Autor Tópico: RAW e os modos reduzidos  (Lida 682 vezes)

Lindsay

  • Trade Count: (18)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.314
  • Sexo: Masculino
Online: 18 de Julho de 2018, 14:40:46
RAW e os modos reduzidos

Como é assunto de interesse geral, tendo sido começado provocado em um tópico recente de um colega (topic,132146), criei esse tópico exclusivamente para alguns questionamentos quanto aos modos RAW reduzidos que os fabricantes apresentam.

Como é que cada fabricante trata esse assunto, como é a solução aplicada??? É a mesma solução técnica para todas as câmeras ou existem diferenças???

O que é que eles jogam fora nos modelos reduzidos???

É só a resolução / detalhes ou tbm vai junto latitude, profundidade de cores e outras coisas??? Ou é só uma compressão de dados???

Muda muito a recuperação de informações durante a edição??? Muda muito a aplicação de filtros e controles durante a edição???

Entre os fabricantes, existe algum algoritmo que seja melhor que o outro???

As câmeras mais modernas apresentam uma compressão mais eficiente que as antigas???

Se a gente for no detalhe do pixel, como é que se faz isso??? Junta e combina a informação de pixels vizinhos e grava uma média entre eles??? Ou simplesmente descarta e joga fora a informação do pixel ao lado???

Como ficam essas condições em fotografia a cores e preto e branco???

Tantas dúvidas... convidando os colegas para a discussão...

Em que situações é interessante usar os modos reduzidos???
« Última modificação: 18 de Julho de 2018, 14:47:40 por Lindsay »
Fotografando com a memória


Lindsay

  • Trade Count: (18)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.314
  • Sexo: Masculino
Resposta #1 Online: 18 de Julho de 2018, 14:41:28
Se alguém quiser sugerir um titulo melhor a gente muda...
Fotografando com a memória


Humberto Yoji

  • Trade Count: (23)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.710
  • Sexo: Masculino
    • Humberto Yoji - fotógrafo
Resposta #2 Online: 18 de Julho de 2018, 14:58:53
Bom, eu tinha comentado no outro tópico e acho que vale a pena reproduzir nesse. Apesar de vários relatos dizendo que mRAW perdia muita latitude na Canon 5D3, eu tinha feito umas comparações entre RAW (22MP) e mRAW (10MP) e, pra faixa de ISO que eu costumo usar em eventos (geralmente acima de 1600), não notei diferença tão significativa. Então eu na época acabava sempre usando mRAW, pois o tamanho do arquivo era bem menor, o que me poupava espaço em memória e reduzia drasticamente o tempo de processamento.

Atualmente, com cartões de maior capacidade e com um computador novo, só trabalho com RAW cheio. Principalmente pra ter uma margem de crop maior. Até porque minha câmera tem 18MP, não é tão pesado. Mas imagino que mRAW e sRAW devam ser muito úteis pra quem usa câmeras como a 5Ds (50MP) ou D850 (45MP). Até mesmo pra 5D 4 (30MP) e D810 (36MP) já são bem úteis.


fabianob

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.158
  • Sexo: Masculino
Resposta #3 Online: 18 de Julho de 2018, 15:42:48
 :snack:
Df, D750, D5300, YN565EX x2, YN622N, Alguns Kg de Vidro, e muitas histórias.


lindoerle

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 267
  • Sexo: Masculino
  • Viver feliz e fazer as pessoas felizes.
Resposta #4 Online: 18 de Julho de 2018, 15:50:07
Só vejo uma diferença grande para fazer crop. Em um ensaio que podemos controlar melhor a composição que queremos, acho válido usar um arquivo menor. Já eventos a possibilidade de crop faz uma diferença grande.
Sonhar, realizar e viver.


Roberto Dellano

  • Trade Count: (11)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.314
  • Sexo: Masculino
  • RTFM
    • Roberto Dellano Fotografia
Resposta #5 Online: 18 de Julho de 2018, 16:43:37
Eu tinha comentado também no outro tópico, mas vou colocar mais detalhado aqui.

A Nikon possui 4 opções de RAW divididos em 2 modos com duas opções em cada um, são eles:

RAW = Compactado sem perdas / Compactado.

Profundidades de Bits = 12 bits / 14 bits.

As combinações resultantes podem ser:

RAW compactado sem perdas + 14 bits (O maior)
RAW compactado sem perdas + 12 bits
RAW compactado + 14 bits
RAW compactado + 12 bits (O menor)

Já comparei todas as opções, inclusive o maior direto com o menor, e não consegui ver diferença na qualidade da imagem no geral (DR, cores, nitidez, etc). Não estou dizendo que a diferença não existe, deve existir, pois a final os arquivos possuem quantidade de dados diferentes, mas eu realmente não consegui ver.
Já no desempenho da câmera (FPS, buffer) a diferença é grande, principalmente no calcanhar de aquiles da Nikon, o buffer, por isso optei em usar a combinação mais leve (RAW compactado + 12 bits (O menor)).


Esse relato é refente as câmeras intermediárias que já tive (ou tenho), não sei se as câmeras de entrada da Nikon possuem essas opções.

 :ok:


Lindsay

  • Trade Count: (18)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.314
  • Sexo: Masculino
Resposta #6 Online: 18 de Julho de 2018, 17:08:03
Eu tinha comentado também no outro tópico, mas vou colocar mais detalhado aqui.

A Nikon possui 4 opções de RAW divididos em 2 modos com duas opções em cada um, são eles:

RAW = Compactado sem perdas / Compactado.

Profundidades de Bits = 12 bits / 14 bits.

As combinações resultantes podem ser:

RAW compactado sem perdas + 14 bits (O maior)
RAW compactado sem perdas + 12 bits

RAW compactado + 14 bits
RAW compactado + 12 bits (O menor)

Já comparei todas as opções, inclusive o maior direto com o menor, e não consegui ver diferença na qualidade da imagem no geral (DR, cores, nitidez, etc). Não estou dizendo que a diferença não existe, deve existir, pois a final os arquivos possuem quantidade de dados diferentes, mas eu realmente não consegui ver.
Já no desempenho da câmera (FPS, buffer) a diferença é grande, principalmente no calcanhar de aquiles da Nikon, o buffer, por isso optei em usar a combinação mais leve (RAW compactado + 12 bits (O menor)).


Esse relato é refente as câmeras intermediárias que já tive (ou tenho), não sei se as câmeras de entrada da Nikon possuem essas opções.

 :ok:
Na minha época, eu lembro que um arquivo com 14bits carregava muito mais informação que outra de 12 bits... significava que os detalhes, as nuance de cores (maior quantidade de tons), e tudo mais poderia ser melhor...
Pelos testes que vc fez, se não tem diferenças, podemos concluir que então é uma questão de compactação de dados???
A resolução do arquivo, as duas dimensões é a mesma??? (largura x altura)
Ou seja a foto contem as mesmas informações só uma questão de compactação mesmo???
Fotografando com a memória


Lindsay

  • Trade Count: (18)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.314
  • Sexo: Masculino
Resposta #7 Online: 18 de Julho de 2018, 17:21:53
Achei em um antigo post deste fórum uma referencia à um documento técnico, que me parece interessante e atualizado.

The Canon sRaw and mRaw Output Formats
Douglas A. Kerr

http://dougkerr.net/Pumpkin/articles/sRaw.pdf


ainda vou ler...

« Última modificação: 18 de Julho de 2018, 17:22:26 por Lindsay »
Fotografando com a memória


Lindsay

  • Trade Count: (18)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.314
  • Sexo: Masculino
Resposta #8 Online: 18 de Julho de 2018, 17:32:00
Achei aqui tbm um teste bacana onde ele testa 3 câmeras Canon, 5D3, 5D2 e 6D:

https://www.slrlounge.com/canon-raw-image-size-and-dynamic-range-comparison/
Fotografando com a memória


Roberto Dellano

  • Trade Count: (11)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.314
  • Sexo: Masculino
  • RTFM
    • Roberto Dellano Fotografia
Resposta #9 Online: 18 de Julho de 2018, 18:12:32
Na minha época, eu lembro que um arquivo com 14bits carregava muito mais informação que outra de 12 bits... significava que os detalhes, as nuance de cores (maior quantidade de tons), e tudo mais poderia ser melhor...
Pelos testes que vc fez, se não tem diferenças, podemos concluir que então é uma questão de compactação de dados???
A resolução do arquivo, as duas dimensões é a mesma??? (largura x altura)
Ou seja a foto contem as mesmas informações só uma questão de compactação mesmo???

Então Lindsay, não muda nada nas dimensões e resoluções da imagem, apenas na compactação mesmo.

Quando eu migrei para Nikon, cheguei até a abrir um tópico sobre o assunto, veja um comentário interessante do Murilo:

John Sherman recentemente escreveu um artigo interessante no site Photographylife.com sobre isso, e a conclusão dele é que não existe diferença justificável ou quase não existe diferença.

https://photographylife.com/14-bit-vs-12-bit-raw

Bem, eu particularmente prefiro usar sempre 14-bit lossless compressed. Os meus motivos são: 1º) Espaço não me falta no cartão; e 2º) Não passei tanto tempo fotografando JPEG forçadamente com minhas primeiras câmeras para depois estar economizando. O que eu não percebo de diferente hoje pode aparecer futuramente com novas tecnologias dos conversores RAW.


Se alguem quiser ver o tópico:
https://forum.mundofotografico.com.br/index.php?topic=113286.0

E o artigo que o Murilo cita:
https://photographylife.com/14-bit-vs-12-bit-raw
« Última modificação: 18 de Julho de 2018, 18:21:37 por Roberto Dellano »


spositom

  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.455
Resposta #10 Online: 18 de Julho de 2018, 18:58:13
Não tenho um bom domínio de câmera, qual melhor e pior pq simplesmente minhas fotos qualquer xereta resolve, mas num geralsão diria que:

Poucas tem 16 bits de profundidade, se tem 14 por exemplo o resto é interpolado
Normalmente o monitor não tem todo o gamut de cor e profundidade, logo vc não consegue distinguir e mesmo que tivesse seu olho não consegue ver mais de 10 bits (num tenho tanta certeza desta informação, mas vi escrito aqui)

A grande diferença dá nas grandes impressões (fine art), não de 12 para 14 e sim num jpg que tem 8 bits, dá defeito pra caramba como o banding por exemplo.


pablo.ebani

  • Trade Count: (4)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.689
  • Sexo: Masculino
Resposta #11 Online: 18 de Julho de 2018, 19:25:49
 :snack:
EOS 6D MK II -  EOS 5D MK II.
Tamron SP 45mm 1.8 | Sigma 30mm 1.4 Art
EF 50mm 1.8 STM | EF 100mm f/2 |
https://500px.com/PabloEbani
http://ebaniphoto.46graus.com


Antonio Miguel

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 267
  • Sexo: Masculino
    • amikep
Resposta #12 Online: 18 de Julho de 2018, 19:34:30
As Nikon de entrada trabalham apenas com 12 bits compactado, com perda.

As mais sofisticadas apresentam as opções citadas pelo Lindsay.

Creio que não sejamos capazes de ver a diferença entre os arquivos mais compactados e os menos compactados, a não ser em condições especiais, como necessidade de recuperar uma área de sombra específica, ou obter um aumento no contraste entre duas cores muito próximas, já no tratamento final.

Eu uso Raw 14bits compactado sem perdas em todas as câmeras que oferecem, e 12 bits com perda na D3400, que não tem outras opções. Na parede do meu escritório tenho uma paisagem a partir de uma imagem dessa câmera, e tanto os detalhes como as cores me impressionam. Não sei dizer se teria melhor resultado de outra câmera. A ampliação equivale a 50x75 cm, mas eu cortei para ficar 30x75. Creio que poderia ter feito de 60x150 sem aparecer problemas.

O arquivo, entretanto, estava fotometrado corretamente e não havia áreas de sombras ou luzes extremas. Talvez numa imagem em condições mais complicadas seja possível observar essa diferença.

Por outro lado, quando fui para os EUA em 2009 comprei minha primeira DSLR, uma D90. Até então eu usava filmes na minha velha Nikon SLR, e nunca havia usado uma câmera digital mais sofisticada. Comecei salvando os arquivos das fotos da viagem em raw e jpg, sem saber como fazer com o raw nem pra que ele servia. Depois de uns dias resolvi pesquisar melhor e achei o artigo do Ken Rockwell dizendo que raw não serve pra nada e que jpg é suficiente. Mudei a configuração da câmera para salvar só jpg, e oitenta por cento das minhas fotos ficaram nesse formato.

Hoje me arrependo de não ter mantido a opção do raw, pois vejo muitas fotos que poderiam melhorar bastante num tratamento com as ferramentas de que dispomos agora.

Por isso acabo salvando tudo que posso em 14 bits lossless. Penso que talvez no futuro alguma ferramenta me permita usar melhor essa qualidade escondida no arquivo.
« Última modificação: 18 de Julho de 2018, 19:40:42 por Antonio Miguel »
A camera teaches you how to see without a camera - Dorothea Lange.


www.amikep.com


fabianob

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.158
  • Sexo: Masculino
Resposta #13 Online: 19 de Julho de 2018, 10:00:18
A Nikon possui 4 opções de RAW divididos em 2 modos com duas opções em cada um, são eles:

RAW = Compactado sem perdas / Compactado.

Profundidades de Bits = 12 bits / 14 bits.

As combinações resultantes podem ser:

RAW compactado sem perdas + 14 bits (O maior)
RAW compactado sem perdas + 12 bits
RAW compactado + 14 bits
RAW compactado + 12 bits (O menor)


Se não me engano a D810 e a D850 possuem M-RAW e S-RAW também.
« Última modificação: 19 de Julho de 2018, 10:00:40 por fabianob »
Df, D750, D5300, YN565EX x2, YN622N, Alguns Kg de Vidro, e muitas histórias.


lindoerle

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 267
  • Sexo: Masculino
  • Viver feliz e fazer as pessoas felizes.
Resposta #14 Online: 19 de Julho de 2018, 12:07:41
Mas a questão do outro tópico não era reduzir a qualidade do RAW, mas fotografar com menos megapixels.

Sei que é um tópico novo e é apenas uma observação.

Em um ensaio que tenho controle da composição, acho válido fotografar em menos megapixels.

Sonhar, realizar e viver.