Autor Tópico: Criação de Preços para Eventos  (Lida 790 vezes)

Joabe Juliano

  • Trade Count: (6)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 805
  • Sexo: Masculino
  • A sua fotografia é um testemunho da sua existência
Online: 04 de Maio de 2018, 11:50:26
Bom dia pessoal  :ok:

Primeiramente me desculpem se já há tópico recente aberto com esse tema. Procurei por aqui e achei o mais recente com 3 anos de idade.

Sei que as respostas serão bem relativas, depende de "N fatores", cada um tem um ponto de vista, mas vamos lá: Tenho contato com a fotografia a um bom tempo, preciso aprender muito, continuo estudando e praticando. Mas agora é que criei coragem após investir em alguns equipos para me "profissionalizar", ou seja, trabalhar com fotografia de forma remunerada.

Após fazer umas fotos de casamento no dia 28/04 recebi uma proposta para cobrir uma festa de debutante no ano que vem. Fui pego de surpresa, pois ainda estou montando portfólio e não tenho idéia de preços, mas sei que não posso cobrar o fígado por ser iniciante e nem prostituir a profissão; como tenho visto muito.

Minha dúvida é: Como e quais ítens ponderar para se chegar a um bom preço? Média de preço? Tenho visto muito, mas muito mesmo, pessoas cobrando ensaios de 2 a 3 horas com 100 fotos tratadas em DVD por R$ 100, casamentos e debutante de até 5 horas por R$ 250. Não que seja da minha conta, mas isso eu não faço, pois creio que não cobre nem o trabalho de edição. Mas também não posso cobrar o fígado. Pensei e cheguei a uma ideia que para um evento de debutante feito de forma responsável e se preocupando em fazer o melhor não dá pra cobrar menos de R$ 1000.

Está aberta a discussão. Apresentem seus pontos de vista e idéias de forma saudável. Pode ser para casamento, debutantes e etc.

Abraços


« Última modificação: 04 de Maio de 2018, 11:57:35 por Joabe Juliano »
INSTA: @jotabe_melo (Joabe Melo)


guizaunzin

  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.390
  • Sexo: Masculino
  • http://www.saycheese.fot.br
    • Say Cheese Fotografia de Casamento
Resposta #1 Online: 04 de Maio de 2018, 16:36:48
Vou escrever rapidão pq tô saindo do trabalho  :assobi:

Mas eu levei em questão alguns custos e também algumas médias de mercado pra chegar no meu preço.
- Primeiro descobri quanto custa a Mão de Obra pra fotografar o evento, e descobri que fotógrafos com um bom nível cobram de R$ 400 a R$ 600 o valor de Freela pra casamentos. Botei isso aí na conta.
- Também calculei mais ou menos quanto de armazenamento cada evento vai me comer e calculei os custos de HD e Backups.
- Tem gente que não gosta de fazer isso, mas eu calculei o quanto cada evento deprecia nas minhas câmeras e estipulei um valor que cada evento deprecia em meus equipamentos
- Pesquisei custo dos materiais que eu gostaria de entregar nos meus pacotes pra ter uma noção
- Fiz cliente oculto pra saber mais dos pacotes e dos valores dos fotógrafos com quem eu ia concorrer

Foi assim q eu comecei a elaborar o meu preço. Sei que nessa conta ainda tenho que embutir os custos que não são por evento, tipo Seguro, Hospedagem, etc, mas não é uma coisa simples de se fazer pra quem não tem agenda cheia e torce pra fechar alguns contratos.

Bom, é isso  :D
http://www.saycheese.fot.br
https://www.instagram.com/saycheesebr/

Canon 5D Mark3 + 5Dc + Sigma 30mm 1.4 ART + Canon 50mm 1.8 STM + Canon 85mm 1.8


Joabe Juliano

  • Trade Count: (6)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 805
  • Sexo: Masculino
  • A sua fotografia é um testemunho da sua existência
Resposta #2 Online: 04 de Maio de 2018, 17:01:53
Vou escrever rapidão pq tô saindo do trabalho  :assobi:

Mas eu levei em questão alguns custos e também algumas médias de mercado pra chegar no meu preço.
- Primeiro descobri quanto custa a Mão de Obra pra fotografar o evento, e descobri que fotógrafos com um bom nível cobram de R$ 400 a R$ 600 o valor de Freela pra casamentos. Botei isso aí na conta.
- Também calculei mais ou menos quanto de armazenamento cada evento vai me comer e calculei os custos de HD e Backups.
- Tem gente que não gosta de fazer isso, mas eu calculei o quanto cada evento deprecia nas minhas câmeras e estipulei um valor que cada evento deprecia em meus equipamentos
- Pesquisei custo dos materiais que eu gostaria de entregar nos meus pacotes pra ter uma noção
- Fiz cliente oculto pra saber mais dos pacotes e dos valores dos fotógrafos com quem eu ia concorrer

Foi assim q eu comecei a elaborar o meu preço. Sei que nessa conta ainda tenho que embutir os custos que não são por evento, tipo Seguro, Hospedagem, etc, mas não é uma coisa simples de se fazer pra quem não tem agenda cheia e torce pra fechar alguns contratos.

Bom, é isso  :D
Exatamente. Achei bem bacana, um pouco complexo...rs. Muitas pessoas que cobram muito muito muito baratos achei os anúncios em sites como Mercado Livre e OLX, mas 150,00 num evento de debutante é algo para mim impraticável. Sou iniciante mas não posso banalizar o mercado, nem trabalhar de graça.

Estou fazendo cliente oculto também e pesquisando materiais como álbum, seus custos e etc.

Agora quanto aos meus equipamentos investi em câmeras e iluminação. As objetivas preferi alugar por enquanto, assim posso trabalhar com objetivas muito boas, cujas aquisições estão longe da minha realidade.

Valeu pelas dicas. Estou batendo cabeça aqui. Queria já aproveitar isso para já estabelecer uma grade de preços para outros tipos de eventos também. Assim quando aparecer mais coisas com o tempo não fico nesse dilema...haha

Enviado de meu Moto E (4) usando o Tapatalk

INSTA: @jotabe_melo (Joabe Melo)


nandoespinosa

  • Trade Count: (3)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.008
  • Sexo: Masculino
    • Nando Espinosa Fotografia
Resposta #3 Online: 04 de Maio de 2018, 17:45:10
Exatamente. Achei bem bacana, um pouco complexo...rs...
Se não for complexo, tá errado..
Se é um negócio tem que calcular tudo.. Eu costumo brincar que sei quanto um vermífugo gasta de luz pra ficar na minha pet até ser vendido. Na verdade eu sei mesmo  :doh:.
Mas é isso aí.. Todos os custos tem que ser levados em conta..
A única coisa que não dá é pra calcular o valor pelo que "os outros cobram". Isso leva ao mercado uma espiral negativa. Até que chega o momento em que o trabalho não se paga.
Faça uma planilha do excel com os seus custos, seu investimento, seguro, etc... Veja quanto custa o seu click.
Esse é o caminho mais trabalhoso, mas o mais correto.


Joabe Juliano

  • Trade Count: (6)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 805
  • Sexo: Masculino
  • A sua fotografia é um testemunho da sua existência
Resposta #4 Online: 04 de Maio de 2018, 20:03:35
Se não for complexo, tá errado..
Se é um negócio tem que calcular tudo.. Eu costumo brincar que sei quanto um vermífugo gasta de luz pra ficar na minha pet até ser vendido. Na verdade eu sei mesmo  :doh:.
Mas é isso aí.. Todos os custos tem que ser levados em conta..
A única coisa que não dá é pra calcular o valor pelo que "os outros cobram". Isso leva ao mercado uma espiral negativa. Até que chega o momento em que o trabalho não se paga.
Faça uma planilha do excel com os seus custos, seu investimento, seguro, etc... Veja quanto custa o seu click.
Esse é o caminho mais trabalhoso, mas o mais correto.
Legal Nando! Realmente. Dá muito trabalho e demanda um bom tempo, mas vou fazer, porque daí por diante se o negócio virar eu sei como fazer. Agora a dúvida é: Quais os pontos a serem levantados? Como valorar cada ponto? Com base em quê? O "guizaunzin" levantou pontos legais também, mas não sei como calcular por exemplo: Quanto vale uma hora de edição? Gravação das imagens, backup, confecção da arte no DVD, quanto vale o uso da câmera no evento (Estava pensando em calcular com base no valor de locação de um modelo igual ao meu). Valeu pelas dicas até agora pessoal!

Enviado de meu Moto E (4) usando o Tapatalk

INSTA: @jotabe_melo (Joabe Melo)


guizaunzin

  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.390
  • Sexo: Masculino
  • http://www.saycheese.fot.br
    • Say Cheese Fotografia de Casamento
Resposta #5 Online: 04 de Maio de 2018, 22:27:17
Quanto vale uma hora de edição? Gravação das imagens, backup, confecção da arte no DVD, quanto vale o uso da câmera no evento (Estava pensando em calcular com base no valor de locação de um modelo igual ao meu).

Então, tem algumas coisas que são bem difíceis de precificar. Vejo que a maioria dos "tutoriais de precificação" falam que vc que tem que estipular o quanto quer ganhar por mês e quantos casamentos vc quer fazer, e assim vc elabora seus preços em cima disso. Eu acho uma furada, pode até ser que funcione pra alguns mas pra mim passou longe. Se eu precificasse dessa forma, meu pacote de foto COMEÇARIA em 8k uahauhua. Não funciona assim, pelo menos no começo vc não escolhe "quantos casamentos quer fazer por mês". O que vier, veio  :D

Brincadeiras à parte, eu confesso que não cheguei a botar na conta o "custo da minha hora" pq minha empresa está no começo, não dependo dela e qualquer grana q eu tirar dela vai fazer falta pra ela, então eu ainda não cobro pró-labore nem horas trabalhadas, eu só "cobro" o valor de um freela a cada evento que faço, pra não trabalhar tanto de graça tbm.

Mas com relação aos demais pontos, é fácil de calcular. Exemplo, quando eu faço um casamento com meu 2º fotógrafo, tenho entre 70 e 130gb de RAWs pra armazenar. Eu calculo que deixarei armazenado em 2 mídias de forma definitiva (HDs que serão arquivados com os RAWs). Numa conta de padaria, um HD de 3tb custa uns R$ 500, então eu teria um custo aprox. de R$ 44 de armazenamento por evento.

Materiais de confecção, é pesquisa msm. Veja vários fornecedores, conheça seus materiais e preços, e defina quais produtos vc gostou e vai querer vender. Veja quanto vai te custar e jogue uma margem em cima (lembrando q vc vai ter horas trabalhadas pra fazer diagramação e etc).
Aqui eu deixo uma margem mínima de 2x o valor de custo, pra caso aconteça (e já aconteceu uma vez) de eu ter que refazer o material por cagada minha, aí pelo menos saio no 0 a 0.

Quanto à Câmera, eu faço uma lógica parecida com a do armazenamento. Ex: numa 5d MarkIII deixo uma estimativa de vida útil super conservadora de 150.000 cliques. Se uma 0km custa R$ 8.000 e eu clico por volta de 2500 fotos por evento, significa que eu deprecio maomenos R$ 133 por evento nela. Eu tenho tipo uma poupancinha q eu coloco esse valor referente a depreciação de equipamento em cada evento, e só uso pra comprar outro equipamento, não uso essa grana pra pagar outras coisas. Não sei se essa é a melhor maneira de calcular depreciação, muito provavelmente tem formas melhores, mas eu tenho usado assim por enquanto.

Você não precisa necessariamente fazer isso, pode alugar equipamento mas o seu custo vai ser maior, acho que uma locação de uma 5d3 tá uns R$ 300. Lente eu não deprecio :ponder:

Acho q eh isso, se puder ajudar em algo mais, manda ae  ;)
« Última modificação: 04 de Maio de 2018, 22:29:01 por guizaunzin »
http://www.saycheese.fot.br
https://www.instagram.com/saycheesebr/

Canon 5D Mark3 + 5Dc + Sigma 30mm 1.4 ART + Canon 50mm 1.8 STM + Canon 85mm 1.8


guizaunzin

  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.390
  • Sexo: Masculino
  • http://www.saycheese.fot.br
    • Say Cheese Fotografia de Casamento
Resposta #6 Online: 04 de Maio de 2018, 22:31:03
A única coisa que não dá é pra calcular o valor pelo que "os outros cobram". Isso leva ao mercado uma espiral negativa. Até que chega o momento em que o trabalho não se paga.

Essa é a mais pura verdade. Existem as pessoas que cobram barato pq querem volume e querem atingir público de baixa renda, mas existem as pessoas que simplesmente não sabem precificar. E essa segunda pessoa vc pode ter certeza que vai sair rapidinho do mercado, vai quebrar, vai começar a deixar de entregar trabalho, seus equipamentos nunca serão bons, os materiais sempre serão de baixa qualidade, etc...
http://www.saycheese.fot.br
https://www.instagram.com/saycheesebr/

Canon 5D Mark3 + 5Dc + Sigma 30mm 1.4 ART + Canon 50mm 1.8 STM + Canon 85mm 1.8


Joabe Juliano

  • Trade Count: (6)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 805
  • Sexo: Masculino
  • A sua fotografia é um testemunho da sua existência
Resposta #7 Online: 04 de Maio de 2018, 22:54:01
Essa é a mais pura verdade. Existem as pessoas que cobram barato pq querem volume e querem atingir público de baixa renda, mas existem as pessoas que simplesmente não sabem precificar. E essa segunda pessoa vc pode ter certeza que vai sair rapidinho do mercado, vai quebrar, vai começar a deixar de entregar trabalho, seus equipamentos nunca serão bons, os materiais sempre serão de baixa qualidade, etc...

Verdade. E não quero iniciar nessa tendência, porque o que começa errado raramente se arruma depois.  :aua:  :D
INSTA: @jotabe_melo (Joabe Melo)


Joabe Juliano

  • Trade Count: (6)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 805
  • Sexo: Masculino
  • A sua fotografia é um testemunho da sua existência
Resposta #8 Online: 04 de Maio de 2018, 23:04:12
Então, tem algumas coisas que são bem difíceis de precificar. Vejo que a maioria dos "tutoriais de precificação" falam que vc que tem que estipular o quanto quer ganhar por mês e quantos casamentos vc quer fazer, e assim vc elabora seus preços em cima disso. Eu acho uma furada, pode até ser que funcione pra alguns mas pra mim passou longe. Se eu precificasse dessa forma, meu pacote de foto COMEÇARIA em 8k uahauhua. Não funciona assim, pelo menos no começo vc não escolhe "quantos casamentos quer fazer por mês". O que vier, veio  :D

Exatamente  :D

Em uma pesquisa achei uma orientação que bate com o que vocês estão me passando: http://www.dicasdefotografia.com.br/fotografia-quanto-cobrar/. Tem até uma tabela em Excel. Claro que há coisas que estão fora da realidade, como "número de casamentos pretendidos". Como você disse "o que viver, veio". Esses estou deixando em branco e utilizando a tabela como referência procurando adequar totalmente à minha realidade.

Complicado, porém necessário. Não tinha ideia de como criar preço, de como era dificil :no: Já deu um panorama bem melhor de como são as coisas... :worship:
INSTA: @jotabe_melo (Joabe Melo)