Autor Tópico: Fechar as lentes para f4 em eventos a noite... e ai?  (Lida 5969 vezes)

isadoraferreira

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 41
Online: 23 de Março de 2018, 17:19:00
Boa tarde.

Não vi nada no fórum relacionado a isso.

Minhas lentes são 2.8, 1.8 e me surgiu a simples ideia de fechar para f4. A nitidez e o acerto do foco aparentemente melhoraram muito. Mas só testei em casa com luz controlada.

Afinal, o que eu ganho ou perco usando lentes em f4 com flash. Curto usar iso 400 e máximo de 800.

não sei se vão entender o ponto de vista. Sempre aprendi a colocar a lente aberta, subir o iso e usar luz de preenchimento. Mas parece que tem outra formula pouco usada  ou menos usada pela maioria.


andreluigo

  • Solidário
  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • *
  • Mensagens: 1.863
  • Sexo: Masculino
  • Só sei que nada sei!
    • André Gomes Fotografias
Resposta #1 Online: 23 de Março de 2018, 18:12:03
Minhas fotos remuneradas são, em sua grande maioria, de eventos a noite, e já sofri bastante no início por inexperiência, medo de subir o ISO, usar velocidades baixa demais por causa do ISO insuficiente, e abertura grande resultando em fotos fora de foco e/ou tremidas...
Como minha lente não é uma lente de primeira linha para usar 2.8 sem perder tantas fotos, passei a usar em abertura f/4 na maior parte do tempo... Não foi problema pq perdi também o medo do ISO, que hoje é padrão 1600, variando muito pouco dependendo da situação.. Desde então, minhas fotos melhoraram muito, tanto em qualidade quanto em aproveitamento, além de ter facilitado muito a pós, já que não tenho que ficar corrigindo caca!

Essa é minha experiência!
Canon 80D || 5Dc
Tamron 17-50mm 2.8 || 85mm 1.8 USM || 50mm 1.8 STM || 55-250 STM || 10-18 STM
Godox TT685c || X1T-c (Tx+Rx) || YN600EX RT II
Tripé Digipod TR672AN || Tripés de Iluminação (2x)
Sombrinha Difusora/Rebaterora || Octabox Godox 80cm


cfcsosa

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (3)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.310
  • Sexo: Masculino
Resposta #2 Online: 23 de Março de 2018, 18:41:25
opa! que tópico interessante!

pois é, eu fotografo street, às vezes faço algumas fotos em eventos de amigos de bobeira e prefiro muito fechar mais o diafragma e compor em camadas que ficar na abertura máxima das lentes, geralmente tenho melhores resultados e fotos menos monótonas.
-------------------
flickr.com/photos/cfcsosa
instagram.com/cfcsosa
500px.com/cfcsosa1978


Rodrigo Eduardo

  • Trade Count: (16)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.842
  • Sexo: Masculino
  • Rodrigo
Resposta #3 Online: 23 de Março de 2018, 19:14:28
Dependendo do resultado esperado uso até F/11  :)


vangelismm

  • Trade Count: (7)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.750
  • Sexo: Masculino
    • MedinaFotografia
Resposta #4 Online: 23 de Março de 2018, 20:15:13
Não me prendo muito na abertura máxima atualmente.
Já fiz muita foto de casal que a noiva sai e foco e o noivo desfocado, depois fazia a foto oposta.

Hoje gosto de fechar para f5.6, usando uma 85mm,  para ter os 2 em foco na mesma foto.

Acho que não é muito usado por causa dessa tendência de usar luz ambiente somente, aí obriga a ficarem na abertura máxima.

Enviado de meu Moto G Play usando Tapatalk

"A perspectiva de uma imagem é controlada pela distância entre a lente e o assunto; mudando a distancia focal da lente muda o tamanho da imagem , mas não altera a perspectiva . Muitos fotógrafos ignoram este fato, ou não têm conhecimento de sua importância." -  Ansel Adams, Examples – The Making of 40 Photographs


isadoraferreira

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 41
Resposta #5 Online: 23 de Março de 2018, 20:18:02
Vou testar em casa pra ver como se comporta a luz antes de usar em eventos.



Humberto Yoji

  • Trade Count: (23)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.747
  • Sexo: Masculino
    • Humberto Yoji - fotógrafo
Resposta #6 Online: 23 de Março de 2018, 23:04:44
Sempre aprendi a colocar a lente aberta, subir o iso e usar luz de preenchimento. Mas parece que tem outra formula pouco usada  ou menos usada pela maioria.

Acho que o mais importante independente de qualquer coisa é saber que não existe uma fórmula certa e nem uma errada de se fotografar. Pode fazer um jeito, pode fazer do outro, pode fazer ambos, basta saber as consequências e limitações de cada método.

Eu sempre fui muito fã de aberturas grandes, continuo sendo, mas hoje em dia uso bem mais aberturas menores na maior parte do tempo. Muitas vezes vou além do f/4, faço muitas fotos em f/5.6  f/8, às vezes até mais fechado.Mas uma foto bem pensada com abertura grande também é bem vinda, ainda mais quando é um retrato fechado ou algo do tipo. Depende sempre da intenção, não se prenda a uma única fórmula.


C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.004
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Resposta #7 Online: 24 de Março de 2018, 11:20:19
Boa tarde.

Não vi nada no fórum relacionado a isso.

Minhas lentes são 2.8, 1.8 e me surgiu a simples ideia de fechar para f4. A nitidez e o acerto do foco aparentemente melhoraram muito. Mas só testei em casa com luz controlada.

Afinal, o que eu ganho ou perco usando lentes em f4 com flash. Curto usar iso 400 e máximo de 800.

não sei se vão entender o ponto de vista. Sempre aprendi a colocar a lente aberta, subir o iso e usar luz de preenchimento. Mas parece que tem outra formula pouco usada  ou menos usada pela maioria.

Eu gosto de usar a luz do flash como luz principal e a luz ambiente como de preenchimento. Assim eu posso usar entre f4 ate f16 ou mais dependendo da potencia do flash e distancia do objeto fotografado. ISO entre 200 e 3200 dependendo do quanto eu gosto da caracteristica do grao da photo e quantidade de luz ambiente. E a velocidade do obturador vou controlando a quantidade de luz ambiente.

Se vc so aprendeu ou so conhecia a forma de usar lente na abertura maxima e  flash apenas para preenchimento, vc tem andado com fotografos que nao sao boa compania.  :D

Tem muitas formas, algumas mais usadas e outras menos dependendo do fotografo, da cultura e do tipo de fotografia. Essa configuracao que vc conhecia eh tipica ou moda de fotografo que acha que foto bonita ou boa (ou como gotam de chamar: Profissional) so sendo com DOF curto. Ou que luz boa so sendo de preenchimento. Ou fotografos que aprenderam a fotografar entre ma compania.  :D

Como vc mesmo descobrio, vc ganha mais nitidez e acerto no foco. E vc pode descobrir muito mais continuando fazendo experimentos. Vc pode ir testando mais ate chegar em f16 e ver a diferenca entre as fotos, ve o que vc ganha e perde. Vc pode entao fotografar de diferentes formas para diferentes tipos de trabalhos que vc faca, de acordo com as caracteristicas que vc acha mais adequado e expressam melhor cada um desses diferentes eventos.

Hoje endia existe muito preconceito com o ruido, mas dependendo da caracteristica do ruido em suas fotos elas criam charme e dao uma textura legal em pele edemais superficies.


Fotografo que eh homem mesmo faz foto assim:




Ja foto assim eh para fotografo sisi:

« Última modificação: 24 de Março de 2018, 11:25:35 por C R O I X »


Antonio Miguel

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 273
  • Sexo: Masculino
    • amikep
Resposta #8 Online: 25 de Março de 2018, 17:27:55
No tempo que só existia filme iso 100 e flash Frata a gente usava flash manual: f/5.6 a 4m (número guia 22). Mais próximo que isso fechava pra f/8 ou f/11 (3 ou 2m). Mais longe, abria pra f/4, mas era raro tirar fotos mais longe que 4m.

Atualmente, com o TTL, me parece que  os fotógrafos esquecem que o flash e a abertura podem ser utilizados em conjunto. A gente se acostuma a abrir o máximo e deixar o flash resolver. Mas com um bom flash (não o da câmera) você pode fechar mais a lente, desde que se lembre que sua distância vai ficar limitada pela abertura escolhida.

Uma vez que você está na dúvida, sugiro achar uma situação que reflita o tipo de evento que vc cobre e testar. Dessa forma, você pode chegar às suas próprias conclusões. Eu faria isso.

Boa sorte.
A camera teaches you how to see without a camera - Dorothea Lange.


www.amikep.com


C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.004
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Resposta #9 Online: 26 de Março de 2018, 06:51:15
No tempo que só existia filme iso 100 e flash Frata a gente usava flash manual: f/5.6 a 4m (número guia 22). Mais próximo que isso fechava pra f/8 ou f/11 (3 ou 2m). Mais longe, abria pra f/4, mas era raro tirar fotos mais longe que 4m.

Atualmente, com o TTL, me parece que  os fotógrafos esquecem que o flash e a abertura podem ser utilizados em conjunto. A gente se acostuma a abrir o máximo e deixar o flash resolver. Mas com um bom flash (não o da câmera) você pode fechar mais a lente, desde que se lembre que sua distância vai ficar limitada pela abertura escolhida.

Uma vez que você está na dúvida, sugiro achar uma situação que reflita o tipo de evento que vc cobre e testar. Dessa forma, você pode chegar às suas próprias conclusões. Eu faria isso.

Boa sorte.
Flash e abertura da lente so pode ser utilizado em conunto. Nao tem como disassociar os dois.
E nao eh preciso um bom flash. Qualquer flash que tenha potencia sufifiente para a distancia desejada serve.

Vc esta dizendo que fotografo hoje em dia nao sabe (ou nao aprende) que a abertura da lente controla a quantidade de luz do flash na foto?

Vc esta tambem dizendo que fotografos hoje em dia fotografam um enevento todo em uma unica abertura previamente escolhida???  :eek:
« Última modificação: 26 de Março de 2018, 06:58:47 por C R O I X »


Antonio Miguel

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 273
  • Sexo: Masculino
    • amikep
Resposta #10 Online: 26 de Março de 2018, 09:07:37
Flash e abertura da lente so pode ser utilizado em conunto. Nao tem como disassociar os dois.
E nao eh preciso um bom flash. Qualquer flash que tenha potencia sufifiente para a distancia desejada serve.

Vc esta dizendo que fotografo hoje em dia nao sabe (ou nao aprende) que a abertura da lente controla a quantidade de luz do flash na foto?

Vc esta tambem dizendo que fotografos hoje em dia fotografam um enevento todo em uma unica abertura previamente escolhida???  :eek:

Desculpe, eu creio não ter sido muito claro. Quando disse "um bom flash", eu estava pensando na potência. Flashes embutidos têm número guia baixo (normalmente 12), o que limita seu alcance. Um bom flash para uso geral, a meu ver, teria um número guia em torno de 25, permitindo alguma flexibilidade em termos de abertura da câmera e distâncias úteis, sem ter que subir o ISO, o que, em minha opinião, nega um pouco a finalidade do uso do flash (se for pra subir o ISO eu preferiria utilizar a luz ambiente).

Por outro lado, eu falei "esquecer" porque acho que a gente acaba esquecendo mesmo. O TTL é tão prático e versátil hoje em dia que a câmera resolve sozinha uns 90% dos problemas de flash. Uma situação que eu acho que é complicada para o TTL é quando o sujeito fotografado não preenche bem o quadro, enganando o flash e causando sobrexposição.

Eu uso muito TTL, em especial dentro de casa, rebatido no teto, porque acho muito mais fácil. Mas tem umas situações, em especial em ambientes externos, que o TTL rateia, gerando a necessidade de trabalhar no manual.

Eu acredito piamente que todo mundo que aprende fotografia em cursos bons aprende, pelo menos em teoria, como usar um flash em modo manual. Mas acredito também que a falta de uso termina por gerar um certo desconforto nessa situação. O OP me parece desconfortável em modificar a abertura da câmera, e eu quis apontar exatamente isso: é normal e aceitável utilizar aberturas menores para a câmera, desde que o flash dê conta da distância do sujeito fotografado. Uma vez que ela não disse qual o flash que usa, fico em dúvida se ela tem um flash externo ou se usa o embutido da câmera, que é bastante limitado por natureza.

A abertura menor pode ser usada em TTL também, claro. Mas temos que considerar, sempre, que ao reduzir a abertura estamos reduzindo o alcance máximo do flash e, portanto, limitando o TTL.

Abraço,

Miguel
« Última modificação: 26 de Março de 2018, 09:22:58 por Antonio Miguel »
A camera teaches you how to see without a camera - Dorothea Lange.


www.amikep.com


Rafa_Meira

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (2)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.153
  • Sexo: Masculino


vangelismm

  • Trade Count: (7)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.750
  • Sexo: Masculino
    • MedinaFotografia
Resposta #12 Online: 26 de Março de 2018, 10:28:28
sem ter que subir o ISO, o que, em minha opinião, nega um pouco a finalidade do uso do flash (se for pra subir o ISO eu preferiria utilizar a luz ambiente).

Entendi sua opinião mas o que a maioria dos fotógrafos de casamento buscam hoje com flash é justamente o oposto disso.
No seu exemplo de iso baixo as fotos vão sair "com cara de flash" porque não tem luz ambiente suficiente sendo registrada, assunto claro e fundo escuro.
Sacar o flash e subir o iso não resolve se a luz ambiente for feia, tipo de cima para baixo deixando todo mundo com olho de panda.
Iso alto + flash rebatido é uma combinação difícil de ser batida, pensando na qualidade da luz só perde para flash fora da camera.

"A perspectiva de uma imagem é controlada pela distância entre a lente e o assunto; mudando a distancia focal da lente muda o tamanho da imagem , mas não altera a perspectiva . Muitos fotógrafos ignoram este fato, ou não têm conhecimento de sua importância." -  Ansel Adams, Examples – The Making of 40 Photographs


AFShalders

  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.333
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #13 Online: 26 de Março de 2018, 10:45:51
Nem ia entrar neste tópico mas aqui vão meus dois tostões:

1) Flash TTL funciona, mas nem sempre. Tem várias situações que a câmera é completamente enganada. O conhecimento da técnica de uso de flash é absolutamente fundamental e nada supera o uso do flash em modo manual quando usado adequadamente. Aquela aparelhinho obscuro chamado flashmeter é fundamental nesses casos.

2) Saber usar flash rebatido e flash direto com difusor é absolutamente obrigatório. Quem não dominar a técnica, que estude muito antes de se meter a fazer um evento.

3) Usar uma objetiva de grande abertura somente na máxima é prova de falta de conhecimento técnico e de experiencia, salvo se usada em situações muito especificas. Todo fotografo que se mete a fazer esportes ou eventos tem a obrigação de saber que há perda de nitidez na abertura máxima e que também a profundidade de campo é incrivelmente menor, principalmente para objetos próximos. É totalmente óbvio e razoável que o plano focal real não seja o desejado.

Isso me lembra o caso de um fotografo conhecido que metia o malho na 85/1.8, falando que a lente era uma m... e tal. Ele fotografava eventos esportivos de skate. Depois ele me disse que só fotografava em 1.8. Para bom entendedor meia palavra basta. Disse para ele usar pelo menos 5.6, e magicamente o problema sumiu. É um erro recorrente cometido por fotógrafos inexperientes de esportes, eventos e casamentos.

Não é porque uma lente tem abertura 1.8 que esta abertura deva ser usada. Depende 100% do contexto e do momento.

A dica é praticar MUITO antes.
Ética não é negociável.

Viciado em Fotografia desde 1980
www.oldgoodlight.blogspot.com
www.flickr.com/groorj


C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.004
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Resposta #14 Online: 26 de Março de 2018, 10:55:44
Desculpe, eu creio não ter sido muito claro. Quando disse "um bom flash", eu estava pensando na potência. Flashes embutidos têm número guia baixo (normalmente 12), o que limita seu alcance. Um bom flash para uso geral, a meu ver, teria um número guia em torno de 25, permitindo alguma flexibilidade em termos de abertura da câmera e distâncias úteis, sem ter que subir o ISO, o que, em minha opinião, nega um pouco a finalidade do uso do flash (se for pra subir o ISO eu preferiria utilizar a luz ambiente).

Por outro lado, eu falei "esquecer" porque acho que a gente acaba esquecendo mesmo. O TTL é tão prático e versátil hoje em dia que a câmera resolve sozinha uns 90% dos problemas de flash. Uma situação que eu acho que é complicada para o TTL é quando o sujeito fotografado não preenche bem o quadro, enganando o flash e causando sobrexposição.

Eu uso muito TTL, em especial dentro de casa, rebatido no teto, porque acho muito mais fácil. Mas tem umas situações, em especial em ambientes externos, que o TTL rateia, gerando a necessidade de trabalhar no manual.

Eu acredito piamente que todo mundo que aprende fotografia em cursos bons aprende, pelo menos em teoria, como usar um flash em modo manual. Mas acredito também que a falta de uso termina por gerar um certo desconforto nessa situação. O OP me parece desconfortável em modificar a abertura da câmera, e eu quis apontar exatamente isso: é normal e aceitável utilizar aberturas menores para a câmera, desde que o flash dê conta da distância do sujeito fotografado. Uma vez que ela não disse qual o flash que usa, fico em dúvida se ela tem um flash externo ou se usa o embutido da câmera, que é bastante limitado por natureza.

A abertura menor pode ser usada em TTL também, claro. Mas temos que considerar, sempre, que ao reduzir a abertura estamos reduzindo o alcance máximo do flash e, portanto, limitando o TTL.

Abraço,

Miguel

Ok, ficou claro agora.

Sinceramente, eu nunca esperaria alguem fotografar evento (profissionalmente) com flash embutido. Eu tinha entendido que o OP fotografava eventos profissionalmente.