessoas na rua caminhando e passando por elas sem parar.



Claudio Rombauer

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.479
  • Sexo: Masculino
Resposta #5 Online: 29 de Janeiro de 2018, 17:52:38
Vou ver se acho esse livro.

Eu achei interessante. Nao eh algo que eu faria mas interessante.


Imaginei que você responderia algo parecido, uma vez que este tipo de técnica só se aplica a still, ambientes, etc., impossível de fazer com modelos que me parece ser sua área de atuação.

Mas não é algo que eu uso sempre, apenas quando o projeto pede. Isso começou quanto precisei fotografar um produto complexo que pedia umas 5 luzes e eu só tinha duas.


RFP

  • Colunista
  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • *****
  • Mensagens: 629
  • Sexo: Masculino
Resposta #6 Online: 29 de Janeiro de 2018, 18:41:40
Mas o livro que eu mais tive vontade (e ainda tenho) de fazer eu ainda nao consegui. Consta em narrar uma ficcao em primeira pessoa, parcialmente com fotos e parcialmente com textos, sendo que as fotos nao sao mera ilustracoes para o texto mas sim narrativas subistituindo o texto em partes do livro. Eu tenho a historia pronta e o desenho do livro pronto. Na epoca o plano era fotografar com a Lareina Slight que se interessou em fazer parte, mas entao eu me mudei de pais e nao consegui modelos interesantes interessadas no projeto.

Mas a Lareina Slight eh a modelo perfeita para o meu livro, ela ficou de vir me visitar e eu penso seriamente em aproveitar para finalmente fotografar e montar o livro. Eu adoro aquela mulher.

Aqui no alto do meu ego, eu penso que mesmo que o livro nao venda e ninguem de bola para ele, eu considero uma ideia genial. E a ideia narrativa visual em primeira pessoa surgiu quando eu fotografava pessoas na rua caminhando e passando por elas sem parar.

A ideia é bem interessante.


Guaracy Cardoso

  • Trade Count: (3)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 293
  • Sexo: Masculino
Resposta #7 Online: 29 de Janeiro de 2018, 20:01:15
 :snack:
Acompanhando atentamente.
Muito interessante.
Nikon D7100; Nikon 50/1.8G; Nikon 300/4


bjorn

  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 653
  • Sexo: Masculino
Resposta #8 Online: 29 de Janeiro de 2018, 20:21:53

O que mudou a fotografia para mim , foi ha cerca de 45 anos atras , quando eu li uma reportagem de um famoso fotografo da epoca onde ele dava uma unica dica . Primeiro estude as interações entre abertura e velocidade , saiba as horas do dia ideais para todo os tipo de fotografia , e a cada foto anote num caderninho , a hora , abertura e velocidade . Ao receber o filme do laboratorio voce saberá porque aquela foto saiu daquela maneira e não como voce pensou que sairia .

Dica surpreendentemente util e que me fez olhar cada cena da forma como deveria olhar . Hoje em dia seria com certeza uma dica completamente superada e inutil , mas foi o meu começo e mudou muito os meus resultados . Eu ainda hoje continuo na fase abertura e velocidade com iso fixo , nada de automatismo , nem mesmo de auto focus , sinto - me bem desta forma e muito velho para mudar ( estou com 67 ) e me surpreendo cada vez mais , com as facilidades na fotografia , em todos os ambitos .

NÃO usar , não significa NÃO conhecer . Continuo estudando , lendo bastante e sempre procurando me informar , TODOS OS DIAS , mas mesmo conhecendo razoavelmente o que existe de atual , continuo usando meu método antigo , onde EU defino os parâmetros das fotografias  e a camera apenas as registra , eu continuo sendo o fotografo e nao aquele que apenas segura a camera .

POR FAVOR SENHORES nenhuma critica a quem quer que seja ou como faça no seu dia a dia foi apenas minha resposta ao topico ....  :snack:
A P O S E N T A D O ... fotografia agora SÓ por puro prazer ... !


bjorn

  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 653
  • Sexo: Masculino
Resposta #9 Online: 29 de Janeiro de 2018, 20:24:45

E em falando de aprender , dica interessantíssima referente ao STILL ....
A P O S E N T A D O ... fotografia agora SÓ por puro prazer ... !


bjorn

  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 653
  • Sexo: Masculino
Resposta #10 Online: 29 de Janeiro de 2018, 20:29:10

Filosofia da Caixa Preta de Vilem Flusser , muito bom , tenho todos os 4 volumes ...
A P O S E N T A D O ... fotografia agora SÓ por puro prazer ... !


bjorn

  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 653
  • Sexo: Masculino
Resposta #11 Online: 29 de Janeiro de 2018, 20:31:40

Prezado sr CROIX , como sempre seus tópicos são indiscutivelmente interessantes . Esse aqui com certeza dará uma conversa muito boa .
A P O S E N T A D O ... fotografia agora SÓ por puro prazer ... !


Claudio Rombauer

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.479
  • Sexo: Masculino
Resposta #12 Online: 29 de Janeiro de 2018, 21:57:10
Prezado sr CROIX , como sempre seus tópicos são indiscutivelmente interessantes . Esse aqui com certeza dará uma conversa muito boa .

Com certeza. O Croix sempre agita o fórum. Precisamos disso. 


C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.980
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Resposta #13 Online: 30 de Janeiro de 2018, 20:23:24
O que mudou a fotografia para mim , foi ha cerca de 45 anos atras , quando eu li uma reportagem de um famoso fotografo da epoca onde ele dava uma unica dica . Primeiro estude as interações entre abertura e velocidade , saiba as horas do dia ideais para todo os tipo de fotografia , e a cada foto anote num caderninho , a hora , abertura e velocidade . Ao receber o filme do laboratorio voce saberá porque aquela foto saiu daquela maneira e não como voce pensou que sairia .

Dica surpreendentemente util e que me fez olhar cada cena da forma como deveria olhar . Hoje em dia seria com certeza uma dica completamente superada e inutil , mas foi o meu começo e mudou muito os meus resultados . Eu ainda hoje continuo na fase abertura e velocidade com iso fixo , nada de automatismo , nem mesmo de auto focus , sinto - me bem desta forma e muito velho para mudar ( estou com 67 ) e me surpreendo cada vez mais , com as facilidades na fotografia , em todos os ambitos .

NÃO usar , não significa NÃO conhecer . Continuo estudando , lendo bastante e sempre procurando me informar , TODOS OS DIAS , mas mesmo conhecendo razoavelmente o que existe de atual , continuo usando meu método antigo , onde EU defino os parâmetros das fotografias  e a camera apenas as registra , eu continuo sendo o fotografo e nao aquele que apenas segura a camera .

POR FAVOR SENHORES nenhuma critica a quem quer que seja ou como faça no seu dia a dia foi apenas minha resposta ao topico ....  :snack:

Acho que muita gente que busca fotografar com pelicula, falando sobre o ajudar a "pensar mais a fotos", tem muito a ver com isso. Motivo que acredito que muita gente que mesmo as mais novas, tendem a gostar de fotofracar com camera mecanica e pelicula. Dindiretamente ou difetamente muda algo na fotografia delas apos uma nova perspectiva e experiencia na atividade.





Prezado sr CROIX , como sempre seus tópicos são indiscutivelmente interessantes . Esse aqui com certeza dará uma conversa muito boa .
Com certeza. O Croix sempre agita o fórum. Precisamos disso.



cfcsosa

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (3)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.234
  • Sexo: Masculino
Resposta #14 Online: 31 de Janeiro de 2018, 13:39:15
Recentemente a fotografia analógica bem transformando minha forma de ver a fotografia.
-------------------
flickr.com/photos/cfcsosa
instagram.com/cfcsosa
500px.com/cfcsosa1978