Autor Tópico: Não sei por onde começar  (Lida 707 vezes)

insainous

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 56
Online: 18 de Fevereiro de 2018, 18:42:11
Pois bem, tenho 18 anos e "trabalho" com fotografia à algum tempo. Venho aperfeiçoando minha tecnica e recentemente tenho começado a realizar vídeos.

Porém, não consigo arranjar clientes. Criei até um site, www.ambretts.com.

De verdade, gostaria de dicas de como criar um nome no mercado. Já fiz site e cartão, mas até agora nada.

Vocês poderiam me indicar passos ou atémesmo contar como foi o começo de vocês?

Muito obrigado


Rafa_Meira

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (2)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.145
  • Sexo: Masculino
Resposta #1 Online: 18 de Fevereiro de 2018, 21:10:48
Fala cara, tudo bom?

Realmente, essa é uma parte que se fala pouco, mas marketing pra fotógrafos (e marketing em geral) é algo que é até maior que a fotografia em si, mas muito esquecido de ser discutido.

Fazer um site e um cartão de visitas é apenas um primeiro passo, mas ainda pequeno, pra se divulgar. Mídias sociais, hoje, têm um alcance muito mais amplo e efetivo para o público em geral. Geralmente quem entra no site é quem realmente está interessado no serviço, mas até que a pessoa se interesse de fato, tem muita coisa que acontece antes. Quantos cartões de visita vc já recebeu em sua vida e não deu a mínima?

De certa forma, seu trabalho deve estar sempre circulando. É algo como "movimento gera movimento". Divulgação é algo que nem sempre tem efeitos imediatos. É algo que se martela diariamente. Trabalho de formiguinha mesmo.

P.S: Mercado de fotografia não está fácil. Existe excesso de oferta para a demanda. Então entrar nele não é tão simples e se manter é mais difícil ainda. Não se sinta tão angustiado por isso.


« Última modificação: 18 de Fevereiro de 2018, 21:13:19 por Rafa_Meira »


bjorn

  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 606
  • Sexo: Masculino
Resposta #2 Online: 19 de Fevereiro de 2018, 00:01:09

Gostei muito de duas de suas fotos . A colorida com uma modelo ( muito muito bonita ) caminhando no que parece ser uma loja de plantas , um horto , e a outra de uma modelo em um banco de parque , em PB ...

Como o Meira te disse , não se desiluda , nem desista . A divulgação é mesmo um trabalho de formiguinha , todo dia , toda hora , o tempo todo .

Eu acredito , à primeira vista , que voce daria um bom fotojornalista , mas documental do que aquele ensaista , casamenteiro , formaturas etc e tal . Nas fotos que vc mostra , elas estão mais documentais do que ensaios . Evidentemente eu posso estar enganado , e tambem NÃO significa que os ensaios NÃO tenham valor , nada disso , é apenas como eu entendo as suas fotos ao ve - las pelo site . Sem que vc me leve a mal , trata - se apenas da minha opinião  , se eu fosse seu chefe num jornal , revista ou outro órgão qualquer , eu te mandaria fazer cobertura de conflitos  ( tipo Catalunha , Siria , Venezuela ) .... NÃO por não gostar de voce mas porque acho que a sua visão é essa .

Experimente fazer street , eu posso estar enganado , depois nos conte .

Insista , invista e estude , voce é jovem .
Um abraço

Björn



bjorn

  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 606
  • Sexo: Masculino
Resposta #3 Online: 19 de Fevereiro de 2018, 00:06:29
.... até mesmo contar como foi o começo de vocês ? ...
   

o meu começo tem cerca de 60 anos , já está ficando dificil de lembrar ...  :hysterical:

se quiser mesmo saber , faça o ( OS ) street que depois conto ...  :D  .... um abraço


insainous

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 56
Resposta #4 Online: 19 de Fevereiro de 2018, 02:25:17
Fala cara, tudo bom?

Realmente, essa é uma parte que se fala pouco, mas marketing pra fotógrafos (e marketing em geral) é algo que é até maior que a fotografia em si, mas muito esquecido de ser discutido.

Fazer um site e um cartão de visitas é apenas um primeiro passo, mas ainda pequeno, pra se divulgar. Mídias sociais, hoje, têm um alcance muito mais amplo e efetivo para o público em geral. Geralmente quem entra no site é quem realmente está interessado no serviço, mas até que a pessoa se interesse de fato, tem muita coisa que acontece antes. Quantos cartões de visita vc já recebeu em sua vida e não deu a mínima?

De certa forma, seu trabalho deve estar sempre circulando. É algo como "movimento gera movimento". Divulgação é algo que nem sempre tem efeitos imediatos. É algo que se martela diariamente. Trabalho de formiguinha mesmo.

P.S: Mercado de fotografia não está fácil. Existe excesso de oferta para a demanda. Então entrar nele não é tão simples e se manter é mais difícil ainda. Não se sinta tão angustiado por isso.

É de fato. Tenho uma pagina no Facebook e Instagram também. Vocês já utilizaram alguns desses "promover anuncio"?. Será que vale a pena?

Gostei muito de duas de suas fotos . A colorida com uma modelo ( muito muito bonita ) caminhando no que parece ser uma loja de plantas , um horto , e a outra de uma modelo em um banco de parque , em PB ...

Como o Meira te disse , não se desiluda , nem desista . A divulgação é mesmo um trabalho de formiguinha , todo dia , toda hora , o tempo todo .

Eu acredito , à primeira vista , que voce daria um bom fotojornalista , mas documental do que aquele ensaista , casamenteiro , formaturas etc e tal . Nas fotos que vc mostra , elas estão mais documentais do que ensaios . Evidentemente eu posso estar enganado , e tambem NÃO significa que os ensaios NÃO tenham valor , nada disso , é apenas como eu entendo as suas fotos ao ve - las pelo site . Sem que vc me leve a mal , trata - se apenas da minha opinião  , se eu fosse seu chefe num jornal , revista ou outro órgão qualquer , eu te mandaria fazer cobertura de conflitos  ( tipo Catalunha , Siria , Venezuela ) .... NÃO por não gostar de voce mas porque acho que a sua visão é essa .

Experimente fazer street , eu posso estar enganado , depois nos conte .

Insista , invista e estude , voce é jovem .
Um abraço

Björn



Pretendo ingressar em cinema/audiovisual. Passei no Senac, mas ligaram que não tinha dado o Nº suficiente de vagas à noite  :aua:. Pretendo prestar FAAP, Senac ou alguma universidade estrangeira (não custa tentar) no decorrer do ano. Até lá, estou nessa de ensaios/videos. Nunca tentei street, mas é algo que me disporia a tentar. Realmente, me vejo mais no lado de filmmaking e ensaios. Eventos e casamentos não me dão um pingo de tesão rs

Obrigado pelas replies.



leonardodemacedo

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 696
  • Sexo: Masculino
  • leonardodemacedo
    • Aprenda a Usar o Lightroom
Resposta #5 Online: 19 de Fevereiro de 2018, 08:29:24
Tenta arrumar um trampo como assistente de alguém... você ainda é muito novo e tem um universo pra desvendar. Trabalhar com alguém mais experiente é a melhor escola.

E, por enquanto, não negue trabalho... não tem T De fazer pelo trabalho em si, faça como escola. Cada área da fotografia vai te ensinar uma coisa diferente e vai ampliar sua visão sobre a profissão.


amador47sc

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (16)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.158
  • Sexo: Masculino
  • Aperfeiçoando o olhar em busca da melhor imagem
Resposta #6 Online: 19 de Fevereiro de 2018, 10:40:59
Vi que tens umas fotos em NYC, acompanho o canal de dois jovens como você e ambos fazem videos street por lá.
Meus dois cents

você precisa ter uma boa bagagem de conteúdo para depois se lançar profissionalmente. Apenas boa vontade ajuda, mas não é tudo.
da-lhe fazer ensaios de grátis não é despesa, é investimento.
Como já foi dito, insista e não desista que uma hora você consegue.
 :ok: