Autor Tópico: O momento atual da fotografia é importante para a história da mesma?  (Lida 675 vezes)

Flavio Ribeiro

  • Trade Count: (1)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 493
  • Sexo: Masculino
    • Fotografia comercial · Publicidade · Produto · Gastronomia · Retratos · Arquitetura · Moda
"Esse momento atual que a gente vive, eu considero o momento mais rico na história da fotografia, comparado só ao início da própria fotografia. Nestas três últimas décadas, 90, 2000 e agora 2010, nós vemos a mesma efervescência que no início..."   Pedro Vasquez



O que acham do ponto de vista dele?
FLÁVIO RIBEIRO
www.flavioribeirofotografia.com.br
https://500px.com/flavioribeirophotography
Insta @flaviovinhoribeiro
        @flavioribeirofotografia


C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.843
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Resposta #1 Online: 18 de Abril de 2018, 17:11:53
Eu em geral concordo com o que ele diz.

A Metafisica eh no final das contas o destino de toda grande arte, filosofia e ciencia. Quando mais fundo se vai, mais proximo chega das questoes metafisicas. Mas eu nao gosto quando chamam metafisica de espiritual. Pelo menos ele falou que eh uma esplicacao ruim.

Concordo que comparado com o inicio da fotografia, o momento atual eh tao ou mais efervercente. Nao atoa, ja que a fotografia esta na celular e cameras portateis de qualquer um para fotografar a qualquer hora e qualquer momento, a industria do turismo e entretenimento tambem parece estar mais em alta em toda sua historia, o que diretamente e indiretamente tambem faz as pessoas fotografarem mais.

Tambem concordo que uma tecnologia nao subistitui a outra, apenas complementa. Mas o papo ficando nisso eh uma forma muit rasa de abordar a questao, pq tecnologias tem diferentes linguagens e culturas e suasepocas tendem a se apegarem e se acostumarem na comunicacao da linguagem mais em voga. E ai entra a questao da fotografia nao ter morrido como ele fala, e ele esta certo ja que obviamente ele esta falando da fotografia como atividade em si. Mas a maneira que ele fala, mostra que ou ele nao entende que a questao da moste da fotografia nao se refere a atividade, ou ele apenas nao teve tempo para abordar (ou foi editado) e ficou o que ficou. Mas a linguagem da fotografia de ontem ja nao existe mais hoje. E o mesmo pode ser dito para pinturas, jornalismo, etc.
Como John Berger diz, Hoje em dia, pinturas renascentistas sao vistas como nunca foram vistas antes, pq a linguagem da epoca de tais pinturas ja nao eh a mesma de hoje.

Eu discordo um pouco quando ele fala que a edicao digital resgatou tecnicas de edicao antiga. A edicao digital eh outra tecnica que imita a edicao optica, mas nao eh a mesma, e nao resgata a mesma, resgata apenas os efeitos visuais de tais tecnicas.

Curioso quando ele fala da liberdade condicional, pq era exatamente como eu passei a associar o trabalho como empregado ha uns 7 anos atras, ja que todos os dias tinha que estar dentro da empresa sem poder sair por 8 horas, sendo liberado entao para irpara casa, dormir , fazer outras atividades, ou final de semana, mas tendo que voltar para o local onde ficaria preso no dia seguinte ou aps final de semana.
« Última modificação: 18 de Abril de 2018, 17:17:06 por C R O I X »


Raphael Sombrio

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.868
  • O RAW é um diamante...bruto
Resposta #2 Online: 19 de Abril de 2018, 11:45:06
E ai entra a questao da fotografia nao ter morrido como ele fala, e ele esta certo ja que obviamente ele esta falando da fotografia como atividade em si. Mas a maneira que ele fala, mostra que ou ele nao entende que a questao da moste da fotografia nao se refere a atividade, ou ele apenas nao teve tempo para abordar (ou foi editado) e ficou o que ficou. Mas a linguagem da fotografia de ontem ja nao existe mais hoje. E o mesmo pode ser dito para pinturas, jornalismo, etc.
Como John Berger diz, Hoje em dia, pinturas renascentistas sao vistas como nunca foram vistas antes, pq a linguagem da epoca de tais pinturas ja nao eh a mesma de hoje.

A questão da "morte da fotografia" é pura opinião de alguns. A base para tal afirmação é puramente calçada em pontos específicos, não absolutos, me desculpe.

Fica claro nas entrelinhas do que ele falou sobre a "não morte" da fotografia, que não é só da atividade, mas do objeto em si, que passou por várias fases, não só em temas, estilos e fins, mas no modo de execução tbm, pois isso é evolução, nada se perde, nada se cria, tudo se transforma.

É lógico que hj a madeira de fazer fotografia - e ai entra não só estilo, motivo, tema, mas o próprio fazer mesmo, executar - está diferente, e amanhã vai ser diferente de hj e depois diferente de novo e assim vai.


Eu discordo um pouco quando ele fala que a edicao digital resgatou tecnicas de edicao antiga. A edicao digital eh outra tecnica que imita a edicao optica, mas nao eh a mesma, e nao resgata a mesma, resgata apenas os efeitos visuais de tais tecnicas.

Acho que ao dizer que atualmente a fotografia traz o resgate de processos criativos, trabalhosos, como na época do daguerreótipo, ele fala mais num sentido genérico, de que hoje, mesmo sendo digital e tendo tantos automatismos, a fotografia é muito dinâmica, rica de possibilidades, sem com isso comparar equivalendo.


C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.843
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Resposta #3 Online: 20 de Abril de 2018, 05:59:03
A questão da "morte da fotografia" é pura opinião de alguns. A base para tal afirmação é puramente calçada em pontos específicos, não absolutos, me desculpe.

Esses estudos dizem que vc esta errado sobre nao haverem bases e serem opinioesde alguns. Sobre a questao de absoluto, de fato nao eh ciencias exatas, tal como economia tambem nao eh.

http://web.mit.edu/allanmc/www/mcluhan.mediummessage.pdf

https://quote.ucsd.edu/childhood/files/2013/05/postman-amusing.pdf

http://www.math.chalmers.se/~ulfp/Review/gombrich.pdf

https://books.google.de/books?hl=en&lr=&id=ipuJAgAAQBAJ&oi=fnd&pg=PP1&dq=scientific+studies+about+influence+of+media+language&ots=6sWN7YvqOG&sig=hmvciMRR6bPNfpUi5HLZp7owUM4#v=onepage&q=scientific%20studies%20about%20influence%20of%20media%20language&f=false




Acho que ao dizer que atualmente a fotografia traz o resgate de processos criativos, trabalhosos, como na época do daguerreótipo, ele fala mais num sentido genérico, de que hoje, mesmo sendo digital e tendo tantos automatismos, a fotografia é muito dinâmica, rica de possibilidades, sem com isso comparar equivalendo.

Sim, ele quis dizer que a fotografia hoje eh muito dinamica e rica. Mas volto a afirmar acima que o resgate que ele transmite sobre os processos passados nao se aplicam. Talvez ele quis dizer outra coisa e nao pode por causa do tempo, mas o que ele diz esta claro.

« Última modificação: 20 de Abril de 2018, 06:02:26 por C R O I X »


C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.843
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Resposta #4 Online: 20 de Abril de 2018, 06:01:43
Post repetido
« Última modificação: 20 de Abril de 2018, 06:02:11 por C R O I X »